Filha de Profeta Monson: Sou Mórmon. Sei disso.

Filha do Profeta Thomas Monson, serviu como Segunda Conselheira na Presidência Geral das Moças entre 2008 e 2013. Nesta posição, ela proferiu um discurso na Conferência Geral de outubro de 2012 onde ela prestou seu testemunho de que membros da Igreja SUD devem ter orgulho e coragem para assumir que são mórmons.

Ann Monson Dibb em discurso para a Conferência Geral da Igreja SUD em outubro de 2012

Para Dibb, não há nada mais nobre e corajoso do que prestar testemunho em público para qualquer pessoa: “Sou mórmon”! Continuar lendo

Igreja Mórmon Muda Nome Online

A Igreja Mórmon anunciou uma nova e ampla medida de relações públicas ao mudar seu nome fantasia nas plataformas digitais, tanto nas redes sociais, como em seus sites oficiais.

first-presidency-2018-cropped

Russell M. Nelson (centro) e seus dois conselheiros na Primeira Presidência, Dallin H. Oaks (esquerda) e Henry B. Eyring (à direita), em janeiro de 2018. | Imagem: Cortesia de Intellectual Reserve.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecida popular e informalmente como “Igreja SUD” ou “Igreja Mórmon” há mais de 180 anos, e reconhecida assim oficialmente em público por ela mesma até a semana passada, anunciou que a partir das próximas semanas deixará de aceitar que sua presença digital responda pelos termos populares “mórmon” ou “SUD”.

Enquanto estratégia de marketing, não há absolutamente nada de novo ou errado em se alterar estratégias de branding em um mundo digital constantemente em fluxo. Infelizmente, porém, o anúncio e a mudança de estratégia convenientemente ignora (ou intencionalmente distorce) alguns fatos históricos, além de outros fatos contemporâneos. Continuar lendo

A Lua e os Profetas Mórmons

Hoje é dia de eclipse total da Lua com “superlua”.

Em celebração a esse singular evento astronômico, vamos discutir como assisti-lo e a importância história do nosso único satélite natural para os profetas mórmons.

Superlua fotografada nos céus da Bretanha. (Fotografia por Owen Humphreys/PA)

Superlua fotografada nos céus da Bretanha. (Fotografia por Owen Humphreys/PA)

O fenômeno astronômico de hoje deve ser interessante pelo espetáculo visual e pela oportunidade de aprendizado científico. Eclipses lunares ocorrem quando a Terra, em sua órbita ao redor do Sol, posiciona-se temporariamente entre o Sol e a Lua, projetando sua sombra em seu satélite natural, a Lua, bloqueando os raios solars sobre ela.  E, por causa de fenômenos atmosféricos terrestres, para observadores na Terra a Lua parece mudar de cor para tons bíblicos:

“Em todo eclipse lunar total se observa a chamada “lua de sangue” – termo usado popularmente, mas não adotado tecnicamente pelos astrônomos, e que se refere ao tom avermelhado que a Lua assume quando entra na fase máxima de sombreamento. Essa mudança de cor é provocada pelos mesmos fatores que fazem o céu ser azul.

O eclipse de hoje começa, em sua fase de penumbra, aos 00h36, no horário de Brasília, e será visível em todo território brasileiro. A fase da umbra, em que a sombra do Sol começa a ser observada na superfície da Lua, começa à 01h33, chegando em sua fase total máxima às 03h12. A fase total deve terminar às 03h43, a fase parcial às 04h50, e fase de penumbra às 5h47.

O evento poderá ser acompanhado a olho nu, desde que se tenha um céu livre de nuvens e uma boa visão do céu na direção norte e noroeste. A fase de penumbra inícia-se aproximadamente ao norte (um pouco ao leste de norte) e a 43 graus de altitude (imagine o horizonte em zero grau e o zênite, diretamente acima da sua cabeça, aos 90 graus), a fase de umbra inicia-se ao norte e a 45 graus de altitude, e o eclipse total inicia-se a noroeste e 36 graus de altitude.

Quem não puder ou não conseguir assisti-lo a olho nu, pode acompanha-lo ao vivo aqui:

Espetáculos astronômicos não obstantes, mórmons muitas vezes se interessam mais pela Lua por causa de profecias. Vejamos algumas delas: Continuar lendo

Primeira Presidência: Mórmons Não Podem Ser Comunistas

A Primeira Presidência d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias publicou um editorial proibindo membros da Igreja de serem comunistas sob o título “Advertência aos Membros da Igreja” no seu jornal Deseret News em julho de 1936, e novamente no seu periódico The Improvement Era em agosto de 1936.

A Primeira Presidência da Igreja SUD (Out 1934 – Mai 1945): 1o Conselheiro Reuben Clark, Presidente Heber Grant, 2o Conselheiro David McKay

Continuar lendo

Igreja Retoma Luta Contra “Mórmon”

“Mórmon”, ‘Mormonismo” e “SUD” são termos a serem evitados, de acordo com o presidente e profeta d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Em anúncio feito em 16 de julho, pela Sala de Imprensa Mórmon, Russell M. Nelson retoma inesperadamente uma tendência compartilhada por algumas Autoridades Gerais na Igreja SUD e exposta pelo próprio Nelson na década de 1990.

first-presidency-2018-cropped

Russell M. Nelson (centro) e seus dois conselheiros na Primeira Presidência, Dallin H. Oaks (esquerda) e Henry B. Eyring (à direita), em janeiro de 2018. | Imagem: Cortesia de Intellectual Reserve.

A nova diretriz de Nelson soa gratuita e contrasta com o uso publicitário da palavra “mórmon” durante a administração de seu antecessor, Thomas S. Monson. A Igreja fez marketing do termo com a campanha multi-milionária “Eu Sou Mórmon” entre 2011 e 2014, e o documentário “Meet the Mormons” de 2014. Em anos recentes, a Igreja SUD processou legalmente empresasorganizações pelo uso do termo “mórmon” por suposta violação de direitos de propriedade intelectual. Continuar lendo

40 Anos do Fim da Segregação Racial Mórmon

Celebramos hoje 40 anos desde o fim oficial do racismo institucional n’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Spencer Woolley Kimball, 12o Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (30 Dezembro 1973 – 5 Novembro 1985), Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos (1972-1973), Apóstolo (1943-1973)

Nessa data, há 40 anos, o Profeta Presidente da Igreja SUD Spencer Woolley Kimball anunciou publicamente que a Igreja não mais discriminaria contra negros e encerraria a política de proibir a ordenação de homens afrodescendentes ao sacerdócio, a sua inclusão em cargos de liderança, e a inclusão de homens, mulheres, e crianças negras nos cultos em seus templos sagrados.

Capa do jornal universitário The Universe da Universidade de Brigham Young (Provo, Utah) em edição extra no dia 9 de junho de 1978 anuncia acima de uma foto do Profeta-Presidente Spencer W Kimball: PRETOS RECEBEM SACERDÓCIO – Deus revela nova política a Profeta SUD

Introduzindo Segregação Racial (1852)

Se a data do fim oficial da segregação racial SUD, popularmente conhecida como “proibição ao sacerdócio”, está claramente marcada nos anais da história como 9 de junho de 1978, o seu início é um pouco mais convoluto. A data mais aceita entre historiadores é 23 de janeiro de 1852, quando Brigham Young anunciou à Continuar lendo

Lorenzo Snow: Socialismo Mórmon

O então Apóstolo Lorenzo Snow, futuro Profeta da Igreja SUD, fez os seguintes comentários sobre o comunitarismo socialista mórmon ideal, no histórico Tabernáculo Mórmon em abril de 1878 (ênfases nossas):

Lorenzo Snow serviu como Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (1898-1901), Conselheiro na Primeira Presidência (1873-1877), Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos (1889-1898), e Apóstolo (1849-1898)

Continuar lendo

Líderes da Igreja Mórmon Cedem a Pressão, Alteram Regras de Entrevistas

Em meio à intensa pressão pública sobre entrevistas sexualmente explícitas com crianças e acusações de abuso sexual e estupro de jovens acobertado pela liderança da Igreja, a Primeira Presidência d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou uma mudança nas regras para entrevistas pessoais de crianças e adolescentes, entre outras medidas para coibir o acobertamento de abusos.

Templo de Lago Salgado

O anúncio das novas diretrizes anteontem chegou após uma intensa semana de revelações de denúncias contra um ex-Presidente do CTM de Provo, Utah, que teria estuprado uma missionária e abusado sexualmente de outras, inclusive quando serviu como Bispo, Presidente de Estaca, e Presidente de Missão. Ainda mais explosivamente, as denúncias foram seguidas de testemunhos de acusações feitas durante décadas a vários líderes eclesiásticos como Bispos e Presidentes de Estaca, incluindo até dois Setentas Autoridades Gerais, que nada fizeram. E para piorar a semana da Igreja, múltiplas fontes jornalísticas denunciaram a Igreja por tentar silenciar denunciantes através de lobby político por um projeto-de-lei forçado com urgência na legislatura estadual de Utah.

Doravante, de acordo com as novas diretrizes anunciadas pela Primeira Presidência, qualquer indivíduo sendo entrevistado por um líder eclesiástico da Continuar lendo

Ex-Missionária Mórmon Vítima de Abuso Quebra Silêncio

Em 1984 o Presidente do Centro de Treinamento de Missionários da Igreja SUD em Provo, Utah, levou uma jovem missionária até um quarto secreto no porão do CTM e tentou estupra-la. Por décadas, ela tentou convencer vários Bispos e Presidentes de Estaca, e uma Autoridade Geral, a tomar providências para disciplinar seu estuprador, tudo em vão.

Em novembro de 2017, posando como jornalista coletando relatos de líderes eclesiásticos da Igreja SUD menos conhecidos, a vítima conseguiu agendar uma entrevista em dezembro de 2017 com seu violentador, Joseph L Bishop, que serviu como Presidente do CTM entre 1983 e 1986.

Bishop, que antes desse chamado havia servido como Bispo, Presidente de Estaca, Presidente da Missão Argentina Buenos Aires Norte, e trabalhado para a Igreja como Agente de Bem Estar na América Central, saiu do CTM e foi novamente contratado pela Igreja, desta vez para lecionar na universidade SUD Brigham Young University também em Provo até sua aposentadoria por idade. Bishop ainda publicou 2 livros que, até a semana passada, eram vendidos no site oficial da editora da Igreja SUD.

Bishop foi secretamente gravado confessando ter abusado sexualmente de várias jovens e várias missionárias sob seu cuidado durante sua longa carreira eclesiástica. E ainda admite ter confessado a Autoridades Gerais da Igreja sem ter sofrido quaisquer consequências disciplinares ou legais.

Abertura da página MormonLeaks, site que vazou a gravação

Em janeiro de 2018, a vítima abordou a Igreja através de seu advogado, supostamente para processa-la por acobertar o crime por décadas. Há uma semana, contudo, uma cópia da gravação para o público através do site MormonLeaks sem seu consentimento. Agora, pela primeira vez depois de uma semana de tumultuada repercussão pública, ela quebra o silêncio e emite uma nota pública: Continuar lendo

Igreja Mórmon Protege Estuprador, Predador Sexual

O ex-Presidente do Centro de Treinamento de Missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Provo, Utah, que também serviu como Presidente de Missão, Presidente de Estaca, Bispo, e mais recentemente como professor na Universidade de Brigham Young, Joseph L Bishop, foi acusado repetidas vezes por pelo menos duas jovens a múltiplos líderes da Igreja SUD durante décadas.

Em nenhuma instância, nenhum líder tomou qualquer atitude administrativa, eclesiástica, ou policial contra Bishop.

Presidente Dallin Harris Oaks, Primeiro Conselheiro da Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD sob a adminitração do Profeta Presidente Russell Nelson (à direita)

A primeira vítima a vir a público (doravante vítima #1) é a jovem missionária que secretamente gravou uma confissão de Bishop, cuja gravação vazou na internet há uma semana. A segunda vítima (doravante vítima #2) foi anunciada publicamente pela própria Igreja SUD, que admitiu ter recebido suas acusações Continuar lendo

Funcionário do CTM Corrobora Parte da Acusação de Abuso Sexual

Um ex-funcionário do Centro de Treinamento de Missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Provo, Utah, confirmou publicamente um bizarro e singular detalhe da acusação de tentativa de estupro levantada por uma ex-missionária ao ex-presidente deste CTM.

Joseph L. Bishop em 1972 (Foto: Arquivo do The Salt Lake Tribune)

O funcionário, que pediu para manter sua identidade anônima, descreveu o Continuar lendo

Igreja Mórmon Tentou Abafar Acusação de Abuso Sexual?

Uma ação política d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias de menos de dois meses atrás está agora levantando suspeitas de impropriedade ética.

Templo de Lago Salgado

No começo de fevereiro de 2018, a câmara legislativa do estado de Utah introduziu o projeto-de-lei HB 330 que criminalizaria a gravação de um conversa privada sem o expresso consentimento de ambas partes. A lei atual exige que apenas uma parte, presumidamente a parte gravando, esteja ciente da gravação.

O projeto-de-lei foi severamente criticado pela mídia e pelo público e consequentemente arquivado. Contudo, não sem antes castigar a Igreja Mórmon com uma mancha em sua reputação. E há sinais que sugerem que o problema de relações públicas para a Igreja seja ainda bem mais grave. Continuar lendo

Líder Mórmon Confessa Abuso Sexual À Polícia

O ex-Presidente do Centro de Treinamento Missionário d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Joseph L. Bishop confessou para a polícia ter levado uma missionária para um quarto no porão do CTM em 1984 e induzido-a a mostrar-lhe os seios, de acordo com o relatório publicado ontem pela polícia da Brigham Young University.

Joseph L. Bishop em 1972 (Foto: Arquivo do The Salt Lake Tribune)

Em novembro de 2017 a vítima abordou a polícia da BYU com a intenção de denunciar uma tentativa de estupro que teria ocorrido naquele quarto 33 anos antes. Porém, antes de apresentar sua denúncia à polícia, a vítima Continuar lendo

Igreja Mórmon Ignora Abuso Sexual de Presidente de Missão

Gravado confessando a uma de suas vítimas, outrora Presidente do Centro de Treinamento de Missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias admite ter abusado sexualmente de várias jovens missionárias sob seu cuidado. E ainda admite ter confessado a Autoridades Gerais da Igreja sem ter sofrido quaisquer consequências disciplinares ou legais.

Missionárias d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Foto: Deseret News)

Décadas de abuso sexual

Posando como jornalista coletando relatos de líderes eclesiásticos da Igreja SUD menos conhecidos, a vítima conseguiu agendar uma entrevista em dezembro de 2017 com Joseph L. Bishop, que serviu como Presidente do principal Centro de Treinamento de Missionários da Igreja em Provo, Utah, entre 1983 e 1986. Antes desse chamado, Bishop havia servido como Bispo, Presidente de Estaca, Presidente da Missão Argentina Buenos Aires Norte, e trabalhado para a Igreja como Agente de Bem Estar na América Central. Depois de servir como Presidente do CTM, Bishop foi novamente contratado pela Igreja, desta vez para lecionar na universidade SUD Brigham Young University também em Provo até sua aposentadoria. Bishop ainda publicou 2 livros que, até anteontem, eram vendidos no site oficial da editora da Igreja SUD.

Durante a entrevista, na qual Bishop aproveita para recontar várias “experiências espirituais” em seus múltiplos chamados, e suas interações com várias Autoridades Gerais, entre elas Setentas, Apóstolos, e Presidentes da Igreja, ele confessa (apenas Continuar lendo

Leonard Arrington: Ezra Taft Benson e a Verdadeira História Mórmon

“Tive um sonho na noite de sexta de que havia sido demitido do meu cargo como Historiador da Igreja”, escreveu Leonard J. Arrington em 11 de setembro de 1972. “Isso pode ter sido provocado”, concluiu com humor, “por comer demais frango assado e/ou por um telefonema que recebi”.

Leonard J. Arrington (1917-1999) foi o primeiro não-Apóstolo, e até hoje o único não-Autoridade Geral, chamado para o ofício de Historiador da Igreja desde a instituição de tal chamado eclesiástico por Joseph Smith em 1842. Arrington ainda teve um trabalho fundamental na orientação de uma nova geração de historiadores mórmons até sua aposentadoria como Professor e Chefe de Departamento da Universidade Brigham Young (BYU).

Capa do primeiro volume de “Confissões de Um Historiador Mórmon”, editado por Gary Bergera. | Imagem: Cortesia de Signature Books.

A liberdade acadêmica e  intelectual proposta por Arrington não passou, porém, incólume. Alguns Apóstolos, como Ezra Benson, Bruce McConkie, Mark Petersen, e Boyd Packer fizeram feroz oposição ao seu trabalho, até que em 1982, ele foi desobrigado em reunião privada e seu novo substituto anunciado em Conferência Geral alguns meses depois, sem quaisquer menções ou votos de agradecimento a Arrington. Continuar lendo