Igreja Mórmon Modifica Garments

Maior mudança nas vestes sagradas do templo desde a década de 1920

Na semana passada, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias lançou novos modelos de garments, as vestimentas religiosas usadas por membros que receberam a cerimônia da investidura. Os lançamentos trazem tecidos mais elásticos e mangas menores para o público feminino.  Alguns modelos masculinos e femininos, antes disponíveis nos EUA, também foram descontinuados, como os garments de peça única. Porém, a maior e mais inusitada inovação nas vestes mórmons está na confecção das suas quatro marcas sagradas.

Ao invés de bordadas de forma visível no exterior da peça, as marcas são impressas no avesso, de forma a não serem visíveis de fora. Além disso, devido à impressão, os novos garments têm “validade” prevista de um ano. Na compra dos novos modelos, membros SUD recebem a seguinte explicação: Continuar lendo

Conselheiros da Primeira Presidência Rebaixados

A recente reorganização da Primeira Presidência com a ascenção de Russell Nelson ao posto de Profeta Presidente da Igreja SUD trouxe a remoção de Dieter Uchtdorf do quórum da Primeira Presidência de volta para o Quórum dos Doze Apóstolos e ainda o rebaixamento de Henry Eyring de Primeiro Conselheiro para Segundo Conselheiro.

Dieter F Uchtdorf, Segundo Conselheiro na Primeira Presidência da Igreja SUD (2008-2018) e Apóstolo (2004-presente) com fiéis (Foto: Facebook)

Querido por milhares de membros da Igreja, Uchtdorf recebeu centenas de mensagens de apoio expressando preocupação com o estado de espírito do Apóstolo que havia sido rebaixado de cargo. Uchtdorf publicou uma mensagem na sua página pessoal em mídia social para assegurar seus fãs de que ele está bem e, ao menos publicamente, plenamente satisfeito em retornar ao seu posto entre os Doze Apóstolos.

Declarações públicas à parte, historiadores sugerem que tal rebaixamento, incomum e infrequente na história da Igreja SUD¹, costuma ser traumático e acompanhado de drama e lutas por poder e influência. Continuar lendo

O Que Esperar do Profeta Dallin Harris Oaks?

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou ontem a formação de uma nova Primeira Presidência após o recente falecimento do Profeta e Presidente Thomas Monson. O novo Presidente da Igreja SUD, como é o costume estabelecido desde 1898 quando Lorenzo Snow reorganizou a Primeira Presidência 9 dias após a morte de Wilford Woodruff, é o até então Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos Russell Nelson.

Presidente Dallin Harris Oaks, Primeiro Conselheiro da Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD sob a adminitração do Profeta Presidente Russell Nelson (à direita)

Nelson assume aos 93 anos de idade e, como era esperado, mantém um dos 2 conselheiros que serviram a seu antecessor Monson por uma década: Henry Bennion Eyring como Segundo Conselheiro. Assim como Joseph Fielding Smith há 48 anos atrás, Nelson chamou o novo Presidente do Quórum dos Doze Dallin Harris Oaks como seu Primeiro Conselheiro. Melvin Russell Ballard Jr. assumirá como Presidente Atuante dos Doze.

Da mesma maneira como Lee assumira a liderança da Igreja para um Profeta e Presidente nonagenário e frágil servindo tanto como Presidente do Quórum dos Doze e como Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência sem nunca haver servido neste quórum previamente, Oaks assumiu a liderança da Igreja SUD ontem igualmente sem jamais pertencer ao quórum presidente e obrigado a demoção de Dieter Uchtdorf com uma década de experiência. Considerando que Oaks, ainda por cima, é o primeiro na linha de sucessão no eventual falecimento de Nelson, Oaks tornou-se de facto o líder da Igreja SUD, se não o líder de jure.

O atual e futuro Profeta

Nascido Dallin Harris Oaks em agosto de 1932 em Provo, Utah, Oaks permaneceu em sua cidade natal até formar-se em Contabilidade pela Universidade de Brigham Young em 1954, quando mudou-se para Chicago, onde se formou em Direito pela Universidade de Chicago em 1957. Oaks seguiu em Chicago trabalhando em escritórios de advocacia e lecionando na mesma universidade até ser chamado pela Igreja SUD em 1971 para voltar para sua cidade natal como Presidente da Universidade de Brigham Young. Esta posição Oaks abandonou ao ser indicado pelo Governador de Utah para servir como membro da Supreme Corte do Estado de Utah em 1980, mas seu mandato durou apenas até 1984 quando foi chamado para o Quórum dos Doze Apóstolos por causa da morte de Mark E Petersen.

Em 1965 Oaks publicou artigo acadêmico demonstrando que Joseph Smith havia destruído ilegalmente a prensa do jornal Nauvoo Expositor¹. Em 1968 Oaks foi um dos fundadores da revista acadêmica mórmon Dialogue: A Journal of Mormon Thought, que incidentemente fora categorizada direta ou indiretamente como “apostasia” por vários Apóstolos como Ezra Benson, Bruce McConkie, e Boyd Packer, e serve até hoje como uma das inspirações para o Vozes Mórmons. Em 1975 Oaks publicou, com o historiador Marvin Hill, uma excelente análise do julgamento dos assassinos de Joseph Smith².

Oaks foi casado com sua namorada do colegial, June Dixon, por 46 anos com quem teve 6 filhos. 2 anos após o falecimento dela, Oaks casou-se novamente em agosto de 2000 com Kristen Meredith McMain, tornando-se na época o mais recente Apóstolo mórmon polígamo na história (até o segundo casamento do atual Profeta Russell Nelson em 2006).

O que esperar de Dallin H. Oaks como Profeta e de facto líder da Igreja SUD? Vejamos algumas notas que nós noticiamos apenas nos últimos anos a respeito dele: Continuar lendo

Anunciada Nova Primeira Presidência da Igreja SUD

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias acabou de anunciar em entrevista coletiva com o Russell Marion Nelson Sr., atualmente Apóstolo e  Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos, a formação de uma nova Primeira Presidência após o recente falecimento do Profeta e Presidente Thomas Spencer Monson.

Retrato da Primeira Presidência no site oficial da Igreja SUD até o momento de publicação

O novo Presidente da Igreja SUD, como é o costume estabelecido desde 1898 quando Lorenzo Snow reorganizou a Primeira Presidência 9 dias após a morte de Wilford Woodruff, será o atual Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos Russell Nelson.

A nova Primeira Presidência  Continuar lendo

A Investidura na Maçonaria

Um fato conhecido por muitos estudiosos da história do mormonismo é que Joseph Smith ingressou na maçonaria.

Templo SP 2017

Foto do Templo de São Paulo da Igreja SUD (© Vozes Mórmons)

 

Esse fato é contado pelo próprio em seu diário pessoal em 15 de março de 1842, dois dias antes de organizar a Sociedade de Socorro: Continuar lendo

O Que Esperar do Profeta Russell Marion Nelson?

Russell Marion Nelson Sr., atualmente Apóstolo e  Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, deverá ser confirmado como Profeta e Presidente da Igreja e membro único da Corporação do Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (entidade legal da Igreja) após o recente falecimento do Profeta e Presidente Thomas Spencer Monson.

Russell Nelson

Nascido em setembro de 1924, Nelson formou-se médico pela Universidade de Utah em 1947, recebeu treinamento como cirurgião cardiotorácico na Universidade de Minnesota, serviu como médico no exército norte-americano durante a Guerra da Coréia (1951-1953), e após receber mais treinamento médico na Universidade de Harvard, retornou para Salt Lake City para uma posição docente na Universidade de Utah em 1955.

Nelson tornou-se tão renomado em Utah por suas habilidades cirúrgicas e constante atualização nas técnicas mais avançadas da época que, em 1972,  o então Profeta e Presidente da Igreja Spencer W. Kimball o buscou para uma cirurgia de válvula aórtica. Nelson assumiu, assim, o papel de médico pessoal de Kimball por mais de uma década, e em abril de 1984 Kimball o chamou para ser ordenado Apóstolo e assumir o lugar de  Mark E. Petersen no Quórum dos Doze.

Nelson foi casado por 60 anos a Dantzel White, com quem teve 10 filhos, 56 netos, e 18 bisnetos. 14 meses após o falecimento dela, Nelson casou-se novamente com Wendy Watson (n. 1950), professora de “terapia de casamento e família” na Universidade de Brigham Young, tornando-se o Apóstolo mórmon polígamo mais recente na história da Igreja SUD.

O que esperar de Russell M. Nelson como Profeta e Presidente da Igreja? Vejamos algumas notas que nós noticiamos apenas nos últimos 2 anos a respeito dele: Continuar lendo

Thomas Monson: Fugindo de Minorias Raciais

Em sua autobiografia, o 16° Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Thomas Spencer Monson admitiu ter mudado de endereço apenas para não ter que morar na mesma ala com vizinhos que pertenciam a outras raças ou etnias, particularmente negros.

Thomas S. Monson serviu como 16º Presidente (2008-2018) e Apóstolo (1963-2008) da Igreja SUD

Em 1985, Monson publicou essa memória: Continuar lendo

Boi, Burro e… Dragão? Desculpe, Não Havia Animais na Cena Bíblica da Natividade

De peças infantis a presépios e cartões de Natal, animais são constantes em nossa visão do nascimento de Cristo. Mas, de acordo com a Bíblia, nenhum animal estava lá. De onde todos esses animais vieram, e por que são tão centrais para a estória?

Natal Novo Testamento

A Estrada para Belém, de Joseph Brickey. | Imagem: Cortesia de lds.org

Apenas duas partes da Bíblia falam sobre o nascimento de Jesus: os Evangelhos de Lucas e de Mateus. Marcos e João ignoram a infância de Jesus e vão diretamente à sua vida adulta. Então, quão semelhantes são as narrativas de Mateus e Lucas para a versão familiar de quem presenciou um serviço religioso de Natal ou a uma peça infantil de natividade? Continuar lendo

Primeiros Cristãos Criam que Maria Era Adolescente?

É complicado.

Em 13 de novembro, uma quinta mulher no Alabama se apresentou para acusar Roy Moore, ex-juiz e atual candidato do Senado pelo Partido republicano, de agressão sexual quando tinha 16 anos. A condenação a Moore tem sido generalizada, mas o próprio Moore negou veementemente essas alegações. Ele conta com o apoio de muitos no Alabama.

“A Virgem e Criança”, pintura de ,William Dyce, 1844.

Uma das mais controversas declarações de apoio veio do Auditor do Estado do Alabama, Jim Ziegler, que declarou: “Não há nada imoral ou ilegal aqui … Talvez seja um pouco incomum”. Ziegler passou a apelar para a história cristã de Maria e José: Continuar lendo

Livro de Abraão: 50 Anos dos Papiros

Em 27 de novembro de 1967, o Museu Metropolitano de Arte de Nova Iorque devolveu para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias os papiros originais usados por Joseph Smith, Jr., para produzir o Livro de Abraão.

Esse evento foi comemorado com grande antecipação e efusivos sentimentos de esperança, e até uma sensação de validação. Por mais de um século, estes antigos documentos haviam sido dados como perdidos, e subitamente em 1967 não apenas haviam sido reencontrados, mas haviam sido retornados à Igreja SUD!

Contudo, tão logo passou a euforia e o regozijo inicial, recaiu sobre a Igreja o que apenas pode ser descrito como “desconforto” sobre o documento, levando a quase silêncio da instituição oficial, e a décadas de esforços intensos (e inúteis) de dúzias de apologistas. Continuar lendo

Pessoas Religiosas São Mais Morais?

Por que as pessoas desconfiam de ateus?

Um estudo recente que conduzimos, liderado pelo psicólogo Will Gervais, encontrou preconceito moral extremo e difundido contra ateus ao redor do mundo. Em todos os continentes, pessoas creem que aqueles que cometeram atos imorais, inclusive atos extremos como assassinato em série, eram muito provavelmente ateus.

Embora essa tenha sido a primeira demonstração de tal preconceito em escala global, sua existência é pouco surpreendente.

Dados de pesquisa mostram que norte-americanos confiam menos em ateus do que em qualquer outro grupo social. Para a maioria dos políticos, ir à igreja é muitas vezes a melhor maneira de angariar votos, e revelar-se como não crente pode vir ser um suicídio político. Afinal, não há ateus declarados no Congresso dos EUA. A única congressista de que se sabe sem filiação religiosa descreve-se como “sem religião”, mas nega ser ateia.

Portanto, de onde vem esse preconceito extremo? E qual é a evidência real da relação entre religião e moralidade? Continuar lendo

Joseph F. Smith: Sem Poligamia Não Há Exaltação

O Profeta Joseph F. Smith explicou que é impossível para um homem ser exaltado no Reino Celestial com apenas uma esposa, em discurso no histórico Tabernáculo Mórmon, em 7 de julho de 1878:

Joseph F. Smith serviu como Presidente da Igreja SUD (1901-1918), Conselheiro na Primeira Presidência (1866-1877, 1880-1887, 1889-1901), e Apóstolo (1866-1918).

Continuar lendo

Mórmon assume como Primeira-Ministra da Nova Zelândia

Pela primeira vez na história do mormonismo, assumirá hoje o cargo de chefe do poder executivo de uma nação, uma nação considerada de “primeiro mundo” diga-se, uma pessoa que nasceu e cresceu dentro da fé mórmon.

Jacinda Kate Laurell Ardern, de 37 anos de idade, assumiu hoje o posto de Continuar lendo

Igreja SUD Compra Manuscrito do Livro de Mórmon

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias adquiriu o chamado “manuscrito do tipógrafo” do Livro de Mórmon por USD 35 milhões. O valor, anunciado pela Comunidade de Cristo, é considerado o maior já pago por um manuscrito literário.

Primeiras páginas do manuscrito do tipógrafo, adquirido pela Igreja SUD.

“O manuscrito do tipógrafo”, afirmou Steven E. Snow, do Departamento de História da Igreja SUD, “é a mais antiga cópia sobrevivente de cerca de 72% do texto do Livro de Mórmon, já que apenas cerca de 28% da cópia anterior sobreviveram às décadas de armazenamento em uma pedra angular em Nauvoo, Illinois”.

A Comunidade de Cristo, sediada em Independence, Missouri, foi proprietária do manuscrito do tipógrafo de 1903 até a venda na semana passada. Até 2001, a denominação era conhecida como  Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias até 2001.

Dois manuscritos

Originalmente, dois manuscritos do Livro de Mórmon foram escritos. O primeiro, que historiadores chamam de “manuscrito original“, foi redigido enquanto Joseph Smith ditava (de acordo com testemunhas oculares, lia as palavras que apareciam na pedra de vidente colocada no fundo de um chapéu) por vários escrivões, entre eles Emma Smith e Oliver Cowdery.

Esse primeiro manuscrito foi enterrado em 1841 nas fundações da Mansão de Nauvoo, a qual Joseph Smith estava construindo para lhe servir de hotel e bar, e desenterrado após quatro décadas por sua família, sendo distribuído em partes entre descendentes e amigos. Menos de um terço do manuscrito havia sobrevivido sem danos causados por umidade e fungos.

O segundo manuscrito foi copiado por Oliver Cowdery do primeiro manuscrito, com correções e emendas ditadas por Joseph Smith, de modo a levar para a tipografia de E. B. Grandin apenas algumas páginas por vez durante o trabalho de edição, tipagem e impressão da primeira tiragem do Livro de Mórmon. Esse manuscrito, que permaneceu em posse da família de Joseph Smith após sua morte em 1844, historiadores intitulam de “manuscrito do tipógrafo“.

Cooperação entre “primos”

Em 2015, a Comunidade de Cristo havia autorizado A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, através do seu Departamento de História, a fotografar e preparar para publicação o segundo manuscrito do Livro de Mórmon. A publicação desse manuscrito permitiu acesso ao documento mais próximo ao original do livro ditado por Smith e que hoje, após milhares de alterações e revisões, é cultuado e reverenciado como escritura sagrada por milhões. Além de sua importância histórica, avaliações criteriorosas dessas mudanças e revisões servem de pistas sobre o processo evolutivo do pensamento e das crenças Mórmons.

Preço recorde

Antes da negociação entre a Igreja SUD e a Comunidade de Cristo, o preço mais alto já pago por um manuscrito havia sido de USD 30,8 milhões, quando Bill Gates adquiriu manuscritos de Leonardo da Vinci, conhecidos como Codex Leicester, em 1994.

Bênçãos Patriarcais Aos Mortos

“Teu filho, William[,] terá poder sobre as igrejas, ele é pai em Israel sobre os patriarcas, e toda a Igreja; ele é o último da linhagem que é levantado nestes últimos dias”, afirmava a visão recebida por Lucy Mack Smith, acerca de seu filho William Smith.¹

Patriarca da Igreja William Smith bênção patriarcal

William Smith, circa 1862. | L. Tom Perry Special Collections, BYU; Joseph Smith Papers Project.

William Smith (1811-1893 ) foi terceiro Patriarca d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.² Apesar da grandiosidade do seu ofício, reiterada na revelação de sua mãe, William Smith teve sua autoridade por demais limitada por parte dos Apóstolos. Ainda tentando recuperar-se do trauma do assassinato de Joseph e Hyrum Smith, e sem uma Primeira Presidência, os apóstolos liderados por Brigham Young não apreciavam a percepção de Lucy Mack ou muitas das opiniões do novo Patriarca, com quem desenvolveram uma relação atribulada. Continuar lendo