Roupas Fazem o Mórmon

Roupas determinam a espiritualidade, religiosidade, ou o valor de uma pessoa?

Para alguns Mórmons, parece que sim.

Roupa Missionário Rebelde

Veja o exemplo de uma membro da Igreja que, nas mídias sociais, postou a piada acima ilustrando um membro da Igreja SUD que não se veste de acordo com as regras institucionais para os missionários de tempo integral, não como uma piada mas como um lição de moral espiritual e ética:

30592_1

Escreve a moça Mórmon:

“O Padrão missionário é o padrão pra vida.

Depois de uma experiência pessoal com Cristo, como pode voltar a sua antiga vida?

#Lamentável” (sic)

Muitos amigos virtuais expressaram suas concordâncias com esse sentimento:

“Concordo com você…, é tal decepcionante ver missionários retornados que Simplesmente agem como se nunca tivessem feito uma missão, que tudo que aprenderam lá não teve importância, e isso não reflete só nas roupas.” (sic)

Seis pessoas concordaram com esta comentarista.

Outra concorda, mas ao menos prega cautela antes de julgar os outros. Ainda assim, a premissa básica de que as vestuárias externas expressam uma espiritualidade interna é largamente aceita:

Concordo que o portador do sacerdócio deve sim manter uma aparência digna do poder que possui,porem acho que não se deve criticar quem tem opinião diferente e eu concordo sim ,… com vc! Minha opinião é a mesma  que a sua o que comentei é pq vejo muitos líderes falarem que precisamos ter cuidado para não julgarmos os outros!” (sic)

Outra ainda estabelece não o uniforme missionário como padrão, mas as vestuárias de executivos corporativos exibidos pelas Autoridades Gerais:

…ontem estávamos conversando sobre isso no nosso grupo da missão! Meu pai sempre me disse sobre a aparência de um portador do sacerdócio como deve ser. Veja só os profetas… eles são o padrão a se seguir, acredito que Jesus Cristo tenha uma ótima a aparência também! É fato que não se pode julgar as pessoas pela aparência mas ajuda demais, não digo na formação do caráter mas da mensagem que ela quer passar!”(sic)

Essa é capaz de prestar seu testemunho que Jesus Cristo está vivo nos céus, vestindo um lindo terno italiano sob medida. Não à toa 10 pessoas curtiram esse testemunho, inclusive com aplausos virtuais efusivos.

Roupas são importante para Mórmons. Além das roupas íntimas religiosas obrigatórias, as publicações da Igreja e  os manuais da Igreja e as diretrizes da Igreja e os professores da Igreja e até Profetas e Apóstolos colocam uma importância excessiva e um foco zeloso em roupas e vestuários. Dado a ubiquidade e a atenção prestada a esse assunto, é quase impossível dizer que a correlação entre espiritualidade e roupas não tenha uma importância crucial para os Santos dos Últimos Dias.

Como vocês responderiam à essa colocação? Roupas determinam a espiritualidade ou religiosidade de uma pessoa? Deveríamos estar focando em peças de vestuários para avaliar dedicação espiritual? Os ensinamentos de Jesus têm alguma relevância nesta questão?

“Sim, ai de vocês, mestres da lei e fariseus, fingidos! Pois dão o dízimo da última folha de hortelã do vosso quintal, mas esquecem as coisas importantes, como a justiça, a compaixão, a fé. Sim, devem dar o dízimo, mas não devem esquecer as coisas de maior monta. Guias cegos! Tiram um mosquito que cai na comida, mas seriam capazes de engolir um camelo! Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, fingidos! Tão cuidadosos em polir o copo por fora, enquanto que por dentro está todo sujo de roubos e de cobiça! Fariseus cegos! Limpem primeiro o interior do copo e então todo ele ficará limpo. Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! São como jazigos — belos, mas cheios de ossadas e de podridão. Procuram parecer santos, mas por baixo dos vossos mantos de piedade escondem­-se corações manchados por toda a espécie de fingimento e pecado.”

Élder James Bond demonstra o maior potencial espiritual de um portador do Sacerdócio

Élder James Bond demonstra o maior potencial espiritual de um portador do Sacerdócio

24 comentários sobre “Roupas Fazem o Mórmon

  1. Se alguém tiver interesse, responda à minha pergunta do modo mais simples e sincero possível:

    “Se não conhecesse o Ator da foto, e o visse adentrar a capela e sentar-se um pouco antes dos primeiros bancos, se lhe dirigir uma palavra sequer, quais primeiras impressões suas sobre ele?”

    Dependendo da resposta, eu repondo algo nos próximos comentários…

  2. Eu pensaria que se tratava de uma autoridade um setenta…
    Diferente de um bispo que se vestiu de mendigo e sua congregação o recusou.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.