Bispo Mórmon Preso por Tráfico Sexual

David N Moss, Bispo d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias na cidade de Lehi, Utah, foi preso anteontem por tráfico sexual e prostituição.

Bispo David Moss, 51, foi preso em sua residência em Lehi, Utah, sob acusações de tráfico sexual. (Foto: Escritório do Xerife do Condado de Utah)

O Bispo da Ala de Mill Pond, da Estaca Lehi Utah Central, foi preso pela força tarefa contra Continuar lendo

Mudança de Regra para Missionários Sugere Padrão

Igreja Mórmon avança ao final do século 20 com alteração de regra para missionários, autorizando-os a conversarem com seus familiares toda semana.

Missionários mórmons agora podem se comunicar com suas famílias toda semana, seja por SMS, DMs, telefonemas, Face Time, Skype, e e-mails. (Foto: Intellectual Reserve, Inc.)

Missionários e membros da Igreja SUD em geral, assim como observadores, comemoram essa mudança de regra como um passo para humanizar o tratamento dos jovens voluntários da Igreja que compõe sua força missionária.

Não obstante, é mister notar que tal mudança, associada a mudanças recentes nos últimos anos, sugere um padrão claro na alta hierarquia eclesiástica da Igreja. Continuar lendo

Missionários e o Dom de Línguas

“E também a alguns é dado falar em línguas; E a outros é dada a interpretação de línguas.” Assim diz a revelação dada a Joseph Smith Jr. Porém, para mim foi dado uma única vez.

Jovens missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. | Foto: Acessórios Sud

Enquanto servia como missionário, sempre tive muita dificuldade com os estudos para aprender a falar e com a gramática do inglês. Poucas vezes estudei com companheiros, ainda que fosse uma regra importante na missão em que servi. O dom de línguas conforme ensinado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é usado para a pregação do evangelho e seus missionários o teriam pela facilidade com que aprendem outro idioma. Continuar lendo

Dallin Oaks: Evite Pesquisar a História da Igreja

O Presidente Dallin H Oaks ofereceu conselho a jovens casados em Chicago sobre como lidar com perguntas que ameaçam a fé.

Dallin Oaks

Dallin Harris Oaks, Primeiro Conselheiro da Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD, ao lado de Russell Nelson (à direita)

Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD, Oaks afirmou em devocional nesse 2 de fevereiro p.p. que a melhor estratégia para se manter a fé intacta na era das “informações” é se esforçar para permanecer ignorante dos fatos.

Oaks, de acordo com o relatório publicado pelo jornal da Igreja SUD The Church News, sugere que a melhor maneira para evitar “dúvidas” e manter “a fé” é nunca estudar os fatos históricos, evitar pesquisas, simplesmente acreditar no que os líderes da Igreja falam ou publicam no site oficial da Igreja, e dedicar-se com afinco às atividades da Igreja (ênfases nossas):

Continuar lendo

Diretor de Filmes do Templo Mórmon Confessa Pedofilia, Abuso Sexual

O diretor contratado pela Igreja SUD para dirigir os três filmes que passavam nas sagradas ordenanças de investiduras em seus templos, Sterling Van Wagenen, foi gravado em áudio¹ confessando ao menos um caso de pedofilia e abuso sexual de menor, ocorrido cerca de 20 anos antes de sua comissão apostólica.

Sterling Van Wagenen. (Foto: IMDB)

As ordenanças do templo são tão sagradas para a fé mórmon que apenas membros considerados “dignos” podem sequer frequentar os templos e participar de suas ordenanças, e deles se exige absoluta discrição para nunca se discutir, que dirá descrever, tais ordenanças fora dos templos. Assim contextualiza-se a confiança da alta liderança apostólica da Igreja depositada nos ombros do homem responsável por produzir e dirigir os filmes que proveem a narrativa em tais ordenanças para uso em todos os templos mundo afora.

A Igreja SUD utilizava dois filmes, produzidos no final da década de 1980, para suas ordenanças templárias. Em 2013, a Igreja SUD lançou três novos e modernizados filmes para substituí-los, todos produzidos e dirigidos pelo pedófilo e estuprador confesso Van Wagenen. No mês passado, a Igreja alterou partes doutrinárias das ordenanças para reduzir a percepção de misoginia, e consequentemente alterou sua apresentação, substituindo os filmes de Van Wagenen por slides estáticos destes mesmos filmes.

Além dessa profunda honra eclesiástica, Van Wagenen também produz filmes que a produtora da Igreja SUD compra para distribuir, como a ficção histórica de 2018 Jane e Emma. Ele ainda foi um dos co-criadores do festival Sundance, que fez de Utah uma parada obrigatória do cinema mundial.

O Abuso
Continuar lendo

Morre Ativista Mórmon Brasileira

A ativista social Sabrina Bittencourt, que ganhou notoriedade nacional recentemente por ajudar vítimas a denunciar os casos de abuso sexual cometidos por gurus espirituais como João de Deus e Sri Prem Baba, morreu esta semana no Líbano de acordo com familiares.

Sabrina Bittencourt (Foto: Facebook)

Bittencourt, que nasceu e cresceu dentro d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, de pais e avós membros da Igreja, recontou em entrevista pouco antes de morrer como sua experiência SUD a levou ao caminho do ativismo social: Continuar lendo

Joseph Smith: Arco-Íris Desaparecerá Como Sinal do Fim

O Profeta Joseph Smith explicou que o fenômeno meteorológico conhecido como arco-íris deixará de ocorrer pouco tempo antes do bíblico “fim dos tempos”, confirmando os “últimos dias” antes da Segunda Vinda de Cristo.

O arco-íris é um fenômeno meteorológico resultante de efeitos físicos elementais, como refração, reflexão, e dispersão de luz (usualmente, mas não exclusivamente, proveniente do Sol) sobre gotículas de água suspensas na atmosfera, resultando na famosa formação de arco circular multicolorido.

Não obstante tratar-se de um fenômeno físico fundamental e universal, Smith profetizou que Deus irá suspender a formação de arcos-íris nos “últimos dias” para avisar da proximidade da Segunda Vinda:

Continuar lendo

Brigham Young: As Esposas Prostitutas de Ezra T Benson

O Presidente Brigham Young fez os seguintes comentários sobre as esposas do Apóstolo Ezra Taft Benson em reunião privada, conforme anotou em seu diário o então Apóstolo Wilford Woodruff.

Brigham Young

Young, em conjunto com o Presidente Heber Kimball, acusam as esposas de Benson de “prostituições”¹, e Benson de mancomunação.
Continuar lendo

Famoso Terapeuta Mórmon da Cura Gay se Assume Gay

O famoso terapeuta mórmon David Matheson, especializado em “cura gay”, anunciou em mensagem privada para um grupo de rede social que vai abandonar o seu “estilo de vida” heterossexual para namorar homens.

Terapeuta SUD David Matheson

Renomado por todos os EUA, Matheson beneficiou-se financeiramente com a organização que ele fundou e dirigiu, o Centro para Plenitude de Gênero, e as dezenas de programas de “cura gay” que ele desenhou e organizou, além de livros de auto-ajuda para homossexuais que desejam ser, ou levar uma vida, heterossexual.

Tanto em sua carreira profissional engambelando e enganando homossexuais em situações vulneráveis, quanto em seu anúncio pessoal de aposentadoria desta vida estelionatária, Matheson embasou suas atitudes em sua fé mórmon: Continuar lendo

Ezra Taft Benson: Quem Era Martin Luther King

Comemora-se, hoje, o Dia de Martin Luther King, Jr.

King foi um dos norte-americanos mais proeminentes no século 20, figurando entre os principais líderes do Movimento pelos Direitos Civis de Negros. Vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1964, King foi o idealizador e principal proponente do conceito de protestar injustiças através da desobediência civil não-violenta, e uma das maiores figuras públicas a defender a proposição que o combate à pobreza seja um tema religioso cristão predominante.

King foi assassinado em 1968, aos 39 anos, e subsequentemente seu nome ficou eternizado como síntese dos princípios que esposava de justiça social e igualdade racial, além de um cristianismo compassivo. Tão importante é seu legado que uma data comemorativa tornou-se feriado federal nos EUA por lei assinada em 1983 pelo Presidente Ronald Reagan e é celebrada na terceira segunda-feira de janeiro, próximo à sua data de nascimento em 15 de janeiro.

O Presidente Hugh B Brown, da Primeira Presidência era um fã de King, sua filosofia, e o que ele representava. Contudo, o primeiro Apóstolo SUD a discorrer sobre King e sua filosofia de pacifismo ativista em plena Conferência Geral não foi Brown, mas sim Ezra Taft Benson.

Continuar lendo

A Lua e os Profetas Mórmons

Hoje é dia de eclipse total da Lua com “superlua”.

Em celebração a esse singular evento astronômico, vamos discutir como assisti-lo e a importância história do nosso único satélite natural para os profetas mórmons.

Superlua fotografada nos céus da Bretanha. (Fotografia por Owen Humphreys/PA)

Superlua fotografada nos céus da Bretanha. (Fotografia por Owen Humphreys/PA)

O fenômeno astronômico de hoje deve ser interessante pelo espetáculo visual e pela oportunidade de aprendizado científico. Eclipses lunares ocorrem quando a Terra, em sua órbita ao redor do Sol, posiciona-se temporariamente entre o Sol e a Lua, projetando sua sombra em seu satélite natural, a Lua, bloqueando os raios solars sobre ela.  E, por causa de fenômenos atmosféricos terrestres, para observadores na Terra a Lua parece mudar de cor para tons bíblicos:

“Em todo eclipse lunar total se observa a chamada “lua de sangue” – termo usado popularmente, mas não adotado tecnicamente pelos astrônomos, e que se refere ao tom avermelhado que a Lua assume quando entra na fase máxima de sombreamento. Essa mudança de cor é provocada pelos mesmos fatores que fazem o céu ser azul.

O eclipse de hoje começa, em sua fase de penumbra, aos 00h36, no horário de Brasília, e será visível em todo território brasileiro. A fase da umbra, em que a sombra do Sol começa a ser observada na superfície da Lua, começa à 01h33, chegando em sua fase total máxima às 03h12. A fase total deve terminar às 03h43, a fase parcial às 04h50, e fase de penumbra às 5h47.

O evento poderá ser acompanhado a olho nu, desde que se tenha um céu livre de nuvens e uma boa visão do céu na direção norte e noroeste. A fase de penumbra inícia-se aproximadamente ao norte (um pouco ao leste de norte) e a 43 graus de altitude (imagine o horizonte em zero grau e o zênite, diretamente acima da sua cabeça, aos 90 graus), a fase de umbra inicia-se ao norte e a 45 graus de altitude, e o eclipse total inicia-se a noroeste e 36 graus de altitude.

Quem não puder ou não conseguir assisti-lo a olho nu, pode acompanha-lo ao vivo aqui:

Espetáculos astronômicos não obstantes, mórmons muitas vezes se interessam mais pela Lua por causa de profecias. Vejamos algumas delas: Continuar lendo

Crise na Igreja SUD Influencia Novos Programas?

Ontem, o Apóstolo Dale Renlund discursou, junto com sua esposa Ruth, em uma devocional transmitida mundo afora para os jovens e jovens-adultos da Igreja SUD com o tema central de dúvidas intelectuais e fé.

O Apóstolo Dale Renlund e sua esposa Ruth discursam em devocional mundial em 13 de janeiro de 2019 dedicado a coibir dúvidas entre jovens SUD (Foto: YouTube)

O tema de dúvidas entre jovens e jovens-adultos na Igreja parece ser um problema muito importante no momento. Coincidentemente, um testemunho postado nas redes sociais na semana passada ilustra a preocupação nas alas SUD em Utah de que estão vivendo uma crise de fé ou de dúvidas entre seus jovens:
Continuar lendo

Brigham Young: Sinais e Símbolos da Investidura

O Presidente Brigham Young fez os seguintes comentários sobre a importância dos sinais e símbolos ensinados durante a ordenança da investidura realizada apenas nos templos sagrados, durante a cerimônia da pedra fundamental do Templo de Lago Salgado em 6 de abril de 1853.

Brigham Young

Young explica como a importância principal da ordenança da investidura, como revelada ao Profeta Joseph Smith, é ensinar aos membros da Igreja os códigos secretos sem os quais não se pode entrar na presença de Deus (ênfases nossas):
Continuar lendo

Joseph Smith: Ordenanças do Templo Não Devem Ser Alteradas

O Profeta Joseph Smith explicou como as ordenanças do templo que ele havia instituído em 1842 não deveriam ser alteradas jamais, em discurso proferido no dia  11 de junho de 1843.

A reunião dominical, onde Smith alertou sobre a natureza eterna das ordenanças do templo, foi realizada em um palanque improvisado justamente ao lado do Templo de Nauvoo ainda em construção. Smith explicou que o maior propósito dos Santos dos Últimos Dias é construir um templo onde poderiam receber as ordenanças que Deus teria estabelecido antes da criação da Terra e que Smith teria recebido, e passado adiante, inalterado. Mórmons estariam sendo coligados em Nauvoo, afirmava-lhes Smith, justamente para receberem essas cerimônias do templo.

Desde esse pronunciamento claro de Smith em 1843, até a semana passada em 2019, a liderança d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias instituiu dezenas de mudanças, oras superficiais, oras profundas, em todos os aspectos das ordenanças que Smith havia declarado como inalteráveis. Mudaram o modelo das roupas íntimas, que Smith afirmara ser baseado nos modelos que Deus entregara a Adão e Eva, diversas vezes. Mudaram os juramentos sagrados, mais recentemente na semana passada. Mudaram os sinais sagrados do Sacerdócio, assim como o nome de um deles. Eliminaram um sinal sagrado e eterno que Smith afirmara ser necessário para entrar na presença de Deus no Reino Celestial. E assim por diante.

O que teria dito Smith dessas mudanças?

Eis, portanto, o ponto central do discurso do Profeta Joseph Smith sobre as ordenanças do templo (ênfases nossas), em junho de 1843:

Continuar lendo

Mudanças no Papel das Mulheres Mórmons Discutidas

Artigo originalmente publicado aqui, e reproduzido com permissão da Religion Dispatches. Assine ao seu boletim de notícias gratuito, ou siga o RD no Facebook ou no Twitter para atualizações diárias.

Mudanças no papel das mulheres mórmons não podem ser discutidas – mas vamos discuti-las mesmo assim.

É uma covardia moral, e gaslighting [violência emocional por meio de manipulação psicológica, vulgo “omipulação”], e ainda outra traição negar a raiva e a dor das mulheres, dizer-lhes que não têm o direito de pedir à igreja que seja menos misógina porque a igreja não pode ser misógina – apenas para fazer algumas das mudanças que as mulheres têm pedido enquanto negam explicitamente que as mulheres já tiveram algum tipo de queixa legítima.

Continuar lendo