Bênçãos Patriarcais Aos Mortos

“Teu filho, William[,] terá poder sobre as igrejas, ele é pai em Israel sobre os patriarcas, e toda a Igreja; ele é o último da linhagem que é levantado nestes últimos dias”, afirmava a visão recebida por Lucy Mack Smith, acerca de seu filho William Smith.¹

Patriarca da Igreja William Smith bênção patriarcal

William Smith, circa 1862. | L. Tom Perry Special Collections, BYU; Joseph Smith Papers Project.

William Smith (1811-1893 ) foi terceiro Patriarca d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.² Apesar da grandiosidade do seu ofício, reiterada na revelação de sua mãe, William Smith teve sua autoridade por demais limitada por parte dos Apóstolos. Ainda tentando recuperar-se do trauma do assassinato de Joseph e Hyrum Smith, e sem uma Primeira Presidência, os apóstolos liderados por Brigham Young não apreciavam a percepção de Lucy Mack ou muitas das opiniões do novo Patriarca, com quem desenvolveram uma relação atribulada. Continuar lendo

Ex-Líder SUD Preso Por Estupros, Pedofilia

Ex-presidente de ramo d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi preso na semana passada (21/08) , suspeito de estuprar crianças e adolescentes membros da Igreja, na cidade gaúcha de Rosário do Sul.

O homem, de 53 anos, é acusado do estupro de quatro meninas, entre 2012 e junho deste ano. Duas das jovens ouvidas pela Polícia Civil, hoje com 13, tinham 8 ou 9 anos quando violentadas.

Liderança conivente?

Os crimes, de acordo com informações do delegado Fábio Miguez ao Diário de Santa Maria, teriam começado quando o acusado exercia “um cargo de liderança na unidade religiosa da cidade”. Rosário do Sul possui um único endereço da Igreja SUD, onde se reúnem dois ramos. Segundo a reportagem do G1, Continuar lendo

Utah, Estado Com Menor Igualdade de Gêneros

Dentre os 50 estados norte-americanos, sede mundial do mormonismo tem a pior disparidade entre homens e mulheres, de acordo com estudo publicado esta semana.

mulheres mórmons Utah emprego

O ranking elaborado pelo site de finanças WalletHub considerou três categorias: (1) igualdade de tratamento no ambiente de trabalho; (2) igualdade de oportunidades para educação e saúde; e (3) empoderamento político. As três foram avaliadas usando 15 métricas, em uma escala de 100 pontos, comparando a diferença entre homens e mulheres por categoria em cada estado.

Utah foi classificado em

  • 40º lugar em empoderamento político;
  • 43º  em ambiente de trabalho;
  • 46º em posições executivas;
  • 48º em número médio de horas de trabalho;
  • 50º em nível educacional avançado.

Continuar lendo

Igreja Mórmon Excomunga Autoridade Geral

Primeira excomunhão de um líder mundial da Igreja SUD em 28 anos

excomunhão autoridade geral setenta

James J. Hamula. | Foto: lds.org

Membro do Primeiro Quórum dos Setenta, James J. Hamula foi excomungado ontem (08/08), por um conselho disciplinar formado pela Primeira Presidência e o Quórum dos Doze. Continuar lendo

Quantos Mórmons Há Em Cada Estado?

Quantos mórmons há no Brasil não é uma questão fácil de responder (veja por que aqui e aqui). Os seguintes gráficos, no entanto, baseados nas amostras do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fornecem dados concretos sobre a distribuição de membros brasileiros d’A Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias.

Os dados mais recentes da Igreja afirmam a existência de 1.326.738 membros no Brasil. Realizado em 2010 e publicado em 2012, o último censo do IBGE registrou apenas 22% dos membros reportados pela Igreja.

Jovens missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. | Foto: Acessórios Sud

população mórmon brasileira está distribuída de forma bastante irregular pelas 27 unidades da federação. Igualmente irregular é a distribuição nos estados em cada respectiva região, como mostram os gráficos abaixo. Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 4: Perspectivas

Uma breve história e perspectivas para a publicação de livros mórmons

Grandes comunidades SUD se desenvolvem fora dos EUA

Em 1967, o México tornou-se o primeiro país em que não se fala inglês a ter mais de 50 mil membros da Igreja SUD. O crescimento continuou em ritmo acelerado depois disso. Devido a esse crescimento, a Igreja formou um departamento de tradução após a Segunda Guerra Mundial para traduzir correspondência e comunicação administrativa com as missões e os membros em espanhol, dinamarquês, holandês, francês, alemão, norueguês, samoano e sueco.

literatura mórmon livros mórmons SUD

Até 1974, o departamento estava traduzindo 17 mil páginas por idioma a cada ano, em cerca de 16 idiomas. Durante a década seguinte, uma série de novas traduções foram feitas nesses 16 idiomas, incluindo obras clássicas em que a Igreja tinha confiança, como Jesus o Cristo e As Regras de Fé, de Talmage, Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, Doutrinas do Evangelho, Uma Obra Maravilhosa e um Assombro, de LeGrand Richards e obras relativamente novas, tais como O Milagre do Perdão e A Fé Precede o Milagre, de Spencer W. Kimball. Continuar lendo

Por Que é Hora da Igreja Mórmon Revisitar Seu Passado Diverso

Numa época em que a frequência tradicional a igrejas diminuiu e a filiação religiosa de mais rápido crescimento na América são os “não” — aqueles que não reivindicam afiliação com uma fé organizada —, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias continuou a se expandir.

Missionários FIJI

Missionários SUD em Fiji (Foto cortesia d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Esse crescimento na Igreja SUD, comumente chamada de Mórmon, é em grande parte resultado do número crescente de congregações predominantemente brancas, bem como de um grande número de novos conversos latinos. Em outros lugares, as taxas de conversão mórmon diminuíram visivelmente.

Da minha perspectiva como estudioso da história religiosa e política americana, essas duas correntes para o crescimento significam uma tensão crucial no coração da experiência mórmon: a comunidade mórmon está lutando para manter sua identidade cultural, ao mesmo tempo que abraça múltiplas origens raciais, étnicas e nacionais. Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 3: Editoração Mórmon Comercial

Uma breve história da publicação de livros mórmons

literatura mórmon história publicações

Editoração mórmon, mas não pela Igreja SUD

Enquanto a Igreja limitou as publicações em inglês até depois da morte de Brigham Young em 1877, tipografias comerciais surgiram em Utah para satisfazer parte das necessidades de materiais mórmons. A mais importante delas foi George Q. Cannon and Sons, de propriedade de um membro da Primeira Presidência. Muito do que Cannon publicou estava relacionado às suas funções na Igreja. Talvez por não precisar de aprovação para o que publicava, Cannon passou da publicação de obras missionárias e doutrinárias para obras de edificação e entretenimento dos membros da Igreja. Continuar lendo

Minha Vida Como Mórmon e Polígama

Marianne Watson cresceu numa comunidade mórmon fundamentalista em Utah com seu pai, sua mãe, seus 49 irmãos e irmãs, e as outras 6 esposas de seu pai. Neste vídeo, ela narra, com singeleza e honestidade, as alegrias e as dificuldades do cotidiano familiar polígamo, sua decisão em participar do “Princípio”,  e a convivência com as esposas-irmãs.

“Mórmon fundamentalista” designa mórmons que praticam (ou acreditam que devem praticar) o casamento plural, entre outros princípios, e que não estão associados à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Em 1890, a Igreja SUD oficialmente aboliu a prática, e pelo menos desde 1909 excomunga praticantes ou mesmo simpatizantes do fundamentalismo mórmon. Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 2: O Período Inglês

A publicação de livros mórmons e o desenvolvimento da cultura mórmon fora dos EUA

literatura mórmon

Imagem: Jessica Ruscello

Esta apresentação examina o desenvolvimento cultural mórmon fora dos Estados Unidos, através da lente da produção e distribuição de livros. Para compreender melhor a situação atual, apresentarei uma visão geral da história da publicação de livros por e para mórmons, prestando atenção especial à publicação de livros não escritos em inglês e publicados fora dos Estados Unidos. Depois, vou examinar o ambiente atual para a publicação de livros mórmons e finalizar com alguns caminhos possíveis para o desenvolvimento da publicação mórmon fora do idioma inglês. Continuar lendo

Dinossauros Extraterrestres

Este é o primeiro post da série A Ciência da Doutrina

Eu sou um amante da ciência e acredito que ela está completamente ligada ao Evangelho, ela nos proporciona a Luz e a Verdade das coisas de Deus quanto à natureza, as “Ciências Naturais”, enquanto o Evangelho nos dá a Luz e a Verdade no campo metafísico, espiritual etc. Vejo a religião e a Ciência como duas faces da mesma  moeda, uma dá a resposta para a pergunta do “Como”: “como foi feito”, “como surgiu”, “como aconteceu”; e a religião nos dá respostas do “Por quê”, do propósito das coisas: “porque existe mortalidade”, “qual o propósito da vida”, etc.

mórmons ciência

Numa edição recente da Liahona, encontramos um excelente artigo sobre Religião e Ciência intitulado “A Ciência e nossa busca pela felicidade”  e uma citação do Élder Russell M. Nelson que gostaria de expôr aqui: Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 1: O Período Formativo

A publicação de livros mórmons e o desenvolvimento da cultura mórmon fora dos EUA

Em janeiro de 1845, o Élder Parley P. Pratt publicou normas para as publicações oficiais da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Preocupado com o grande número de livros e folhetos que estavam sendo publicados por membros da Igreja, ele escreveu:

Vocês não estão todos conscientes de que muitos, se não todos, dos nossos homens, mulheres e crianças estão virando autores, e publicando obras que pretendem representar a doutrina dos santos. Algumas delas são mal escritas, e algumas incluem muitos erros, e muitas das que são verdadeiras e úteis são empréstimos, em parte ou na totalidade, das nossas obras-padrão (…). Enormes somas são gastas por homens que têm pouca experiência no mercado editorial e, talvez, pagam o dobro pelo papel e a impressão, e tudo isso pago nas mãos de quem não sente nenhum interesse na nossa causa.

Desta forma milhares de dólares são desviados dos santos e dos élderes, ao passo que a causa do templo é negligenciada.

literatura mórmon história publicações

Como editor de livros, vejo essas mesmas preocupações hoje nas políticas de publicação da Igreja, e ouço os ecos dessas mesmas preocupações nas políticas das empresas que publicam materiais para os membros da Igreja SUD. Como qualquer organização, a Igreja SUD quer controlar quem está publicando o que em seu nome e como esse material será publicado, quanto custará e como irá atingir seu público. Controle e custos, tecnologia, direitos autorais e problemas de distribuição ainda são questões importantes para a Igreja hoje.

No entanto, vejo também uma necessidade cultural concorrente. Na última década, México e Brasil ultrapassaram a marca de 1 milhão de membros. A Europa tem cerca de meio milhão de membros. E em todos esses casos, assim como em outras áreas em todo o mundo, a cultura dos membros da Igreja SUD se desenvolveu ao ponto de livros, músicas e outros materiais poderem ser — e, às vezes, de fato ser — produzidos e distribuídos. No entanto, no caso de publicações em espanhol ou português, relativamente poucas têm sido produzidas até agora, fora os materiais fornecidos pela própria Igreja. E materiais de natureza puramente cultural não existem em nenhuma língua além do inglês.  Continuar lendo

Menina Silenciada Durante Testemunho, Vídeo Repercute

Durante uma tradicional reunião de jejum e testemunho da Igreja SUD, uma jovem de 12 anos declarou ser homossexual e teve seu microfone desligado por um líder local. O vídeo do ocorrido em Utah viralizou na semana passada, chamando a atenção da imprensa norte-americana e internacional.

gays mórmons vídeo lésbicas

Savannah, durante Festival do Orgulho de Utah. Imagem: arquivo pessoal/CNN.

“Olá. Meu nome é Savannah e quero compartilhar meu testemunho com vocês”, iniciou a jovem de 12 anos em uma reunião dominical de jejum e testemunho, em que membros SUD sobem ao púlpito para declarar suas crenças religiosas. Durante seu testemunho, Savannah fala sobre sua gratidão a Pais Celestiais e declara-se lésbica. Assista ao vídeo a seguir e leia a tradução na íntegra abaixo: Continuar lendo

Thomas Monson Ainda Preside?

Devido à idade avançada, Thomas S. Monson, 89 anos, não mais frequenta regularmente as reuniões das Autoridade Gerais na Sede da Igreja, em Salt Lake City, de acordo com o comunicado oficial publicado na tarde desta terça-feira (23/05). O porta-voz da Igreja, Eric Hawkins, afirmou que não há relação com eventos específicos ou doenças específicas.

saúde Thomas Monson profeta

Imagem original: Salt Lake Tribune

O atual presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias já vinha reduzindo suas aparições em público e mesmo em Conferências Gerais. Em outubro do ano passado, uma cena inusitada na Conferência mundial da Igreja SUD ilustrou a debilidade de sua saúde: ajoelhado atrás de Monson, durante um breve discurso, havia um homem, segurando-o ou ajudando-o a manter-se em pé. A cena também sugere o quanto a Igreja SUD tenta esconder o frágil estado de saúde de seu presidente. Até o seu falecimento, por exemplo, o Apóstolo Boyd Packer lia seus discursos em Conferência Geral sentado.

O comunicado oficial publicado hoje afirma: Continuar lendo

Rússia Busca Banir Testemunhas de Jeová

Governo de Vladimir Putin aprofunda ataques contra direitos civis. A Igreja Mórmon defenderá a liberdade religiosa quando ela é de fato atacada?

Na última semana, o Ministério da Justiça da Rússia incluiu as Testemunhas de Jeová em uma lista de organizações extremistas. O Ministério ainda solicitou o banimento das Testemunhas de Jeová do país. A lista do governo russo coloca as Testemunhas ao lado de grupos terroristas como Al Qaeda e Estado Islâmico.

Testemunhas de Jeová em reunião na Rússia, novembro de  2015. Imagem: Alexander Aksakov/ WP

Denominação cristã fundada no séc. 19 nos EUA, as Testemunhas de Jeová são conhecidas por seu pacifismo, por absterem-se de votar e de celebrar símbolos nacionais, além de seu vigoroso proselitismo. Tais atitudes são vistas como “extremistas” pelo governo russo.

Banidas durante o governo de Josef Stalin, mais de 8 mil Testemunhas de Jeová foram deportadas para a Sibéria em 1951.  A organização recebeu novamente permissão legal para atuar na Rússia em 1991 e afirma ter hoje mais de 170 mil membros no país. De acordo com a reportagem do New York Times,

(…) em um retrocesso aos dias da União Soviética, quando as Testemunhas de Jeová foram perseguidas como espiões e descontentes pela KGB, a denominação está no centro de uma crescente campanha pelas autoridades para restringir grupos religiosos que competem com a Igreja Ortodoxa Russa e desafiam os esforços do presidente Vladimir V. Putin para animar o país sob valores patrióticos tradicionais e, muitas vezes, militaristas.

A ação do governo russo contra as Testemunhas de Jeová representa um acirramento dos ataques contra liberdade civis e religiosas pelo governo Putin, impulsionado pela lei antiterrorismo que severamente restringe direitos civis e liberdades religiosas de seus cidadãos. Continuar lendo