Bispo Mórmon Preso por Tráfico Sexual

David N Moss, Bispo d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias na cidade de Lehi, Utah, foi preso anteontem por tráfico sexual e prostituição.

Bispo David Moss, 51, foi preso em sua residência em Lehi, Utah, sob acusações de tráfico sexual. (Foto: Escritório do Xerife do Condado de Utah)

O Bispo da Ala de Mill Pond, da Estaca Lehi Utah Central, foi preso pela força tarefa contra tráfico humano da polícia do Condado de Utah em uma ampla operação que capturou quase quarenta suspeitos de tráfico humano, tráfico sexual, prostituição, prostituição infantil, agressões sexuais, e crimes afins.

Moss, que além de servir como Bispo da Igreja SUD trabalhava para o governo local como diretor do controle de zooneses, havia entrado em contato com policiais à paisana através de redes sociais explicitamente a procura de jovens meninas que tivessem interesse em se prostituir. Moss lhes ofereceria seus serviços de “gerenciamento”, que ele lhes afirmara era diferente de ser apenas “um cafetão”, para que elas pudessem trabalhar com agendamentos, segurança pessoal, e como evitar problemas com policiais.

O Bispo afirmara a suas potenciais clientes que ele lhes oferecia não apenas sua ampla experiência “gerenciando” outras meninas no trabalho sexual, mas como ex-tenente da polícia de St George também proteção contra agentes da lei. Moss havia sido forçado a renunciar da polícia de St George, no sul da Utah, em 2012 para evitar desoneração desonrosa ao ser acusado de manter relações sexuais em horários de serviço.

As policiais agendaram um encontro pessoal com Moss para a quinta-feira 14 p.p., sob a guisa de estarem interessadas em serem prostitutas agenciadas através dele. No encontro, Moss ofereceu dinheiro por sexo e ainda demonstrou-se sexualmente agressivo, forçando uma delas a masturbá-lo por cima da roupa, e quando expos seu pênis, as policiais se desvencilharam dele e, tamanha preocupação com sua agressividade, trancaram-se em um banheiro público. Policiais uniformizados abordaram Moss ao sair dessa reunião e notaram que ele estava armado.

Após cinco dias de investigação e coleção material de evidências, a força tarefa policial foi até o lar de Moss na terça-feira 19 p.p. (membros de sua Ala estranharam sua ausência nas reuniões daquele domingo) para o apreender sob acusações de “explorar prostituta”, “contratar prostituta”, “agressão sexual”, e “exposição indecente”, com fiança em USD 10 260.

O sargento Spencer Cannon, do escritório do xerife do condado, deixou claro que a maior preocupação para a sua prisão imediata fora suas posições públicas de confiança atual como Bispo da Igreja SUD, e passadas como tenente da polícia anti-narcotráfico entre 1997 e 2012, e como conselheiro de jovens no sistema judiciário entre 2013 e 2015, que poderiam significar que ainda há vítimas não identificadas do Bispo Moss. Cannon ofereceu contatos para quem quiser e puder oferecer denúncias contra Moss e/ou os demais suspeitos apreendidos.

Assim que notícia da prisão de Moss foi a público, a Igreja SUD respondeu imediatamente desobrigando-o de seu chamado de Bispo.

25 comentários sobre “Bispo Mórmon Preso por Tráfico Sexual

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.