Cadê os Livros? Parte 1

A publicação de livros mórmons e o desenvolvimento da cultura mórmon fora dos EUA

Em janeiro de 1845, o Élder Parley P. Pratt publicou normas para as publicações oficiais da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Preocupado com o grande número de livros e folhetos que estavam sendo publicados por membros da Igreja, ele escreveu:

Vocês não estão todos conscientes de que muitos, se não todos, dos nossos homens, mulheres e crianças estão virando autores, e publicando obras que pretendem representar a doutrina dos santos. Algumas delas são mal escritas, e algumas incluem muitos erros, e muitas das que são verdadeiras e úteis são empréstimos, em parte ou na totalidade, das nossas obras-padrão (…). Enormes somas são gastas por homens que têm pouca experiência no mercado editorial e, talvez, pagam o dobro pelo papel e a impressão, e tudo isso pago nas mãos de quem não sente nenhum interesse na nossa causa.

Desta forma milhares de dólares são desviados dos santos e dos élderes, ao passo que a causa do templo é negligenciada.

literatura mórmon história publicações

Como editor de livros, vejo essas mesmas preocupações hoje nas políticas de publicação da Igreja, e ouço os ecos dessas mesmas preocupações nas políticas das empresas que publicam materiais para os membros da Igreja SUD. Como qualquer organização, a Igreja SUD quer controlar quem está publicando o que em seu nome e como esse material será publicado, quanto custará e como irá atingir seu público. Controle e custos, tecnologia, direitos autorais e problemas de distribuição ainda são questões importantes para a Igreja hoje.

No entanto, vejo também uma necessidade cultural concorrente. Na última década, México e Brasil ultrapassaram a marca de 1 milhão de membros. A Europa tem cerca de meio milhão de membros. E em todos esses casos, assim como em outras áreas em todo o mundo, a cultura dos membros da Igreja SUD se desenvolveu ao ponto de livros, músicas e outros materiais poderem ser — e, às vezes, de fato ser — produzidos e distribuídos. No entanto, no caso de publicações em espanhol ou português, relativamente poucas têm sido produzidas até agora, fora os materiais fornecidos pela própria Igreja. E materiais de natureza puramente cultural não existem em nenhuma língua além do inglês.  Continuar lendo

Menina Silenciada Durante Testemunho, Vídeo Repercute

Durante uma tradicional reunião de jejum e testemunho da Igreja SUD, uma jovem de 12 anos declarou ser homossexual e teve seu microfone desligado por um líder local. O vídeo do ocorrido em Utah viralizou na semana passada, chamando a atenção da imprensa norte-americana e internacional.

gays mórmons vídeo lésbicas

Savannah, durante Festival do Orgulho de Utah. Imagem: arquivo pessoal/CNN.

“Olá. Meu nome é Savannah e quero compartilhar meu testemunho com vocês”, iniciou a jovem de 12 anos em uma reunião dominical de jejum e testemunho, em que membros SUD sobem ao púlpito para declarar suas crenças religiosas. Durante seu testemunho, Savannah fala sobre sua gratidão a Pais Celestiais e declara-se lésbica. Assista ao vídeo a seguir e leia a tradução na íntegra abaixo: Continuar lendo

Thomas Monson Ainda Preside?

Devido à idade avançada, Thomas S. Monson, 89 anos, não mais frequenta regularmente as reuniões das Autoridade Gerais na Sede da Igreja, em Salt Lake City, de acordo com o comunicado oficial publicado na tarde desta terça-feira (23/05). O porta-voz da Igreja, Eric Hawkins, afirmou que não há relação com eventos específicos ou doenças específicas.

saúde Thomas Monson profeta

Imagem original: Salt Lake Tribune

O atual presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias já vinha reduzindo suas aparições em público e mesmo em Conferências Gerais. Em outubro do ano passado, uma cena inusitada na Conferência mundial da Igreja SUD ilustrou a debilidade de sua saúde: ajoelhado atrás de Monson, durante um breve discurso, havia um homem, segurando-o ou ajudando-o a manter-se em pé. A cena também sugere o quanto a Igreja SUD tenta esconder o frágil estado de saúde de seu presidente. Até o seu falecimento, por exemplo, o Apóstolo Boyd Packer lia seus discursos em Conferência Geral sentado.

O comunicado oficial publicado hoje afirma: Continuar lendo

Mórmons e a Dança

Hoje comemora-se o Dia Internacional da Dança.

O assunto não é amplamente explorado e pode parecer trivial. Porém, uma das artes cênicas mais populares também faz parte da cultura mórmon.

Bailes

Que mórmon solteiro nunca participou de um baile SUD? Seja no salão sacramental, num salão comum ou até mesmo na garagem da casa de um membro, quem passou pela adolescência ou fase adulta alguma vez participou de um. Eles muitas vezes são Continuar lendo

Prêmio Pulitzer à Cobertura de Estupros em Escola Mórmon

O Prêmio Pulitzer de 2017 na categoria “reportagem local” foi anunciado para a equipe de jornalistas do The Salt Lake Tribune pela cobertura do acobertamento por líderes e autoridades mórmons de estupros e violência sexual contra alunas da universidade da Igreja Mórmon.

O Prêmio Pulitzer foi estabelecido em 1917 pelo jornalista Joseph Pulitzer, fundador e/ou dono dos então famosos periódicos St Louis Post Dispatch e New York World (respectivamente), para celebrar a excelência em coberturas e investigações jornalísticas, além das letras e artes.

Medalhão do Prêmio Pulitzer

Pulitzer estabeceleu um fundo para não apenas fundar a Faculdade de Jornalismo da Universidade de Columbia, em Nova Iorque, como separou outro para permitir à Columbia estalecer e financiar um comitê que anualmente julgasse os méritos de jornalistas e escritores e premiasse os trabalhos extraordinários para aquele ano. Atualmente julga-se em 21 categorias distintas (e.g., jornalismo local, jornalismo investigativo, jornalismo explanatório, jornalismo nacional, jornalismo internacional, jornalismo editorial, notícias de última hora, etc.), e os premiados recebem, além de enorme prestigio e reconhecimento internacional, uma medalha de ouro e um prêmio de USD 15 mil.

O anúncio oficial do prêmio de 2017, uma mordaz condenação da postura mórmon, diz simples e diretamente: Continuar lendo

Em Defesa de Cristo: Quais são as Evidências da Ressurreição?

Em 1998, Lee Strobel, um repórter para o jornal Chicago Tribune e advogado pela Universidade de Yale, publicou o livro entitulado “Em Defesa de Cristo” (com o subtítulo descritivo “a investigação pessoal de um jornalista das evidências a favor de Jesus”). Strobel reconta haver sido ateu até ser compelido pela conversão de sua esposa ao cristianismo evangélico a tentar refutar as principais asserções cristãs sobre Jesus.

Central entre tais asserções está a historicidade da ressurreição de Jesus, porém outras delas incluem as crenças que Jesus é literalmente o Filho de Deus e a acurácia dos escritos do Novo Testamento.  Strobel, contudo, encontrou-se incapaz de refutar tais asserções satisfatoriamente, e ele também se converteu ao cristianismo. Seu livro tornou-se um dos maiores bestsellers (i.e., mais vendidos) na categoria de apologética cristã (isto é, a defesa da razoabilidade e acurácia do Cristianismo) de todos os tempos.

Ontem, 7 de abril, estreiou [nos Estados Unidos] uma adaptação a filme de longa metragem entitulado “Em Defesa de Cristo”. O filme tenta estabelecer um argumento convincente para a historicidade da ressurreição de Jesus. Como diz um personagem para Strobel no começo do filme, “se a ressurreição de Jesus nunca ocorreu, então [a fé cristã] é um castelo de cartas”.

O Novo Testamento (Foto: Ty Muckler)

Como um professor de estudos religiosos especializado no Novo Testamento e no Cristianismo primitivo, eu postulo que tanto o livro de Strobel, como sua adaptação cinematográfica, foram Continuar lendo

Rússia Busca Banir Testemunhas de Jeová

Governo de Vladimir Putin aprofunda ataques contra direitos civis. A Igreja Mórmon defenderá a liberdade religiosa quando ela é de fato atacada?

Na última semana, o Ministério da Justiça da Rússia incluiu as Testemunhas de Jeová em uma lista de organizações extremistas. O Ministério ainda solicitou o banimento das Testemunhas de Jeová do país. A lista do governo russo coloca as Testemunhas ao lado de grupos terroristas como Al Qaeda e Estado Islâmico.

Testemunhas de Jeová em reunião na Rússia, novembro de  2015. Imagem: Alexander Aksakov/ WP

Denominação cristã fundada no séc. 19 nos EUA, as Testemunhas de Jeová são conhecidas por seu pacifismo, por absterem-se de votar e de celebrar símbolos nacionais, além de seu vigoroso proselitismo. Tais atitudes são vistas como “extremistas” pelo governo russo.

Banidas durante o governo de Josef Stalin, mais de 8 mil Testemunhas de Jeová foram deportadas para a Sibéria em 1951.  A organização recebeu novamente permissão legal para atuar na Rússia em 1991 e afirma ter hoje mais de 170 mil membros no país. De acordo com a reportagem do New York Times,

(…) em um retrocesso aos dias da União Soviética, quando as Testemunhas de Jeová foram perseguidas como espiões e descontentes pela KGB, a denominação está no centro de uma crescente campanha pelas autoridades para restringir grupos religiosos que competem com a Igreja Ortodoxa Russa e desafiam os esforços do presidente Vladimir V. Putin para animar o país sob valores patrióticos tradicionais e, muitas vezes, militaristas.

A ação do governo russo contra as Testemunhas de Jeová representa um acirramento dos ataques contra liberdade civis e religiosas pelo governo Putin, impulsionado pela lei antiterrorismo que severamente restringe direitos civis e liberdades religiosas de seus cidadãos. Continuar lendo

Templo de Brasília Anunciado

A construção de cinco novos templos SUD foi anunciada neste último domingo, durante a 187a Conferência Geral d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Dois novos templos serão construídos em tradicionais enclaves mórmons nos Estados Unidos: Utah ganhará seu 18° templo na cidade de Saratoga Springs; e Idaho terá seu sexto em Pocatello. Os demais prédios para as cerimônias mais sagradas da religião serão construídos na região metropolitana de Manila, nas Filipinas; Nairóbi, no Quênia; e na capital brasileira, Brasília.

tempo rio de janeiro sud mórmon

Representação do futuro Templo do Rio de Janeiro © Intellectual Reserve, Inc. 2017

Brasília, no Distrito Federal, junta-se agora a outras três cidades brasileiras com templos mórmons em construção ou simplesmente anunciados: Fortaleza (onde a abertura de terra ocorreu há mais de cinco anos), Rio de Janeiro (anunciado em abril de 2013 e que recentemente teve sua abertura de terra) e Belém (cujo templo foi anunciado há um ano).

A capital do Brasil encontra-se na região com o menor percentual de santos dos últimos dias do país: Continuar lendo

VOZES ANTI-MÓRMONS! TODA A VERDADE SOBRE A ABEM E O SITE VOZES MÓRMONS

A Igreja e seus membros fieis tem muitos inimigos ferrenhos: membros invejosos descontentes, gayzistas, falsos profetas, feministas, pseudo intelectuais, historiadores de fatos inúteis e irrelevantes, etc. Este site LIXO chamado Vozes Mórmons (que na verdade deveria se chamar Vozes Anti-Mórmons) infelizmente reune todos esses tipos num só lugar!! Defamando a Igreja e sua obra, esta LARANJA PODRE tem publicado meias verdades e fatos falsos para deturpar e desviar e enganar os incautos.

Após muitas tentativas de chamar seus autores ao arrependimento, nós decidimos fazer esta demonstração de força, invadindo este site lixo, cheio de Continuar lendo

187a Conferência Geral: Lista de Oradores

Você quer se programar de modo pessoal e customizado para sua experiência de Conferência Geral esse fim de semana? Eis um rápido guia.

Primeiro fim de semana de abril é tempo para Conferência Geral da Igreja SUD

Primeiro fim de semana de abril é tempo para Conferência Geral da Igreja SUD

A lista de oradores vazou hoje e, com ela em mãos¹, você pode se programar para qual sessão (ou quais sessões) lhe chama(m) mais atenção e/ou quais oradores você absolutamente faz questão de ouvir ao vivo. Ainda segue um link onde assistir ao vivo no YouTube e os horários das sessões no horário oficial de Brasília.

Continuar lendo

Mórmons Vaiam Sem-Teto, Revoltam-se Contra Abrigos

Durante uma assembleia aberta para os cidadãos da cidade de Draper, Utah, em sua grande maioria mórmons, um morador de rua foi vaiado enquanto prestava testemunho a favor da proposta de seu prefeito para construir dois abrigos para os sem-teto.

Templo mórmon d´A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias na cidade de Draper, Utah (Foto por Leon7, reprodução sob permissão)

A cidade de Draper, sede de um luxuoso e multimilionário templo da Igreja SUD, situa-se justamente na divisa entre os condados de Salt Lake e Utah, cujos censos demográficos denotam populações entre 61 e 88% mórmon, e uma das maiores concentrações de igrejas ou capelas e filiação religiosa nos Estados Unidos, aparentemente se opõe virulentamente contra abrigar pobres moradores de rua.

Assista a cena abaixo e entenda o caso: Continuar lendo

Igreja Mórmon Contra Trans

Com menos de um mês de administração do Presidente Donald Trump, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias assinou e entregou um documento legal chamado amicus curiae à Suprema Corte do país em repúdio a uma diretriz do Ministério da Educação norte-americano que protege o direito de estudantes transgêneros a utilizar toaletes públicos designados ao gênero com o qual se identificam.

trans

A Igreja Mórmon, como é popularmente conhecida, anunciou na sexta-feira passada que se juntava a 6 outras igrejas para peticionar a Suprema Corte para bloquear a proteção federal dos direitos civis de pessoas transgêneros através dessa extensão da Lei Federal Título IX.

Ironicamente, a Igreja SUD recentemente sofreu enorme pressão pública justamente por violar essa mesma lei federal ao permitir a punição de meninas Continuar lendo

The Mormon Melodaires: Proselitismo com Sertanejo e Bossa Nova, 1962

Findada a Bellé Époque, trocamos a Europa pelos EUA. Aproveitamos para esquecer o francês e experimentamos a Coca-Cola. Sobre a invenção dos irmãos Lumière, deslocamos nossos olhares para Hollywood; apaixonamo-nos por aqueles filmes sobre o oeste americano. Muitos de nós até ouvimos falar sobre os mórmons pela primeira vez por esse meio.

De algum modo nos víamos naquela tela. Os cowboys eram nossos vaqueiros; os saloons, nossos bares e aquelas canções chamadas de country se assemelhavam à nossa música rural.

Nelson Roberto Perez foi mais além: adotou o nome de Bob Nelson e gravou a versão de uma famosa canção americana ligada à Corrida do Ouro – Oh, Suzanna. Até hoje, Bob Nelson é conhecido na história da música sertaneja como um dos pioneiros em fazer a fusão desse gênero musical com o country norte-americano.

Quase duas décadas depois, foi a vez de jovens do Oeste dos EUA se identificarem com o nosso cancioneiro. Com o apoio de Finn B. Paulsen (presidente da Missão Brasileira do Sul), os élderes Douglas M. Curran, Jim Smith, Gordon Ridd e Ken Nielson formaram, em 1962, um quarteto chamado The Mormon Melodaires.

the-mormon-melodaires

O grupo se apresentou em vários estados brasileiros, estendeu sua turnê para áreas Continuar lendo

Spencer Kimball: Por que Pompéia foi destruída?

Pompéia foi uma próspera cidade na Antigüidade dentro do Império Romano. Devido à terrível explosão do vulcão Vesúvio, a cidade se tornou em ruínas e milhares de seus habitantes morreram em instantes, queimados pelas ondas piroclásticas ou por toneladas de cinzas vulcânicas¹.

Ruínas do Foro de Pompéia, com Templo de Júpiter ao fundo e, atrás deste, o Monte Vesúvio. (Foto: Marcello Jun)

Ruínas do Foro (praça central) de Pompéia, com o Templo de Júpiter em primeiro plano e, ao fundo, o Monte Vesúvio. (Foto: Vozes Mórmons, Direitos Reservados)

O presidente da Igreja SUD, Spencer W. Kimball, em seu livro O Milagre do Perdão², ofereceu sua opinião profética sobre o porquê teria ocorrido aquele desastre natural, definindo-o como vontade divina³: Continuar lendo

Manual Missionário e Ensinamentos Esquecidos

Quem serviu uma missão já leu e releu por diversas vezes a conhecida “Bíblia branca”.  Seus padrões conforme a sua introdução foram “aprovados para missionários pela Primeira Presidência e Quórum dos Doze Apóstolos”.

missionários mórmons roupas

Missionários com chapéus e óculos de sol (Imagens: lds.org)

Alguns desses padrões são para proteção física e espiritual dos missionários. Acredito que muitos deles são lembrados no campo missionário e após seu regresso. Porém, há dois ensinamentos importantes que por descuido ou rumos na vida são esquecidos.

Na página 38 temos a seguinte advertência: Continuar lendo