A discussão sobre a Conferência Geral ao Vivo na Vozes Mórmons

ConferenceCenterwithPeopleinit.Como fizemos na conferência passada, a Vozes Mórmons vai facilitar a discussão sobre cada sessão da Conferência Geral ao vivo. Nós, os escritores da VM, vamos escrever um resumo de cada sessão da conferência ao vivo. Durante a sessão, vamos atualizar um artigo sobre aquela sessão com citações e detalhes da sessão, detalhes interessantes ou notáveis em que nossos leitores possam querer comentar. Assim, durante a sessão, vocês podem fazer comentários enquanto ouçam os discursos.

Ouviu algo que você acha merece ênfase? Comente! Acha que algo dito vai provocar reações dos anti-mórmons? Comente! Será que o discurso não é relevante para a vida no Brasil? Comente! Não gosta do cor da gravata do orador? Comente!

Vamos começar logo no início de cada sessão. Esperamos sua participação!

 

 

2 comentários sobre “A discussão sobre a Conferência Geral ao Vivo na Vozes Mórmons

  1. Elder Jefrey R. Holland foi um pouco mais direto e específico sobre algumas coisas pelas quais somos acusados por defendermos as crenças básicas sobre gênero e família… citou palavras como machismo e intolerância como ‘rótulos’ que nos são dados a cada vez que nos posicionamos contra os assuntos da atualidade… provavelmente um único parágrafo sobre isso. Mas sua ênfase se deu de que Deus ‘não fica passando a mão na cabeça, das pessoas (citando exemplos de Cristo) o tempo todo independente do que façam [paráfrase minha]…

    Outro assunto da atualidade foi a pornografia, especialmente sobre proteger o lar e crianças e jovens contra ela (irmã Linda Reeves).

    E ainda sobre atualidade, o Elder Neil L. Andersen tocou novamente no assunto de que não há leis civis ou mudanças de comportamento que invalidem a visão de Deus para o que é uma família (e coisas do tipo).

    O restante dessa primeira parte tratou mais mesmo de princípios cristãos, cura, serviço, etc., com foco de fortalecer a fé, esperança e a caridade dos ouvintes.

    • Mas esta é a parte realmente importante, não?

      princípios cristãos, cura, serviço, etc., com foco de fortalecer a fé, esperança e a caridade dos ouvintes.

      Além disso, poderíamos ter ficado sem a homofobia velada do Jeffrey Holland (batendo cartão) e a homofobia explícita do Neil Anderson (eu acho que foi a primeira dele, não?).

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s