‘Estandarte da Liberdade’ Hasteado em Invasão do Congresso Americano

Em protesto que resultou na invasão do Congresso americano e uma morte, bandeira inspirada no Livro de Mórmon foi vista entre apoiadores do presidente Donald Trump.

Em publicação no Twitter, simpatizante pró-Trump destaca a presença do “Estandarte da Liberdade” em meio ao protesto contra o resultado eleitoral na capital norte-americana em 06/01/2021

Animados pelas afirmações de Trump, os manifestantes creem que a recente eleição presidencial nos EUA, que elegeu o democrata Joe Biden, foi manipulada e deve ser revertida. Os invasores hoje objetivavam impedir os procedimentos do Colégio Eleitoral.

Tanto o líder republicano no Congresso quanto o Secretário de Justiça escolhido por Donald Trump defendem a legalidade do pleito. A campanha pela reeleição de Trump não conseguiu ver um único processo aberto em tribunais estaduais chegar à Suprema Corte, como desejava.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não quis  comentar acerca da invasão desta quarta, mas relembrou o discurso oferecido por Dallin H. Oaks na Conferência Geral realizada em outubro passado:

Aceitamos pacificamente os resultados das eleições. Não vamos participar da violência ameaçada por aqueles desapontados com o resultado”, discursou Oaks.

É possível que a Igreja SUD ainda venha a publicar uma declaração repudiando a invasão e reiterando o chamado feito pelo Apóstolo e Conselheiro na Primeira Presidência Dallin Oaks à manutenção do estado de direito.

Trump, um capitão Morôni

Durante a campanha presidencial, o senador Mike Lee, um santo dos últimos dias do estado de Utah, havia comparado Trump ao Capitão Morôni, um dos mais reverenciados personagens no Livro de Mórmon.

No Livro de Mórmon, o Capitão Morôni é um líder militar nefita, preocupado com a perda de liberdade de seu povo, ignorado por seus governantes. Com um pedaço de sua roupa, Morôni escreve uma declaração para inspirar a luta em favor do país, da religião e das famílias. O “estandarte da liberdade” é uma passagem tão marcante para os devotos do mormonismo que é possível comprar cartazes e bandeiras com a escritura do livro de Alma.

Morôni simboliza retidão moral para a maioria dos santos dos últimos. Nos extremos do espectro político, porém, a imagem do líder nefita inspira a insurgência contra o Estado e suas instituições. Durante a invasão armada de um parque federal no Oregon, em 2016, um dos invasores usava a alcunha “Capitão Morôni”.

É obviamente impossível estimar quantos santos dos últimos dias estavam por trás do “Estandarte da Liberdade” no protesto que resultou na invasão do Capitólio. De qualquer forma, deve-se notar que esse(s) indivíduo(s), apropriando-se de uma referência escriturística popular entre mórmons, não apenas queria(m) ser identificado(s) por sua religião, como – estaríamos seguros em especular – enviar uma mensagem a seus pares religiosos. Como se afirmasse(m) “Essa causa é nossa. Essa causa é de Deus”.

‘Insurreição’, diz Romney

O também republicano e mórmon Mitt Romney chamou os protestos violentos de hoje de “insurreição” e os atribuiu a incitação do presidente Trump com seu “orgulho machucado”, de acordo com a reportagem do jornal Deseret News. Na noite de terça-feira, Mitt Romney havia sido hostilizado por apoiadores do presidente no aeroporto de Salt Lake e durante seu voo a Washington. Romney foi chamado de “traidor” por não apoiar o discurso infundado de fraude eleitoral.

Trump fora do Twitter

Facebook e Twitter bloquearam hoje as contas de Donald Trump após o presidente publicar declarações de apoio aos manifestantes. As plataformas sociais alertaram com para a possibilidade de suspensão permanente de seus perfis.

Protesto em Utah

Diversos protestos em frente aos legislativos estaduais foram organizados por apoiadores do presidente. Na capital de Utah, Salt Lake City, a manifestacao reuniu centenas de pessoas. O jornal The Salt Lake Tribune destacou em reportagem a hostilidade a imprensa demonstarada pelos manifestantes. Em meio ao protesto majoritariamente pacífico, Rick Egan, fotógrafo do jornal, foi atacado com spray de pimenta por um dos manifestantes.

4 comentários sobre “‘Estandarte da Liberdade’ Hasteado em Invasão do Congresso Americano

  1. Tenho a impressão que isso pode se repetir no Brasil caso o atual presidente não se reeleja. Esse ato infelizmente serve de inspiração.

    • A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias citou que aceita pacificamente os resultados das eleições. Os santos dos últimos dias não deveriam participar da violência ameaçada por aqueles desapontados com o resultado. Assim sendo, qualquer manifestação individual ou coletiva dos presentes neste ato não representa os comportamentos dos santos em geral.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.