Como Você Traduziria Ezra Taft Benson?

Em 2015, mórmons pelo mundo afora estarão estudando os ensinamentos de Ezra Taft Benson, 13° Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias entre 1985 e 1994.

 

Durante o ano, aproveitaremos esta oportunidade para relembrar e discutir a interessantíssima e idiossincrática passagem desta marcante figura histórica do mormonismo, que serviu como Apóstolo entre 1943 e 1985, como Ministro da Agricultura dos Estados Unidos entre 1953 e 1961, e protagonizou as maiores controvérsias na história da liderança Mórmon no século 20.

Antes de entrarmos na celebração deste importante homem, ponderemos talvez seu legado filosófico e teológico mais famoso.

Uma das citações icônicas no mormonismo associadas a Benson é, ironicamente, anônima. Publicada em uma revista oficial da Igreja como mensagem oficial para Mestres Familiares, ela, não obstante, encapsula tão profunda e sucintamente um dos discursos mais icônicos da carreira apostólica de Benson que é, até hoje, usada para resumir a sua filosofia profética. Ela é, também, uma das mais difíceis de se traduzir. Como qualquer tradutor competente e experiente sabe, uma tradução bem sucedida deve muito mais que transliterar as palavras entre uma língua e outra, mas sim transpassar a totalidade das ideias e dos sentimentos expressado em uma língua para outra. E isso, como bons tradutores admitem, nem sempre é simples, fácil, ou mesmo possível.

Portanto, estamos solicitando uma colaboração coletiva para traduzir esta pérola dos arquivos literários da Igreja SUD:

“Quando os nossos líderes nos dizem algo, não devemos mais nem pensar. Quando eles propõe um plano, este é o plano de Deus. Quando nos apontam o caminho, não haverá outro que seja seguro. Quando nos dão a direção, ela deve marcar o fim de qualquer controvérsia.”

A questão aqui não é debater os méritos ou desméritos do pensamento de Benson, ou o quanto tal filosofia é aplicável ou não aos Santos dos Últimos Dias na atualidade. O pequeno discurso, publicado pela revista oficial da Igreja SUD Improvement Era em junho de 1945 (página 354, sob “Mestres Familiares”), discute a temática entre obedecer ou não a liderança da Igreja sem qualquer questionamento.

Benson exibiu, durante toda sua vida, uma preferência pelo autoritarismo, inclusive publicando às vésperas de se tornar Presidente da Igreja SUD o igualmente famoso discurso ‘14 Fundamentos Para Seguir O Profeta‘. Este discurso foi na época, e é até hoje, tão frequentemente resumida por esta mais antiga citação que muitos (erroneamente) a atribuem a Benson. Contudo, o raciocínio básico é muito similar, como uma leitura do discurso de Benson pode facilmente constatar.

Não, a questão aqui é apenas como corretamente traduzir estas 4 curtas frases, de modo a manter sua elegância sucinta, sem perder seu sentido na discussão da necessidade de obediência e aceitação da liderança estabelecida. Eis a citação em seu original inglês:

“When our leaders speak, the thinking has been done. When they propose a plan — it is God’s plan. When they point the way, there is no other which is safe. When they give direction, it should mark the end of controversy.”

Você, leitor, como traduziria este texto?

Deixe suas traduções na seção de comentários abaixo.

Ademais, você acha que esse texto encapsula e resume bem o sentido do discurso de Benson?

9 comentários sobre “Como Você Traduziria Ezra Taft Benson?

  1. Quando nossos líderes falam, o pensamento termina. Quando eles propõem um plano-Este é o plano de Deus. Quando eles apontam o caminho, não há outro que é seguro. Quando eles dão uma direção, esta deve ser o fim de debates.

    Obs: Não acho exatamente que tenha o sentido que teve na primeira tradução. Pois os líderes devem ser obedecidos sim, mas o sentido que entendi é que o que eles dizem “deve” ser o plano de Deus, porém pode ser que um líder erre.

  2. Vou arriscar, mas não costumo trabalhar com tradução, justamente, pela dificuldade em atribuir mais do que um significado às palavras.
    “Quando os nossos líderes discursam, a opinião está formada. Quando eles propõem um plano- É o plano Divino.
    Quando eles mostram o caminho, não há outro a ser seguido.
    Eles indicam a direção, o que deveria marcar o fim da polêmica.”

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.