El, Jeová e Elohim

Uma informação e uma provocação

Na Bíblia hebraica, o nome Elohim ocorre 2570 vezes, enquanto YHWH (“Jeová”) aparece em 6823 vezes. Já o termo El aparece apenas 238 vezes. No entanto, o uso desses termos é muita vezes combinado, sugerindo a identidade única de Jeová e Elohim. Isso evidentemente passa despercebido a leitores de traduções para o português ou outras línguas ocidentais, uma vez que essas traduções acabam por uniformizar os nomes e esconder o uso dos nomes originais.

Tetragrammaton (YHWH) escrito em alfabeto paleo-hebraico no pergaminho 8HevXII, datado do primeiro século EC

Observemos esta passagem de Deuteronômio, de acordo com a tradução de Ferreira de Almeida:

Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível

A tradução acima não nos permite ver que o verso utiliza os nomes YHWH, Elohim e El para fazer referência, nesse caso, à mesma deidade. Conservando os nomes distintos do texto hebraico, teríamos o mesmo versículo reescrito da seguinte forma:

Pois Jeová, vosso Elohim, é Elohim de Elohim(s), e Adonai de Adonais, o grande El poderoso e terrível

Cientes dessas discrepâncias entre textos originais e traduzidos, podem os santos dos últimos dias ainda sentirem-se confiantes de identificar Cristo como o (único) ser identificado como Senhor ou Jeová? Ou seria adequado rever tal generalização?

Leia também: Vinho no sacramento

30 comentários sobre “El, Jeová e Elohim

  1. Irmão Teixeira, a Tradução do Novo Mundo, aquela que um irmão afirmou aqui que não é tradução, diz acerca de Deut 10:17:

    “Pois, Jeová, vosso Deus, é o Deus dos deuses*# e o Senhor dos senhores,** o Deus***## grande, poderoso e atemorizante###, que não trata a ninguém com parcialidade,#### nem aceita suborno.****#####”

    Coloquei os asteriscos e sinais de jogo da velha para transmitir as notas e textos relacionados apontados diretamente nela como forma de facilitar a leitura dela.

    _______
    * “O Deus dos deuses.” Ou “Deus de deuses”. MSam(hebr.): ’Elo·héh ha·’elo·hím; gr.: The·ós ton the·ón; lat.: Dé·us de·ó·rum.
    # Êx 18:11; 2Cr 2:5; Sal 97:9.

    _______
    ** “E o Senhor dos senhores.” Ou “e o Senhor de senhores”. Hebr.: wa·’Adho·néh (pl. para denotar excelência) ha·’adho·ním; gr.: Ký·ri·os ton ky·rí·on; lat.: Dó·mi·nus do·mi·nán·ti·um, “Senhor dos que dominam”.
    ## Sal 136:3

    _______
    *** Ou “o [verdadeiro] Deus”. MSam(hebr.): ha·’Él; gr.: ho The·ós; lat.: Dé·us. Veja Ap. 1G.

    _______
    ### Deut 7:21; Ne 1:5; 9:32.

    _______
    #### Jó 34:19; At 10:34; Ro 2:11; Ef 6:9.

    _______
    **** Ou “presente”.
    ##### 2Cr 19:7.

    ___________________________________________. . . .

    Já nós, as Testemunhas de Jeová ligadas às Testemunhas dos Deuses Santos, traduziremos assim o mesmo texto, conforme Tradução dos Deuses Santos das Escrituras Sagradas:

    “Pois, Jeová, vossos Deuses, são os Deuses dos deuses* e os Senhores dos Senhores,** o Deus*** Grande, poderoso e atemorizante, que não trata a ninguém com parcialidade, nem aceita suborno.”

    _______
    * Eles, os Deuses de verdade, são maiores que quaisquer deuses de invenção, de pedra, madeira ou de barro, humanos.

    ** Eles são verdadeiros Senhores, em comparação com os senhores humanos.

    *** Aqui, no singular (ha·’Él), um dos Deuses (’Elo·hím) – muito provavelmente referindo-se ao maior de todos os Deuses Jeová – o “Deus dos Deuses”.

    Ótimo tema e não pare de postar seus estudos – são muito instrutivos e oportunos.

    ATT,

    Apóstolo das Testemunhas dos Deuses Santos – Testemunha de Jeová

      • Sim, irmão. Desculpe a demora em vir aqui dá essa resposta.

        Através de meus estudos bíblicos vim a saber que os termos plurais para os Deuses só podem significar uma coisa: eles são muitos Deuses e levam todos o mesmo nome-título, “Jeová” (YHWH).

        Por exemplo, quando lemos que um Deles ‘desceu’ para examinar a torre de Babel e logo que voltou, disse aos Demais de seus co-iguais: “vamos, desçamos e confundamos a língua deles para que não escutem mais um ao outro . . . ” – Gênesis . . .

        O que achamos de textos como este? Será que continuaremos a crer na singularidade quando eles mesmos conversam entre si? E quando decidiram ‘expulsar Adão do paraíso’? Novamente discutiram entre si o que fariam naquele caso.

        Assim, é verdade, os Deuses são mesmo muitos. Jesus Cristo, embora em sua existência como um humano, era um dos Deuses antes disso e, após ser ressuscitado, voltou à sua condição de um dos Deuses – muito mais que isso, ‘foi-lhe dada autoridade sobre os céus e sobre a Terra’. Nesse sentido, maiores responsabilidades lhe conferem o nome-título de Jeová. Sim, Jesus é agora um dos Todo-Poderosos Deuses Jeová – bendito seja ele para todas as eternidades em que ele existir, pois, com seu ato corajoso em defesa da vida humana, deu sua vida como resgate também por mim.

        Apóstolo TDS

      • Shemá Isra’El, Yahwéh eloheino, Yahwéh yehud! Escuta Isra’El (povo de Elohay) Yahwéh é Um, Yahwéh é o único! Não há mais que Um. Só Um. Quando vemos o termo Elohim, pensamos que talvez seja o plural de Elohá, Elohay. Mas na verdade este nome se refere a manifestação de elohá em todo seu verdadeiro povo. Elohá em mim e em você. Somos Elohim em miniatura. Elohá quando manifestado em nós, é Elohim. Você amado irmão (achi) yahudi é Elohim manifestado na multiplicidade. Ele é o Um no Verso. Elohim. Yahwéh nun ca deveria ter sido traduzido por ser Nome próprio. Também não existe “J” em hebraico e nem sua pronuncia. Esqueça o termo jeová. Shema Isra’El, Adonai Eloheino, Adonai Yehud!

      • Desculpe de novo João Roberto… Mas aqui ao responder o Antônio você comete um erro gravíssimo… A Shema não finaliza com Yehud… E sim “Echad”… Cuidado para não distorcer as palavras da Torah porque o S’nhor não toma como inocente que o faz… Está a ensinar coisas erradas em sua exposição… Precisa estudar mais profundamente estes temas.
        Abraço

  2. Shalom aleichem! (Shalom seja com todos) Pois bem amados, existe uma tradução das Escrituras vinda direto hebraico. Se alguém quiser é só escrever para o meu email <> Também gostaria de dizer o que eu penso sobre o Nome do Eterno. YHWH, o tetragrama se pronuncia Yahwéh. Esta pronúncia foi escondida pelos judeus até recentemente. “Não tomarás O Nome do Senhor vosso Elohim em vão”. Pois bem! Agora que sabemos o Nome do Aba (Pai), só precisamos juntar este Nome com a palavra “salva” em hebraico.
    Assim: YHWH (YaHWéH Shua) E teremos YaHWsHua! Este é O Nome. Quanto ao fato de uma pessoa ter orado em Nome de Jesus por desconhecer o Nome, nada tem haver. O Eterno recebe todas as orações e as atende a seu tempo desde que sejam direcionadas a Ele. É a intenção que importa e não o som gutural. Ele mesmo escondeu o seu Nome. Ele é Aquele que se esconde: “Aquele que habita onde se esconde o Altíssimo / e passa a noite à sombra do Soberano. Do SENHOR eu digo: Ele é meu refúgio, minha fortaleza, meu Elohim: nEle confio!” Sl.91:1. Em Gilyahna – גלינא – Revelação 2:17b le-mos: “Eu hei de lhe dar a comer do maná escondido, e lhe darei uma pedra branca, e na pedra branca escrito um nome renovado, o qual, nenhum homem conhece, a não ser aquele que o recebe”. Um novo Nome de poder para os últimos dias. Não para confusão, idolatria denominacionalismos, discussões de falsa teologia. Mas um Nome Imaculado para seu povo resistir a tribulação e o anticristo, falso messias que já está entre nós. Por tanto, nem Jesus, nem Jeová. Pois não existe “J” ou sua equivalência nos quadrados (letras) hebraicos. Nem tão pouco Yeshua que é Jesus transliterado para o hebraico e quer dizer o cavalo salva. A palavra deus mesmo, vem do grego Zeus. É uma divindade grega. A Toráh proíbe orar para outro Elohim. Da palavra devs no latim, veio a palavra devil no inglês, diabo. Como as pessoas vão saber tudo isso? Bem, eu tenho pra mim que se você sabe, deve ensinar. E se sabe e puder evitar de pronunciar o nome erradamente principalmente em suas orações então muito bem. Mas Nosso Amado Pai Celestial nunca deixará de atender uma prece dirigida a Ele por uma alma aflita, que nunca tenha lido os rolos de Kumran. Que nunca tenha estudado hebraico. Shalom, shalom.

    • Essas pseudo-etimologias seriam engraçadas, se não fosse triste ver que há pessoas que estão convencidas de sua veracidade.
      a) O nome Jesus em português e em outras línguas indoeuropeias vem do grego Iêsus, que é uma transliteração imperfeita do original hebraico Yehoshua: Josué, em português, Joshua em inglês. Não sei como alguém pode ter chegado à ideia de que signifique “cavalo salva”.
      b) A palavra latina “deus” não vem do grego “Zeus”. Em latim, diz-se “deus”, em grego, “theós” – esse o parentesco (o latim não é derivado do grego, mas ambos os idiomas têm a mesma origem linguística, pertencem à mesma família linguística, a indoeuropeia). “Deus” vem de uma raiz indoeuropeia com o signifcado de “brilhar”, “iluminar”, e Zeus, como se deveria saber, é uma divindade grega que tem estreita ligação com os céus (não os imaginados, mas os reais, os que vemos quando olhamos para cima ao ar livre). As palavras são relacionadas, sim, mas uma não deriva da outra.
      c) A palavra inglesa “devil” (diabo) não é derivada da palavra “deus”, mas tem sua origem no grego “diábolos”, que em latim virou “diabolus”, do qual foi criada a palavra “deofol” em velho-saxão (inglês arcaico), que acabou dando “devil” em inglês moderno.
      d) Alguém disse que a palavra inglesa “God” é “dog” ao contrário, provavelmente querendo dizer que é um outro termo para “diabo”, que em português pode ser chamado também de “cão”. Então: a palavra “god” não vem de “dog”. A palavra alemã “Gott” não é “TTog” ao contrário, e Ttog não existe. E assim por diante.

      Em resumo: se vocês se interessam por etimologia, então que a façam de maneira séria, sem cair em desvarios como estes que estou lendo nesta discussão.

  3. Em cada função Ele tem um Nome pelo qual atende nossas necessidades.
    Os Nomes pelos quais são chamados o Pai Eterno: Elohim – vem do significado da raiz ul “para ser forte.” El primeiro significava força e, em seguida, o forte. Este nome transmitiu a idéia do poder de Deus. Gradualmente, foi alongado para El Elohim. Este termo fala de YHWH como o criador de tudo o que é. Gênesis 1:1 Elohim criou o sol, a lua e as estrelas. É também um nome plural que não significa que há muitos Elohim, mas sim que Ele possui todos os atributos divinos possíveis e poder. Elohim é maior do que todos os falsos deuses Salmo 97:9, mas também reconhecendo que esses deuses não são reais. Salmo 96:5.
    El Shadai – significa “Elohim Todo-Poderoso”. Na sua forma completa é encontrado seis vezes no Pentateuco e uma vez em Ezequiel. (Gênesis 17:1, 28:3, 35:11, 43:14, 48:3, Êxodo 06:03, Ezequiel 10:05). Foi o nome usado no tempo dos Patriarcas. A forma abreviada de Shaddai é encontrada com mais freqüência no Antigo Testamento e usado cerca de 30 vezes em Jó apontando para data próxima Jó. A palavra vem de uma Shaddai Sadad raiz da palavra que significa “para lidar com a violência”. Ele transmite a idéia do Todo Poderoso. Aquele que está acima de todos os sheds ou demônios.
    El Elyon – Altíssimo. Ele aparece pela primeira vez na conta do encontro de Abraão com Melquisedeque que é descrito como “Sacerdote do Elohim Altíssimo.” Gênesis 14:18 El Elyon também é mencionado na rebelião de Satanás. Satanás disse que queria ser como El Elyon. Isaías 14:14 Este nome traduz a idéia do governo de Yahwéh e Sua soberania.
    El Olam – Esse nome veio a significar o imutável e eterno. Gênesis 21:33 A palavra Olam originalmente significava o que estava oculto ou escondido como em ser desconhecido. Os judeus falam do futuro em termos de Olam ou eternidade ou eterno. Elohim Eterno. Soberano do Universo ou do Mundo.
    Yahwéh Yireh – Aquele que fornece Yahwéh de Providencia. Yireh uma forma do verbo comum Ra’ah (“ver”). Em Gênesis 22:07, quando Isaque perguntou a Abraão onde estava o cordeiro para o holocausto e Abraão respondeu: ‘Yahwéh proverá”, ele estava declarando que Elohim tinha tudo sob Seu controle e daria o que era necessário no momento certo . TUDO!
    El Roi – El meu Pastor ou Aquele que apascenta.
    Elohim Qadoshim – Elohim Santo
    Yahwéh Sevaoth – O Eu Sou dos Exércitos dos Exércitos
    Yahwéh Nissi – Yahwéh nossa Bandeira
    Yahwéh M’Kadoshem – O Senhor que santifica
    Yahwéh Rapha (Yahwéh Rofechah) – Yahwéh que te cura
    Yahwéh Tsidkenu – Yahwéh nossa Retidão. Da raiz Tsedeque
    Yahwéh Shalom – Yahwéh nossa paz
    Yahwéh Shamá – Yahwéh que está lá. Em qualquer circunstancia e onde quer que você vá, Ele estará sempre presente. Ele irá na sua frente.
    Eloha – Elohim no aramaico.
    Emanu’El – El conosco.
    El – Elohim no singular.
    El-Elohe-Ysra’El – Elohim, o El de Israel.
    Yahwshua – Yahwéh Poupa, Yahwéh Salva. Único Filho gerado diretamente de YHWH para ser nosso Mashiach. Alel’u’Yah! Louvado seja Yahwéh!

    • Shalom Cristiane! Explique melhor o que você não entendeu para que eu possa te esclarecer as dúvidas. Meu contato é: 012-88340068, onde poderá mandar um torpedo eu te envio meu e-mail, caso deseje receber outros estudos.

  4. Antônio,

    .A erudita britânica Margaret Barker (Metodista), em seu livro “The Great Angel: A Study of Israel’s Second God” (assim como outros eruditos bíblicos do VT) acredita que na antiga Israel Elohim ou El e Jeová eram originalmente considerados deidades separadas. El era o Deus altíssimo, enquanto Jeová era o anjo chefe entre os “filhos de El”.
    Segunda ela, após o exílio babilônico, reformadores deuteronomistas, apoiados pelo então rei Josias, passaram a promulgar a idéia de que somente havia um único Deus, e conseqüentemente, El e Jeová foram fundidos em um único Deus, Jeová no texto hebraico.
    Estas mudanças realmente ocorreram e são evidentes em várias passagens das escrituras quando comparamos o texto masorético do VT com o texto grego da Septuaginta ou com os pergaminhos do Mar Morto.

    fonte: http://pt.scribd.com/doc/133986489/Margaret-Barker-The-Great-Angel-A-study-of-Israel-s-Second-God

    • Olá irmão Marcelo. Primeiro sem desmerecer a erudita Margaret, quero dizer que entendo que em 199 e poucos ainda não havia facilidades para se achar informações sobre o verdadeiro Nome de YHWH. “J” não existe em hebraico e nem sua pronúncia. God é dog de trás pra frente. Deus vem de Devs, que acaba sendo raiz etimológica de de deval em inglês. El é o mesmo que Eloim abreviado, e é a função de YHWH. Ele é o Elohim de Isra’El. YHWH se pronuncia Yárruéh e se translitera assim: Yahwéh. Velho Testamento não existe. O termo correto é Antigo Testamento. Nove Testamento tão pouco existe. O termo é Testamento ou Aliança Renovada. Por tanto Jeová é apenas uma forma incorreta de pronunciar o Nome YHWH. Jesus também nunca existiu e nem sua transliteração para o hebraico Yeshua: (o cavalo salva) O Nome do Filho é Yahwshua que quer dizer literalmente Yahwéh salva. YaHW sHua. Abraços E shalom alev achi!

      • Acompanhei todos os seus posts João Roberto creio que você conhece um pouco de hebraico, mas algumas coisas estão bem incorretas… Por exemplo, Yeshua traduzido como o cavalo salva, beira um absurdo porque cavalo em hebraico é sus, você está pegando o nome Jesus tirando o J e usando o termo praticamente no espanhol = Iesus, para usar a parte final SUS… Para mim está forçando e ensinando errado… Está cometendo uma atrocidade para com a Torah… Vamos começar a falar sério?

        Abraço

    • Olá irmão Marcelo. Primeiro sem desmerecer a erudita Margaret, quero dizer que entendo que em 1990 e poucos ainda não haviam facilidades para se achar informações sobre o verdadeiro Nome de YHWH. “J” não existe em hebraico e nem sua pronúncia. God é dog de trás pra frente. Deus vem de Devs do latim, que acaba sendo raiz etimológica de deval em inglês. El é o mesmo que Eloim abreviado, e é a função de YHWH. Ele é o Elohim de Isra’El. YHWH se pronuncia Yárruéh e se translitera assim: Yahwéh. Velho Testamento não existe. O termo correto é Antigo Testamento. Novo Testamento tão pouco existe. O termo é Testamento ou Aliança Renovada. Por tanto Jeová é apenas uma forma incorreta de pronunciar o Nome YHWH. Jesus também nunca existiu e nem sua transliteração para o hebraico Yeshua: (o cavalo salva) O Nome do Filho é Yahwshua que quer dizer literalmente Yahwéh salva. YaHW sHua. Abraços e shalom alev achi!

      • Desculpe, mais uma vez João Roberto, alguns erros… O link para o vídeo abaixo mostra um estudo sério para o nome de Jesus…

        Os que ficaram com dúvidas após sua explicação deveriam assistir a forma correta neste vídeo

        Abraços

  5. Nunca duvidei que houve outros mundos, outros Seres Celestiais criando outros mundos nos muitos Universos existentes.
    Mas não torno esses assuntos discutíveis no meio SUD, se ainda estamos tendo dificuldades em crer no arrependimento e na expiação, conceitos tão fundamentais.
    Por isso, o que sei guardo pra mim, e em algum dia nesta existência verei o que Moisés viu e poderei dizer: “Estou maravilhado, mas não surpreso”!

  6. este site é umprato cheio para criticos e antimormons.. me envergonho de ver .. idéias descabidas que causam mais danos. e confusão.. do que edificar. aqeles que estao sendo bombardeados com enchurradas de informaçoes. duvidosas e sem base

    • Gabriel, choramingos à parte, você tem algum argumento racional ou algum raciocínio coerente a oferecer sobre o tópico em questão?

      Aliás, você coerente e especificamente citar e demonstrar um único exemplo de “idéia descabida” e uma única informação “duvidosa e sem base”. Cite, por favor, e argumente porque você julga válido assim o classificar.

      (Enxurrada escreve-se com “x”)

  7. afinal essa é uma guerra de palavras. por assim dizer. Tem muita coisa que foi perdida. e alterada, em uma época muito remóta, pela qual apenas arranhamos. traduçoes de linguas antigas. e o nome de Deus que foi disputado. por várias religioes da antiguidade, basta alterar uma virgula e logo toda a conta vai estar errada, na mente de algumas pessoas . mas. de qualqer forma. o Espirito sabe de todas as coisas,,. me associo a ele. e quanto a vc seu Macello.. agora aprendi que enxurrada se escreve com X” .. Tank perdão pelos erros de escrita

    • Não, Gabriel. Não é uma guerra de palavras. Você postou um comentário cheio de acusações e lamúrias desconexas e incoerentes, e eu lhe respondi pedindo que fizesse um argumento coerente e lógico baseando-se em exemplos específicos e claros. Agora você posta outro comentário cheio de mais lamúrias e ideias desconexas e incoerentes, sem um único argumento ou ideia coerente, e sem basear-se em nenhum fato ou exemplo específico.

      Então, eu vou lhe pedir mais uma vez: Se você tem algum comentário a fazer sobre o tema explorado no artigo acima, ou nos temas debatidos nos comentários logo abaixo, dirija-se de maneira clara e coerente, argumente sua ideia de maneira concatenada e cite exemplos ou fatos específicos e relevantes.

      (Remota não leva acento agudo, pontuações como vírgulas e pontos nos lugares certos ajudam bastante, e obrigado é inglês é “thanks”.)

    • Não, não é um erro. É justamente isso o que ocorre na Bíblia Hebraica. El e Yahweh são deuses diferentes em textos distintos escritos por autores distintos, que nos períodos da Reforma dos Cohens e da Exílio Babilônico acabaram se fundindo em um único Deus.

      Eu sei que isso pode parecer um conceito novo pra muitos de nossos leitores Mórmons. Mórmons, afinal, não estudam a Bíblia. Mas isso é um princípio histórico e textual básico em qualquer curso de estudos bíblicos. Matéria da primeira semana.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s