Templo de Xangai, Um Elefante Branco?

Elefantes brancos fazem parte da realidade política brasileira. São aquelas obras faraônicas ou intermináveis como a BR-230, conhecida como Rodovia Transamazônica desde a década de 1970, que prometia ligar a Paraíba ao Amazonas, ou estádios de futebol construídos na Copa do Mundo como o Mané Garrincha em Brasília, que trazem um prejuízo de milhões para o governo federal, tendo esse sido o mais caro de todos. Porém, o presidente Russell M. Nelson anunciou algo que talvez fará da rodovia inacabada ou do estádio com pouco uso muito mais úteis.

Xangai

Nessa última Conferência Geral tivemos algumas novidades como a nova logomarca. Mas os anúncios dos templos foram o que chamaram mais a atenção. Depois dos templos de Roma – a cidade da “Igreja do Diabo” – e do Rio de Janeiro – “a cidade do pecado” (se bem que Las Vegas tem um desde 1989) -, foram anunciados os templos de Dubai, nos Emirados Árabes, e Xangai, na China. O templo na riquíssima cidade contará com apenas uma estaca para atender. Estranho, uma vez que reza a lenda mórmon que um local precisa merecer o templo com frequência, dizimistas, etc. Por mais de 10 anos Recife atendeu toda a região do nordeste e norte do país. Isso num país onde a Igreja Mórmon já tinha um número muito elevado de membros em seus relatórios. Mas o pior vem por aí. Continuar lendo

Onde Está o Profeta do Mundo?

Hoje pelo mundo há grande confusão

As notícias causam preocupação.

Mas podemos ter segura orientação

Se aos profetas de hoje dermos atenção.

(Hino da Primária)

Neste ano de 2020, estamos passando pela pandemia do CoViD-19. No ano do bicentenário da Primeira Visão de Joseph Smith Júnior nos foi prometida uma Conferência Geral histórica. Contudo, a mesma foi transmitida apenas pela internet, tirando o brilho que teríamos nos dias 04 e 05 de abril nas capelas e no Centro de Conferências. Por esses tempos, não temos visto o atual Presidente da Igreja, senhor Russell Marion Nelson, em seu chamado profético falar não só aos santos dos últimos dias, mas ao mundo todo.

Há 20 anos, o saudoso papa São João Paulo II 1920-2005 (canonizado em 2011) no dia 12 de março de 2000 fez uma homilia ao mundo pedindo o perdão pelos erros cometidos pela Igreja Católica Apostólica Romana. O ano ficou conhecido como o do jubileu, ou do perdão. Essa mensagem foi dirigida ao mundo em sinal de humildade daquele líder religioso:

Continuar lendo

A Didática do Medo

O ano era 2012 e eu era recém-chegado à missão, ainda antes de terminar o primeiro semestre. Comecei minha missão numa área próxima à capital Florianópolis, SC.

A primeira transferência terminou e tive que ir para outra área na cidade de Palhoça (atual sede do Ramos da Restauração no Brasil), antes ficando 4 dias em uma casa com Élderes por perto. Daqueles dias tive um aprendizado através da didática do medo.

A didática nada mais é do que os conhecimentos e técnicas para se ensinar. Utilizada desde instituições escolares até religiões no geral. Quando fui tomar banho no box do banheiro havia um pôster de Jesus com o título VOCÊ NUNCA ESTÁ SÓ e a escritura de João 14:18, em que prometeu que nunca nos deixaria órfãos.

Perguntei aos meus companheiros o porquê daquilo já que não tinha na minha casa anterior. Um deles me falou que foi a pedido do presidente de missão, para inibir a tentação de se masturbarem. Continuar lendo

Missionários e o Dom de Línguas

“E também a alguns é dado falar em línguas; E a outros é dada a interpretação de línguas.” Assim diz a revelação dada a Joseph Smith Jr. Porém, para mim foi dado uma única vez.

Jovens missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. | Foto: Acessórios Sud

Enquanto servia como missionário, sempre tive muita dificuldade com os estudos para aprender a falar e com a gramática do inglês. Poucas vezes estudei com companheiros, ainda que fosse uma regra importante na missão em que servi. O dom de línguas conforme ensinado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é usado para a pregação do evangelho e seus missionários o teriam pela facilidade com que aprendem outro idioma. Continuar lendo

A Ética Mórmon e o Espírito do Capitalismo

Tivesse vivido um século mais tarde, talvez Max Weber fizesse perspicazes generalizações a respeito da “Ética Mórmon e o Espírito do Capitalismo”.

Karl Emili Maximilian Weber (1864-1920) foi um dos mais importantes sociólogos do século XIX. Suas teses são estudadas por historiadores e sociólogos sendo ensinadas até no ensino médio. Sua obra mais importante foi “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo” (1904). Nela através de seus estudos mostra o quanto a crença protestante principalmente a calvinista, revolucionou o sistema capitalista moderno. Apesar de ser uma corrente diferente de teses religiosas, há muito do calvinismo embutido no mormonismo. Continuar lendo

A Investidura na Maçonaria

Um fato conhecido por muitos estudiosos da história do mormonismo é que Joseph Smith ingressou na maçonaria.

Templo SP 2017

Foto do Templo de São Paulo da Igreja SUD (© Vozes Mórmons)

 

Esse fato é contado pelo próprio em seu diário pessoal em 15 de março de 1842, dois dias antes de organizar a Sociedade de Socorro: Continuar lendo

A Linha de Autoridade do Sacerdócio

Uma das doutrinas essências que distinguem A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é sua alegação de possuir o mesmo sacerdócio e autoridade que os apóstolos de Jesus Cristo.

Cristo Ordenando os Apóstolos por Harry Anderson (Reproduzida com permissão)

A definição básica do sacerdócio é “o poder e autoridade de Deus dado aos homens para agir em nome dele”. Qualquer missionário SUD e líder eclesiástico do sexo masculino possui o sacerdócio. Mas, será que ele possui sua linhagem de autoridade do sacerdócio?
Continuar lendo

Mórmons e a Dança

Hoje comemora-se o Dia Internacional da Dança.

O assunto não é amplamente explorado e pode parecer trivial. Porém, uma das artes cênicas mais populares também faz parte da cultura mórmon.

Bailes

Que mórmon solteiro nunca participou de um baile SUD? Seja no salão sacramental, num salão comum ou até mesmo na garagem da casa de um membro, quem passou pela adolescência ou fase adulta alguma vez participou de um. Eles muitas vezes são Continuar lendo

Spencer Kimball: Por que Pompéia foi destruída?

Pompéia foi uma próspera cidade na Antigüidade dentro do Império Romano. Devido à terrível explosão do vulcão Vesúvio, a cidade se tornou em ruínas e milhares de seus habitantes morreram em instantes, queimados pelas ondas piroclásticas ou por toneladas de cinzas vulcânicas¹.

Ruínas do Foro de Pompéia, com Templo de Júpiter ao fundo e, atrás deste, o Monte Vesúvio. (Foto: Marcello Jun)

Ruínas do Foro (praça central) de Pompéia, com o Templo de Júpiter em primeiro plano e, ao fundo, o Monte Vesúvio. (Foto: Vozes Mórmons, Direitos Reservados)

O presidente da Igreja SUD, Spencer W. Kimball, em seu livro O Milagre do Perdão², ofereceu sua opinião profética sobre o porquê teria ocorrido aquele desastre natural, definindo-o como vontade divina³: Continuar lendo

Manual Missionário e Ensinamentos Esquecidos

Quem serviu uma missão já leu e releu por diversas vezes a conhecida “Bíblia branca”.  Seus padrões conforme a sua introdução foram “aprovados para missionários pela Primeira Presidência e Quórum dos Doze Apóstolos”.

missionários mórmons roupas

Missionários com chapéus e óculos de sol (Imagens: lds.org)

Alguns desses padrões são para proteção física e espiritual dos missionários. Acredito que muitos deles são lembrados no campo missionário e após seu regresso. Porém, há dois ensinamentos importantes que por descuido ou rumos na vida são esquecidos.

Na página 38 temos a seguinte advertência: Continuar lendo

Humor Mórmon no Brasil

Uma das missões do Vozes Mórmons é a de buscar um pouco da história nacional do mormonismo brasileiro.

Acompanhando as redes sociais, vi o sucesso que fez uma paródia da música Hello da Adele em relação a obra missionária:

Outra que atualmente é muito popular é a paródia de California Gurls da Katy Perry entitulada “Provo, UT Girls” do grupo BYU Divine Comedy, mostrando como são ansiosos os casamentos com missionários retornados na cidade onde se situa a BYU:

Porém, nem de longe essas músicas são exclusividade estadunidense recente, sendo talvez brasileiros os verdadeiros pioneiros nesse assunto. Continuar lendo

O Fim da Ordem de Extermínio Mórmon

Alguns mórmons conhecem a Ordem de Extermínio Mórmon, porém, o seu fim é desconhecido pela grande maioria. Hoje é uma data histórica, pois, há 40 anos essa ordem foi formalmente rescindida.

Christopher Samuel “Kit” Bond, nascido em 1939, serviu como Auditor Estadual de Missouri (1971-1973), Governador de Missouri (1973-1977, 1981-1985), e Senador Federal (1986-2010).

Contexto Histórico

Em 1831, mórmons migraram para o Missouri. Quando chegaram ao estado houve um Continuar lendo

Os Roqueiros e o Missionário

Uma Experiência Missionária: Contato com Roqueiros

Uma das bênçãos de servirmos uma missão são as experiências e aprendizados que adquirimos.

Vacaria, SC

Catedral Nossa Senhora da Oliveira no centro de Vacaria, RS

Eu servi na Missão Brasil Florianópolis, um lugar bem diferente do interior de Minas Gerais. Mas uma das áreas que trabalhei era bem parecida com minha cidade. Vacaria é a única cidade gaúcha da missão pertencente à Estaca Lages. Uma das semelhanças era que muitos jovens eram roqueiros e foi um grupo deles que fez um sentido maior na minha missão. Continuar lendo

Mórmons e o Trabalho

Hoje é o dia do trabalho!

Mórmons acreditam que o trabalho é importante e, tal como a tese calvinista, ele dignifica e é um dom divino. O refrão do hino 142 “Nossa Lei é Trabalhar” mostra esse sentimento:

Nossa lei é trabalhar, trabalhar,
Trabalhar com alegria e cantar,
Pois para nós e nossa grei,
Trabalhar é sempre a lei.

Apesar do incentivo e visão trabalhista, há algumas profissões que para muitos mórmons e cristãos no geral afastariam o fiel do evangelho ou de Deus. Culturalmente em um mórmon que decide Continuar lendo

A Inveja Santa

Algo que sempre tenho é a inveja santa.
Alguém poderá se perguntar como um cristão pode ter um sentimento tão ruim dentro de si.  A inveja está entre os 7 pecados capitais e para muitos é considerado o pior deles. Mas há na teologia uma “inveja boa”.
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Krister Stendahl, teólogo sueco e acadêmico bíblico, Bispo de Estocolomo da Igreja Luterana, e professor emérito na Universidade de Harvard, e colaborador da Enciclopédia do Mormonismo. Cunhou o termo “inveja santa”.

Krister Stendahl, teólogo sueco e acadêmico bíblico, Bispo de Estocolomo da Igreja Luterana, e professor emérito na Universidade de Harvard, e colaborador da Enciclopédia do Mormonismo. Cunhou o termo “inveja santa”.

Antes de conclusões precipitadas, é melhor entender o que é essa “inveja santa”.

Continuar lendo