Manual SUD Distorce Palavras de Lorenzo Snow

O manual dominical da Igreja SUD Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Lorenzo Snow, publicado em 2011, distorce as palavras do Profeta para deixá-las mais palatáveis à posição oficial da Igreja atual.

Lorenzo Snow serviu como Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (1898-1901), Conselheiro na Primeira Presidência (1873-1877), Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos (1889-1898), e Apóstolo (1849-1898)

Lorenzo Snow, 5° Presidente d´A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, pregou sobre o pagamento de dízimo na Conferência Geral de outubro de 1899 com essas palavras (ênfases nossas):
Continuar lendo

Diretor de Filmes do Templo Mórmon Indiciado por Pedofilia, 2ª Criança

O diretor contratado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias para dirigir os três filmes que passavam nas sagradas ordenanças de investiduras em seus templos, Sterling Van Wagenen, foi indiciado este mês por pedofilia e abuso sexual de uma segunda criança, uma menina entre 7 e 9 anos de idade.

Van Wagenen, que havia sido exposto há 2 meses por ter sido  gravado em áudio¹ confessando ao menos um caso de pedofilia e abuso sexual de menor, ocorrido cerca de 20 anos antes de sua comissão apostólica, agora responderá criminalmente pelo abuso sexual de criança ocorrido há apenas 4 anos.

Sterling Van Wagenen. (Foto: IMDB)

Plenamente ciente das acusações de pedofilia e abuso sexual infantil de quase 30 anos atrás, a Igreja SUD limitou-se apenas a uma punição eclesiástica restrita e temporária (mais abaixo) enquanto pressionara a família da vítima a não prestar queixas criminais, após o que louros sociais e prestígio religioso que permitiram-lhe que abusasse de outra criança.

Prestígio entre Mórmons

As ordenanças do templo são tão sagradas para a fé mórmon que apenas membros considerados “dignos” podem sequer frequentar os templos e participar de suas ordenanças, e deles se exige absoluta discrição para nunca se discutir, que dirá descrever, tais ordenanças fora dos templos. Assim contextualiza-se a confiança da alta liderança apostólica da Igreja depositada nos ombros do homem responsável por produzir e dirigir os filmes que proveem a narrativa em tais ordenanças para uso em todos os templos mundo afora.

A Igreja SUD utilizava dois filmes, produzidos no final da década de 1980, para suas ordenanças templárias. Em 2013, a Igreja SUD lançou três novos e modernizados filmes para substituí-los, todos produzidos e dirigidos pelo pedófilo e estuprador confesso Van Wagenen. No começo do ano, a Igreja alterou partes doutrinárias das ordenanças para reduzir a percepção de misoginia, e consequentemente alterou sua apresentação, substituindo os filmes de Van Wagenen por slides estáticos destes mesmos filmes.

Além dessa profunda honra eclesiástica, Van Wagenen também produz filmes que a produtora da Igreja SUD compra para distribuir, como a ficção histórica de 2018 Jane e Emma. Ele ainda foi um dos co-criadores do festival Sundance, que fez de Utah uma parada obrigatória do cinema mundial.

Os Abusos
Continuar lendo

Igreja Mórmon Ainda Não Aceita Casais do Mesmo Sexo – mesmo que ainda não barrem suas crianças

Os principais líderes d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias reverteram uma política que impedia que filhos menores de idade de casais do mesmo sexo se juntassem à igreja e participassem de seus rituais sagrados desde 2015.

Presidente Russell M. Nelson, meio, durante Conferência Geral em abril de 2019 (FOTO: AP/Rick Bowmer)

Muitas igrejas conservadoras se opõem às relações do mesmo sexo e o fazem com intensidade crescente desde a segunda metade do século 20. No caso dos Santos dos Últimos Dias, as razões para se opor ao casamento entre pessoas do mesmo sexo baseiam-se em sua teologia de uma “família real”, como queria Deus.

No entanto, como um estudioso de gênero e sexualidade no mormonismo, eu proponho que a decisão de impedir crianças de pais do mesmo sexo da igreja estava ligada à luta conservadora contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo que estava encontrando uma crescente aceitação na época em tribunais e em outros lugares. Continuar lendo

Diretor de Filmes do Templo Mórmon Confessa Pedofilia, Abuso Sexual

O diretor contratado pela Igreja SUD para dirigir os três filmes que passavam nas sagradas ordenanças de investiduras em seus templos, Sterling Van Wagenen, foi gravado em áudio¹ confessando ao menos um caso de pedofilia e abuso sexual de menor, ocorrido cerca de 20 anos antes de sua comissão apostólica.

Sterling Van Wagenen. (Foto: IMDB)

As ordenanças do templo são tão sagradas para a fé mórmon que apenas membros considerados “dignos” podem sequer frequentar os templos e participar de suas ordenanças, e deles se exige absoluta discrição para nunca se discutir, que dirá descrever, tais ordenanças fora dos templos. Assim contextualiza-se a confiança da alta liderança apostólica da Igreja depositada nos ombros do homem responsável por produzir e dirigir os filmes que proveem a narrativa em tais ordenanças para uso em todos os templos mundo afora.

A Igreja SUD utilizava dois filmes, produzidos no final da década de 1980, para suas ordenanças templárias. Em 2013, a Igreja SUD lançou três novos e modernizados filmes para substituí-los, todos produzidos e dirigidos pelo pedófilo e estuprador confesso Van Wagenen. No mês passado, a Igreja alterou partes doutrinárias das ordenanças para reduzir a percepção de misoginia, e consequentemente alterou sua apresentação, substituindo os filmes de Van Wagenen por slides estáticos destes mesmos filmes.

Além dessa profunda honra eclesiástica, Van Wagenen também produz filmes que a produtora da Igreja SUD compra para distribuir, como a ficção histórica de 2018 Jane e Emma. Ele ainda foi um dos co-criadores do festival Sundance, que fez de Utah uma parada obrigatória do cinema mundial.

O Abuso
Continuar lendo

A Lua e os Profetas Mórmons

Hoje é dia de eclipse total da Lua com “superlua”.

Em celebração a esse singular evento astronômico, vamos discutir como assisti-lo e a importância história do nosso único satélite natural para os profetas mórmons.

Superlua fotografada nos céus da Bretanha. (Fotografia por Owen Humphreys/PA)

Superlua fotografada nos céus da Bretanha. (Fotografia por Owen Humphreys/PA)

O fenômeno astronômico de hoje deve ser interessante pelo espetáculo visual e pela oportunidade de aprendizado científico. Eclipses lunares ocorrem quando a Terra, em sua órbita ao redor do Sol, posiciona-se temporariamente entre o Sol e a Lua, projetando sua sombra em seu satélite natural, a Lua, bloqueando os raios solars sobre ela.  E, por causa de fenômenos atmosféricos terrestres, para observadores na Terra a Lua parece mudar de cor para tons bíblicos:

“Em todo eclipse lunar total se observa a chamada “lua de sangue” – termo usado popularmente, mas não adotado tecnicamente pelos astrônomos, e que se refere ao tom avermelhado que a Lua assume quando entra na fase máxima de sombreamento. Essa mudança de cor é provocada pelos mesmos fatores que fazem o céu ser azul.

O eclipse de hoje começa, em sua fase de penumbra, aos 00h36, no horário de Brasília, e será visível em todo território brasileiro. A fase da umbra, em que a sombra do Sol começa a ser observada na superfície da Lua, começa à 01h33, chegando em sua fase total máxima às 03h12. A fase total deve terminar às 03h43, a fase parcial às 04h50, e fase de penumbra às 5h47.

O evento poderá ser acompanhado a olho nu, desde que se tenha um céu livre de nuvens e uma boa visão do céu na direção norte e noroeste. A fase de penumbra inícia-se aproximadamente ao norte (um pouco ao leste de norte) e a 43 graus de altitude (imagine o horizonte em zero grau e o zênite, diretamente acima da sua cabeça, aos 90 graus), a fase de umbra inicia-se ao norte e a 45 graus de altitude, e o eclipse total inicia-se a noroeste e 36 graus de altitude.

Quem não puder ou não conseguir assisti-lo a olho nu, pode acompanha-lo ao vivo aqui:

Espetáculos astronômicos não obstantes, mórmons muitas vezes se interessam mais pela Lua por causa de profecias. Vejamos algumas delas: Continuar lendo

Igreja Mórmon Cede, Muda Investidura

A Igreja SUD confirma, com relutância, rumores de mudanças a seus rituais templários mais sagrados de modo a torná-los menos machistas.

tempo rio de janeiro sud mórmon

Representação do futuro Templo do Rio de Janeiro © Intellectual Reserve, Inc. 2017

A mais importante ordenança religiosa no mormonismo, o ritual da investidura foi estabelecido pelo Profeta Joseph Smith em maio de 1842, aproveitando sinais, símbolos, expressões, palavras, juramentos, e temas dos rituais maçônicos aos quais fora iniciado 2 meses antes. Desde então, a ordenança recebeu algumas alterações pontuais para se acomodar melhor aos seus contextos sociais contemporâneos. As mudanças apresentadas estas semanas podem ser as mais profundas e impactantes dos últimos 177 anos.

Continuar lendo

Presidência da Área Brasil Responde a Eventos de Santa Catarina

A Presidência da Área Brasil da Igreja SUD reagiu aos eventos recentes de Santa Catarina quando um grupo de mórmons participou de uma reunião de testemunhos para testificar de profetas e revelações fora da hierarquia eclesiástica formal.

Foto do Templo SUD de São Paulo (© Vozes Mórmons)

Em nota oficial emitida no dia seguinte em que cobrimos esses eventos aqui, a liderança máxima da Igreja SUD no Brasil estabelece regras claras a líderes locais de como restringir o tempo livre para testemunhos apenas para membros da Igreja, designar voluntários para estarem sempre prontos para filmar ocorrências, e diretrizes de como lidar com tais expressões de fé e crença que sejam heterodoxas.

Leia aqui o memorando interno distribuído para todos os Setentas, Presidentes de estaca, distrito e missão; bispos e presidentes de ramo d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Continuar lendo

40 Anos do Fim da Segregação Racial Mórmon

Celebramos hoje 40 anos desde o fim oficial do racismo institucional n’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Spencer Woolley Kimball, 12o Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (30 Dezembro 1973 – 5 Novembro 1985), Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos (1972-1973), Apóstolo (1943-1973)

Nessa data, há 40 anos, o Profeta Presidente da Igreja SUD Spencer Woolley Kimball anunciou publicamente que a Igreja não mais discriminaria contra negros e encerraria a política de proibir a ordenação de homens afrodescendentes ao sacerdócio, a sua inclusão em cargos de liderança, e a inclusão de homens, mulheres, e crianças negras nos cultos em seus templos sagrados.

Capa do jornal universitário The Universe da Universidade de Brigham Young (Provo, Utah) em edição extra no dia 9 de junho de 1978 anuncia acima de uma foto do Profeta-Presidente Spencer W Kimball: PRETOS RECEBEM SACERDÓCIO – Deus revela nova política a Profeta SUD

Introduzindo Segregação Racial (1852)

Se a data do fim oficial da segregação racial SUD, popularmente conhecida como “proibição ao sacerdócio”, está claramente marcada nos anais da história como 9 de junho de 1978, o seu início é um pouco mais convoluto. A data mais aceita entre historiadores é 23 de janeiro de 1852, quando Brigham Young anunciou à Continuar lendo

Vídeos Vazados do Novo Apóstolo Gerrit Gong

Um membro da Igreja SUD anônimo vazou diversas gravações em vídeo e áudio de reuniões privadas dos Apóstolos d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em outubro de 2016.

Ulisses Soares e Gerrit Gong durante a 188a Conferência Geral da Igreja SUD (Foto: Rick Egan | The Salt Lake Tribune)

As reuniões documentadas nos 15 vídeos publicados mostram os Apóstolos recebendo briefings ou instruções sobre atualidades (e.g., política, economia, tendências sociais, noticiário, etc.), tecendo comentários ou fazendo perguntas em um ambiente mais íntimo e informal. Além de importante documentação das interações privadas dos líderes máximos da Igreja SUD, notamos nelas a intimidade e confiança que o então Setenta Autoridade Geral e, desde anteontem, novo Apóstolo Gerrit W. Gong, gozava com a cúpula da Igreja. Ele é o apresentador que mais aparece nesses vídeos filmados entre 2007 e 2011.

Assista os vídeos aqui. Estamos republicando apenas os vídeos onde o atual Apóstolo Gong aparece educando os Profetas e Apóstolos em atualidades, demonstrando inteligência e conhecimentos gerais espantosamente ausente entre seus novos colegas. Alguns comentários iniciais acompanham-nos abaixo, e ao final uma transcrição de um diálogo entre Gong e Packer que talvez ofereça uma ilustração sobre que tipo de Apóstolo Gong será.  Continuar lendo

Leonard Arrington: Ezra Taft Benson e a Verdadeira História Mórmon

“Tive um sonho na noite de sexta de que havia sido demitido do meu cargo como Historiador da Igreja”, escreveu Leonard J. Arrington em 11 de setembro de 1972. “Isso pode ter sido provocado”, concluiu com humor, “por comer demais frango assado e/ou por um telefonema que recebi”.

Leonard J. Arrington (1917-1999) foi o primeiro não-Apóstolo, e até hoje o único não-Autoridade Geral, chamado para o ofício de Historiador da Igreja desde a instituição de tal chamado eclesiástico por Joseph Smith em 1842. Arrington ainda teve um trabalho fundamental na orientação de uma nova geração de historiadores mórmons até sua aposentadoria como Professor e Chefe de Departamento da Universidade Brigham Young (BYU).

Capa do primeiro volume de “Confissões de Um Historiador Mórmon”, editado por Gary Bergera. | Imagem: Cortesia de Signature Books.

A liberdade acadêmica e  intelectual proposta por Arrington não passou, porém, incólume. Alguns Apóstolos, como Ezra Benson, Bruce McConkie, Mark Petersen, e Boyd Packer fizeram feroz oposição ao seu trabalho, até que em 1982, ele foi desobrigado em reunião privada e seu novo substituto anunciado em Conferência Geral alguns meses depois, sem quaisquer menções ou votos de agradecimento a Arrington. Continuar lendo

O Que Esperar do Profeta Dallin Harris Oaks?

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou ontem a formação de uma nova Primeira Presidência após o recente falecimento do Profeta e Presidente Thomas Monson. O novo Presidente da Igreja SUD, como é o costume estabelecido desde 1898 quando Lorenzo Snow reorganizou a Primeira Presidência 9 dias após a morte de Wilford Woodruff, é o até então Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos Russell Nelson.

Presidente Dallin Harris Oaks, Primeiro Conselheiro da Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD sob a adminitração do Profeta Presidente Russell Nelson (à direita)

Nelson assume aos 93 anos de idade e, como era esperado, mantém um dos 2 conselheiros que serviram a seu antecessor Monson por uma década: Henry Bennion Eyring como Segundo Conselheiro. Assim como Joseph Fielding Smith há 48 anos atrás, Nelson chamou o novo Presidente do Quórum dos Doze Dallin Harris Oaks como seu Primeiro Conselheiro. Melvin Russell Ballard Jr. assumirá como Presidente Atuante dos Doze.

Da mesma maneira como Lee assumira a liderança da Igreja para um Profeta e Presidente nonagenário e frágil servindo tanto como Presidente do Quórum dos Doze e como Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência sem nunca haver servido neste quórum previamente, Oaks assumiu a liderança da Igreja SUD ontem igualmente sem jamais pertencer ao quórum presidente e obrigado a demoção de Dieter Uchtdorf com uma década de experiência. Considerando que Oaks, ainda por cima, é o primeiro na linha de sucessão no eventual falecimento de Nelson, Oaks tornou-se de facto o líder da Igreja SUD, se não o líder de jure.

O atual e futuro Profeta

Nascido Dallin Harris Oaks em agosto de 1932 em Provo, Utah, Oaks permaneceu em sua cidade natal até formar-se em Contabilidade pela Universidade de Brigham Young em 1954, quando mudou-se para Chicago, onde se formou em Direito pela Universidade de Chicago em 1957. Oaks seguiu em Chicago trabalhando em escritórios de advocacia e lecionando na mesma universidade até ser chamado pela Igreja SUD em 1971 para voltar para sua cidade natal como Presidente da Universidade de Brigham Young. Esta posição Oaks abandonou ao ser indicado pelo Governador de Utah para servir como membro da Supreme Corte do Estado de Utah em 1980, mas seu mandato durou apenas até 1984 quando foi chamado para o Quórum dos Doze Apóstolos por causa da morte de Mark E Petersen.

Em 1965 Oaks publicou artigo acadêmico demonstrando que Joseph Smith havia destruído ilegalmente a prensa do jornal Nauvoo Expositor¹. Em 1968 Oaks foi um dos fundadores da revista acadêmica mórmon Dialogue: A Journal of Mormon Thought, que incidentemente fora categorizada direta ou indiretamente como “apostasia” por vários Apóstolos como Ezra Benson, Bruce McConkie, e Boyd Packer, e serve até hoje como uma das inspirações para o Vozes Mórmons. Em 1975 Oaks publicou, com o historiador Marvin Hill, uma excelente análise do julgamento dos assassinos de Joseph Smith².

Oaks foi casado com sua namorada do colegial, June Dixon, por 46 anos com quem teve 6 filhos. 2 anos após o falecimento dela, Oaks casou-se novamente em agosto de 2000 com Kristen Meredith McMain, tornando-se na época o mais recente Apóstolo mórmon polígamo na história (até o segundo casamento do atual Profeta Russell Nelson em 2006).

O que esperar de Dallin H. Oaks como Profeta e de facto líder da Igreja SUD? Vejamos algumas notas que nós noticiamos apenas nos últimos anos a respeito dele: Continuar lendo

Venezuela Sairá da Crise com Dízimo?

O Setenta Autoridade Geral brasileiro Carlos Godoy aparentemente prometeu aos membros da Igreja SUD venezuelanos, num país que está vivendo uma das piores crises econômicas da atualidade, que se os mórmons pagarem seus dízimos adequadamente, o país passará por uma recuperação milagrosa.

Para um membro da Igreja ser considerado uma pessoa "digna", deve submeter-se à uma entrevista e provar que segue todas as regras da Igreja

Para um membro da Igreja ser considerado uma pessoa “digna”, e poder participar de seus ritos mais sagrados, deve submeter-se à uma entrevista  e provar que está pagando seus dízimos em dia

De acordo com o primeiro conselheiro da Missão Venezuela Valencia, Godoy teria prometido aos membros da Igreja: Continuar lendo

Editora do New York Times Rebate Mórmons Sobre Thomas Monson

O editorial do The New York Times oferece uma resposta, e uma reprimenda, aos membros d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por não compreenderem (ou fingirem não compreender) o que significa, e como funciona, ética jornalística.

Presidente Thomas S. Monson no lobby do Prédio Memorial Joseph Smith em junho de 2011. (Foto: Scott G. Winterton, Deseret News)

Tudo começou com o falecimento do Profeta e Presidente da Igreja SUD Thomas Monson. A seção de obituários do respeitado jornal The New York Times emitiu uma nota de falecimento reconhecendo sua passagem, como de costume com figuras públicas. E os membros da Igreja imediatamente entraram em ação. Continuar lendo

Thomas Monson: Fugindo de Minorias Raciais

Em sua autobiografia, o 16° Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Thomas Spencer Monson admitiu ter mudado de endereço apenas para não ter que morar na mesma ala com vizinhos que pertenciam a outras raças ou etnias, particularmente negros.

Thomas S. Monson serviu como 16º Presidente (2008-2018) e Apóstolo (1963-2008) da Igreja SUD

Em 1985, Monson publicou essa memória: Continuar lendo

Como Thomas Monson Ficou Milionário?

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi liderada pelo Profeta e Presidente da Igreja Thomas Spencer Monson entre janeiro de 2008 e janeiro de 2018.

Thomas e Frances Monson na parada de 2006. Foto: mormonnewsroom.org

Monson, contudo, não era novato na liderança eclesiástica da Igreja. Menos de 2 meses após completar 36 anos de idade, Monson foi chamado como Autoridade Geral, ordenado como Apóstolo e induzido ao Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja em outubro de 1963. Em novembro de 1985, Monson foi novamente promovido à Primeira Presidência, onde serviu como Segundo Conselheiro dos Presidentes Ezra Benson e Howard Hunter, e depois como Primeiro Conselheiro do Presidente Gordon Hinckley, até ser novamente promovido à Presidente e Profeta em janeiro de 2008 com o falecimento de Hinckley. Ao todo, foram mais de 54 anos nos mais elevados postos de liderança eclesiástica na Igreja SUD.

Monson, que decidira não servir uma missão de tempo integral após ser dispensado de seu serviço militar ainda aos 18 anos de idade (sem ter visto combate por causa do fim da Segunda Guerra Mundial), dedicou-se à sua Continuar lendo