Missionários Mórmons Remanejados por Coronavírus

Milhares de missionários mórmons serão remanejados por causa da pandemia do coronavírus.

Élderes Noah Deckard, Nathan Budge, e Jackson Nielsen retornando das Filipinas, no Aeroporto Internacional de Salt Lake City. (FOTO: Jeffrey D. Allred/Deseret News)

Missionários de tempo integral d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias serão desobrigados temporariamente e terão a opção de serem restabelecidos assim que as condições da pandemia permitirem ou em 12 a 18 meses após a sua decisão.

Os missionários que iniciaram seu treinamento online ou que receberam seu chamado missionário mas ainda não começaram o treinamento, também podem optar por adiar o serviço missionário, de acordo com uma carta divulgada hoje pela Primeira Presidência e Quórum dos Doze Apóstolos.

Os missionários que serão desobrigados temporariamente são todos os missionários americanos e canadenses que voltaram para casa de missões internacionais e estão aguardando transferência. O Élder Craig C. Christensen, presidente da Área de Utah da igreja, disse na semana passada que 19.800 missionários americanos estavam retornando aos Estados Unidos de missões no exterior.

Esses missionários terão até 30 de abril para decidir se desejam retornar ao campo assim que as condições permitirem ou esperarem retornar ao serviço missionário entre 12 a 18 meses após. Se eles escolherem a reintegração o mais rápido possível, terminariam sua missão na data planejada originalmente. Se eles escolherem esperar de 12 a 18 meses após 30 de abril para reiniciar sua missão, receberão uma nova data de término.

As opções não se aplicam a nenhum missionário que esteja servindo em seu próprio país.

No entanto, novos missionários dos EUA e do Canadá que iniciaram o treinamento missionário online também têm uma opção a fazer. Eles podem decidir ser desobrigados após o treinamento e, em seguida, ir ao campo o mais rápido possível ao seu chamado original, ou uma transferência temporária para outra missão. Eles terminariam suas missões nas datas originalmente programadas.

Ou eles podem optar por ser desobrigados agora e retornar ao serviço entre 12 a 18 meses após sua decisão em 30 de abril.

Os membros da Igreja dos Estados Unidos e do Canadá que receberam seus chamados missionários, mas ainda não iniciaram seu treinamento missionário online, podem começar esse treinamento dentro do cronograma e começar o serviço quando a pandemia permitir, ou o atraso entre 12 a 18 meses após o envio de sua escolha.

O treinamento missionário online começou devido a restrições incidentes à pandemia do CoViD-19.

Os missionários em perspectiva em qualquer lugar do mundo que planejavam enviar seus papéis podem continuar com o processo e começar o serviço missionário na designação original que receberem ou em uma designação temporária assim que as condições permitirem. Ou eles podem optar por adiar e enviar sua papelada posteriormente.

O diretor-gerente do Departamento Missionário da Igreja, David Weidman, disse que cerca de metade dos 67.000 missionários estão voltando para seus países de origem a partir de missões estrangeiras.

Assim como 19.800 americanos retornam aos Estados Unidos, cerca de 10.000 a 14.000 missionários de outros países também estão retornando a seus países de origem. Estes serão transferidos para uma missão em seus países de origem e retornarão ao campo assim que as condições permitirem. Os missionários de fora dos Estados Unidos e do Canadá que iniciaram o treinamento missionário online o completarão e serão designados para seus países de origem assim que as condições mudarem.

Finalmente, um porta-voz da igreja confirmou que os missionários que foram desobrigados por razões médicas por causa do surto de coronavírus não retornarão ao campo missionário. Eles foram desobrigados com honra, tendo completado seu serviço missionário.

8 comentários sobre “Missionários Mórmons Remanejados por Coronavírus

  1. Como-se nos Estados Unidos e Canadá, ou seja qualquer outro país onde o missionário veio estivesse livre do surto que está havendo no mundo. O surto está em todos os países. Não pense que tirando missionários da Europa e colocando eles nas missões do EUA eles estarão salvos. Os EUA tem agora 188.647 casos e 4.059 mortos em especial nas grandes metrópoles Norte-Americanas. A ordem dos governantes é de pessoas ficarem em suas casas durante a quarentena e não ficar saindo de casa para ensinar.

    Missionário tem contato com várias pessoas e isso é arriscado. Seria mais fácil de entender se fosse um trabalhador que precisa sair de casa para sustentar sua família, mas missionário com todo respeito não faz uma atividade que possa ser considerada essencial e prioritária. Logo se entende que tal decisão da primeira presidência é uma decisão feito sem devida responsabilidade. Se um missionário venha a morrer, a Igreja será culpada por isso.

    O correto seria cancelar todas as atividades da Igreja incluindo o programa da missão. Desobrigar todos e mandarem todos para a casa e só fazer missão depois que acabar essa onda(isso se eles quiserem fazer).

    E no caso do Brasil é mais perigoso ainda pois se o missionário que estiver por exemplo no Nordeste e ele é natural de São Paulo tiver que voltar a São Paulo fazer missão em SP o risco é maior uma vez que o epicentro do surto é em São Paulo. Se eu fosse um missionário nessas condições, eu iria pedir a desobrigação e ficar em casa em nome da saúde, simples assim. As autoridades da Igreja deveriam entender a situação e parar todos programas da igreja; algo que parece relutarem em fazer o que denota inresponsabilidade com os membros e missionários Pior se o missionário tem o virus e passa para o pesquisador que já aprensenta problemas de saúde. Será que o Presidente Nelson irá pagar os serviço hospitalar do pesquisador? Sinceramente, muito revoltante essa atitude da Igreja.

    • Nenhum missionário no mundo está trabalhando na rua. Todos estão ou em casa (desobrigados) ou nas casas das determinadas áreas e não podem sair. Vc tinha era que estar revoltado com o pessoal que pressionou o Bolsonaro a baixar um decreto para tornar as igrejas um trabalho essencial (E olha que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não participou dessa pressão). Vc tinha era que bater palmas pela igreja ser a primeira entidade religiosa cristã no mundo a parar suas atividades nível mundial (E olha que no Brasil ainda nem tinha saído a ordem de isolamento), tirar seus missionários de circulação e seguir fielmente o isolamento proposto pela OMS, coisa que alguns países não estão seguindo. Um abraço.

      • Eduardo, primeiramente temos que entender que as decisões da Igreja vem de Salt Lake City USA e não em Brasilia. Outras instituições religiosas que diga se de passagem no mundo e não no Brasil ja haviam decidido a paralizarem suas atividades em tempo indeterminado bem antes da Igreja no Mundo. Deixo repetir, no Mundo. Sabe o que significa isso Eduardo? Isso significa que essa decisão da Igreja SUD(vamos dizer assim) só veio depois que outras instituições decidiram fazer isso.

        O que o Bolsonaro faz ou deixa de fazer não interessa nessa questão pois isso é coisa do Brasil e não do Mundo. Estamos falando da decisão da Igreja e não da decisão de autoridades brasileiras Eduardo. Não confunda as coisas. Estamos vivendo uma crise a qual não se ve a tempos e neste lugar não há espaço para fanatismo religioso. Dizer que foi o primeiro(Isso é uma mentira bem grande amigo) e outra coisa estamos falando de perigos e lógico que o bom senso atende a atitude de finalizar todas as atividades religiosas incluindo reuniões, atividades sociais e até missionárias. As familias desses missionários passando por aflições e esses missionários nem ao menos tem a chance de estar junto com a familia para lutar contra esse caos. Que a missão é importante para eles, ok, entendo, porém, a familia está em primeiro lugar e lógico que eles deveriam estar com eles e não estar no campo missionário sem fazer nada.

        Um homem responsavel teria percebido lá no mais tardavel em Janeiro que a situação já sinalizava isso, mas a Igreja não demonstrava tomar atitude e continuou enviando missionários em lugares de risco como Hong Kong e Corea do Sul(Daegu o epicentro do surto da Corea tem uma sede da missão). Pense o quanto perigo eles estavam tendo estando nesses locais. O Presidente Nelson como profeta, vidente e revelador deveria saber disso bem antes e ter evitado isso. Sorte que nenhum deles(presumo) teve problema a respeito disso. Passar pano para o Presidente Nelson realmente é aceitar que a Igreja deve ser inresponsavel. Se você não vê isso, não posso fazer nada. Eu e muitos consegue ver isso, mas você acho que não vê por N de fatores e uma delas é pela seu conhecimento estar somente limitada a midia brasileira pelo que notei em sua resposta que você me deu.

      • Me mostra qual religião parou suas atividades no MUNDO TODO (ou seja, fiseram o que o Pres Nelson fez) antes de a IJCSUD. Procurei aqui e não achei. A OMS decretou a pandemia dia 11 de março, mesmo dia que a Igreja publicou a carta dizendo para as reuniões pararem e novas orientações, até para os missionários ficarem em casa. Me diz qual outra religião fez isso antes da OMS declarar pandemia? Se vc diz que é mentira, me mostra, mas não regional e sim MUNDIAL. Até hoje temos relatos de um missionário que testou positivo. Muitos já voltaram para suas casas e outros ainda estão nas casas do campo missionário. Se vc parar pra pensar que só UM testou positivo no mundo é um grande milagre. Eu só estou vendo dados concretos, sem qualquer tipo de fanatismo. Se vc não quer enxergar vc tem todo direito a isso, mas pra criticar vc precisa de dados concretos. E detalhe, antes do Pres Nelson mandar a carta de 11 de março, já haviam orientações para os locais que estavam tendo casos, ou seja, a Igreja agiu prontamente a situação, inclusive em Janeiro, como vc citou que a igreja estava cagando, mandou muita coisa pra ajudar as pessoas na China. Você tem todo direito de criticar, mas sem fundamento e coisa concreta fica difícil kkk

      • Quando os argumentos acabam ou o cara não tem capacidade de mostrar algo que sustente seu argumento, ele mente e solta os KKK (siglas que significa risadas ironicas) para disfarçar sua falta de argumento.

        Sinto muito mesmo que há pessoas como você que ainda acredita que a Igreja está na liderança no trabalho do mundo. Há muitas igrejas que estão fazendo obras muito mais efetivas a serviço do próximo do que se imagina Eduardo.

        Não pense que outras instituições são frias e sem sentimento e a Igreja SUD é a mais caridosa do mundo. De fato, há igrejas que fazem muito mais que a Igreja SUD e que doam muito mais dinheiro para investimento no próximo que a Igreja SUD.

        Se as missões estivessem sido cancelados lá em Janeiro ou até antes quando o mundo já sabia do surto poderia evitar problemas e preocupações, amigo.

        Você Eduardo só está vendo no lado religioso tentando defender a Igreja e eu estou somente falando em prol do bom senso pensando nas pessoas e nas familias.

        Ao contrário de você, não vejo graça alguma usar um tema como essa para querer ridicularizar outro só porque você não gosta da opinião da pessoa que colocou o comentário original.

        Fica até feio ter comportamento desse porte a qual caracteriza um comportamento de adolescente.

    • Eu simplesmente pedi para vc mostrar os fatos e provar que eu sou mentiroso em vez de ficar atacando a Igreja SUD somente com sua opinião. Eu coloquei fatos. Se você quiser eu coloco aqui os links de tudo que eu falei como argumento. Agora, eu peço novamente para você provar que a igreja SUD não foi a primeira a se pronunciar mundialmente a fim de paralisar suas reuniões. Em nenhum momento eu disse que outras igrejas não são caridosas e nem que a igreja SUD é a mais caridosa do mundo (te desafio a mostrar que eu falei isso também eeu acredito que a igreja sim, poderia ser mais caridosa pelos bens que possui). Eu lhe pedi fatos, links, reportagens e matérias para você me provar que sou mentiroso, caso contrário, fique a vontade em atacar minha pessoa ou a instituição somente pela sua opinião. Quando obter fatos concretos poste ficarei feliz em le-los, caso contrario, pode continuar com sua opiniao sem fundamento mas com seu direito de liberdade. E detalhe, nesse momento que estamos passando cabe a todos, inclusive as instituições religiosas a darem as mãos e ajudar. Precisamos de mais apoios e menos críticas. Um abraço, adulto e maduro.

  2. Que situação né…E os estudos ?Os planos de vida etc…? Acho que essa doença vai mudar o modo de vida da humanidade …Só não sei o que …Mas ficarão marcas. Pelo menos nessa geração.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.