Milésimo

O site Vozes Mórmons publica hoje seu milésimo post.

Para comemorar, gostaríamos de agradecer a todos que postaram textos e comentários, e que enviaram links para seus amigos dos textos e comentários.

Nesses quase 5 anos e meio de existência, tivemos quase 2 milhões de visitas de mais de 1 milhão de visitantes e, mais importante, várias discussões interessantes e inteligentes. Este fórum é aberto para todos mórmons, de todos tipos, e todos que se interessam por mormonismo, e de qualquer maneira. As opiniões e os comentários inteligentes e pertinentes sempre ajudam a aumentar o nível da conversa, e moldam o site tanto quanto os artigos em si.

“Uma jornada de mil milhas começa com um único passo.”

– Lao Tzu (fundador do Taoísmo)

Gostaríamos, então, de fazer algumas menções a título de retrospectiva, para comemorar esse marco. Umas listas de posts mais populares que marcaram até aqui o site Vozes Mórmons!

Continue reading

Entendendo: Falácia Lógica

A falácia é um equívoco na construção de um argumento, ideia, ou raciocínio que inviabiliza a sua válidade lógica.

Filosofia

Além de ser muito frequente no discurso popular pela escassez de amplo treinamento intelectual e literário formal na população leiga, ela é, pelo mesmo motivo, uma ferramenta ubíqua entre propenentes de argumentos ou ideias desprovidos de embasamento factual.

Falácias lógicas podem se manifestar, de modo geral, em duas formas distintas: Continue reading

Mórmons Apoiando Donald Trump

Pesquisa de opinião recente demonstra que mórmons estão cada vez mais dispostos a apoiar a candidatura de Donald Trump e votar nele para presidente dos Estados Unidos na próxima eleição de novembro, levando-o a liderar sobre Hillary Clinton por 15 pontos percentuais nas intenções de votos no estado de Utah.

Donald Trump, candidato oficial a Presidente dos Estados Unidos da América pelo Partido Republicano (Foto: AP/LM Otero)

Diferentemente das preferências dos jovens mórmons universitários que Continue reading

Jornal Mórmon e a Alemanha Nazista

Artigo publicado no jornal The Deseret News, de propriedade da Igreja SUD, em dezembro de 1933.

"In July 1937, the Mormon Prophet Heber J. Grant, spoke to 800 members at a rented meeting hall in Frankfurt. Like all buildings in Nazi Germany, it came with a large swastika flag. On Aug. 7, the Deseret News, the Church-owned Salt Lake City daily, ran this picture. In its news columns, the DN regularly published wire service stories about Hitler's treatment of Germany's Jews. But in the religion section, it had no qualms about associating the Church President with Nazi symbolism." (David Clark)

Foto publicada pelo jornal da Igreja SUD The Deseret News em 7 de agosto de 1937, de uma visita a Frankfurt do Presidente da Igreja Heber J. Grant (terceiro da esq.), discursando em frente à uma bandeira nazista no mês anterior.

O surgimento do movimento de Hitler na Alemanha causou em um grande número de pessoas medo que a atividade religiosa no trabalho missionário encontraria oposição desastrosa. Desde quando o Partido Nacional Socialista chegaram ao poder, algumas seitas foram proibidas ou restringidas, mas as atividades na igreja “Mórmon” estão sendo realizadas aproximadamente o mesmo que antes. Por uma questão de fato, uma série de paralelos interessantes podem ser vistos entre a igreja e algumas das ideias e políticas dos nacional-socialistas.

Um amigo da igreja em Danzig conta como um certo número de seus amigos nazistas estavam tentando exercer tremenda pressão nele para convencê-lo ao movimento sob a suástica. Seu trunfo para mostrar a originalidade e o gênio político do partido de Hitler foi o método brilhante como eles se comprometeram a organizar caridade para este inverno. Para eles, pareceu fenomenal, ao amigo, no entanto, era apenas mais uma aplicação do método eficaz que tem sido usado pela igreja “Mórmon” por décadas. Os nazistas introduziram o “Domingo de Jejum”.

No primeiro domingo do mês de Outubro dois missionários, não tendo comido nada o dia inteiro, correram para os seus lugares de alimentação regulares em alta expectativa para o invulgarmente suculento “Wiener Schnitzel” eles esperavam receber. O que receberam foi uma pequena tigela de mingau frio com um pouco de bolinho de massa. Este era o Dia de Jejum alemão. Neste dia uma refeição consistindo de uma porção de tijela é tudo o que se tem para comer e o preço da refeição está previsto ser doado ao fundo de caridade de inverno. É uma campanha bem organizada. Ela é projetada não só para aliviar a pobreza aguda, mas tem o propósito importante de desenvolver esse espírito de sacrifício que é tão preconizado na nova Alemanha, e também de criar mais desse sentimento de unidade e fraternidade através da ajuda mútua voluntária. Alguém em cada apartamento é designado para recolher o dinheiro e entregá-lo às autoridades.

Há uma outra tendência perceptível no sentido “Mórmon”. É um fato bem conhecido que Hitler observa um estilo de vida que “mórmons” chamam de “Palavra de Sabedoria”. Ele não bebe álcool, não fuma, e é muito rigoroso com a sua dieta, insistindo em alimentos simples e saudáveis, em grande parte vegetarianas.

Como um espécime de resistência física, Hitler pode facilmente tomar o seu lugar ao lado dos atletas que geralmente são considerados como exemplos clássicos. Sua luta de 14 anos que lhe trouxe o poder na Alemanha exigiu dele um terrível esforço físico. Além da grande responsabilidade tem havido tribulações e conflitos e campanhas tão extenuantes que lhe exigiram sua atenção noite e dia, muitas vezes tornando-se necessário para ele viajar grandes distâncias por automóvel ou avião, recuperando o atraso em seu sono em viagens para preparar-lhe para as multidões que se reuniam para ouvi-lo onde quer que ele tivesse o tempo para parar.

Uma senhora que estava em vários jantares nas quais o Dr. Joseph Goebbels, o conquistador de Berlim, participava me disse que a rica variedade de licores à mão nunca estavam lá para o seu benefício. Era sempre necessário que o servissem bebidas não-alcoólicas.

Esses dois interessantes líderes da nova Alemanha, em sua luta gigantesca por supremacia política, precisaram de organismos capazes e cérebros claros e tem treinado como atletas. Sua própria popularidade está tornando a intemperança cada vez mais impopular. O fato de que eles são adorados pode ser um grande motivo para uma aversão crescente por fumar e beber na Alemanha hoje.

Pôsteres de organizações de jovens que lutam contra o uso do tabaco já surgiram nas ruas. Este mesmo movimento até estendeu-se ao uso de cosméticos e sua eficácia pode ser visto pelo fato de que uma mulher me recontou recentemente que a queda nos negócios de cosméticos foi até causa para perder seu emprego.

Muitos daqueles que sentiram a maior ansiedade sobre ser capaz de exercer as suas actividades religiosas estão descobrindo que pelo menos em um ramo de seu trabalho a igreja recebeu o seu maior benefício desde a adoção do hitlerismo na Alemanha. Era sempre difícil para os trabalhadores genealógicos entrar nos arquivos da igreja reconhecida para rastrear registros familiares. Quando o pastor descobria a intenção, muitas vezes o acesso aos registros era negado. Agora, devido à importância dada à questão racial, e a quase necessidade de provar que sua avó não era judia, os velhos livros de registro foram espanados e estão prontos e esperando por vocês. Não se fazem perguntas. Na verdade, alguns dos Santos em vez de serem rechaçados pelos pastores agora recebem cartas de encorajamento cumprimentando-os pelo seu patriotismo.

Todos os trabalhadores genealógicos que estão interessados em traças sua história da família na Alemanha devem aproveitar a presente oportunidade incomum.


REFERÊNCIAS
Clark, Dale, Mormonism in the New Germany em Deseret News, 9 de dezembro de 1933, pp. 3 e 7.

Nelson, David, Moroni and the Swastika: Mormons in Nazi Germany, University of Oklahoma, 2015.

6 Missionários Mórmons Expulsos da Rússia

6 missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foram expulsos e deportados da Rússia no último mês.

Drake Oldham, um dos 6 missionários SUD deportados da Rússia, posando em frente a um tanque de guerra. Note a ausência da costumeira plaqueta de identificação.

Drake Oldham, um dos 6 missionários SUD deportados da Rússia, posando para foto jocosa. Note a ausência da costumeira plaqueta de identificação.

Apesar da Igreja Mórmon ter encontrado um meio ardilo porém tecnicamente válido para tentar enganar o governo russo e burlar a sua nova lei antiterrorista para manter seus missionários no país, e de ainda manter 7 missões em território russo, 6 de seus missionários foram deportados desde que entrou em vigência há um mês.

Entenda o caso. Continue reading

Cientistas Descobrem Sinais da Pré-Existência?

O Apóstolo Neal Maxwell explicou como a doutrina da pré-existência explica a sensação comum de déjà vu.

Déjà Vu, expressão francesa que significa “eu já vi”, é um fenômeno neurológico que leva o indivíduo a experimentar a sensação, às vezes forte, de já haver vivenciado no passado um evento ou experiência sendo vivenciada naquele exato momento do presente.

Para o Apóstolo Maxwell, déjà vu é um reflexo de nossa pré-existência, uma olhadela curta e rápida através do véu do esquecimento: Continue reading

Pornografia na Adolescência: Problema de Saúde Pública?

Em 19 de abril, o governador Utah Gary R. Herbert assinou uma resolução declarando a pornografia como uma crise de saúde pública.

A resolução tem provocado debate, mas para a maioria dos especialistas em saúde pública a ideia de que a pornografia tem alguma relevância à nossa saúde como sociedade não é muito controversa.

pornografia mórmons utah adolescentes saúde

Continue reading

Brigham Young: Habitantes da Lua e do Sol

O Presidente Brigham Young fez os seguintes comentários sobre habitantes na Lua e no Sol, no histórico Tabernáculo Mórmon, em julho de 1870, e posteriormente publicado pela Igreja:

Interpretação popular da ilusão de ótica conhecida como “o homem na Lua”, como vista do hemisfério norte da Terra, formada pelos acidentes geológicos: 1) Mare Imbrium, 2) Mare Serenitatis, 3)  Mare Vaporum, 4) Mare Insularum, 5) Mare Cognitum, e 6) Mare Nubium. (Imagem por Luc Viatour)

Continue reading

Feliz Dia do Internauta!

A Internet celebra hoje 25 anos de existência, tendo sido aberta ao público em 23 de agosto de 1991.

O protocolo básico para a rede mundial eletrônica interconectada foi desenvolvido por cientistas do laboratório europeu CERN durante os anos de 1989 e 1991, sendo  lançado pela primeira vez (i..e, o primeiro endereço eletrônico) em 6 de agosto de 1991 pelo seu principal idealizador, o inglês Sir Timothy John Berners-Lee.

O “inventor” da internet, Sir Timothy John Berners-Lee

Inicialmente criada e lançada para facilitar comunicação entre cientistas dos principais laboratórios mundiais de pesquisa, a internet realmente assumiu a forma utilitária que viria a mudar o mundo com a realização de Berners-Lee de protocolos de hipertexto e controle de trasmissão, além de sua visionária proposta de manter os códigos abertos para permitir a livre, desimpedida e irrefreável troca de informações.

A invenção de Berners-Lee para sempre mudou o mundo, inclusive o do mormonismo. Continue reading

Baleias São Cristãs?

Muitas pessoas, especial e conspicuamente líderes religiosos, acreditam que para ser uma pessoa moral, ética, ou boa é necessário ser religiosa.

Ensinamentos religiosos como os de Jesus, focados em conceitos, presentes em praticamente todas as religiões e filosofias na Antiguidade, básicos de altruísmo como “façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam” fundamentam a crença que religião forma o cerne do que é bom e moral na humanidade.

Mas seriam tais comportamentos altruísticos realmente uma função exclusiva ou predominante do pensamento religioso, ou um subproduto da própria natureza humana?

Baleia

Convidamos a cientista Tracey Rogers para explicar como um outro mamífero exibe esse comportamento, mais cristão de todos, natural e instintivamente:

Continue reading

Sociedade de Socorro: A Caridade Falha?

O lema, copiado de um trecho do Novo Testamento, da Sociedade de Socorro, organização de mulheres apoiada por Joseph Smith em sua fundação em 1842, é “a caridade nunca falha”.

'Cristo Curando o Doente em Betesda' por Carl Heinrich Bloch (1883)

‘Cristo Curando o Doente em Betesda’ por Carl Heinrich Bloch (1883)

Uma membro da Igreja que recentemente serviu como presidente voluntária da Sociedade de Socorro em sua ala oferece pungente e inteligente introspeção sobre como essa lema norteia o dia-a-dia da organização em suas raízes locais.

Eis seu texto, anônimo por sua solicitação expressa.

∼¤∼

Certa vez, como presidente da Sociedade de Socorro, em uma reunião com a presidência da estaca, fui questionada quanto às ações para autossuficiência. Disse que acabara de ser chamada, mas que tinha vários projetos em mente para auxílio ao próximo.

Recebi a seguinte resposta: Continue reading

Igreja Mórmon Cede à Pressão, Reduz Discriminação

A Igreja Mórmon cede à pressão popular e externa, motivada por protestos de alunos e ex-alunos e uma investigação formal da OAB americana, e suaviza sua política discriminatória acadêmica em sua principal universidade, a Brigham Young University.

Prédio da Faculdade de Administração na Universidade de Brigham Young

Prédio da Faculdade de Administração na Universidade de Brigham Young

Entenda o caso: Continue reading

Confissões Mórmons no Whisper

Mórmons contam seus segredos ou suas confissões, que jamais contariam para outro mórmon, em um aplicativo popular de rede social chamado Whisper.

O Whisper é uma rede social com mais de 30 milhões de usuários ativos que permite que o usuário compartilhe qualquer texto anonimamente, com a intenção de lhe permitir confessar ou contar segredos íntimos.  O aplicativo superimpõe uma imagem ao texto, permitindo escolha entre imagens e fontes, e ainda oferecendo espaço para interações com outros usuários (anônimos).

Eis uma breve coletânea de 21 exemplos do que mórmons estão confessando sob a proteção do anonimato: Continue reading

Igreja Mórmon Digitaliza Registros no Brasil

Raramente vê-se artigos decentes sobre o mormonismo na imprensa de língua portuguesa. Sendo assim, quando encontramos um, fazemos questão de chamar atenção a ele.

A Montanha de Granito é uma rocha maciça no cânion Little Cottonwood, na cadeia montanhosa de Wasatch em Utah, a poucos quilômetros de Salt Lake City, e onde a Igreja armazena bilhões de imagens em microfilmes.

O site dedicado à tecnologia e cultura digital Motherboard, do grupo canadense Vice Media, publicou um excelente artigo sobre os aspectos técnicos e culturais da prática Continue reading

Lobista da Igreja Mórmon Une-se a Grupo LGBT

Após uma longa carreira profissional fazendo lobby político pela A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias junto à Assembléia Legislativa de Utah, e gerenciar parte da campanha política da Igreja SUD para remover direitos civis de pessoas LGBT, Bill Evans anunciou sua aposentadoria de lobista e aceitou unir-se ao conselho diretor da ONG de mórmons LGBT Afirmação.

Bill Evans, à direita, assistindo sessão da Assembléia Legislativa de Utah em 2012 fazendo lobby pela Igreja SUD (Foto: Leah Hogsten | The Salt Lake Tribune)

Evans cumpriu função integral durante a campanha mórmon de 2008 para remover os direitos adquiridos de homossexuais se casarem legalmente no estado da Califórnia, e a participação da Igreja SUD nessa eleição, tornada pública apesar de objeções da liderança da Igreja, resultou em protestos e muita mídia negativa. Além de investir em dezenas de milhões de dólares em campanhas publicitárias em 2009 para aliviar sua imagem pública, a Igreja decidiu aproximar-se da comunidade LGBT em Utah para lhes ajudar a passar leis antidiscriminação que há anos viviam obstruídas por legisladores mórmons.

Como lobista SUD junto a esses legisladores, coube a Evans concretizar essa aproximação, e a experiência mudou sua visão de mundo. Ao se aproximar da liderança Continue reading