Igreja SUD Restringirá Internet em Capelas

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou ontem que irá restringir acesso à internet em suas capelas a partir deste mês.

Ala Potengi, Estaca Natal Potengi (Foto: Cleber Tex)

O departamento de relações públicas emitiu ontem uma nota oficial dizendo:

“A Igreja revisa periodicamente nossa política de filtragem para melhorar a experiência das pessoas em nossos edifícios e capelas. Esta atualização da política de filtragem da internet da Igreja foi enviada aos membros da Igreja cujo chamado ou responsabilidade em sua congregação local é impactado e é direcionado ao uso da internet não relacionado à Igreja, o que cria dificuldades para aqueles que estão tentando usar mídias sociais para os fins da Igreja.”

De acordo com informação no site LDS.org, a nova política é necessária para melhorar a qualidade da “adoração” nas reuniões dominicais.

“Isso serve uma maneira de promover os propósitos da Igreja, melhorar as experiências de adoração, e apoiar as funções administrativas.”

William Fenses, diretor do Departamento de Tecnologia de Informações da Igreja, foi o responsável pela nota oficial e o anuncio da nova política de redes sociais. Fenses é citado explicando-a assim:

“Qualquer instrutor de jovens dirá que Snapchat, selfies e histórias do Instagram se tornaram uma tremenda distração nas instruções de seus grupos, e precisamos acabar com isso. Ouvimos a desculpa: “Estou lendo minhas escrituras” de todos, incluindo vovós viciadas em seguir seus genros e vizinhos próximos pelas mídias sociais. Isso apenas tem que parar… Devido ao abuso prolongado do WiFi da Igreja, percebemos que os melhores sinais sem fio vêm do Espírito Santo.”

Novas senhas de WiFi serão fornecidas apenas aos membros do Bispado, e os seguintes sites serão ativamente bloqueados:

  • Amazon Video
  • Big Fish (jogos)
  • Clash of Clans
  • Flixster
  • Gamespot
  • Hulu
  • Instagram
  • Kahoot
  • MySpace
  • Netflix
  • Pandora
  • Pinterest
  • Rhapsody
  • SoundCloud
  • Spotify
  • Twitter
  • Tumblr
  • Xfinity TV
  • Zynga

Curiosamente, Facebook não está na lista dos sites bloqueados. Então, as nossas páginas do Vozes Mórmons e da Associação Brasileira de Estudos Mórmons seguirão disponíveis no WiFi das capelas SUD.

30 comentários sobre “Igreja SUD Restringirá Internet em Capelas

  1. Será que se as reuniões fossem realmente guiadas pelo espírito os membros estariam distraídos com internet durante os serviços de adoração?
    Grato por estar e permanecer beeeeeem longe desta instituição com fins lucrativos

    • A reunião pode ter o espírito que for meu amigo, se a pessoa resolver checar o Facebook várias vezes enquanto ela ocorre perderá a sintonia com o espírito.

      Não se importa se está sendo guiada ou não pelo espírito.

    • Não precisa ser muito gênio para saber que essa atitude de membros se distraindo nada mais é que a falta de interesse em saber ou ouvir os discursos e aulas das reuniões dominicais. E essa falta de interesse vem por alguns fatores.

      a) Incapacidade do orador ou professor de prender a atenção do ouvinte

      A falta de interesse surge devido a qualidade da reunião e do discursante não serem de ótima qualidade. Uma vez que o discursante se mostra incapaz de prender a atenção dos membros que estão na sala, a reunião ou aula se torna monótona e sem sentido; especialmente, se o tema já foi falado repetidamente.

      b) Péssima imagem e exemplo do orador ou professor.

      Também há o fato do ministrador da aula ou o discursante não ter um histórico exemplar. As palavras podem ser até bonitas e os conceitos apresentados serem corretos, mas se o mesmo não pratica o que ensina ou fala, isso acaba soando hipócrita e as pessoas que estão presentes nem fazem questão de ouvir suas palavras. Não se trata de vaidade ou orgulho, mas sim de bom senso. Posso citar um exemplo de um bispo na minha antiga ala onde ele falava na importância da caridade, mas na empresa onde ele era o empresário a qual eu trabalhei ele pagava mal os funcionários e forçava os clientes(no caso estudantes que residiam no campus da escola) a pagarem um preço da comida como se fosse comida de primera quando a comida não era de boa qualidade. Quando ele falava os que já sabiam a fama do mesmo não saiam da reunião, mas também nem ouviam rs…pois sabiam que aquelas palavras eram somente palavras jogado ao vento rs…

      c) Palavras de oradores e professores a qual o público ouvinte não está familializado.

      A clareza é um dos principais pontos para prender atenção do público. Em alas/ramos onde membros estão familializados com o mundo do business ou experiências internacionais com formação superior palavras difíceis são fáceis de serem entendidas; porém, essas mesmas palavras não serão entendidas para um público onde a ala ou ramo tem como maioria de membros pessoas com instrução limitada ou até mesmo analfabetos. Se um discursante chegar e falar palavras bonitas a eles, logicamente que os membros não verão o discurso ou a aula algo interessante e com resultado nem darão ouvidos para o tema mesmo se for importante.

      d) Falta de clareza nos temas a serem falados.

      Assim como o ponto C, o ponto D vê a importância da clareza desta vez no tema em si. Alguns discursos são fáceis de perceber o que será falado, mas há alguns discursos(maioria das vezes) que realmente o discursante não é claro no que está falando. Uma vez vi um discurso onde a mulher começou falar da história do papel higiênico, depois falou de bolo e assim falou da experiência com filho e terminou no amém. Na época era membro novo e fiquei boiando, pensei que era só eu, mas até outros jovens da ala não entenderam o que a irmã disse rs…O que o papel higienico, o bolo e o testemunho do filho e o batismo dele tinham em comum nesse discurso?rs…O tema do discurso dela era o que? Batismo? Ordenança? Sacerdócio? Era o que?rs…A gente ficou tudo confuso, mas como ela era uma senhora engraçada a gente deixou barato e nem questionamos kkk… Isso também aplica a conferências onde o irmão começa falar da época de guerra, depois fala de gatos e cachorros dos netos, indo para assunto da missão e terminando em experiências em jogo de futebol americano. Devido ao orador não ser claro no tema o ouvinte nem dá trabalho de prestar atenção e dou razão a esses de fazerem isso.

      e)Uso exagerado de escrituras

      Uso de uma ou duas escrituras ou até mesmo três é algo bom para manter a base do discurso. Em casos de aula dez escrituras no máximo é algo aceitavel. No entanto o uso exagerado delas se torna algo desinteressante ao passar do tempo do discurso e aula fazendo ouvinte abrir o caderninho para desenhar o Picachu até o irmão parar de falar ou a aula acabar.

      f)Tempo

      Discursos muito longo dependendo como o orador fala chega a fazer o público dormir ou anotar no caderno coisas que nada tem a ver com o que está sendo falado.

      e)tom da voz

      Discursos que não alteram o tom de voz e sempre mantém o mesmo tom de voz, especialmente, tom baixo faz qualquer ouvinte perder interesse no que o irmão fala.

      Enfim, são vários pontos que poderiam ser ditos, mas em resumo a qualidade das aulas e discursos são os pontos que explicam a razão dos membros perderem interesse nessas reuniões. Se a igreja quer mudar isso, basta fazer o simples e melhorar a qualidade das reuniões, sejam simples no falar e claros e lógico sejam exemplos, do contrário a situação de falta de interesse dos membros continuará. E não pensem que tirando o direito dos membros de ter WIFI a situação melhorará.

      Além domais tudo influência. Tendo bons oradores e bons professores irá resultar em mais interesse do público ouvinte. Com reuniões e aulas interessantes, mais e mais pessoas desejarão ouvir e assim de uma igreja parada pode se tornar uma igreja ativa, mas isso depende das pessoas entre manter no orgulho de dizer que a igreja não precisa mudar ou ser humilde e ver que necessita melhorar.

    • DESCULPE WILLINS , SÓ TEM O ESPIRITO SE OS MEMBROS PRESTAREM ATENÇÃO NAS AULAS, MAS A IGREJA DE JESUS CRISTO NÃO TEM FINS LUCRATIVOS JA QUE NINGUEM GANHA DINHEIRO NENHUM PARA SERVIR UNS AOS OUTROS

  2. É que as reuniões são chatas e monótonas demais e os professores ficam piores a cada dia que passa, por isso ninguém ouve nada. Conheço muitos que só vão para pegar o sinal de wi-fi e agora nem isso tem mais, assim não dá!

  3. Desde os tempos que eu me batizei esse tipo de hábito já era comum na igreja e olha que faz décadas isso ein rs… Na época não existia internet, mas era comum ver durante reuniões e aulas membros pegando carderninhos de nota escrevendo algo. Quem via pensava “ah ele tá anotando tudo que é ensinado”, mas na verdade estava desenhando ou escrevendo algo que nada tinha a ver com o que estava sendo falado rs…

    Na época eu achava uma falta de respeito, mas hoje em dia eu entendo isso. Na verdade não é que o membro não tem reverência. O que ocorre é que a igreja se tornou um local comum e os discursos e aulas se tornaram como um palco de teatro. Todos os membros sabem que o que é ensinado ou falado não passa de meras palavras jogado ao vento pois na prática a estória é bem diferente. Logo o membro pensa “tá, até penso que o membro tem que fazer isso e tal, mas professor, que moral tem para me ensinar isso sendo que você não faz nada para evitar essas atitudes?”. Mas não é somente isso. Ao ver que na igreja não existe seriedade e o que é falado não passa de palavras hipocritas, as pessoas tendem a não prestar atenção. Somando também o fato que os professores não tem experiência e formação para exercer tal cargo.

    Eu diria que a liderança da igreja local está perdida. Os líderes não sabem mais o que fazer para segurar os membros e ai tem que apelar para isso.

    • Exato amigo Hico, aulas chatíssimas onde os professores mal sabem falar, e não tem nenhum domínio do que ensinam, principalmente membros novos que logo são chamados ao púlpito, e os assuntos são sempre os mesmos: Missão à força, casar, ter 10 filhos, aceitar 40 chamados inúteis,e bençãos que nunca vem…

      • Que pena que de 40 chamados vc nunca recebeu uma bênção. Talvez o problema não está nas aulas e nos discursantes .A preparação para receber ensinamentos é feita em casa .

      • Heheh…ai que está o ponto Sandra.
        Primeiramente não vejo que devemos generalizar quando se trata de pessoas que não prestam atenção nas reuniões ou aulas. Há aqueles que de natureza não gostam muito de aulas e reuniões e vão a igreja mais por amigos ou qualquer coisa que interessa o que não condeno. Do outro lado há aqueles que até são sérios, mas devido a má qualidade das reuniões o interesse se perde no meio do caminho rs…Preparados estão, o problema é o que e como estão ensinando? A falta de uma técnica mais eficiente de ensino e falta de experiência como discursante afeta negativamente na qualidade das aulas e reuniões. Uma melhor aula com uma técnica eficaz que prendam atenção dos alunos ou ouvintes ajuda eles a terem mais interesse e logicamente aprender melhor o conceito a ser ensinado ou falado. Quando se critica digamos assim tal qualidade das aulas e reuniões estamos visando um melhor ambiente dentro da igreja pois nada ou nada membros são como clientes de loja, se você como atendente não sabe ter técnicas para o cliente comprar seu produto, então ele ou ela perde interesse e vai a outra loja. Na igreja não é diferente, se o ambiênte é confuso, demonstra claramente que liderança não está nem ai para melhorias, logicamente que membros especialmente mais novos vão perder interesses na igreja e até mesmo partir para outros caminhos visando algo melhor. A escolha é do membro cair fora? Sim, é escolha dele ou dela, mas quem que tem maior interesse na presença do membro? A igreja ou o próprio membro? Para o membro ele caindo fora não vai perder em nada pois até em locais fora do âmbito religioso ele pode encontrar um ensinamento mais eficaz, já a igreja não somente perde membro como também um membro com sacerdócio.
        Sobre receber benção de chamados é muito relativo. Lembro uma época que fui chamado para dar aula na primária, não pensei duas vezes fiquei um mês e sai fora. Já não tinha tanto tempo devido ao trabalho que tenho na semana inteira e ainda tinha que cuidar de crianças estressadas. Somando ao fato que ao relatar o comportamento inadequado deles aos pais os pais dos mesmos ao invés de corrigir eles, eles ficaram tudo nervosos comigo. Com toda serenidade falei “Não precisa ficar nervoso irmãos, são seus filhos e se vocês não se importam com o comportamento inadequado dos seus filhos, então tudo bem. Vou sair e vocês ficam no meu lugar pois nada melhor que vocês para fazer esse serviço não é mesmo?rs…” e fui embora. O que posso lhes dizer que isso serve de experiência, mas as bençãos dependem muito mais da situação que o membro vive do que o cargo propriamente dito. Se hoje tenho algo, isso é devido ao meu esforço e não porque fui professor da primária, conselheiro do quórum e demais chamados. Enfim, qualquer um que queira o bem da igreja tem ciência da necessidade de melhoras e inovações o que é uma atitude de pró-mormon. Manter no orgulho e achar que não necessita de melhoras só irá fazer a instituição continuar estagnada. abs!

      • Não vamos às reuniões dominicais para nos divertir nem mesmo para sermos apenas instruídos. Vamos para adorar o Senhor. É uma responsabilidade individual e, a despeito do que se diga no púlpito, se uma pessoa desejar adorar o Senhor em espírito e em verdade, deve fazê-lo assistindo às reuniões, tomando o sacramento e refletindo sobre as belezas do evangelho. Se a reunião para você foi um fracasso, você é o culpado. Ninguém pode adorar o Senhor em seu lugar; é você que deve buscar sua própria proximidade com o Senhor.
        PRESIDENTE SPENCER W. KIMBALL – Ensinamentos dos Presidentes da Igreja, lição 16, p.193.

      • Magnólia meus líderes não são obrigados a tomar nenhuma medida diante do que eu falo. Agora se sua experiência não igreja é um fracasso isso é somente culpa sua querida. Ademais entenda:
        O Presidente Gordon B. Hinckley disse que “todas as reuniões sacramentais deveriam ser banquetes espirituais” e “momentos de renovação espiritual”. (Teachings of Gordon B. Hinckley, 1997, pp. 563, 564.) Como podemos contribuir para que isso aconteça? O que podemos fazer para que a nossa presença nas reuniões de domingo sejam mais edificantes espiritualmente? (Algumas das respostas possíveis são: por meio de uma atitude de adoração, sendo pontuais, estudando com antecedência a designação de leitura referente a cada lição, sendo participativos, escutando atentamente, empenhando-nos em fortalecer os outros e abstendo-nos de fazer críticas aos oradores e professores.)
        DOUTRINA E CONVÊNIOS E HISTÓRIA DA IGREJA – Manual do Professor de doutrina do Evangelho, lição 16, p.88.

      • Adriano Santos
        Até entendo que você tem esse desejo de adorar ao Senhor e parabenizo sua intenção. Porém, não se pode falar por todos e em todos os assuntos que se fala neste site temos que ter atitudes maduras, ter postura de pessoas adultas e; ser realista é uma das características de ser adulto caro Adriano. Quando falo os pontos negativos da Igreja não estou falando por estar frustrado mesmo porque se os membros querem continuar nessa situação, eu mesmo não vou ligar pois tenho outras coisas além de reuniões para aprender mais a respeito de Deus. Simplesmente dou sugestão, agora se os incomodados querem seguir isso ou não, ai é da escolha deles. Só falo isso para o bem deles.
        Para ser sincero eu sou um dos que quando vê membro falando asneiras no púpito nem presto atenção, pego meu livro e fico lendo ou vendo gravuras e não é nem porque “não gosto de ouvir a palavra de Deus”, mas sim porque sei que o que o irmão fala não condiz com a verdade. Tinha uma reunião de testemunho uma vez, bicho rs… Não vai acreditar todos ao invés de prestar seu testemunho, começaram falar em paraquedismo, o encontro no cinema com a namorada, e outros assuntos que nada tinha a ver com propósito da reunião. Sabe qual foi minha reação? Peguei o livro e fui folheando, vendo desenhos e fotos e esperando terminar a reunião. Não fiquei com raiva nem um pouco, simplesmente terminou e fui para casa comer pois tava com fome kkk…
        Mas é aquela coisa Adriano, a gente quando ri disso não é para zombar das pessoas. Eu simplesmente dou risadas pois já estou nesse caminho desde o dia do batismo e já vi muita coisa ao passo que muitos que comentam parecem que batizaram ontem pois não parecem conhecer essas coisas que comentamos. Certa vez falei da baixa frequência do templo e o usuário ficou irritada falando que “eu não conheço nada do templo” rs…Mesmo com exemplos a pessoa pediu um link provando que a frequência do templo é baixa como se isso fosse possivel mostrar uma vez que ninguém pode tirar foto dentro do templo kkk…
        Enfim, falo isso mais baseado no que vejo cada domingo e atividades da igreja. Se a gente fala isso, não é por mal, mas sim porque esperamos uma melhoria na instituição e para melhorar os membros mais fanáticos tem que aprender a absorver as criticas e levar isso pelo lado positivo tentando melhorar, mas como disse antes o livre arbitrio está para ser usado cabe a esses seguirem esses conselhos ou simplesmente continuarem na situação. abraços!!!

      • Não meu lindo Adriano, a culpa não é minha, esse é o mal de membros fanáticos como você, que querem acima do bem e do mal defender a igreja, sugiro que leia um texto publicado aqui com o título: Por que as pessoas se afastam da igreja e você, se entender o texto é claro e aceitar (coisa que não acontecerá) talvez pare de julgar os ex-membros, a culpa sempre é nossa né….
        https://vozesmormons.org/2012/03/29/por-que-as-pessoas-perd/

      • Hico, não adianta discutir, esses membros fanáticos só veem o que querem, e para eles, os que criticam e apontam as falhas como nós, sempre são frustados e não prestamos, eles pensam assim pois é isso que aprendem na igreja perfeita de Joseph Smith.

  4. Pra ser sincero não tenho nada a falar sobre o post porque isso é real. Agora se tratando de comentários nunca vi tanta santidade da parte de quem critica a igreja nunca vi pessoas tão perfeitas que nunca erram que foram missionários ou professores perfeitos ou que acham que ainda são.Exalam perfeição na vida de vocês como já foi dito pelo Salvador:”coam um mosquito e engolem um Camelo”. Acho que gostam tanto do mormonismo que nem ao menos deixam de falar um dia sequer por que pra alguém falar tanto de algo é porque gosta muito disso e aqui vejo apenas frustração por não saber lidar com a complexidade das coisas. Já deveriam ter dado a coroa da exaltação aqui pra alguns por que seria injusto se não recebessem diante de tudo isso.

    • Heheh… Adriano você é uma figura.
      Mas você está certo, nós amamos a igreja e queremos o bem da mesma e para isso que falamos o que vemos. Como já disse vocês que “amam” a igreja tem um escolha entre duas. Achar que tudo vai bem em Sião ou Igreja rs… ou ter humildade de aceitar que sempre há algo a melhorar na igreja.
      Racho o bico quando muitos taxam nós como “excomungados, inativos, etc…” rs…

      • Hehe Hico você também é uma figura cara.Mas olha eu não acho que tudo vai bem em sião não,acredito sim que há espaço para melhoras.Tenho também minhas opiniões em algumas coisas que não concordo na igreja Não sou um membro fanático daqueles que não conhecem há igreja, por que são quase duas décadas e ja aprendi e vivi muita coisa e procuro saber lidar com os erros e impetrações das coisas e das pessoas o que existe em todo lugar que não enxergam as coisas,mas o que eu procuro fazer é ir la falar com os lideres se acho que algo não esta certo e não ficar postando minha opinião em blogs como se isso fosse mudar algo por que não adianta sabe, eu trato diretamente e nunca fui censurado ou taxado como “rebelde” ou outro termo.Se as pessoas ainda não entenderem que a igreja seus membros e lideres nunca foram e não são perfeitos e talvez acho que não vai ser nunca vamos viver o evangelho de verdade,vamos sempre nos concentrando em erros.Abraço

      • E o que aconteceu depois de ir lá falar com seus líderes, quais medidas eles tomaram através do “espirito de revelação”, pois não tá funcionando amiguinho Adriano, só fica pior, e essas medidas de bloquear a net é uma das provas que vai de mal a pior.

      • heheh…Pois é Adriano Santos, parabenizo a você por delatar as coisas erradas na igreja a seus líderes, mas citar experiências e sugestões em blogs e sites como o Vozes pode influenciar para o lado positivo os membros que lêem e comentam, mas tem que estarem dispostas a abrir o coração e a mente para assim entender. Por exemplo, acima sugeri meios para melhoria das reuniões que são monotonas se tornarem interessantes e susgestões e criticas como essa pode fazer muita gente abrir os olhos para realidade. Talvés para uns não mudará, mas para outros pode vai lá saber né?rs… Tem milhares de pessoas acessando o site e pode ser que um e outro pode ver e mudar o que ocorre nas suas unidades não é mesmo? Eu mesmo conheci muitas coisas da igreja neste site e comecei ver melhor o que é a igreja e você pode conhecer melhor a igreja Adriano. abraços!

  5. Por isso que eu entro no site VOZES MÓRMONS tudo que eu leio aqui eu comento na escola dominical aí a aula fica interessante e ninguém nem pega celular.Vira um “Brainstorm”. Mas claro que falo coisas também que Espírito testifica…Aliás se eu não sinto espírito nem falo…

  6. A questão sambaíba qualidade dos oradores não se relaciona à Organização e Estrututa da Igreja. Trata-se simplesmente de um reflexo da qualidade do ensino em nosso país. Somos um país de analfabetos funcionais, pessoas que não possuem o hábito de ler e interpretar, por isso não são capazes de estabelecer uma conexão entre um ponto doutrinário e sua vida cotidiana. Jovens (e adultos) que nunca leram o Livro de Mórmon na vida. Como posso mandar alguém assim para missão? O que ele ensinará? Enfim, o buraco é bem mais profundo do que apenas um rito engessado de uma organização religiosa tradicional.
    Por outro lado, vejo a oportunidade de membros humildes, sem oratória, de falar ao púlpito como um aspecto inclusivo e uma característica do verdadeiro ensino, no qual todos possuem oportunidade de ensinar e aprender, independentemente de sua educação formal.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.