AO VIVO: 185a Conferência Geral (Sessão de Domingo à Tarde)

Com este artigo, durante a sessão de conferência, vocês podem fazer comentários enquanto ouvem os discursos ou acompanham os resumos digitados aqui. Clique em “recarregar” no seu navegador para ler as atualizações sobre os discursos em tempo real.

Ouviu algo que você acha merecer maior ênfase? Comente! Acha que algo dito vai provocar reações negativas? Comente! Será que o discurso não é relevante para a vida no Brasil? Comente! Não gosta do cor da gravata do orador? Comente! Concorda muito com algo? Comente! Discorda de algo? Comente!

[Traduções rápidas — não serão iguais ao que se publica na Liahona!]

 

Coro: 

Dirigindo essa sessão: Dieter F. Uchtdorf, 2o Cons. Primeira Presidência

Coro: Eu sei que vive o Rendentor

Oração: S. Gilford Nielsen, Setenta

Coro: Deus tal amor por nós mostrou

Discursante: Robert D. Hales “Preservando o Arbítrio, Protegendo Liberdade Religiosa” 

“Há quatro pedras angulares fundamentais para a liberdade religiosa que nós, como Santos dos Últimos Dias, devemos proteger e resguardar. A primeira é a liberdade de crença. Ninguém deve ser criticado, perseguido, ou atacado por indivíduos ou governos pelo o que ele ou ela crê a respeito de Deus.”

“A segunda pedra angular da liberdade religiosa é a liberdade de compartilhar sua fé e suas crenças com outros.”

“A terceira pedra angular da liberdade religiosa é a liberdade para formar uma organização religiosa e adorar em paz com outros.”

“A quarta pedra angular da liberdade religiosa é a liberdade de viver sua fé – o livre exercício da fé, não apenas no lar e na capela, mas também em lugares públicos.”

“Alguns se ofendem quando trazemos nossa religião ao espaço público, contudo as mesmas pessoas que insistem que suas opiniões e ações sejam toleradas pela sociedade são frequentemente lentos em oferecer a mesma tolerância aos crentes religiosos que desejam que suas opiniões e ações sejam toleradas. A generalizada falta de respeito pelas opiniões religiosas está rápidamente devoluindo em intolerância política e social por pessoas ou instituições religiosas.”

“Enquanto enfrentamos crescente pressão a sucumbir a padrões seculares, abandonar nossas liberdades religiosas, e comprometer nosso arbítrio, consideremos o que o Livro de Mórmon nos ensina sobre nossas responsabilidades.”

“Como discípulos de Cristo nós temos a responsabilidade de trabalhar juntos com crentes de pensamentos similares, a elevar nossas vozes pelo que é certo. Enquanto membros não devem nunca afirmar ou mesmo sugerir que falam pela Igreja, nós todos somos convidados, na capacidade de cidadãos, a compartilhar nosso testemunho pessoal e amor – ‘cada homem de acordo com [sua] mente’.”

“Irmãos e irmãs, é nossa responsabilidade salvaguardar essas liberdades e direitos sagrados para nós mesmos e nossa posteridade. O que você e eu podemos fazer? Primeiro, nos informar. Estejem atentos aos assuntos em sua comunidade que podem ter um impacto na liberdade religiosa. Segundo, em sua capacidade individual, junte-se a outros que compartilham de nosso comprometimento pela liberdade religiosa. Trabalhe lado-a-lado para proteger liberdade religiosa. Terceiro, viva sua vida para ser um bom exemplo do que você crê – em palavra e em ação. Como nós vivemos nossa religião é muito mais importante do que dizemos sobre nossa religião.”

Discursante: Kevin W. Pearson, Setenta – “Fique Perto da Árvore” 

“Duas das ferramentas mais importantes de Satanás são distração e decepção. Perseverar até o fim é o marco de um verdadeiro discípulo e essencial para a vida eterna. Mas, quando desafios e testes vêm em nossa direção, nos é frequentemente dito ‘aguente firme’. Deixe-me ser claro, ‘aguentar firme’ não é um princípio do Evangelho. Perseverar até o fim significa constantemente vir a Cristo e se aperfeiçoar n’Ele.”

“Se perseverar até o fim é essencial para a vida eterna, porque lutamos tanto para ser fiéis? Nós lutamos quando estamos preos entre prioridades em competição. Obediência casual e compromentimento morno enfraquece a fé. Perseverar até o fim demanda comprometimento total ao Salvador e aos seus convênios.”

Discursante: Rafael E. Pino, Setenta –  “A Perspectiva Eterna do Evangelho”

“Não precisamos nos preocupar com os detalhes [do plano do Senhor] separadamente, mas devemos tentar focar na imagem inteira, tendo em mente qual será o resultado final. O Senhor sabe aonde pertence cada detalhe de modo que sirvam todos no plano. Todos os mandamentos são de importância eterna no contexto do grande plano de felicidade.”

Coro: Ó vem, supremo Rei

Discursante: Neil L. Andersen “Seu Reinho Venha”

“Nós vivemos nos dias precedendo a Segunda Vinda do Senhor, um tempo longamente antecipado por crentes através das eras. Vivemos em dias de guerras e rumores de guerras, dias de desastres naturais, dias em que o mundo é arrastado por confusão e comoção.”

“Nossa fé cresce enquanto antecipamos o retorno do Salvador. A ideia da Sua Vinda mexe com minha alma. Será de tirar o fôlego! O escopo e a grandeza, a amplidão e a magnificência, superará tudo o que os olhos mortais jamais terão visto ou experimentado. Neste dia, Ele não virá embrulhado em panos deitado numa manjedoura, mas Ele virá ‘nas nuvens dos céus, vestido com poder e grande glória, com todos os santos anjos’. Ouviremos ‘a voz do arcanjo, e… a corneta de Deus’. O Sol e a Lua serão transformados, e ‘as estrelas [serão] arrancadas de seus lugares’. Você e eu, ou aqueles que nos seguirão, ‘os Santos… de todos os cantos da Terra’, ‘serão arrebatados e elevados para encontra-Lo’. Os que morreram em retidão, eles também, serão ‘arrebatados para encontra-Lo no meu… do céu’. Então, a experiência quase impossível de se imaginar: ‘Toda carne, diz o Senhor, ‘Me verá ao mesmo tempo’ Como ocorrerá isso? Não sabemos. Mas ocorrerá – exatamente como profetizado. Ajoelharemos em reverência.”

Discursante: Jorge F. Zeballos, Setenta “Se Você For Responsável”

“Estas, portanto, são as principais responsabilidades que nosso Pai nos confiou: Buscar nossa própria salvação e a dos outros, com a compreensão que salvação significa atingir o maior grau de glória que nosso Pai nos providenciou para Seus filhos obedientes. Estas responsabilidades que nos foram confiadas – e que nós livremente aceitamos – devem definir nossas prioridades, nossos desejos, e nossa conduta diária.”

“Para alguém que chegou a compreender que, por causa da Expiação de Jesus Cristo, a exaltação está ao alcance, falhar em obte-la constitui em danação. Assim, o oposto de salvação é a danação, exatamente como o oposto de sucesso é o fracasso.”

“Permita-me compartilhar 4 princípios chaves que nos ajudará a cumprir nossos desejos de sermos responsáveis para com nosso Pai nos Céus, assim como responder às Suas expectativas para que nos tornemos como Ele é. 1) Aprender nosso dever… 2) Tomar a decisão… 3) Agir de acordo… 4) Aceitar a vontade do Pai voluntariamente…”

Coro: Conte-me As Estórias de Jesus (Primária)

Discursante: Joseph M. Sitati, Setenta “Sê Frutíferos, Multipliquem-se, e Subjulguem A Terra”

“Nos tornamos frutíferos quando vivemos em Cristo e ‘tomamos para si o Seu nome e servimos até o fim’ ajudando os outros a virem até Ele. No nosso dia, os profetas e apóstolos vivos continuam a elevar suas vozes para nos convidar cada um de nós para estarmos completamente engajados no trabalho de salvação de acordo com nossas habildades e oportunidades.”

“O casamento entre um homem e uma mulher é a instituição que Deus ordenou para o cumprimento do mandamento de multiplicar-nos. Uma relação de mesmo sexo não multiplica.”

“Um casamento legal e reconhecido pelo Estado com selamento no templo e no qual os convênios de selamento são honrados oferece aos pais e seus filhos a oportunidade de experimentar o amor e a preparação para um vida frutífera.”

“Profetas vivos e Apóstolos nos aconselham todos que tenham a oportunidade para entrar no convênio de casamento eterno para proceder com sabedoria e fé. Não devemos postergar o tempo deste sagrado dia por causa de metas mundanas ou manter as expectativas de um companheiro adequado num nível tão elevado que desqualifique praticamente qualquer candidato.”

“Para desenvolver a habilidade de subjulgar a Terra e ter domínio sobre todas as coisas vivas significa controlar estas coisas de modo a que sirvam a vontade de Deus enquanto servem os propósitos de Seus filhos. Isso significa ganhar controle sobre nossos próprios corpos. Isso não inclui ser vítimas indefesas destas coisas ou usa-las contrariamente à vontade de Deus.”

Discursante: Russell M. Nelson “O Sábado É Um Deleite” 

“Como mantemos o Sábado santo? Na minha juventude, eu estudava o trabalho de outros que compilavam listas de coisas a se fazer e coisas a se não fazer no Sábado. Apenas mais tarde que eu aprendi com as escrituras que a minha conduta e a minha atitude sobre o Sábado constituía um sinal entre eu e meu Pai Celestial. Com esse entendimento, eu não mais precisava de listas de coisas a se fazer e não se fazer. Quando eu tinha que tomar uma decisão sobre se uma atividade era ou não apropriada para o Sábado, eu simplesmente me pergunta: ‘Que sinal eu quero dar a Deus?’ Esta pergunta tornou as minhas escolhas sobre o Dia do Sábado clara e simples.”

“Aconselhamos pais e filhos a dar a maior prioridade para orações familiares, noite familiar, instruções e estudos do Evangelho e atividades familiares saudáveis. Independente de outras atividades dignas e apropriadas que exigem nossa atenção, elas não devem ser permitidas a tomar o lugar dos deveres divinamente designadas que apenas pais e famílias podem adequadamente cumprir.”

“Não perseguir seus ‘próprios prazeres’ no Sábado exige auto-disciplina. Talvez você precise negar-se algo que gostaria muito. Se você escolher deleitar-se no Senhor, você não se permitirá tratar esse dia como qualquer outro. Atividades de rotina  ou recreativas podem ser feitas em outros dias.”

Coro: Salvador, eu quero amar-te

Oração: Koichi Aoyagi, Setenta

10 comentários sobre “AO VIVO: 185a Conferência Geral (Sessão de Domingo à Tarde)

  1. Vocês notaram a não comum ausência das palavras finais do Presidente Monson? De certa forma o último orador fez as vezes de despedida da conferência nas palavras iniciais e deixou então o último discurso que se tratava do’dia do sábado’.

    • Observei ambém a ausência das palavras do profeta, é provável que seja mais um indício de seu estado fragilizado. No entanto, pres. Monson, me pareceu melhor fisicamente do que eu esperava, pois ouvi recentes comentários a sugerirem de uma debilidade mais grave.

    • Sim, Gerson. Percebi a mesma coisa. Alguém sabe dizer se ele estava presente na última sessão da conferência geral? Me lembro agora que ele falou ontem, como último discursante da sessão do Sacerdócio e hoje ele falou rapidamente no início da primeira sessão, anunciando a construção de três templos.
      Desde que ele foi chamado como profeta há seis anos, não me lembro de outra ocasião em que ele não tenha encerrado a Conferência Geral.

  2. Pingback: 185a Conferência Geral: Impressões, Resumos, Votos Contrários | Vozes Mórmons

  3. Acho essas conferências, as vezes, tediosas e enfadonhas, salvando-se por alguns discursantes, que por algum milagre, conseguem prender minha atenção. O que me chamou a atenção foi o uso da palavra “video-games” no primeiro discurso, e sobre o irmão que comentou com o “CEO” de sua empresa, que fora chamado para um “cargo” na igreja…engraçado que esses chamados se dão com pessoas sempre “bem sucedidas financeiramente” e que vão desfrutar gratuitamente das benesses dos cargos investidos, em quanto muitos bispos e presidentes de estacas ralam o dia inteiro em suas atividades laborais e ainda precisam dar conta de um rebanho que clama por ser ouvido e ajudado como uma verdadeira irmandade…Aprecio muito a abnegação desses senhores que deixam seus empregos para “auxiliarem” o desenvolvimento da igreja, pena que não fazem isso pelos seus próprios irmãos na fé!

  4. No geral, gostei bastante dos discursos. Nossos apóstolos e o profeta estão tratando de temas bem atuais. Acho que Eles estão certo em defender a doutrina. Não podemos querer que eles aceitem algo simplesmente porque está na moda. Devem sim priorizar o que crêem. Parabéns.

  5. FIQUEI TRISTE E DECEPCIONADA, IRMÃS, COM UM DISCURSO TOTALMENTE MACHISTA.

    E O PIOR A HOMOFOBIA CLARA EM MAIS DE UM DISCURSO!

    TRISTE TAMBÉM É A SITUAÇÃO DAS MULHERES. O MACHISMO É TERRÍVEL E PARA AS IRMÃS QUE TEM POUCA INSTRUÇÃO É PIOR AINDA, MUITA HUMILHAÇÃO COM TODAS!

  6. O discurso do Élder Hales sobre Liberdade Religiosa é homofóbicamente velado, na minha opinião. Infelizmente, as mulheres da igreja dizem Amém ao machismo.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s