Páscoa: O que dizem os Evangelhos?

Celebramos hoje a Páscoa Cristã.

Páscoa vem da palavra grega pascho, que significa “sentir” ou “viver a experiência”. Nos Evangelhos canônicos, especialmente nos relatos da Páscoa Cristã, ela foi invariadamente usada com o significado de “sofrer” ou “sentir dor” ou “viver uma experiência dolorosa ou pesarosa”. Para os autores dos Evangelhos, pascho (páscoa) significava o sofrimento e a dor que Jesus de Nazaré vivenciou no seu martírio em Jerusalém. Daí o nosso uso do têrmo Páscoa para nos referir ao martírio (sofrimento e morte) de Jesus.

Celebraremo-na considerando os quatro relatos mais antigos, e coincidentemente canonizados, da Páscoa.

Ao contrário do que a maioria dos cristãos imagina, os quatro relatos canonizados (i.e., os Evangelhos atribuídos a Marcos, Mateus, Lucas e João) não narram o mesmo evento, não se complementam, e não são mutualmente inclusivos. Todas as quatro narrativas são individuais e independentes, narrando relatos como o seu autor acreditava ou imaginava ou ouvira ter ocorrido (nenhum desses autores fora testemunha ocular — na realidade, todos os evangelhos são anônimos, e atribuições autorais surgiram décadas após suas composições).

Portanto, honramos os autores que nos legaram esses quatro relatos distintos respeitando suas independências editoriais, estudando-os como eles haviam desejado: Individual e independentemente.

Dito isso, como ocorreu a Páscoa de acordo com cada autor evangelista? Continuar lendo

Igreja Mórmon Cede, Muda Investidura

A Igreja SUD confirma, com relutância, rumores de mudanças a seus rituais templários mais sagrados de modo a torná-los menos machistas.

tempo rio de janeiro sud mórmon

Representação do futuro Templo do Rio de Janeiro © Intellectual Reserve, Inc. 2017

A mais importante ordenança religiosa no mormonismo, o ritual da investidura foi estabelecido pelo Profeta Joseph Smith em maio de 1842, aproveitando sinais, símbolos, expressões, palavras, juramentos, e temas dos rituais maçônicos aos quais fora iniciado 2 meses antes. Desde então, a ordenança recebeu algumas alterações pontuais para se acomodar melhor aos seus contextos sociais contemporâneos. As mudanças apresentadas estas semanas podem ser as mais profundas e impactantes dos últimos 177 anos.

Continuar lendo

40 Anos do Fim da Segregação Racial Mórmon

Celebramos hoje 40 anos desde o fim oficial do racismo institucional n’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Spencer Woolley Kimball, 12o Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (30 Dezembro 1973 – 5 Novembro 1985), Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos (1972-1973), Apóstolo (1943-1973)

Nessa data, há 40 anos, o Profeta Presidente da Igreja SUD Spencer Woolley Kimball anunciou publicamente que a Igreja não mais discriminaria contra negros e encerraria a política de proibir a ordenação de homens afrodescendentes ao sacerdócio, a sua inclusão em cargos de liderança, e a inclusão de homens, mulheres, e crianças negras nos cultos em seus templos sagrados.

Capa do jornal universitário The Universe da Universidade de Brigham Young (Provo, Utah) em edição extra no dia 9 de junho de 1978 anuncia acima de uma foto do Profeta-Presidente Spencer W Kimball: PRETOS RECEBEM SACERDÓCIO – Deus revela nova política a Profeta SUD

Introduzindo Segregação Racial (1852)

Se a data do fim oficial da segregação racial SUD, popularmente conhecida como “proibição ao sacerdócio”, está claramente marcada nos anais da história como 9 de junho de 1978, o seu início é um pouco mais convoluto. A data mais aceita entre historiadores é 23 de janeiro de 1852, quando Brigham Young anunciou à Continuar lendo

Leonard Arrington: Ezra Taft Benson e a Verdadeira História Mórmon

“Tive um sonho na noite de sexta de que havia sido demitido do meu cargo como Historiador da Igreja”, escreveu Leonard J. Arrington em 11 de setembro de 1972. “Isso pode ter sido provocado”, concluiu com humor, “por comer demais frango assado e/ou por um telefonema que recebi”.

Leonard J. Arrington (1917-1999) foi o primeiro não-Apóstolo, e até hoje o único não-Autoridade Geral, chamado para o ofício de Historiador da Igreja desde a instituição de tal chamado eclesiástico por Joseph Smith em 1842. Arrington ainda teve um trabalho fundamental na orientação de uma nova geração de historiadores mórmons até sua aposentadoria como Professor e Chefe de Departamento da Universidade Brigham Young (BYU).

Capa do primeiro volume de “Confissões de Um Historiador Mórmon”, editado por Gary Bergera. | Imagem: Cortesia de Signature Books.

A liberdade acadêmica e  intelectual proposta por Arrington não passou, porém, incólume. Alguns Apóstolos, como Ezra Benson, Bruce McConkie, Mark Petersen, e Boyd Packer fizeram feroz oposição ao seu trabalho, até que em 1982, ele foi desobrigado em reunião privada e seu novo substituto anunciado em Conferência Geral alguns meses depois, sem quaisquer menções ou votos de agradecimento a Arrington. Continuar lendo

O Que Esperar do Profeta Dallin Harris Oaks?

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou ontem a formação de uma nova Primeira Presidência após o recente falecimento do Profeta e Presidente Thomas Monson. O novo Presidente da Igreja SUD, como é o costume estabelecido desde 1898 quando Lorenzo Snow reorganizou a Primeira Presidência 9 dias após a morte de Wilford Woodruff, é o até então Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos Russell Nelson.

Presidente Dallin Harris Oaks, Primeiro Conselheiro da Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD sob a adminitração do Profeta Presidente Russell Nelson (à direita)

Nelson assume aos 93 anos de idade e, como era esperado, mantém um dos 2 conselheiros que serviram a seu antecessor Monson por uma década: Henry Bennion Eyring como Segundo Conselheiro. Assim como Joseph Fielding Smith há 48 anos atrás, Nelson chamou o novo Presidente do Quórum dos Doze Dallin Harris Oaks como seu Primeiro Conselheiro. Melvin Russell Ballard Jr. assumirá como Presidente Atuante dos Doze.

Da mesma maneira como Lee assumira a liderança da Igreja para um Profeta e Presidente nonagenário e frágil servindo tanto como Presidente do Quórum dos Doze e como Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência sem nunca haver servido neste quórum previamente, Oaks assumiu a liderança da Igreja SUD ontem igualmente sem jamais pertencer ao quórum presidente e obrigado a demoção de Dieter Uchtdorf com uma década de experiência. Considerando que Oaks, ainda por cima, é o primeiro na linha de sucessão no eventual falecimento de Nelson, Oaks tornou-se de facto o líder da Igreja SUD, se não o líder de jure.

O atual e futuro Profeta

Nascido Dallin Harris Oaks em agosto de 1932 em Provo, Utah, Oaks permaneceu em sua cidade natal até formar-se em Contabilidade pela Universidade de Brigham Young em 1954, quando mudou-se para Chicago, onde se formou em Direito pela Universidade de Chicago em 1957. Oaks seguiu em Chicago trabalhando em escritórios de advocacia e lecionando na mesma universidade até ser chamado pela Igreja SUD em 1971 para voltar para sua cidade natal como Presidente da Universidade de Brigham Young. Esta posição Oaks abandonou ao ser indicado pelo Governador de Utah para servir como membro da Supreme Corte do Estado de Utah em 1980, mas seu mandato durou apenas até 1984 quando foi chamado para o Quórum dos Doze Apóstolos por causa da morte de Mark E Petersen.

Em 1965 Oaks publicou artigo acadêmico demonstrando que Joseph Smith havia destruído ilegalmente a prensa do jornal Nauvoo Expositor¹. Em 1968 Oaks foi um dos fundadores da revista acadêmica mórmon Dialogue: A Journal of Mormon Thought, que incidentemente fora categorizada direta ou indiretamente como “apostasia” por vários Apóstolos como Ezra Benson, Bruce McConkie, e Boyd Packer, e serve até hoje como uma das inspirações para o Vozes Mórmons. Em 1975 Oaks publicou, com o historiador Marvin Hill, uma excelente análise do julgamento dos assassinos de Joseph Smith².

Oaks foi casado com sua namorada do colegial, June Dixon, por 46 anos com quem teve 6 filhos. 2 anos após o falecimento dela, Oaks casou-se novamente em agosto de 2000 com Kristen Meredith McMain, tornando-se na época o mais recente Apóstolo mórmon polígamo na história (até o segundo casamento do atual Profeta Russell Nelson em 2006).

O que esperar de Dallin H. Oaks como Profeta e de facto líder da Igreja SUD? Vejamos algumas notas que nós noticiamos apenas nos últimos anos a respeito dele: Continuar lendo

Venezuela Sairá da Crise com Dízimo?

O Setenta Autoridade Geral brasileiro Carlos Godoy aparentemente prometeu aos membros da Igreja SUD venezuelanos, num país que está vivendo uma das piores crises econômicas da atualidade, que se os mórmons pagarem seus dízimos adequadamente, o país passará por uma recuperação milagrosa.

Para um membro da Igreja ser considerado uma pessoa "digna", deve submeter-se à uma entrevista e provar que segue todas as regras da Igreja

Para um membro da Igreja ser considerado uma pessoa “digna”, e poder participar de seus ritos mais sagrados, deve submeter-se à uma entrevista  e provar que está pagando seus dízimos em dia

De acordo com o primeiro conselheiro da Missão Venezuela Valencia, Godoy teria prometido aos membros da Igreja: Continuar lendo

Boi, Burro e… Dragão? Desculpe, Não Havia Animais na Cena Bíblica da Natividade

De peças infantis a presépios e cartões de Natal, animais são constantes em nossa visão do nascimento de Cristo. Mas, de acordo com a Bíblia, nenhum animal estava lá. De onde todos esses animais vieram, e por que são tão centrais para a estória?

Natal Novo Testamento

A Estrada para Belém, de Joseph Brickey. | Imagem: Cortesia de lds.org

Apenas duas partes da Bíblia falam sobre o nascimento de Jesus: os Evangelhos de Lucas e de Mateus. Marcos e João ignoram a infância de Jesus e vão diretamente à sua vida adulta. Então, quão semelhantes são as narrativas de Mateus e Lucas para a versão familiar de quem presenciou um serviço religioso de Natal ou a uma peça infantil de natividade? Continuar lendo

Igreja Mórmon Inova em Caridade

Aproveitando a enorme circulação de turistas (e dinheiro) ao redor do seu icônico Templo de Salt Lake City, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias este ano decidiu inovar em suas ações humanitárias e publicitárias de Natal, instalando quatro máquinas de venda em que podem-se comprar produtos e serviços destinados a populações de países pobres.

Missionária Hope Davis em frente a uma das máquinas instaladas no Joseph Smith Memorial Building. | Imagem: Cortesia de Spenser Heaps, Deseret News.

De acordo com a reportagem do jornal Deseret News, os valores vão de US$ 5 (cerca de R$ 16) a US$ 75 (cerca de R$245): Continuar lendo

Joseph F. Smith: Sem Poligamia Não Há Exaltação

O Profeta Joseph F. Smith explicou que é impossível para um homem ser exaltado no Reino Celestial com apenas uma esposa, em discurso no histórico Tabernáculo Mórmon, em 7 de julho de 1878:

Joseph F. Smith serviu como Presidente da Igreja SUD (1901-1918), Conselheiro na Primeira Presidência (1866-1877, 1880-1887, 1889-1901), e Apóstolo (1866-1918).

Continuar lendo

Heber C. Kimball: Como Conseguir Um Casamento Celestial

O Presidente Heber C. Kimball, primeiro conselheiro na Primeira Presidência, fez os seguintes comentários para missionários em perspectiva se preparando para sair ao campo missionário sobre como se deveriam comportar para “conseguir um casamento celestial“:

Heber C. Kimball, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência (1847-1868)

Continuar lendo

Quantos Mórmons Há Em Cada Estado?

Quantos mórmons há no Brasil não é uma questão fácil de responder (veja por que aqui e aqui). Os seguintes gráficos, no entanto, baseados nas amostras do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fornecem dados concretos sobre a distribuição de membros brasileiros d’A Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias.

Os dados mais recentes da Igreja afirmam a existência de 1.326.738 membros no Brasil. Realizado em 2010 e publicado em 2012, o último censo do IBGE registrou apenas 22% dos membros reportados pela Igreja.

Jovens missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. | Foto: Acessórios Sud

população mórmon brasileira está distribuída de forma bastante irregular pelas 27 unidades da federação. Igualmente irregular é a distribuição nos estados em cada respectiva região, como mostram os gráficos abaixo. Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 2: O Período Inglês

A publicação de livros mórmons e o desenvolvimento da cultura mórmon fora dos EUA

literatura mórmon

Imagem: Jessica Ruscello

Esta apresentação examina o desenvolvimento cultural mórmon fora dos Estados Unidos, através da lente da produção e distribuição de livros. Para compreender melhor a situação atual, apresentarei uma visão geral da história da publicação de livros por e para mórmons, prestando atenção especial à publicação de livros não escritos em inglês e publicados fora dos Estados Unidos. Depois, vou examinar o ambiente atual para a publicação de livros mórmons e finalizar com alguns caminhos possíveis para o desenvolvimento da publicação mórmon fora do idioma inglês. Continuar lendo

Dinossauros Extraterrestres

Este é o primeiro post da série A Ciência da Doutrina

Eu sou um amante da ciência e acredito que ela está completamente ligada ao Evangelho, ela nos proporciona a Luz e a Verdade das coisas de Deus quanto à natureza, as “Ciências Naturais”, enquanto o Evangelho nos dá a Luz e a Verdade no campo metafísico, espiritual etc. Vejo a religião e a Ciência como duas faces da mesma  moeda, uma dá a resposta para a pergunta do “Como”: “como foi feito”, “como surgiu”, “como aconteceu”; e a religião nos dá respostas do “Por quê”, do propósito das coisas: “porque existe mortalidade”, “qual o propósito da vida”, etc.

mórmons ciência

Numa edição recente da Liahona, encontramos um excelente artigo sobre Religião e Ciência intitulado “A Ciência e nossa busca pela felicidade”  e uma citação do Élder Russell M. Nelson que gostaria de expôr aqui: Continuar lendo

Prêmio Pulitzer à Cobertura de Estupros em Escola Mórmon

O Prêmio Pulitzer de 2017 na categoria “reportagem local” foi anunciado para a equipe de jornalistas do The Salt Lake Tribune pela cobertura do acobertamento por líderes e autoridades mórmons de estupros e violência sexual contra alunas da universidade da Igreja Mórmon.

O Prêmio Pulitzer foi estabelecido em 1917 pelo jornalista Joseph Pulitzer, fundador e/ou dono dos então famosos periódicos St Louis Post Dispatch e New York World (respectivamente), para celebrar a excelência em coberturas e investigações jornalísticas, além das letras e artes.

Medalhão do Prêmio Pulitzer

Pulitzer estabeceleu um fundo para não apenas fundar a Faculdade de Jornalismo da Universidade de Columbia, em Nova Iorque, como separou outro para permitir à Columbia estalecer e financiar um comitê que anualmente julgasse os méritos de jornalistas e escritores e premiasse os trabalhos extraordinários para aquele ano. Atualmente julga-se em 21 categorias distintas (e.g., jornalismo local, jornalismo investigativo, jornalismo explanatório, jornalismo nacional, jornalismo internacional, jornalismo editorial, notícias de última hora, etc.), e os premiados recebem, além de enorme prestigio e reconhecimento internacional, uma medalha de ouro e um prêmio de USD 15 mil.

O anúncio oficial do prêmio de 2017, uma mordaz condenação da postura mórmon, diz simples e diretamente: Continuar lendo