Por Que Tantos Mórmons Mentem e Xingam nas Redes Sociais?

Por que tantos mórmons mentem e xingam outras pessoas nas redes sociais apenas por relatar fatos ou expressar suas opiniões? Esse é o tipo de comportamento que se espera de um seguidor de Joseph Smith? Acreditam eles que isso é o verdadeiro espírito do cristianismo como pregado no Novo Testamento?

Consideremos alguns exemplos recentes. Ontem, publicamos um artigo sobre os comentários públicos de uma celebridade mórmon e ex-deputado federal. Jason Chaffetz foi à televisão comentar sobre a trágica morte de uma criança de 7 anos que morreu enquanto sob custódia do governo federal estadunidense. Ao invés de expressar consternação ou revolta de que políticas públicas criaram artificial e desnecessariamente as condições que levaram a uma morte facilmente evitável, Chaffetz decidiu utilizar essa morte para enviar uma mensagem pública contra refugiados.

Naturalmente, os comentários de Chaffetz causaram condenações e repúdios entre comentaristas e figuras públicas. Enquanto figura pública mórmon, naturalmente nós cobrimos seus comentários e suas repercussões. Não esperávamos, contudo, que a reação do público mórmon brasileiro fosse de nos xingar por cobrir esse evento público, e muito menos que mentissem para defender algo – o que, exatamente, defendiam não ficou muito claro. A Igreja? Não, porque o artigo nada falava da Igreja SUD. A si mesmos? Não, porque o artigo não falava de mórmons em geral. A Chaffetz? A morte da criança?

Vejamos alguns exemplos concretos: Continuar lendo

Ex-Deputado Mórmon Comemora Morte de Criança

A criança de 7 anos de idade, Jakelin Ameí Rosmery Caal Maquin, morreu enquanto sob custódia do Departamento de Imigração do governo federal dos Estados Unidos.

Jason Chaffetz, ex-deputado federal por Utah e colunista da Fox News

Jason Chaffetz, Deputado Federal pelo estado de Utah entre 2009 e 2017, e membro d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, comemorou a morte de Jakelin em entrevista televisiva por enviar uma mensagem clara a refugiados: Não venham aos EUA pois mataremos suas crianças!

Chaffetz, que renunciou no meio de seu mandato supostamente por causa de pressão popular em Utah contra seu apoio adulador a Donald Trump e sua obstrução a investigações criminais contra este, e no dia seguinte assinou contrato de colunista para o canal de TV a cabo Fox News, conhecido entre jornalistas sérios como “TV Trump”, expressou oportunismo pela morte da criança: Continuar lendo