Dicionário de Mormonês

Mórmons têm um linguajar específico e idiossincrático. Não é incomum visitantes ou “investigadores” (ver abaixo) sentirem-se intimidados ou mesmo excluídos dentro de um contexto exclusivamente Mórmon por causa da diferença entre o vernáculo popular e o específico ao Mormonismo. Tendo isso em mente, lançamos esse projeto colaborativo: Escrever e disponibilizar um dicionário de Mormonês!

'Jovem lendo à luz de vela', por Matthias Stom (1600-1652)

‘Jovem lendo à luz de vela’, por Matthias Stom (1600-1652)

Como você pode colaborar? Abaixo iniciamos uma lista com alguns verbetes ou expressões que são característicos para Mórmons mas que podem ser completamente incompreensíveis para um não-Mórmon. Envie mais verbetes de expressões Mórmons, com suas sugestões de explicações sucintas, e as incluiremos nesta lista.

Palavras circunscritas com asteriscos (e.g., *abelinha*) indicam que haja um verbete explicando esta palavra. A lista, naturalmente, encontra-se em ordem alfabética. E, obviamente, permanece incompleta aguardando novas sugestões. Anotações AEC e EC denotam anos Antes da Era Comum e da Era Comum, referente ao calendário Gregoriano.

DICIONÁRIO MORMONÊS

Abelinha: Moça Mórmon (12 e 13 anos de idade).

Ação Disciplinar: Inquisição oficial, liderada por um *Bispo* ou *Presidente de Estaca* para determinar se um membro de Igreja deve ou não ser punido por *transgressão*. Também chamado de *corte do amor*.

Ala: Congregação.

Apostasia: 1) Crença divergente das crenças ou doutrinas aceitas pela Igreja; 2) Estado de estar em oposição às crenças ou doutrinas aceitas pela Igreja.

Apóstata: Membro da Igreja que não acredita em todas as crenças da Igreja.

Apóstolo: Liderança máxima da Igreja, usualmente num grupo de 12 homens chamado de *Quórum dos Doze*, abaixo apenas da *Primeira Presidência* (remunerado).

Área: 1) Menor região geográfica de atuação de *missionários* no *campo*; 2) Região geográfica administrada por *Autoridades Gerais* que abraça diversas *Estacas*.

Armazenamento: Prática de guardar alimentos em casa para o caso de necessidade, levada a sério como um mandamento de Deus.

Autoridade de Área: Homem responsável por administrar as *Estacas* como chefe dos *Presidentes de Estacas*, agindo como representante local das *Autoridades Gerais* (não remunerado). Antigamente chamados de “Representante Regional”, ganharam uma promoção em título para o de maior status “*Setenta* Autoridade de Área”.

Autoridade Geral: Homem que exerce liderança global na Igreja, podendo ser *Profetas*, *Apóstolos*, ou *Setentas*(remunerado).

Barra de Ferro: 1) Em alegoria narrada pelo *Profeta* *Joseph Smith* no *Livro de Mórmon*, a barra de ferro simbolizava a “palavra de Deus”; 2) Gíria popular para obediência absoluta aos líderes, rituais, e práticas da Igreja.

Batismo pelos mortos: Rito religioso realizado apenas nos *templos* através do qual Mórmons batizam falecidos que nunca foram batizados como Mórmons por procuração. Mórmons acreditam que apenas Mórmons batizados poderão ir para o *Reino Celestial* após a morte.

Benção de saúde: *Ordenança* para cura dos enfêrmos através de *imposição de mãos* e *unção com óleo consagrado*.

Benção Patriarcal: Profecia pessoal e customizada para cada membro da Igreja, proferida por *patriarca* (usualmente, designado por *estacas*) e guardada  para ser lida e re-lida como *escritura* pessoal.

Bible Bash: [gíria] Debater versículos e argumentos bíblicos a fim de provar a veracidade ou supremacia da doutrina Mórmon.

Bispo: Homem responsável por uma congregação, equivalente a Pastor (não remunerado).

Bosque Sagrado: Pomar na fazenda dos pais de Joseph Smith, onde ele teria vivenciado a *Primeira Visão*.

C. T. M.: Centro de Treinamento de *Missionários*, onde missionários moram 3 ou 8 semanas receber instruções em como ser um missionário antes de sair para o *campo*.

Campo: Área de atuação de *missionários* (oriundo de “campo missionário”). O “campo” é subdividido em *missão*, *zona*, *distrito*, e *área*.

Carta Azul: [gíria] Carta que *missionário* (usualmente rapaz) recebe de sua namorada contendo declaração do fim do namoro à distância (Dear John, o têrmo em inglês, também é popularmente usado).

Carta de Resignação: Solicitação formal de *resignação*.

Casamento Celestial: 1) Casamento realizado dentro do templo Mórmon que, diferente dos casamentos fora do *templo*, dura para sempre. Apenas Mórmons “dignos” podem realizar esse casamento; 2) *Poligamia*.

Casamento Plural: *Poligamia*.

Caravana do Templo: Peregrinação coletiva de membros para algum *templo* mais distante.

Cerimônias de Ablução, Unção e Investidura do Garment:  *Ordenança* praticada nos *templos* como um ritual de purificação pela água e *unção com óleo*, possibilitando o participante a tornar-se “rei e sacerdote” ou “rainha e sacerdotisa” na vida após a morte. Nesta cerimônia receb-se e aprende-se sobre a utilização obrigatória e vitalícia do *garment*.

Chamado: Cargo voluntário.

Chamado de eleição: Doutrina que define quando certos Mórmons garantem sua *exaltação* ainda em vida, sem possibilidade de perdê-la salvo em caso de homicídio de inocentes ou *negar o Espírito Santo*.

Chamado missionário: Documento enviado do escritório do *Presidente da Igreja* indicando onde o *missionário* irá servir sua *missão de tempo integral*.

Chaves: Autoridade eclesiástica ou carismática, exclusivamente para homens.

Círculo de Oração:  Ritual de preces ou rezas comunitárias quando homens e mulheres formam um círculo para rezar juntos no que é chamado “a verdadeira ordem de oração”. Ritual comunitário e espontâneo até 1978, quando a *Primeira Presidência* decidiu que só se poderia realizá-lo dentro dos *templos*.

Coligação de Israel: Reunião física, geográfica, e espiritual de Mórmons e Judeus antes da *Segunda Vinda*.

Colobe: Estrela mencionada na *Pérola de Grande Valor* como sendo a mais próxima ao “trono de Deus” e que “governa todos os planetas” como a Terra. Também escrito “Kolob”.

Conferência de Estaca: Reunião dominical na *Estaca* para todas as *alas*, durando 2 horas, e que ocorre semestralmente.

Conferência Geral: Reunião semestral quando as *autoridades gerais* discursam para toda a Igreja, usualmente no primeiro fim de semana de abril e de outubro, organizado em 3 sessões de duas horas no Sábado e 2 sessões de duas horas no Domingo. O site Vozes Mórmons oferece cobertura ao vivo da Conferência Geral.

Corte do amor: Ver *ação disciplinar*.

Consagração do óleo: *Ordenança* para preparar azeite de oliva (100% virgem ou extra-virgem) para *ordenança* de cura dos enfêrmos.

Conselheiro: Cargo de confiança para líderes como *Bispos* e *presidentes*, usualmente em pares (i.e., dois conselheiros para cada líder).

Conselho dos Cinqüenta: Governo teocrático estabelecido por *Joseph Smith*,  constituindo o Reino de Deus na Terra, composto por 50 homens de confiança do *Presidente da Igreja*, este sendo coroado Rei da Terra. Secreto durante todo o século 19, a Igreja SUD apenas formalmente reconheceu sua existência no início do século 21.

Cumorah: 1) Colina (ou monte) próximo ao lar de Joseph Smith na sua adolescência, onde ele narra ter encontrado as *placas de ouro* enterradas; 2) Colina citada no Livro de Mórmon como sítio da última batalha entre *Nefitas* e *Lamanitas* em 385 EC, resultando no massacre de mais de 240 mil soldados e demais civis Nefitas. Também citada como sítio da última batalha na Guerra Civil *Jaredita* no século 7 AEC com mais de 2 milhões de soldados mortos.

Danitas: 1) Homens organizados em instituição paramilitar por *Joseph Smith* para atuar como polícia secreta e lutar contra os *apóstatas* e inimigos da Igreja. O nome “Danita” refere-se ao Reino previsto pelo profeta Daniel, o qual esmagaria todos os outros reinos; 2) Gíria para membros da Igreja que fazem apologia a agressões verbais, morais ou físicas a críticos da Igreja.

Dedicação do templo: Ritual religioso através do qual um *templo* é dedicado a Deus, tornando-se fechado a todas as pessoas exceto aqueles que possuem uma *recomendação para o templo*. A crença popular, embora nunca ocorrido, é que o templo deve ser rededicado novamente se alguém “profaná-lo” adentrando-o sem uma *recomendação* ou sem ser *digno*.

Desassociação: Condenação pública de membro da Igreja, restringindo-lhe sua participação religiosa, porém sem chegar ao extremo da *excomunhão*.

Deseret: Tentativa de Brigham Young para um Estado dos Estados Unidos da América, ou mesmo um país independente. Jamais aceito pelo governo estadunidense, que criou o Território de Utah contra os desejos de Young. Derivado do têrmo à abelha do mel no *Livro de Mórmon*.

Dia do Senhor: 1) Domingo, quando não se deve trabalhar ou gastar dinheiro; 2) Data da *Segunda Vinda de Cristo* (i.e., o Grande e Terrivel Dia do Senhor).

Diácono: Rapaz (12 e 13 anos de idade) responsável por distribuir o *sacramento*.

Dignidade: O estado de ser um membro da Igreja que segue todas as regras. Comumente usado na expressão “ser digno” ou “membro digno”.

Dispensação:  Época ou período quando Deus designa alguém para representá-Lo na Terra. Divide-se a história humana em 7 dispensações, cada qual liderada por um *profeta* (ou um “cabeça”), encumbidos com as *chaves* do *sacerdócio* : Adão, Enoque, Noé, Abraão, Moisés, Jesus Cristo, Joseph Smith.

Distrito: 1) Segunda menor região geográfica de atuação missionária no *campo*, abraçando várias áreas e administrada por um *Líder de Distrito*; 2) Versão reduzida de uma *estaca*, com *ramos* ao invés de *alas*.

Dízimo: Regra de conduta absoluta que exige que Mórmons paguem 10% de seus salários para a Igreja.

Dom do Espírito Santo: 1) *Ordenança* de confirmação de *batismo*; 2) Direito de todo Mórmon de receber inspiração divina através do Espírito Santo.

Doutrina e Convênios: *Escritura padrão* da Igreja SUD, ditada por Joseph Smith para escribas,contendo suas revelações e visões.

Doutrina Profunda: Crenças especulativas sem respaldo oficial da Igreja, porém popular entre os membros.

Élder: 1) Membro masculino entre 18 e 35 anos de idade; 2) *Missionário* masculino; 3) *Autoridade Geral* ou *Autoridade de Área*.

Eleito: Pessoa que Deus escolheu na *vida pré-mortal* para se tornar um Mórmon, ser fiel às suas regras, e receber sua *exaltação*.

Entrevista: Conversa formal com algum líder da Igreja (homem) para determinar se o(a) entrevistado(a) é uma pessoa *digna* ou não.

Entrevista batismal: Conversa formal com algum líder da Igreja (homem) para determinar se o(a) entrevistado(a) é uma pessoa *digna* ou não para se batizar Mórmon.

Escola dos Profetas: Escola organizada por Joseph Smith entre 1833 e 1836 com o intuito de oferecer aulas sobre religião, gramática, doutrina, filosofia, matemática, e literatura para membros adultos. Reorganizada por Brigham Young entre 1867 e 1872, e John Taylor entre 1883 e 1884, ganharam maior conotação financeira e cooperativa nestas últimas versões.

Escrituras Padrão: Os 4 livros canônicos da Igreja SUD, i.e., o *Livro de Mórmon*, a *Doutrina e Convênios*, a *Pérola de Grande Valor*, e a Bíblia Sagrada.

Estaca: Grupo de *alas*, usualmente com uma sede central.

Exaltação: Maior grau de glória pós-mortal, quando Mórmons cumprem o *plano de salvação*, tornando-se deuses como o *Pai Celestial*.

Excomunhão: Expulsão de membro da Igreja de seus rols oficiais, seja por pecados considerados graves (e.g., adultério, assassinato, pedofilia, etc.), seja por *apostasia*. Uma pessoa excomungada não pode participar dos rituais da Igreja e não podem se encontrar com sua família na vida após a morte.

F. S. Y.: Programa de atividades para jovens Mórmons entre 14 e 18 anos de idade. Derivado do inglês For the Strength of the Youth (“Pelo Vigor da Juventude”).

Fazer Divisão: [gíria] Membros saem para trabalhar com os *missionários*, dividindo a dupla de missionários em um quarteto, já que missionários são proibidos de trabalhar sozinhos.

Filho(s) da Perdição: 1) Satanás ou *Lúcifer*, o inimigo de Deus; 2) Aqueles que seguiram Satanás e foram expulsos do céu por rebelião na *vida pré-mortal*; 3) Aqueles que cometem o pecado imperdoável de *negar o Espírito Santo*.

Fubeca: [gíria] Membro da Igreja que não cumpre com todas as regras e expectativas de conduta.

Fundo Missionário: Conta bancária da Igreja destinada a financiar os *missionários*.

G. H.: [gíria]  Ato ou comportamento religioso destinado à busca de elogios ou admiração de correligionários, ou à ambição de promoções eclesiásticas (oríundo do têrmo “Glória dos Homens” em contraposição à “Glória de Deus”).

Garment: Roupa íntima para homens e mulheres (camisa e cueca boxer, sempre brancas) que Mórmons recebem no momento de *investidura*, devem vestir a vida inteira (sempre em direto contato com a pele), e lhes serve de “escudo e proteção”.

Gentio: Pessoa não Judia e não Mórmon. Mórmons literalmente se tornam Judeus através do *dom do Espírito Santo*. (Ameríndios, ou *Lamanitas*, são Judeus!)

Grande Apostasia: Período entre a morte dos Apóstolos originais do Novo Testamento e Joseph Smith.

Hump Day: [gíria] Aniversário de um ano para *missionários* e nove meses para missionárias.

Imposição das mãos: *Ordenança* através da colocação das mãos sobre a cabeça, como conferir *sacerdócio* ou o *dom do Espírito Santo* ou *benção de saúde*, acompanhado de *oração*, sempre realizada por homens.

Inimigo: Gíria para *Lúcifer* ou Satanás. Utilização comum entre membros que crêem que usar seus nomes próprios atraem-no para perto de si.

Instituto: Aulas de religião para jovens entre 18 e 30 anos.

Investigador: Pessoa não-membro da Igreja que está visitando ou sendo ensinada por *missionários*.

Investidura: Rito religioso realizado apenas em *templos* quando membros da Igreja recebem seus *garments* e recebem promessas de *exaltação*. Inclui um filme sobre a criação da Terra, Adão e Eva, a *queda de Adão*, e a missão de Jesus Cristo para nos redimir da queda. Inclui também os apertos de mãos secretos que permitirão adentrar o *Reino Celestial*.

Jareditas: De acordo com o *Livro de Mórmon*, ameríndios Cristãos entre 2700 AEC e 600 AEC descendentes dos imigrantes acádios Jarêde e seu irmão.

Jejum: Não comer ou beber nada por 24 horas.

Jesus Cristo: Salvador da humanidade, Filho mais velho de *Pai Celestial* com *Mãe Celestial* no espírito e de Pai Celestial com Maria na carne, morreu pelos pecados de todos, *ressuscitou* dos mortos na carne, e centro da adoração religiosa Mórmon.

Joseph Smith: O *Profeta* de Deus mais importante na história da humanidade, fundador da fé Mórmon.

Journal of Discourses: Diário dos Discursos, constituindo de 26 volumes com sermões públicos de líderes publicado pela *Primeira Presidência* entre 1854 e 1886.

Lamanitas: 1) Ameríndio ou nativo americano; 2) De acordo com o *Livro de Mórmon*, ameríndios descendentes dos imigrantes hebraicos Lehi e Lamã, amaldiçoados por Deus com pele escura por suas “iniquidades”, antepassados direto dos ameríndios de hoje.

Laurel: Moça Mórmon (16 e 17 anos de idade), responsável por não se vestir de modo a provocar pensamentos sexuais nos jovens Mórmons e preparar-se para casar-se no *templo* e ter filhos.

Lava-pés: *Ordenança* realizada dentro do *templo* para *remissão dos pecados* apenas para a alta liderança da Igreja. Frequente no século 19, é incerto o quanto ainda é praticada hoje em dia.

Lei da Consagração: *Convênio* feito por todo membro da Igreja SUD nos *templos* para dedicar (e entregar) todos os seus bens materiais, dinheiro, tempo, dedicação, etc., para a Igreja. Em teoria, e nas escrituras Mórmon, os membros entregam todas as suas posses à Igreja, e ela distribui aos membros “de acordo com suas necessidades“.

Liahona: 1) Bússula mágica usada no *Livro de Mórmon* para guiar a família de imigrantes hebraicos para fundar uma colônia Cristã nas Américas aprox. 580 AEC; 2) Nome de uma revista mensal da Igreja.

Líder da Obra: Membro da Igreja responsável para coordernar os esforços *missionários* em sua *ala*. Título oficial é líder da obra missionária da ala.

Líder de Distrito: *Missionário* no *campo* responsável pela administração de um *distrito*.

Líder de Zona: *Missionário* no *campo* responsável pela administração de uma *zona*.

Língua Adâmica: Língua falada por Adão e Eva e seus filhos antes da Torre de Babel, usada até hoje por anjos.

Livro de Mórmon: *Escritura padrão* da Igreja SUD, ditada por Joseph Smith para escribas, que narra a estória de Judeus que vieram da Palestina em 600-500 AEC e colonizaram as Américas, formando as nações ameríndias, além da visita de Jesus Cristo a eles logo após a Sua *ressurreição*.

Lúcifer: Filho proeminente do *Pai Celestial* que apresentou um *plano de salvação* diferente do apresentado por *Jesus Cristo* na *vida pré-mortal* e, sendo rejeitado, rebelou-se contra Deus e fui expulso à Terra sem um corpo físico. Um terço de todos os espíritos desencarnados, filhos de Deus, seguiram Lúcifer e foram expulsos com ele.

M.L.S.: Software de sistema de controle de dados e informações da Igreja e seus membros (Derivado da sigla em inglês member and leader services, que traduz para ‘serviços para membros e líderes’).

Mãe Celestial: Esposa, ou uma das muitas esposas, do *Pai Celestial*, co-criadora de nossos corpos de espírito.

Maldição de Caim: Maldição colocada sobre Caim e seus descendentes, explicando porquê negros existiam e porquê não podiam receber o *Sacerdócio* ou participar nos rituais do *templo* até 1978.

Mãos Que Ajudam: Programa de propaganda e relações públicas da Igreja com apresentação de serviços comunitários.

Massacre de Mountain Meadows: Chacina cometida em 1857 por membros e líderes da Igreja e acobertada pela Igreja SUD, contra 120 homens, mulheres e crianças inocentes. Também traduzido como “massacre do monte meadows” ou “chacina do monte meadows” ou “chacina das campinas montanhosas”.

Menina Moça: Moça Mórmon (14 e 15 anos de idade), responsável por não namorar antes de se tornar uma *laurel*.

Mestre: Rapaz (14 e 15 anos de idade) responsável por preparar o *sacramento* e acompanhar os *mestres familiares*.

Mestre Familiar: Homem (sempre em pares) que visita famílias de membros mensalmente para checar neles.

Milênio: Período de mil anos depois da *Segunda Vinda de Cristo*, quando Jesus governará a Terra através do *Profeta* Mórmon (que servirá de Rei da Terra) na cidade de Independence, Missouri, EUA.

Missão: Quarta menor região geográfica de atuação missionária no *campo*, abraçando várias zonas e administrada por um *Presidente de Missão*.

Missionário: Funcionário voluntário da Igreja, usualmente responsável por converter novos membros para ela (não remunerado, porém sustentado pela Igreja).

Missão de Tempo Integral: Trabalhar como missionário para a Igreja por 2 anos, para homens, ou 18 meses, para mulheres. O trabalho é voluntário, porém exige dedicação exclusiva, e o voluntário raramente tem opção de onde morar ou servir.

Mórmon: De acordo com o *Livro de Mórmon*, ameríndio branco que foi profeta Cristão entre 311 e 385 EC. Além de líder religioso *Nefita*, serviu como comandante militar supremo, e historiador. Nessa função, organizou os escritos proféticos e históricos de seu povo e engravou seu resumo nas *placas de ouro*.

Nefitas: De acordo com o *Livro de Mórmon*, ameríndios brancos Cristãos entre 600 AEC e 400 EC descendentes dos imigrantes hebraicos Lehi e Néfi. Exterminados pelos *Lamanitas* em torno de 421 EC.

Negar o Espírito Santo: Quando um Mórmon vê Deus ou Jesus Cristo pessoalmente mas ainda assim abandona a fé.

Noite Familiar: Usualmente às segundas-feiras, todos membros da Igreja devem reunir-se em família uma noite por semana para atividades recreativas e religiosas.

Nova Jerusalém: *Sião*.

Nove Nome: Todo membro da Igreja que recebe sua *investidura* no *templo* é designado um codinome secreto, dentro de uma lista rotatória, que só pode ser repetido o seu marido (se for mulher) no dia do casamento, e no dia do julgamento final para entrar no *Reino Celestial*.

O.R.M.: Grupo de jovens Mórmons, i.e., Organização de Rapazes e Moças. Uma conjunção de dois grupos de jovens, a Organização dos Rapazes e a Organização das Moças.

Obra Vicária: Mórmons realizam as *ordenanças* do *templo* para seus antepassados que não tiveram oportunidade de ser Mórmon durante suas vidas, como o *batismo pelos mortos*, *investidura* pelos mortos, e *selamento* pelos mortos. É a raíz de todo interesse e investimento em genealogia.

Oferta de Jejum: Dinheiro economizado durante o *jejum* que deve ser entregue para a Igreja, que então deve ser utilizado para ajudar os pobres.

Oficiante do templo: Homem ou mulher que já recebeu sua *investidura* e voluntaria dentro do *templo* para ajudar nas *ordenanças* lá realizadas.

Oito Testemunhas: Oito amigos (todos da família Whitmer, dois dos quais estavam entre as *três testemunhas*) e parentes (pai e dois irmãos) de *Joseph Smith* que tiveram visões sobre as *placas de ouro*.

Olhos Espirituais: Declaração epistêmica de certeza de crença baseada em critérios subjetivos sem evidências tangíveis ou racionais (e.g., “ver” com olhos espirituais e não com olhos naturais).

Oração: Reza, prece.

Oração Sacramental: Prece recitada durante o *Sacramento*, não podendo desviar do texto estabelecido.

Ordem Unida: Cooperativa econômica destinada a implementar a *lei da consagração*.

Ordenação: Ordernar ao *Sacerdócio* significa conferi-lo a algum homem.

Ordenança: Ritual religioso.

Ordernar: Ver *ordenação*.

P-day: Dia de folga para *missionários* (Derivado do inglês preparation day, que significa dia de preparação).

Padrão de Compromisso: Conjunto de técnicas de vendas ensinado a missionários e líderes como ferramentas para induzirem *pesquisadores* e membros da Igreja a cumprirem suas regras.

Pai Celestial: Deus. Mórmons preferem o têrmo “Pai Celestial” a todas as outras formas de título para Deus.

Palavra de Sabedoria: Regra de conduta absoluta que proíbe Mórmons de beber álcool, café ou chá preto, fumar, ou usar drogas recreativas.

Paraíso: 1) Lugar aonde Mórmons vão após a morte para aguardar sua *ressurreição*; 2) Onde viviam Adão e Eva (na região do atual estado de Missouri, na América do Norte).

Patriarca: 1) Evangelista; 2) Homem autorizado a profecias pessoais e customizadas chamadas de *benção patriarcal*.

Período Probatório: Tempo indeterminado quando o membro é vigiado por seus líderes para averiguar se seu comportamento merece *desassociação* ou *excomunhão*, ou se pode ser “perdoado” pela Igreja.

Pérola de Grande Valor: *Escritura padrão* da Igreja SUD, ditada por Joseph Smith para escribas, contendo narrativas de sua estória pessoal e narrativas alternativas das estórias de Moisés e Abraão.

Pesquisadores: Pessoas não-membros que visitam a Igreja ou são visitadas pelos missionários e que são vistas como conversos potenciais.

Pioneiros: Mórmons que, no período inicial da história da Igreja, colonizaram Missouri, Illinois, e depois Utah. Romantizados como heróis da fé, emprestam prestígio aos membros mais antigos em suas determinadas regiões.

Placas de Ouro: Joseph Smith descreve ter encontrado na colina *Cumorah* placas, feitas de ouro, encadernadas como um livro por 3 anéis de ouro, nas quais estava engravado texto em hieróglicos. Smith traduziu, através do *Urim e Tumim*, o texto e publicou-o sob o título *Livro de Mórmon*.

Plano de Salvação: O propósito da vida, através do qual Deus criou a Terra para permitir que Seus filhos espirituais pudessem receber corpos mortais, aprender lições de vida através de obediência absoluta, morrer, receber novos corpos imortais através da *ressurreição* de Cristo, viver pra sempre, ter seus próprios filhos espirituais, e repetir o ciclo com eles.

Poliandria: Prática de casamento onde uma mulher tem dois ou mais maridos. *Joseph Smith* teve ao menos 11 esposas em arranjos poliândricos.

Poligamia: Casamento entre um homem e várias mulheres. Também conhecido como *casamento plural*, *casamento celestial*, “novo e sempiterno convênio”, “o princípio eterno”, “o princípio”, “a prática” ou poliginia. Estabelecido extra-oficialmente em 1831, oficialmente em 1852, poligamia foi suspensa pela Igreja SUD oficialmente em 1890 e extra-oficialmente em 1904. Não obstante, várias igrejas Mórmons ainda a praticam até hoje.

Presidente de Ramo: Homem que exerce a mesma função que um *Bispo*, com menos autonomia (não remunerado).

Presidente de Estaca: Homem responsável por administrar uma *Estaca* e seus *Bispos* (não remunerado).

Presidente de Missão: Homem *missionário* no *campo* responsável por administrar uma *missão* (remunerado).

Presidente da Igreja: Líder máximo da Igreja, o *Profeta* que fala em nome de Deus, e não deve ser questionado nunca (remunerado).

Presidente do Templo: Homem responsável por administrar um *templo* (remunerado).

Prestar Testemunho: Declaração de crença (e.g., “eu presto meu testemunho” = “eu acredito”).

Primária: Organização para educação religiosa de crianças de 3 a 12 anos.

Prisão Espiritual: Lugar aonde os não-Mórmons vão após a morte para aguardar sua *ressurreição*.

Programa de Bem Estar: Programa da Igreja para ajudar, treinar e orientar os pobres apenas se houver oportunidade e possibilidade para que se torne autossuficiente.

Professora Visitante: Mulher (sempre em pares) que visita mulheres mensalmente para checar nelas. Comparar com *mestre familiar*.

Profeta: 1) Presidente da Igreja SUD; 2) “O Profeta” com “P” maiúsculo usualmente, mas não exclusivamente, refere-se a Joseph Smith; 3) Um dos três atributos oficiais dos 15 homens na *Primeira Presidência* e no *Quórum dos Doze*. Refere-se à habilidade ou autoridade para profetizar o futuro e relatar a vontade de Deus.

Primeira Presidência: Liderança máxima da Igreja, constituída pelo *Profeta* (ou Presidente) e seus dois conselheiros (remunerados).

Primeira Visão: De acordo com o relato de 1838 por Joseph Smith, ocasião quando *Pai Celestial* e Jesus Cristo vieram em 1820 contar-lhe que todas as religiões são “uma abominação” e que Smith deveria fundar uma igreja, ou, *restaurar o evangelho*.

Profeta: *Presidente da Igreja*, líder máximo da Igreja que fala em nome de Deus e não deve ser questionado nunca.

Queda de Adão: Refere-se a estória de Adão, Eva, e o fruto do conhecimento do bem e do mal. Também chamado de *transgressão de Adão*.

Queimar: Repreender, agressiva ou passiva-agressivamente, membros por pecados cometidos ou imaginados, ou por opiniões ou crenças discordantes.

Quórum dos Doze: Liderança máxima da Igreja, abaixo apenas da *Primeira Presidência*, constituída por 12 homens chamados como *Apóstolos*. O cargo é vitalício e em hierarquizado por tempo de serviço: O Apóstolo com maior tempo de serviço é o *Profeta* da Igreja, podendo escolher dois Apóstolos quaisquer para seus conselheiros (ver *Primeira Presidência*), e o Apóstolo com o segundo maior tempo de serviço é o líder do Quórum dos Doze, chamado de “Presidente do Quórum dos Doze”. Derivado do têrmo “Quórum dos Doze Apóstolos”, ele é comumente encurtado porque muitos membros da Igreja acreditam que o têrmo “Apóstolo” seja sagrado e não deva ser repetido em vão.

Ramo: Versão reduzida de uma *ala*, sob a administração de um *Presidente de Ramo* ao invés de um *Bispo*.

Recomendação para o Templo: Documento que autoriza Mórmons a entrar no Templo. Deve ser revalidado a cada 2 anos para que membros demonstrem *dignidade* em 2 *entrevistas* bienais.

Regras de Fé: Lista de 13 crenças básicas da Igreja.

Reino Celestial: Céu na vida após a morte, onde apenas Mórmons poderão viver eternamente com o *Pai Celestial*.

Reino Telestial: Existência eterna e imortal para os pecadores.

Reino Terrestrial: Existência eterna e imortal para as pessoas boas porém que não são Mórmons.

Resignação: Ato oficial quando o membro solicita formalmente, por livre e espontânea vontade, deixar de ser membro.

Ressurreição: Quando o espírito e o corpo físico se juntarão novamente em um corpo imortal, após a *Segunda Vinda de Cristo*.

Restauração do Evangelho: Movimento liderado por Joseph Smith para restaurar todos os ensinamentos de Jesus Cristo então perdidos pelos homens.

Revelador: Um dos três atributos oficiais dos 15 homens na *Primeira Presidência* e no *Quórum dos Doze*. Refere-se à habilidade ou autoridade para revelar profecias e conhecimentos ocultos.

Reunião Dominical: Serviço religioso semanal, usualmente aos Domingos de manhã, de 3 horas de duração.

Reunião de Testemunhos: *Sacramental* no primeiro domingo do mês que oferece “microfone aberto” para qualquer membro *prestar testemunho*.

S. E. I.: *Sistema Educacional da Igreja* (pronuncia-se “sei”).

Saber: Declaração de fé e crença. Mórmons não “crêem” ou “acreditam”, mas “sabem” (e.g., “eu sei que Deus vive” é aceitável, enquanto “eu acredito que Deus vive” não é).

Sacerdote: Rapaz (16 e 17 anos de idade) responsável pelas *ordenanças* do *sacramento* (ou “administrar o sacramento”) e *batismo* (ou batizar membros novos) e *ordenar* novos *diáconos* e *mestres*.

Sacramental: Principal culto religioso, durando 70 minutos, dentro do bloco de *reuniões dominicais*.

Sacramento: Rito religioso celebrando a última ceia de Jesus, realizado todo Domingo. Mórmons comem pão e tomam água.

Sacerdócio: Autoridade para liderar a Igreja e administrar seus ritos religiosos. Exclusividade de homens.

Sacerdócio Aarônico: *Sacerdócio* para rapazes entre 12 e 18 anos de idade.

Sacerdócio de Melquisedeque: *Sacerdócio* para homens acima de 18 anos.

Sala Celestial: Sala no *templo* que representa o *Reino Celestial* e a eternidade com Deus que aguarda apenas os Mórmons que seguem todas as regras da Igreja.

Sala de Ordenanças: Sala no *templo* onde é realizada a *ordenança* da *investidura*.

Sala de Selamantos: Sala no *templo* onde é realizada a *ordenança* da *selamento*.

Santo dos Santos: Área em alguns *templos* aonde apenas o Presidente da Igreja pode entrar para receber revelações.

Santos dos Últimos Dias: Membros da Igreja. “Santos” refere-se ao fato de membros acreditarem em Jesus, e “últimos dias” refere-se a proximidade cronológica dos dias atuais à *Segunda Vinda de Cristo*. Usualmente abreviado como SUD ou S.U.D..

Selamento: Rito religioso realizado apenas em *templos*, permite que familiares possam viver juntos após a morte. Mórmons acreditam que, sem esse rito, familiares estarão condenados a passar a eternidade separados uns dos outros.

Segunda Unção: *Ordenança* exclusiva para a alta liderança da Igreja e seus escolhidos mais próximos para garantir o *chamado de eleição*.

Segunda Vinda de Cristo: Evento antecipado por Mórmons quando Jesus Cristo voltar à Terra, assassinar a maioria esmagadora da humanidade não-Mórmon, e estabelecer os Mórmons como governantes do mundo. O adendo “dos últimos dias” refere-se à proximidade cronológica desse vindo aos dias atuais.

Seminário: Aulas de religião para jovens entre 14 e 18 anos.

Serão: Reunião devocional, usualmente para jovens, usualmente aos Domingos à noite.

Servir missão: Voluntariar-se para uma *missão de tempo integral*.

Sessão do templo: Horário designado para o rito religioso da *investidura*

Setenta: Homem em posição de liderança na Igreja, podendo ser *Autoridade Geral* ou *Autoridade de Área*. Originalmente constituía um grupo, ou quórum, de 70 homens, dos quais 7 serviam como chefes (i.e., Presidentes dos Setenta) com a mesma autoridade e as mesmas responsabilidades que os Apóstolos, evoluiu para ser um grupo subordinado aos Apóstolos, e depois para dois grupos (sendo o Primeiro Quórum dos Setenta para Autoridades Gerais com cargos vitalícios e o Segundo Quórum dos Setenta para Autoridades Gerais com mandatos de 5 anos). Atualmente, há 5 quóruns adicionais, para acomodar os Setenta Autoridades de Área. Os quóruns podem chegar a conter 70 homens e não mais, porém raramente chegam a tanto.

Sião: 1) Sinônimo para a Igreja SUD; 2) Estado de espírito comunitário, indicando união e espírito de corpo entre membros da Igreja; 3) Cidade que servirá de capital mundial do Reino de Deus durante o *milênio*, de onde o *Profeta* governará o mundo, também chamada *Nova Jerusalém*. Localização geográfica aproximada é nos arredores da presente cidade de Independence, no estado norte-americano de Missouri.

Sistema Educacional da Igreja: Estrutura burocrática que mantém o *Seminário* e o *Instituto* para promover a educação religiosa para jovens de 14 a 30 anos.

Sister: 1) *Missionária* feminina; 2) Esposa de *Autoridade Geral*; 3) Mulher em cargo de liderança de organizações para mulheres, como a *Sociedade de Socorro*. (Derivado do inglês que significa irmã)

Snake: [gíria] Mulher que paquera *missionários*. (Missionários Mórmons são proibidos de envolver-se românticamente; Derviado do inglês snake que significa serpente, possivelmente em alusão à serpente na estória bíblica de Adão e Eva; Scorpion é a gíria para homens que paqueram missionárias)

Sociedade de Socorro: Grupo social para mulheres acima de 18 anos. Carinhosamente apelidada de “soc-soc”.

Sumo Conselho: Grupo de 12 homens (não remunerado) que auxilia o *presidente de estaca* em suas funções.

Sumo Sacerdote: Homem casado e com potencial para servir em *chamados* de liderança, como *Bispo*.

Super Sábado: Sábado dedicado a atividades esportivas, recreativas e religiosas para os membros que frequentam o *seminário* e/ou pertencem à *ORM*.

Templo: Prédio sagrado onde são realizados os ritos especiais para Mórmons, como *investidura*, *casamento celestial*, *selamento*, e *batismos pelos mortos*. Apenas Mórmons que demonstram *dignidade* em 2 *entrevistas* podem entrar nos templos.

Teoria de Adão-Deus: Ensinamento do *Profeta* Brigham Young que o *Pai Celestial* é a mesma pessoa que Adão no Jardim do Éden. *Apóstolos* posteriores a Young cunharam o têrmo impróprio “teoria” para negar que essa doutrina jamais fora ensinada na Igreja, apesar de Young ter ameaçado o Apóstolo Orson Pratt com *excomunhão* caso não a aceitasse.

Testemunho: Crença (e.g., “eu presto testemunho” = “eu acredito”, “receber um testemunho” = “passar a acreditar”, “dar testemunho” = “dizer o que acredita”).

Transgressão: Desobedecer as regras da Igreja.

Transgressão de Adão: Refere-se a estória de Adão, Eva, e o fruto do conhecimento do bem e do mal. Também chamado de *queda de Adão*.

Três Nefitas: De acordo com o *Livro de Mórmon*, 3 ameríndios que receberam de Jesus Cristo a benção de imortalidade há quase 2.000 anos atrás e vagueiam o continente pregando sobre Jesus desde então.

Três Testemunhas: Três amigos (2 da família Whitmer) de *Joseph Smith* que tiveram visões sobre as *placas de ouro*.

Trevas Exteriores: Destino final na eternidade para *Lúcifer*, seus seguidores, e os Mórmons que *negaram o Espírito Santo*.

Trunky: [gíria] *Missionário* com saudades de casa, desfocado no trabalho. (Derivado do inglês trunk que significa malas, possivelmente em alusão a estar com as malas prontas para ir embora)

Unção com óleo consagrado: *Ordenança* para cura dos enfêrmos, onde azeite de oliva (100% virgem ou extra-virgem) previamente *consagrado* é espalhado na cabeça do doente, seguido de *imposição das mãos* para *oração* e *benção*.

Urim & Tumim: 1) Pedras com poderes místicos  usadas para adivinhação ou revelação em conjunção com o Peitoral, como citado na Bíblia Hebraica; 2) Pedras utilizadas por Joseph Smith em conjunção com um chapéu, para receber revelações para *Doutrina e Convênios* ou o texto do *Livro de Mórmon*. Também conhecida como “pedra de vidente”.

Véu do Esquecimento: Amnésia induzida por Deus que bloqueia lembranças da existência pré-mortal (ver *vida pré-mortal*).

Véu do templo: Cortina que separa a *sala de ordenanças* da * sala celestial* no *templo*, representando a separação entre o estado mortal e o estado celestial (após a morte). Simbolos, senhas e sinais associados a este véu são reproduzidos nos *garments*, nunca podendo ser comentados ou demonstrados fora do *templo*.

Vida Pré-Mortal: Existência antes do nascimento terrestre, quando vivíamos todos em corpos de espírito apenas com nossos *Pai Celestial* e *Mãe Celestial*.

Vidente: Um dos três atributos oficiais dos 15 homens na *Primeira Presidência* e no *Quórum dos Doze*. Refere-se à habilidade ou autoridade para visões e conhecimentos ocultos.

Zona: Terceira menor região geográfica de atuação *missionária* no *campo*, abraçando vários distritos e administrada por um *Líder de Zona*.

41 comentários sobre “Dicionário de Mormonês

  1. Segue minha contribuição da missão :
    Trank = O Missionário tem tanta saudade da família , casa e amigos que seus pensamentos,emoções e atitudes se distanciam do propósito de estar na missão.Muitas vezes este fenômeno ocorre no final da missão quando o retorno está mais próximo. Ex: Elder Silva só quer saber de tirar fotos e não se anima para trabalhar, ele pode estar “Trank”.
    Snake = Mulher que assedia os Elderes com sentimentos românticos ou sexuais.
    Scorpion = Homem que assedia as Sisteres com sentimentos românticos ou sexuais.
    Bible Batch =Ação do missionário de debater versículos e argumentos bíblicos com pessoas de outras religiões a fim de comprovar a veracidade de nossa doutrina e/ou mostrar que as doutrinas das outras igrejas são incorretas/falsas.

  2. Fubeca = Gíria Missionária. Refere-se a Missionários (ou outro membro) que não cumpre as regras ditadas.

    GH (Glória dos Homens) = Outro termo missionário que refere-se aquele que faz o serviço de pregação ou religioso apenas com fins de ser elogiado ou galgar novos níveis de administração (seja dentro do corpo missionário ou na sua congregação). Algo similar com alguém que se porta com hipocrisia no sentido de realmente não se importar com as pessoas ou o que Deus pensa tanto como se preocupa com o quanto é bem visto e admirado pelos demais (especialmente líderes acima dele).

    Carta Azul (ou ‘Dear John’) = Carta (ou cartão) que o missionário(a) recebe de sua(seu) namorada(o), noiva(o) ou a quem jurou promessas de namoro ao retornar para casa. Em geral conta com a informação de que irá casar-se com outro, mas também pode apenas conter a declaração do fim do namoro (por estar gostando ou saindo com outra pessoa, mesmo que isso não seja especificado no texto).

    Regente = Pessoal que se posta diante de um grupo de pessoas com a intenção de permitir que todos cantem num mesmo ritmo (em geral acompanhado por um órgão ou piano digital) dos hinos congregacionais.

    ORM = Organização dos Rapazes e Moças (são na verdade dois grupos, um de moças de 12 a 18 anos (OM) e outro de rapazes de 12 a 18 anos (OR)), dirigidos por um corpo de líderes adultos (presidente, dois (duas) conselheiros(as), secretário(a)) do mesmo gênero do grupo respectivo que presidem. Dentro destes grupos há também cargos (chamados, responsabilidades) para os jovens poderem desenvolver sua liderança entre si.

    Reuniões Dominicais = Condensado de reuniões (quase sempre aos domingos pela manhã, durante 3 horas) contendo as três principais reuniões religiosas. Composta por: Aulas e Treinamentos das Auxiliares e Quóruns (50 min) onde cada membro é dividido em grupos por idade e gênero conforma o grupo a que pertencem e são ensinados por seus presidentes ou designados; Escola Dominical (40min) onde são ministradas lições de um currículo relacionado a pares de idades distintas (adultos, jovens, crianças), visitantes, e alguns outros cursos eventuais; SACRAMENTAL (70min), ou o culto propriamente dito, onde pessoas previamente designadas leem ou recitam ensinamentos aos demais, composta também por hinos, orações e o próprio Sacramento (considerada a parte de maior devoção durante o evento). Em geral, o primeiro domingo do mês é deixado livre para que pessoas de livre vontade venham à frente e declarem suas crenças ou experiências espirituais sem.

      • “Carta Azul”, arrisco ser devido a cor do papel escolhido para esse conteúdo, não muito agradável, por ser uma cor mais tranquilizante. Só uma hipótese, porque não sei.
        Segundo Wikipedia, acredita-se que o têrmo “Dear John Letter” foi inventado pelos americanos durante a Segunda Guerra Mundial. As esposas e namoradas cansadas de esperarem por seus parceiros enviavam essa carta terminando o relacionamento. Elas são escritas pelo constrangimento do encontro pessoalmente para o término da relação. Além disso, John era um nome comum na época, mas há outras hipóteses para o uso desse nome especificamente. Poderia ser uma referência a uma peça/novela, ou às expressões João ninguém, João das couves…

      • Carta azul deve ser a bensão, provavelmente ela é usada quando alguma pessoa exerce seu lado mormon sem soltar nenhuma pedrada!

        Carta azul é um titulo para poder falar segundo a verdade mormon!
        Acredito que seja o entendimento junto ao Espirito Santo.

        ^^

      • Permita-me corrigir: Eu sou LDS.

        Eu escrevi o que eu acho sobre a carta azul, e fiz uma referencia sobre “pedrada” literalmente falando.

        Quero corrigir que os lds, não são agrecivos, e sim mansos.

        Eu falei esse termo em resposta a publicação do autor do blog, em verdade eu vos digo fiquei um pouco encomodado sobre a publicação que diz, que cristo ira vim para assacinar todos os não mormon’s.

        Eu me batizei na igreja de Jesus em nome dele meus pecados foram limpos.
        As pessoas agora me chaman de mormon, mais eu não me vejo nesse titulo. Justamente eu sou LDS.

        Minha vida mudou de dentro pra fora apartir do dia que me batizei em nome de Jesus cristo, ele que nos uniu pelo seu profundo amor e acredito que ele não voltará em ira.

        Dai eu acredito na justiça de Deus que vem para cuidar do homem justo, pois e nós da LDS que apanhamos literalmente falando pelas pessoas em nome de Cristo.

        Eu acredito que nenhum profeta tenha proferido as coisas, no sentido de falar que jesus ira voltar pra fazer assasinatos. Eu desconheço que tenham dito isso.

        Mais no sentido de fazer justiça a nós, sim por que somos do corpo de cristo restaurados e Deus esta vendo nossas faltas e nossa retidão.

  3. Nunca ouvi alguém usando, mas li a primeira vez no Livro de Mórmon que não devemos ser “paroleiros”, não esqueci mais essa palavra.
    Paroleiro = aquele que fala em excesso, tagarela, mentiroso.

      • Foi no Guia para Estudos das Escrituras, na verdade. Uma referência a Mt. 12:36.
        Os santos são admoestados a não serem paroleiros e curiosos, falando o que não convém.
        Eu não conhecia essa palavra em português.

    • Na Bíblia em Atos chamam Paulo de paroleiro. essa palavra é muito antiga e ouvi uma vez só uma senhora usá-la. Nunca a ouvi na Igreja.

  4. Acho que a visão de mundo de vocês é muito pequena.Toda religião possui suas próprias terminologias que lhes são características. Se vocês entrassem dentro de uma determinada denominação e ouvissem termos como ” fulano foi levantado”, ” chamado para a graça” ,” fulano obedeceu” ” vocês saberiam do que se trata? Ou se ouvissem o termo ” publicador”” acaso saberiam?

    • Justamente. Por isso estamos compilando essa lista.

      Você tem algum verbete Mórmon com qual contribuir?

      (“Foi levantado” = Ressuscitado; “Chamado para a graça” = Convertido, entrou para o ministério; “Publicador” = Missionário para Testemunhas de Jeová; “Obedeceu” = Convertido, mudou o rumo da vida. Certo?)

  5. Fat! , Freak !, Holy Cow!= Missionarios usavam muito essas interjeições. Seria o… Nossa! Em português.
    Poderoso, de poder= adjetivo para membro fiel ou que aparenta retidão sincera sem superficialidade.Também serve como adjetivo usado para um ótimo discurso na igreja, pode se falar…o irmão deu um discurso “poderoso” nessa reunião.Pode usar para bons treinamentos, mensagens, oração, bênçãos etc…
    Batiza até o pó = Missionários ou áreas de trabalho na missão com muitos batismos
    Vai tocar na banda do Moroni = Vai ficar pra titia !, no caso dos homens que não casam, na igreja é ensinado que quem não casa vira anjo.Por isso a correlação com anjo Moroni.
    Quebrou o sétimo = Desobedeceu a lei da castidade , teve relações antes do casamento ou com outra pessoa fora do casamento
    Foi pro conselho = Para pecados graves, os membros Sud passam por reuniões super discretas com os líderes onde sofrem ações disciplinares como: excumunhão, desassociação, período probatório.Ex : Irmão tal não pode ter chamado pois passou pelo conselho.irmão Fulano vai passar pelo conselho.

  6. Faz tempo que não frequento, mas segue uma lista de palavras que só ouvi na Igreja Mormon:

    1) Benção Patriarcal;
    2) Véu do esquecimento:
    3) Dispensação; Dispensação do Meridiano dos tempos; Dispensação da Plenitude dos tempos;
    4) Kolob;
    5) Nascer sob o Convênio – Quando alguém pergunta: Voce nasceu sob o convênio? – Está perguntando se vc é mormon desde que nasceu:
    6) Biblia branca – apelido dado ao manual de regras dos missionários;
    7) Jaredita
    8) Egipcio reformado;
    9) O eleito, A eleita – mulher/homem que foi pré-ordenado(a) a casar com você.

    Não sei se conta, mas a Igreja Mormon foi o unico lugar que ouvi que vinha produz azeitona.

  7. Lembrei de outros:

    1)P-day – dia de folga (ou preparação dos missionários)
    2)Chamado missionário – documento “assinado” pelo Presidente da Igreja, indicando onde o missionario ira servir.
    3)Caiu o almoço/ caiu a palestra / caiu o batismo – Quando a pessoa que deveria dar o almoço aos missionários se esquece que tinha que dar almoço (caiu o almoço), quando o investigador desiste da palestra/batismo (caiu a palestra/batismo)
    4) àrea, distrito, zona – regioes geograficas na missao;
    5) LD, LZ, AP, treinador – cargos que o missionario pode ocupar na missao;
    6) Líder da obra – cargo, cujo o ocupante deve auxiliar os missionarios;
    7) Chamado de eleição;
    8) Caravana para o templo;
    9) anti-mormons – ex membro ou membro de outra igreja que alega que a igreja mormon não é a verdadeira.
    10) Trevas exteriores – lugar para onde os membros gostariam que os anti-mormons fossem.
    11) Conferencia – tem a conferencia geral e a conferencia de estaca – além dos discursos, os membros podem apoiar ( ou não) os lideres, levantando o braço direito.
    12) Reuniao de testemunho – sacramental, em que o tempo, em vez de ser utilizado para discursos, é utilizado para que os membros subam ao pulpito para dizer que sabem que a igreja é verdadeira .
    13) Recomendação para o templo – Para entrar no templo, o seu lider tem que verificar se vc é digno o suficiente, por se tratar de um lugar sagrado (sagrado em mormones pode significar secreto);
    14) Entrevista batismal – antes do investigador se batizar, um outro missionario verifica se ele recebeu e entendeu as palestras. Quando o investigador cometeu algum pecado grave o presidente da missao faz a entrevista.

  8. Salvo engano me lembro de um livro do Carl Sagan chamado o mundo assombrado pelos demônios, neste livro ele ensina como uma pessoa faz para não ser enganada por um seita religiosa ou qualquer outro grupo,e ele cita vários pontos para prestarmos atenção, um deles é observar se este grupo ou seita tem uma linguagem típica e de todas as seitas que conhecia esta seita mórmon para mim é a mais peculiar neste aspecto.

    • Magnólia Sá, tanto Carl Sagan, como a senhora, estão muito mal informados. A linguagem típica de seitas e religiões é parte inerente de sua criação. Só esclarecendo, “Mórmon” não é seita. É igreja. Como exemplo, listo alguns termos da “linguagem típica” da igreja católica:

      Alamar
      Termo empregado para designar a presilha que mantém atada a capa de asperges.Também significa o torçal que une a estola sacerdotal sobre o peito do que dela faz uso.
      Álapa
      Uma leve tapa na face do confirmando, por ocasião da administração da crisma.
      Alva
      É uma vestimenta litúrgica, utilizada pelos bispos.
      Âmbula
      Cálice com tampa com a finalidade de conservar e distribuir as partículas consagradas.
      Amito
      É a primeira das vestes litúrgicas internas.
      Ano Litúrgico
      O ano litúrgico é formado por três ciclos: o do Natal, o Pascal e o Tempo Comum.

      Segue minha contribuição para o Mormonês:
      Ação Disciplinar: Averiguação sofrida pelo membro da igreja, onde apura-se uma possível transgressão de certos mandamentos. Esta averiguação poderá ser feita pelo bispo da ala do membro ou pela presidência e sumo conselho da estaca, dependendo da transgressão, posição eclesiástica ou ofício do sacerdócio que possui. nos dois casos, o membro é convidado a participar, onde terá a oportunidade de se defender se for o caso, e mostrar arrependimento.

  9. Mais algumas:

    1) Mestre familiar / professora visitante – acho que esses cargos só existem na Igreja Mormon;
    2) Sumo Conselho;
    3) Jack Mormon – membro que frequenta a Igreja, mas não obedece aos mandamentos;
    4) Queimar – usar as escrituras de modo agressivo, de modo a repreender alguem que esteja cometendo pecado ou que acredite em uma doutrina incorreta. Exemplo: ” O bispo fez um discurso duro acerca do dízimo e “queimou” os membros que não estão pagando o dízimo.

  10. As últimas:

    1) Hump Day – gíria para quando o missionário completa 1 ano na missão;
    2) Dividir, fazer divisão – quando os missionários tem mais de 1 palestra no mesmo dia e horário, eles tem que “fazer divisão” com os membros, uma vez que não podem ficar sozinhos.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s