A Investidura na Maçonaria

Um fato conhecido por muitos estudiosos da história do mormonismo é que Joseph Smith ingressou na maçonaria.

Templo SP 2017

Foto do Templo de São Paulo da Igreja SUD (© Vozes Mórmons)

 

Esse fato é contado pelo próprio em seu diário pessoal em 15 de março de 1842, dois dias antes de organizar a Sociedade de Socorro:

“Terça-feira, 15 de março – Oficiei como capelão na instalação da Loja de Maçons Livres de Nauvoo, no bosque próximo ao Templo. O grão mestre Abraham Jonas fez-se presente e um grande número de pessoas reuniu-se na ocasião. O dia foi muito bom: todas as coisas foram feitas em ordem, e a satisfação universal foi expressa. Ao anoitecer recebi o primeiro grau na Franco Maçonaria na Loja de Nauvoo, que se reuniu em meu escritório.”

O grão-mestre da Grande Loja de Utah em 2008, Glen Cook, em entrevista ao jornal Deseret News admitiu similariedades entre o rito maçônico e as ordenanças do templo mórmon¹:

“Não há dúvida de que os elementos dos Templos, a investidura e rituais maçônicos são semelhantes. A questão para os Santos dos Últimos Dias fiéis é se isso faz diferença. (…) A Maçonaria deve ser um complemento à sua fé e não uma barreira ao seu exercício.”

Abaixo as considerações do jornalista e historiador Claudio Blanc² em relação ao rito da investidura na maçonaria. Sua análise de cunho histórico mostram algumas similariedades para todos os que estiveram no Templo e passaram por essa cerimônia:

“A cerimônia maçônica da investidura remonta aos antigos ritos religiosos que formaram no passado remoto os fundamentos da ordem. Além de evocar a pureza, também indica o caráter sagrado que os fundadores da maçonaria desejam conferir à ordem.

O rito da investidura, também conhecido como cerimônia de vestir, incorpora um dos símbolos maçônicos mais conhecidos, o avental de pele de carneiro. O avental foi adotado na Maçonaria por fazer parte do vestuário dos pedreiros medievais, os chamados maçons operativos. Esse rito constitui-se na colocação de algum traje no aspirante como indicação de que está adequadamente preparado para nas cerimônias das quais virá a participar. É um rito tradicional, presente em todas as antigas iniciações.

Entre os levitas do antigo Israel, os sacerdotes usavam um avental de linho, o abanete, como parte da investidura da fraternidade. Era, segundo o livro de regra dos levíticos, usado para “a glória e a beleza”, símbolo da santidade e pureza que caracterizam a natureza divina. Entre os essênios, a seita judaica da qual Jesus teria pertencido e que se assemelhava-se à Maçonaria em sua organização, dava-se aos noviços da ordem uma túnica branca.

Na Maçonaria, o significado simbólico transmitido pelo avental é o da pureza. É um símbolo tão importante que chamamos de “distintivo do maçom”, pois é o primeiro presente que o aspirante e o primeiro símbolo sobre o qual é instruído. A pureza expressa por esse símbolo é evocada por dois elementos do avental: a cor e o material. O avental deve ser de uma brancura imaculada. O branco tradicionalmente é a cor da inocência, da pureza. Tanto o simbolismo judaico como o cristão, dos quais a Maçonaria incorpora múltiplos elementos, aludem ao branco para evocar pureza. Contudo, na Maçonaria, além de símbolo de pureza, o branco evoca também esperança depois da morte. (…)

Nos ritos maçônicos da Europa continental, como os praticados na França e na Alemanha, o candidato iniciado recebe, além do avental branco de carneiro, dois pares de luvas brancas também de pele de carneiro, um par masculino pára o próprio candidato, e outro feminino, para a esposa, noiva ou mulher que aquele maçom mais estima. Como o avental, as luvas evocam pureza e indicam atos de um maçom debem ser tão puros e imaculados como as luvas que ele está recebendo.”


NOTAS:

[1] Veja aqui imagens que ilustram as semelhanças do ritual maçom na época de Joseph Smith com o ritual templário mórmon.
[2] BLANC, Claudio. O Grande Livro da Maçonaria. 1ª edição, São Paulo: Editora On Line, 2013, p. 60-61.

4 comentários sobre “A Investidura na Maçonaria

  1. Só um adendo, existem mais de 200 ritos, e o único que se assemelha com a investidura Mórmon é o Rito de York, que era o mais praticado nos EUA na época de Joseph. Alguns mórmons maçons que nunca praticaram o rito de York podem dizer que não existem similaridades, mas existe sim, e é com o Rito de York.

  2. Eu tenho uma apostila de um irmão do Maranhão só sobre a maçonaria na igreja e de Joseph Smith li tudo…Bem interessante…Está no google. Maçonaria foi algo levado a sério na igreja.Contudo não me interesso em pagar mensalidades (contribuições) ás lojas maçônicas.Não vejo custo x beneficio. Apesar de alguns SUDs maçons acharem que maçonaria é show de bola…

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.