Igreja Mórmon Condena Violência em Washington, Urge Respeito a Resultado das Eleições

Em declaração publicada hoje, a liderança máxima d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias condena a invasão do Congresso norte-americano, perpretada por apoiadores do presidente Donald Trump, no último dia 06 de janeiro, e reafirma a necessidade se honrar o resultado da eleição presidencial nos Estados Unidos.

Policiais tentam impedir manifestantes de adentrar o Congresso, em Washington, D.C., em 06 de janeiro| Imagem: AP Photo/Jose Luis Magana

A nota dos profetas e apóstolos ainda pede aos membros da denominação que coloquem filiações partidárias abaixo de seu status como santos dos últimos dias.

Embora a declaração fale em “divisões políticas e culturais nos Estados Unidos e em todo o mundoo”, até o momento desta publicação, a nota em língua inglesa não havia sido traduzida a outros idiomas.

Eis a declaração na íntegra:

Uma mensagem da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Os princípios de governo que permitem aos filhos de Deus manter a dignidade humana e a liberdade pertencem a toda a humanidade (ver Doutrina e Convênios 98: 5).

Com grande preocupação, observamos as divisões políticas e culturais nos Estados Unidos e em todo o mundo. Condenamos a violência e o comportamento desordeiro, incluindo a violência recente em Washington, D.C. e qualquer sugestão de mais violência. Embora A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias seja neutra em questões de política partidária, lembramos nossos membros – sejam quais forem suas visões políticas individuais – de que sejam unidos em nosso compromisso com o Salvador, Jesus Cristo e Seus ensinamentos. Como Seus seguidores, devemos tratar uns aos outros e todos os filhos de Deus com respeito, dignidade e amor. Nenhuma afiliação política ou outra deve substituir esse convênio e responsabilidade sagrada.

Exortamos todas as pessoas a lembrar a natureza preciosa e frágil da liberdade e da paz. Enquanto os cidadãos dos Estados Unidos aguardam a posse de um novo presidente, exortamos nossos membros a honrar as instituições e processos democráticos e a obedecer, honrar e apoiar a lei (ver Regras de Fé 1:12).

3 comentários sobre “Igreja Mórmon Condena Violência em Washington, Urge Respeito a Resultado das Eleições

  1. Muito estranho esse apoio da igreja sud ao Biden, mesmo antes das eleições terem uma definição, pois o suposto profeta reconheceu biden como presidente logo apos as eleições, quando tudo estava sendo investigado na justiça. Ao meu ver, um governo conservador seria melhor para os cristãos e para as igrejas em geral.

    • Cada dia que eu conheço os mórmons mais eu gostaria de não tê-los conhecido. Vc quer viver numa teocracia, é isso? Ser cristão é tão ruim assim que tem que obrigar todo mundo a ser?? Trump conservador?? Trump só é um racista. Jesus não era racista. Não tinha, na verdade, nada em comum com Trump.

  2. TRUMP e Bolsonaro fazem parte de um movimento tão satânico quanto o comunismo! No mundo todo a extrema direita aliena a população com mentiras, atraindo neonazistas para seu lado. Suas teorias acusatórias contra povos e grupos ressaltam a má vontade e o desafio de convivência com o diferente. Nós devemos usar a redes sociais para tirar esses ANTI CRISTOS DO PODER…Alertar nossos irmãos e expor as maldades desses homens ignorantes , cheios de amor ao poder, inimigos da razão e do bom senso ! São CEGOS DEIXANDO GUIANDO O POVO PARA CEGUEIRA!

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.