Os Roqueiros e o Missionário

Uma Experiência Missionária: Contato com Roqueiros

Uma das bênçãos de servirmos uma missão são as experiências e aprendizados que adquirimos.

Vacaria, SC

Catedral Nossa Senhora da Oliveira no centro de Vacaria, RS

Eu servi na Missão Brasil Florianópolis, um lugar bem diferente do interior de Minas Gerais. Mas uma das áreas que trabalhei era bem parecida com minha cidade. Vacaria é a única cidade gaúcha da missão pertencente à Estaca Lages. Uma das semelhanças era que muitos jovens eram roqueiros e foi um grupo deles que fez um sentido maior na minha missão.

Na praça central há uma bela catedral e em frente a ela ficavam várias pessoas no final de semana. Um dia, ao passarmos por ela, vimos um grupo de jovens roqueiros. Sabemos que aparência é importante no contexto social SUD e que às vezes nosso homem natural age a pré-julgar as pessoas. Roqueiros muitas vezes são mal vistos por conservadores e o lema “sexo, drogas, e rock n’ roll” não ajuda muito. Meu companheiro teve a ideia de ir lá e conversar com eles e perguntou o que eu achava. Como ele falou “Jesus faria isso e o evangelho é para todos”, apesar do receio de que nos rejeitassem, fomos lá conversar com eles.

Ele era músico, então pediu o violão deles e começou a tocar umas canções em inglês que conhecia. Nenhum deles foi mal educado conosco. Falamos sobre nós e conseguimos alguns contatos. Com o tempo, alguns foram à sacramental e inclusive até a um devocional de natal. Somente dois progrediram, um homem e uma mulher. Foram muitas vezes às reuniões sacramentais e por um tempo os ensinamos com suas famílias. Apesar das dificuldades com a lei da castidade, palavra de sabedoria e problemas familiares, de certa forma obtiveram um testemunho.

Não os batizamos e nem se tornaram membros da Igreja. Porém, mais do que um batismo, eles me ensinaram que as aparências podem enganar. Mais do que achar uma pessoa “justa”, pronta para ser membro, cheguei mais perto de ser um representante de Jesus Cristo na Terra.

“E aconteceu que, estando ele em casa sentado à mesa, chegaram muitos publicanos e pecadores, e sentaram-se juntamente com Jesus e seus discípulos. E os fariseus, vendo isto, disseram aos seus discípulos:

– Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores?

Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes:

– Não necessitam de médico os sãos, mas, sim, os doentes. Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.” — Mateus 9:10-13

3 comentários sobre “Os Roqueiros e o Missionário

  1. Eu era uma dessas pessoas que muitos missionários passariam por mim e nem me cumprimentariam, mas graças a um cartão da amizade dado a meu pai, que me entregou assim que chegou em casa dizendo que eu precisava de Deus rsrs (pq ele pensou isso não sei juro rsrs) Graças a isso estou ativo na igreja há 13 anos, fui missionário de tempo integral na Bahia e ainda continuo lutando para seguir firme no evangelho, Casei-me no templo, tenho 3 filhos. Mas fico pensando que se fosse pela vontade dos missionários de me pararem na rua, ou mesmo algum membro, estaria ainda sem o conhecimento. Por isso, nunca julgo, e sempre repreendo quem julga, pq o Julgamento é do Senhor, não nosso!!

  2. Belo artigo, precisamos aprender a modificar nossos paradigmas pessoais e achar que fulano pode ser um bom membro da igreja porque anda sempre bem vestido e o outro jamais seria um bom membro porque anda todo tatuado ou coisa do gênero. Eu, por exemplo, sempre exercito a minha imaginação pensando em como Jesus Cristo apareceria numa sacramental…alguns parecem acreditar que ele viria de camisa branca e gravata…barbeado…bem no padrão somos orientado a seguir desde os anos 60…eu particularmente gostaria de ve-lo chegar barbudo, cabeludo, vestindo jeans e camiseta vermelha bem surrados e sentando-se lá no último banco. Imaginem os comentários dos mais fervorosos defensores das aparências.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s