Por Que é Hora da Igreja Mórmon Revisitar Seu Passado Diverso

Numa época em que a frequência tradicional a igrejas diminuiu e a filiação religiosa de mais rápido crescimento na América são os “não” — aqueles que não reivindicam afiliação com uma fé organizada —, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias continuou a se expandir.

Missionários FIJI

Missionários SUD em Fiji (Foto cortesia d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Esse crescimento na Igreja SUD, comumente chamada de Mórmon, é em grande parte resultado do número crescente de congregações predominantemente brancas, bem como de um grande número de novos conversos latinos. Em outros lugares, as taxas de conversão mórmon diminuíram visivelmente.

Da minha perspectiva como estudioso da história religiosa e política americana, essas duas correntes para o crescimento significam uma tensão crucial no coração da experiência mórmon: a comunidade mórmon está lutando para manter sua identidade cultural, ao mesmo tempo que abraça múltiplas origens raciais, étnicas e nacionais. Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 3: Editoração Mórmon Comercial

Uma breve história da publicação de livros mórmons

literatura mórmon história publicações

Editoração mórmon, mas não pela Igreja SUD

Enquanto a Igreja limitou as publicações em inglês até depois da morte de Brigham Young em 1877, tipografias comerciais surgiram em Utah para satisfazer parte das necessidades de materiais mórmons. A mais importante delas foi George Q. Cannon and Sons, de propriedade de um membro da Primeira Presidência. Muito do que Cannon publicou estava relacionado às suas funções na Igreja. Talvez por não precisar de aprovação para o que publicava, Cannon passou da publicação de obras missionárias e doutrinárias para obras de edificação e entretenimento dos membros da Igreja. Continuar lendo

Mesmo Pondo de Lado a Evolução, Geologia Básica Refuta o Criacionismo

No conflito em curso entre ciência e criacionismo, a evolução geralmente é um ponto principal de contenção. A ideia de que toda a vida na Terra evoluiu de um antepassado comum é um grande problema para os criacionistas. Como geólogo, porém, penso que as rochas sob nossos pés oferecem argumentos ainda melhores contra o criacionismo. Pois o modelo criacionista não se ajusta com o que você pode ver por si mesmo. E isso já era conhecido antes de Darwin escrever uma palavra sobre evolução.

Arca Noé Geologia Criacionismo Bíblia

Gravura usada em diversas publicações da Igreja SUD. Construindo a Arca, de Harry Anderson. © 2015 Intellectual Reserve, Inc.

O que dizem as rochas

Não preciso viajar muito longe para argumentar este caso. Há uma laje de rocha polida na parede do meu gabinete que refuta a chamada Geologia Diluviana: a visão de que uma inundação global e destruidora explica a história geológica após a criação inicial da Terra por Deus. Essa laje de quase dois metros e meio de comprimento é um conglomerado, uma rocha feita de fragmentos de rochas mais antigas trabalhadas com água. Continuar lendo

Minha Vida Como Mórmon e Polígama

Marianne Watson cresceu numa comunidade mórmon fundamentalista em Utah com seu pai, sua mãe, seus 49 irmãos e irmãs, e as outras 6 esposas de seu pai. Neste vídeo, ela narra, com singeleza e honestidade, as alegrias e as dificuldades do cotidiano familiar polígamo, sua decisão em participar do “Princípio”,  e a convivência com as esposas-irmãs.

“Mórmon fundamentalista” designa mórmons que praticam (ou acreditam que devem praticar) o casamento plural, entre outros princípios, e que não estão associados à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Em 1890, a Igreja SUD oficialmente aboliu a prática, e pelo menos desde 1909 excomunga praticantes ou mesmo simpatizantes do fundamentalismo mórmon. Continuar lendo

‘O Que Está Morto Não Pode Morrer’: Segredos da Ressurreição na Bíblia e em Game of Thrones

Aviso: este artigo contém spoilers para aqueles que não estão atualizados com a sexta temporada de Game of Thrones.

Acontecimentos na série de TV Game of Thrones da HBO fizeram as pessoas falar sobre o que significa retornar dos mortos. Mas, embora a ressurreição pareça ser uma possibilidade muito real para algumas das religiões do mítico Westeros — não menos àquela que ressuscita Jon Snow, a “sacerdotisa vermelha”, Melisandre —, o que a Bíblia pode adicionar à discussão?

Game of Thrones, sexta temporada. Imagem: Divulgação/HBO.

De fato, retornar dos mortos era um evento bastante raro à época de Jesus. Poucos gregos e romanos antigos conseguiram sair do Hades, mas aqueles que fizeram eram heróis, como Hércules e Protesilau. Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 2: O Período Inglês

A publicação de livros mórmons e o desenvolvimento da cultura mórmon fora dos EUA

literatura mórmon

Imagem: Jessica Ruscello

Esta apresentação examina o desenvolvimento cultural mórmon fora dos Estados Unidos, através da lente da produção e distribuição de livros. Para compreender melhor a situação atual, apresentarei uma visão geral da história da publicação de livros por e para mórmons, prestando atenção especial à publicação de livros não escritos em inglês e publicados fora dos Estados Unidos. Depois, vou examinar o ambiente atual para a publicação de livros mórmons e finalizar com alguns caminhos possíveis para o desenvolvimento da publicação mórmon fora do idioma inglês. Continuar lendo

Quem São os Cristãos Coptas?

Os cristãos coptas no Egito têm sido atacados ao viajar em peregrinações e bombardeados enquanto oravam no Domingo de Ramos, em meio a uma acelerada série de ataques na última década. Os desafios relacionados da violência, da economia e da discriminação levaram à crescente saída de cristãos do Oriente Médio. Durante séculos, eles fizeram parte da rica diversidade religiosa da região.

cristãos coptas egito

Igreja de São Jorge, em Tanta, Egito, após ataque suicida em 09 de abril de 2017. Imagem: Nariman El-Mofty/AP

Então, quem são essas pessoas que a National Geographic chamou de “Os Fiéis Esquecidos“?

História Copta

Entre os cristãos do Oriente Médio, o maior número — cerca de oito milhões ou mais — é composto de coptas do Egito. Desde a primeira vez que visitei o Egito, na década de 1990, fiquei interessado nessa comunidade e na seu contribuição ao pluralismo. Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 1: O Período Formativo

A publicação de livros mórmons e o desenvolvimento da cultura mórmon fora dos EUA

Em janeiro de 1845, o Élder Parley P. Pratt publicou normas para as publicações oficiais da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Preocupado com o grande número de livros e folhetos que estavam sendo publicados por membros da Igreja, ele escreveu:

Vocês não estão todos conscientes de que muitos, se não todos, dos nossos homens, mulheres e crianças estão virando autores, e publicando obras que pretendem representar a doutrina dos santos. Algumas delas são mal escritas, e algumas incluem muitos erros, e muitas das que são verdadeiras e úteis são empréstimos, em parte ou na totalidade, das nossas obras-padrão (…). Enormes somas são gastas por homens que têm pouca experiência no mercado editorial e, talvez, pagam o dobro pelo papel e a impressão, e tudo isso pago nas mãos de quem não sente nenhum interesse na nossa causa.

Desta forma milhares de dólares são desviados dos santos e dos élderes, ao passo que a causa do templo é negligenciada.

literatura mórmon história publicações

Como editor de livros, vejo essas mesmas preocupações hoje nas políticas de publicação da Igreja, e ouço os ecos dessas mesmas preocupações nas políticas das empresas que publicam materiais para os membros da Igreja SUD. Como qualquer organização, a Igreja SUD quer controlar quem está publicando o que em seu nome e como esse material será publicado, quanto custará e como irá atingir seu público. Controle e custos, tecnologia, direitos autorais e problemas de distribuição ainda são questões importantes para a Igreja hoje.

No entanto, vejo também uma necessidade cultural concorrente. Na última década, México e Brasil ultrapassaram a marca de 1 milhão de membros. A Europa tem cerca de meio milhão de membros. E em todos esses casos, assim como em outras áreas em todo o mundo, a cultura dos membros da Igreja SUD se desenvolveu ao ponto de livros, músicas e outros materiais poderem ser — e, às vezes, de fato ser — produzidos e distribuídos. No entanto, no caso de publicações em espanhol ou português, relativamente poucas têm sido produzidas até agora, fora os materiais fornecidos pela própria Igreja. E materiais de natureza puramente cultural não existem em nenhuma língua além do inglês.  Continuar lendo

Rússia Busca Banir Testemunhas de Jeová

Governo de Vladimir Putin aprofunda ataques contra direitos civis. A Igreja Mórmon defenderá a liberdade religiosa quando ela é de fato atacada?

Na última semana, o Ministério da Justiça da Rússia incluiu as Testemunhas de Jeová em uma lista de organizações extremistas. O Ministério ainda solicitou o banimento das Testemunhas de Jeová do país. A lista do governo russo coloca as Testemunhas ao lado de grupos terroristas como Al Qaeda e Estado Islâmico.

Testemunhas de Jeová em reunião na Rússia, novembro de  2015. Imagem: Alexander Aksakov/ WP

Denominação cristã fundada no séc. 19 nos EUA, as Testemunhas de Jeová são conhecidas por seu pacifismo, por absterem-se de votar e de celebrar símbolos nacionais, além de seu vigoroso proselitismo. Tais atitudes são vistas como “extremistas” pelo governo russo.

Banidas durante o governo de Josef Stalin, mais de 8 mil Testemunhas de Jeová foram deportadas para a Sibéria em 1951.  A organização recebeu novamente permissão legal para atuar na Rússia em 1991 e afirma ter hoje mais de 170 mil membros no país. De acordo com a reportagem do New York Times,

(…) em um retrocesso aos dias da União Soviética, quando as Testemunhas de Jeová foram perseguidas como espiões e descontentes pela KGB, a denominação está no centro de uma crescente campanha pelas autoridades para restringir grupos religiosos que competem com a Igreja Ortodoxa Russa e desafiam os esforços do presidente Vladimir V. Putin para animar o país sob valores patrióticos tradicionais e, muitas vezes, militaristas.

A ação do governo russo contra as Testemunhas de Jeová representa um acirramento dos ataques contra liberdade civis e religiosas pelo governo Putin, impulsionado pela lei antiterrorismo que severamente restringe direitos civis e liberdades religiosas de seus cidadãos. Continuar lendo

Templo de Brasília Anunciado

A construção de cinco novos templos SUD foi anunciada neste último domingo, durante a 187a Conferência Geral d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Dois novos templos serão construídos em tradicionais enclaves mórmons nos Estados Unidos: Utah ganhará seu 18° templo na cidade de Saratoga Springs; e Idaho terá seu sexto em Pocatello. Os demais prédios para as cerimônias mais sagradas da religião serão construídos na região metropolitana de Manila, nas Filipinas; Nairóbi, no Quênia; e na capital brasileira, Brasília.

tempo rio de janeiro sud mórmon

Representação do futuro Templo do Rio de Janeiro © Intellectual Reserve, Inc. 2017

Brasília, no Distrito Federal, junta-se agora a outras três cidades brasileiras com templos mórmons em construção ou simplesmente anunciados: Fortaleza (onde a abertura de terra ocorreu há mais de cinco anos), Rio de Janeiro (anunciado em abril de 2013 e que recentemente teve sua abertura de terra) e Belém (cujo templo foi anunciado há um ano).

A capital do Brasil encontra-se na região com o menor percentual de santos dos últimos dias do país: Continuar lendo

O Oue Diz a Bíblia Sobre Acolher Refugiados

Na sexta-feira, 27 de janeiro, o presidente Donald Trump assinou um decreto que veta temporariamente refugiados de sete países de maioria muçulmana. Entretanto, a entrada de refugiados da Síria será proibida pelos próximos 120 dias.

refugiados bíblia migração

Crianças sírias em campo de refugiados na Turquia, abril de 2016. Foto: Lefteris Pitarakis/AP

Dois dias antes, ele comprometeu os Estados Unidos a construir um muro em sua fronteira com o México. Pouco depois da ordem, o presidente mexicano Enrique Peña Nieto cancelou uma viagem programada aos Estados Unidos.

O presidente Trump também propôs que bens mexicanos sejam tributados à alíquota de 20% para prover fundos à construção do muro. Isso cumpriria sua promessa de campanha de que o México de fato pagaria pela construção do muro, apesar dos protestos dos vizinhos ao sul dos EUA.

Para os cristãos, as questões sobre a construção do muro de fronteira ou a admissão de imigrantes e refugiados aos Estados Unidos envolvem uma série de considerações associadas, não apenas sobre as especificidades da lei de imigração, sobre a economia da mão-de-obra barata que atravessa a fronteira ou potenciais ameaças terroristas. Continuar lendo

Apóstolos Mórmons e Chelsea Manning

Em uma de suas últimas ações como presidente dos Estados Unidos, no dia 17 de janeiro, Barack Obama reduziu a pena de Chelsea Manning, ex-soldado responsável pelo vazamento de informações secretas do Exército americano. Os vazamentos de Manning ao site WikiLeaks consistiam principalmente de provas dos abusos cometidos por forças militares americanas no Oriente Médio e em Guantânamo. Conhecida por Bradley Manning antes de sua transição transexual, Manning foi presa em Bagdá em 2010, permanecendo em confinamento solitário durante um ano, e sentenciada em 2013 a 35 anos de prisão.

chelsea manning

Manifestantes pedem a liberdade de Chelsea Manning, em junho de 2015. © Elijah Nouvelage | Reuters

Com a decisão federal, Chelsea Manning será solta em maio próximo. Segundo análise na revista Wired,

A decisão de Manning, entretanto, representa uma reviravolta das políticas draconianas que o Departamento de Justiça de Obama aplicou àqueles que foram apanhados vazando documentos confidenciais do governo à mídia durante sua administração. Nos últimos oito anos, o governo Obama processou oito indivíduos sob a Lei de Espionagem por vazamento de segredos para a imprensa, cobrindo essencialmente fontes jornalísticas como espiões. Isso é mais do que todos os outros presidentes da história, combinados.

Vazamentos também fizeram parte do noticiário mórmon de 2016. Uma série de 15 reuniões filmadas entre 2007 e 2011 vieram a público no final do ano passado. Nesses vídeos, veem-se os Apóstolos recebendo briefings ou instruções sobre atualidades (e.g., política, economia, tendências sociais, noticiário, etc.), tecendo comentários ou fazendo perguntas em um ambiente mais íntimo e informal.

Em uma reunião apostólica de 2011, a Autoridade Geral Gerrit W. Gong, atualmente servindo como Presidente dos Setenta, explica aos membros do Quórum dos Doze acerca do site WikiLeaks e os possíveis riscos para a Igreja. As motivações de Manning para o vazamento de documentos do Exército são explicadas basicamente em termos emocionais. Na explicação de Gong, o fim de um relacionamento amoroso desencadeou a ação de Manning, sem menção a uma provável motivação moral ou ideológica.

Durante as perguntas e comentários, nada é dito sobre a segurança de documentos e informações da Igreja e toda a discussão é centrada na orientação sexual de Manning (na época, antes de transicionar, homossexual) e de Julian Assange (não homossexual). Os Apóstolos não discutem o valor ético dos vazamentos, nem comentam acerca dos crimes de guerra e atrocidades contra civis expostos por Assange e Manning.

Assista o vídeo e leia abaixo a transcrição em português. Continuar lendo

9 Gráficos Para Entender o Crescimento Mórmon no Brasil

Estes gráficos ajudam a visualizar os dados demográficos sobre o mormonismo no Brasil. Baseados nos dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010 e publicado em 2012, eles mostram dados concretos sobre o crescimento d’A Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias no país.

O que mais chama a sua atenção nesses gráficos? Que perguntas lhe surgem?

1. Sul e Sudeste concentram maior parte da população mórmon

ibge mórmons regiões brasileiras estatísticasO Sudeste é a região com maior concentração de santos dos últimos dias (41%). Juntos, Sudeste e Sul são lar para 67% dos mórmons brasileiros. O Nordeste é a terceira região com maior número de membros SUD (18%). As menores concentrações estão nas regiões Norte (8%) e Centro-Oeste (6%). Continuar lendo

Historiadora Lança Novo Livro Sobre Poligamia Mórmon

Por que mulheres mórmons no século 19 aceitavam e defendiam a prática da poligamia, tida pela sociedade ocidental como uma perversão? Como essa sujeição se harmonizava com suas ideais de sufrágio universal e autonomia feminina?

Essas são algumas das questões abordadas pela historidora Laurel Thatcher Ulrich em seu novo livro, A House Full of Females: Plural Marriage and Women’s Rights in Early Mormonism, 1835-1870 (Uma Casa Cheia de Mulheres: Casamento Plural e Direitos das Mulheres nos Primórdios do Mormonismo, 1835-1870).

historiadora poligamia mórmon

Laurel Thatcher Ulrich examina uma colcha antiga. Foto: Erik Jacobs | Universidade de Utah

O título Uma Casa Cheia de Mulheres faz referência a uma entrada do diário de Wilford Woodruff, durante uma visita à Igreja, quando ele vê a Sociedade de Socorro local, presidida por sua esposa, costurando e fazendo colchas. A observação chamou a atenção da autora por sugerir o contraste entre a submissão das mulheres à ordem patriarcal e o ativismo feminino mórmon. Em 1870, Utah foi o segundo estado americano a garantir o direito de voto das mulheres, meio século antes do voto feminino ser garantido por uma emenda constitucional. Continuar lendo

Por Que Nos Enfurecemos Sobre Religião no Facebook

No dia de Natal, o CEO do Facebook Mark Zuckerberg usou seu site para contar ao mundo que ele não era mais ateu. Dessa forma, o bilionário usou o Facebook para expressar seus sentimentos sobre religião, como muitos usuários de mídia social antes dele.

mídia religião debate

Debates sobre religião estimulam fortes reações emocionais em mídias sociais. Foto: Frank McKenna

Minha pesquisa mostra como debates sobre religião em redes sociais realçam emoções passionais nos usuários. Descobri que cristãos conservadores que discutem assuntos controversos sobre religião em debates do Facebook frequentemente o fazem de maneiras emocionalmente carregadas. Continuar lendo