A Linha de Autoridade do Sacerdócio

Uma das doutrinas essências que distinguem A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é sua alegação de possuir o mesmo sacerdócio e autoridade que os apóstolos de Jesus Cristo.

Cristo Ordenando os Apóstolos por Harry Anderson (Reproduzida com permissão)

A definição básica do sacerdócio é “o poder e autoridade de Deus dado aos homens para agir em nome dele”. Qualquer missionário SUD e líder eclesiástico do sexo masculino possui o sacerdócio. Mas, será que ele possui sua linhagem de autoridade do sacerdócio?

Dentro da teologia mórmon Jesus organizou sua Igreja e ordenou os apóstolos com o Sacerdócio de Melquisedeque e deu a eles toda a autoridade para liderarem sua Igreja. Os apóstolos morreram ou foram mortos e esse sacerdócio teria se perdido. Após séculos de suas mortes, em maio de 1829 às margens do rio Susquehanna, os apóstolos Pedro, Tiago e João apareceriam com corpos ressurretos e ordenariam Joseph Smith Jr e Oliver Cowdery. Assim seria novamente feita uma linha ou uma “árvore genealógica” (ainda que o tema em nada tenha a ver com genética ou famílias) do sacerdócio.

Todo membro da Igreja ordenado ao sacerdócio tem sua origem nesse acontecimento no século 19. Após este, vários apóstolos e setentas foram ordenados durante as décadas subsequentes, até chegar de fato a um líder local brasileiro e, consequentemente, a você. Ou seja, essa linhagem mistura a sua história pessoal com a da sua religião. Recentemente recebi parte da minha linhagem e, pesquisando mais com um irmão belo-horizontino, descobri toda ela. Esse é um registro importante e, para quem gosta de manter sua história, vale muito a pena ter sua linhagem sacerdotal a mão. As únicas exceções para esse recebimento são de membros excomungados ou que tenham pedido sua remoção das lista de membros.

O site oficial da Igreja d as seguintes instruções sobre o tema:

“A linha de autoridade do sacerdócio é determinada pelo ofício no sacerdócio que o oficiante possuía na época em que a ordenação aconteceu. Por exemplo, se um pai que é élder ordena seu filho ao ofício de élder, a linha de autoridade do filho é traçada por meio da ordenação a élder do pai. Se o pai for sumo sacerdote na época em que ordenar seu filho, a linha de autoridade do filho é traçada por meio da ordenação a sumo sacerdote do pai.

A linha de autoridade dos membros pode incluir portadores do sacerdócio no ofício de setenta. No entanto, não se pode traçar uma nova linha de autoridade do sacerdócio para quem é ordenado setenta. Os bispos e patriarcas ordenados traçam sua linha de autoridade do sacerdócio com base em sua ordenação a sumo sacerdote. Não se traça linha de autoridade quando o Sacerdócio Aarônico é conferido ou é feita ordenação a um de seus ofícios.”

Abaixo o exemplo da linhagem do apóstolo James E Faust:

  • James E Faust foi ordenado Apóstolo em 01 de outubro de 1978 por Spencer W Kimball
  • Spencer W Kimball foi ordenado Apóstolo em 07 de outubro de 1943 por Heber J Grant
  • Heber J Grant foi ordenado Apóstolo em 16 de outubro de 1882 por George Q Cannon
  • George Q Cannon foi ordenado Apóstolo em 26 de agosto de 1860 por Brigham Young
  • Brigham Young foi ordenado Apóstolo em 14 Fev 1835 sob as mãos das Três Testemunhas (Oliver Cowdery, David Whitmer e Martin Harris)
  • As Três Testemunhas  (Oliver Cowdery, David Whitmer e Martin Harris) foram chamadas por revelação para escolherem os Doze Apóstolos e em 14 Fev 1835 foram abençoadas pela imposição das mãos da Primeira Presidência: Joseph Smith Jr, Sidney Rigdon e Frederick G Williams para ordenarem os Doze Apóstolos
  • Joseph Smith Jr e Oliver Cowdery receberam o Sacerdócio de Melquisedeque em 1829 sob as mãos de Pedro, Tiago e João.
  • Pedro, Tiago e João foram ordenados Apóstolos pelo Senhor Jesus Cristo. (João 15:16)

Pode-se solicitar através dos passos descritos abaixo em três situações distintas:

  1. Qualquer portador do Sacerdócio de Melquisedeque que more na mesma casa do solicitante (inclusive o próprio)
  2. Um rapaz que atualmente esteja servindo como missionário de tempo integral
  3. Um antepassado falecido

Para se solicitar a linha de autoridade do sacerdócio:

  • Envie uma carta com sua solicitação para:

Priesthood Line of Authority
Global Service Center
120 North 200 West
Salt Lake City, Utah 84103-1514, USA
Fax: 1-801-240-6816
Telefone: 1-800-453-3860, ramal 2-3500

Para receber o formulário de solicitação da linha de autoridade do sacerdócio em português, digite as letras PLA PT no campo assunto.

Para receber o formulário de solicitação em espanhol, digite as letras PLA SP no campo assunto.

Para receber o formulário de solicitação em inglês, digite as letras PLA no campo assunto.

As instruções para preencher o formulário de solicitação e receber a linha de autoridade do sacerdócio por e-mail serão incluídas no e-mail de resposta.

Na sua região é tradicionalmente dada essa linha de autoridade do sacerdócio? É comentada sobre em aulas do sacerdócio? Ou é desconhecido o tema pela maioria? Você sabia e possui a sua em mãos?

3 comentários sobre “A Linha de Autoridade do Sacerdócio

  1. parece que entregar a linha de autoridade à quem é conferido um oficio do sacerdócio maior, está meio que esquecido. Recentemente, eu conferi o sacerdócio maior, e o ordenei ao ofício de élder, e entreguei a ele a linha de autoridade, no meu caso, sumo.

  2. Podem até achar que sou ignorante, mas sinceramente não vejo nenhuma importância em saber a linha de autoridade do sacerdócio. Se foi irmão Fulano ou irmão Ciclano, tanto faz, não importa, no final das contas é o sacerdócio e supostamente era para usar em benefício de alguém necessitado e não como meio de manter um “status” como vejo em muitos casos onde há membros que se orgulham de fazerem parte do Sumo conselho, de ser um Bispo, de ser membro da Presidência da Estaca, ou coisas do gênero.

    E aproveitando o tópico, eu gostaria de dizer o que tenho percebido acerca da atitude dos membros quanto a esse “poder” que eles tem. Com excessão somente de serviços sacramentais e bençãos, quase nunca é utilizado o sacerdócio como deveria ser usado. Embora acredite que sacerdócio é poder de Deus dado aos homens para agir em nome Dele, particularmente penso que esse poder deixa de existir em homens que não usam o sacerdócio de maneira correta; o que é o caso de um grande número de pessoas. Se você tem o poder e não faz nada ou brinca com isso, o poder é tirado. A palavra “brincar” no caso está no sentido de não dar valor. Você tem esse poder, mas se você não ajuda as pessoas ou ajuda pensando em algum beneficio que possa ter, então você estará brincando com esse poder.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s