O Verdadeiro Presente

amigo-secreto

“Você dá pouco quando você dá de suas posses. É quando você dá de si mesmo que realmente dais.” (Kahlil Gibran)

Tanto no Natal quanto na Virada do Ano, existe uma prática tradicional e muito apreciada, que leva seus participantes a concentrarem seus esforços nela, e por vezes, no frenesi do momento, esquecerem-se da razão pelo qual a prática foi inspirada e em lembrança do que (ou de Quem) tal prática foi idealizada…

A troca de presentes, tão comum quanto quase que indispensável, acaba por vezes, substituindo o verdadeiro sentimento que deveria reinar nas datas comemorativas supracitadas…

Um pensamento atribuído ao Padre Rafael de Queiroz Neto, abrange bem este ponto, abordando a época natalina:

“Hoje se propaga, furtivamente, o consumismo desenfreado, fazendo com que as pessoas se dediquem muito mais à preocupação com aquisição de bens e com a comemoração da troca de presentes do que com o verdadeiro sentido da festividade, que é o nascimento do Salvador de nossas vidas. Infelizmente, as consequências desta escolha são, regra geral, dissaborosas, pois uma vez passado o efêmero prazer e deleite da festividade ou mesmo durante o seu curso, (…) as pessoas voltam à triste realidade de sua distante comunhão com o Espírito de Deus, sentindo-se solitárias, abandonadas e incompreendidas. (…)”

Continuar lendo

Salvadores no Monte Sião

Templo de São Paulo

“Se aceitarmos as revelações referentes às ordenanças do Templo, se assumirmos nossos convênios sem reservas ou desculpas, o Senhor nos protegerá. Recebemos inspiração suficiente para enfrentar os desafios da vida.” (Pres. Boyd K. Packer, Dos Doze – Folheto O Templo Sagrado pg. 39)

Designado novamente com a privilegiada oportunidade de ministrar um dos cursos opcionais, que no meu entender, trata-se de um dos mais extraordinários da Escola Dominical, senti-me satisfatoriamente renovado e fortalecido,  verdadeiramente “Investido de Poder do Alto“, título este muito apropriado ao tema e objetivo do portentoso curso.

Ao procurar aprender sobre o poder dos Templos e a real influência deles em nossa vida diária, pretendo, neste ensaio, esboçar especificamente sobre a doutrina do trabalho vicário, a intrinseca pesquisa genealógica e as muitas bençãos advindas àqueles que literalmente “vestem a camisa” do trabalho e buscam salvar almas além da sua própria.

Como introdução, difícil não citar a inspirada e edificante definição do Pres. Packer:

“Nenhum trabalho dá mais proteção para a Igreja do que as ordenanças do Templo e a pesquisa genealógica que as sustem. Nenhum trabalho é tão purificador. Nenhum trabalho nos confere mais poder. Nenhum trabalho exige um padrão de retidão mais elevado.” (Boyd K. Packer, A Liahona JUN/92)

Vejamos então, o que podemos abordar a respeito…

A OBRA VICÁRIA E A OBRA MISSIONÁRIA

A OBRA MISSIONÁRIA E A OBRA VICÁRIA

Inspirados pela convocação Cristã de “pregar as boas novas de alegria” a todos e em toda parte, um grande exército de missionários,  que se renova de tempos em tempos, se dedicam numa boa causa ao se esforçarem por “lançar a foice com vigor” (D&C 4)  na busca dos “escolhidos do Senhor” que “só [estão afastados] da verdade por não saber onde encontrá-la” (D&C 123:12). Continuar lendo

Aproximarmo-nos de Cristo através da Conferência Geral

Imagem

“Decidam agora fazer da conferência geral uma prioridade em sua vida. Decidam ouvir com atenção e seguir os ensinamentos transmitidos. Ouçam ou leiam os discursos mais de uma vez para entenderem e seguirem melhor os conselhos dados. Assim fazendo, as portas do inferno nao prevalecerão contra vocês, os poderes das trevas serão afastados e os ceus estremecerão para o seu bem.” (Paul V. Johnson, “As bênçãos da Conferência Geral”, A Liahona, Novembro de 2005, pág 50)

“Não podeis dizer que vos submeteis à lei de Deus enquanto rejeitais a palavra e o conselho de seus servos.” (John Taylor – Journal of Discourses, vol. 7, p. 325)

Ao assistir a 1º e 2º Sessão de Sábado e fechando com chave de ouro com a Sessão do Sacerdócio, senti-me muito renovado e comovido com as mensagens de riquíssima instrução e intenso incentivo, tal como noutras Conferências Gerais, o que no foi diferente nas sessões de Domingo. Sai de cada sessão sentido-me melhor comigo mesmo e com meu Deus, bem como muito mais decidido e comprometido em melhorar em minha vida em todos os aspectos! Indubitavelmente, aqueles que falaram nesta Conferência Geral “(…) buscaram ajuda e orientação dos céus ao prepararem seu discurso. Eles foram inspirados quanto ao que vão compartilhar conosco.” (Presidente Thomas S. Monson, A Liahona, Nov/2009) Continuar lendo

“Loucos por ti… Cristo, Família e Brasil!”

ImageGosto muito de esportes…

Tanto de apreciar pela televisão como um bom e vibrante torcedor, quanto de literalmente participar em suas muitas e desafiantes diversidades…

O futebol acaba por receber uma atenção especial, como para a maioria de nós brasileiros…  

Sou corintiano, embora outros torcedores do mesmo time me criticam pela maneira que manifesto esta torcida, eu diria um tanto “apática” (rsrs), pois adoto a potura de humildemente reconhecer a qualidade e mérito de qualquer outro time, se merecido, seja ele qual for.

Não sou um ardente Corintiano, do tipo que costumeiramente vemos nos torcedores da “fiel”, que debatem e discutem com rigor e ousadia, mesmo quando errados, e  óbviamnete está bem distante de mim “os tipos extremados” (e infelizmente não raros) de em alguns casos de “loucura extrema”, perderem empregos, amizades, destroírem famílias, e outras muitas atrocidades espantosas. 

Continuar lendo