O Retrato de Jane Manning?

Nascida livre em Connecticut no início de 1820, Jane Elizabeth Manning James estava entre os migrantes que deixaram os Estados Unidos em 1847 e se estabeleceram no que hoje é o Estado de Utah. Não foi a primeira vez que Jane deixava sua casa para se juntar a um experimento utópico.

Como negra e mãe solteira, Jane ingressou no mormonismo em seu estado natal e mudou-se para Nauvoo, Illinois, onde trabalhou para Emma e Joseph Smith. Lá, recebeu a confiança suficiente do Profeta Mórmon e seu círculo interno para lavar suas “vestes do sacerdócio” e aprender com suas esposas sobre as inovações matrimoniais da nova religião. Se a cor de sua pele era uma barreira em seu mundo e em sua igreja, seu trabalho com os Smiths fez dela uma testemunha em primeira mão de conhecimentos secretos.

A vida de Jane ainda nos pressiona a romper os compartimentos entre o que consideramos história mórmon, história afro-americana, história das mulheres. Como a historiadora Quincy D. Newell escreve em sua biografia de Jane Manning,

“Embora o Oeste tenha sido um lugar de refúgio para inúmeros grupos religiosos ao longo da história americana, raramente incluímos afro-americanos entre aqueles que foram para o Oeste por motivos religiosos. Reconhecer as motivações religiosas de Jane ao se mudar para o Vale do Lago Salgado nos ajuda a começar a contar essa parte da história.” [1]

A foto abaixo de 2 3/16 por 3 3/8 polegadas foi tirada no estúdio de Edward Martin, um converso inglês, em Salt Lake City, nos anos 1860. Tradicionalmente, a fotografia tem sido identificada como um retrato de Jane Manning, mas a evidência é apenas circunstancial – aponta Quincy D. Newell, autora da primeira biografia acadêmica de Jane Manning, lançada em 2019. [2]

Retrato que se acredita ser de Jane Elizabeth Manning James. | Imagem: Cortesia da Biblioteca de História da Igreja, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A autora ainda questiona qual haveria sido o popósito ou uso da fotografia. Continuar lendo

Falece Ed Kimball, Filho e Biógrafo do Profeta Spencer

É com pesar que noticiamos o falecimento do jurista e biógrafo Edward L. Kimball, filho do 12º Presidente da Igreja SUD Spencer W. Kimball e autor de uma das biografias mais populares no meio mórmon.

ed-kimball

Além de ter servido por décadas como Bispo da Igreja SUD, juiz de sentença em dois estados, e professor de direito por 40 anos em universidades de Montana, Wisconsin, e Utah (na BYU da Igreja),  Kimball é e será lembrando, acima de tudo, por haver escrito e publicado duas excelentes e populares biografias sobre seu pai-profeta. Biografias que não só eram bem documentadas e pesquisadas, como tornavam público erros e defeitos do Profeta, rompendo com o paradigma da tradição mórmon de priorizar hagiografias.  Continuar lendo

Com o autógrafo do biografado

Com o autógrafo do biografado

A loja Deseret Book, situada no shopping City Creek, ganha mais clientes nestes dias que antecedem a Conferência Geral. Entre as ofertas de livros, está a biografia do presidente Thomas S. Monson, escrita por Heidi Swinton, com cópias autografadas pelo biografado.

Jane Manning James – parte I

jane3A história de Jane Elizabeth Manning James (1822-1908) tem se tornado cada vez mais conhecida por um número crescentes de mórmons e estudiosos do mormonismo. Uma história que inclui fome e perseguição; seu abandono pelo marido durante longas duas décadas; sua insistência junto a um presidente da Igreja para receber certas ordenanças; sua convivência no lar de Joseph e Emma Smith, e muitos outros acontecimentos que tornam sua vida como mulher mórmon e negra uma narrativa única e impressionante. Continuar lendo

História ou Estória? Princípios Básicos de Historiografia

O que é história? Que tipos de fontes são usadas pelo historiador? Como interpretar tais fontes? Qual o valor da pesquisa histórica feita por amadores? Essas foram algumas das questões abordadas por Marcello Jun na sua apresentação “História ou Estória? Princípios Básicos de Historiografia”, como parte da V Conferência Brasileira de Estudos Mórmons, ocorrida no último dia 18 de janeiro.

Marcello enfatizou que o estudo da história não é a verdade absoluta, final, mas novas abordagens são sempre possíveis. Também relembrou que se trata de um empreendimento coletivo. A análise histórica precisa passar pelo crivo de outras pessoas que conhecem o tema ou período, de onde vem a importância de publicar seus estudos e fontes.

Assista no vídeo abaixo a apresentação de Marcello Jun.

Lorenzo Snow

Um esboço biográfico

snow jovem


snow meiosnow velhoAproveitando o novo volume da série Ensinamentos dos Presidentes da Igreja, a ser utilizado em 2013 na Igreja sud como manual dos Quóruns de Élderes e da Sociedade de Socorro, destacamos abaixo alguns dados biográficos de Lorenzo Snow, quinto presidente da Igreja. Algumas destas informações você só encontra aqui no Vozes Mórmons. Continuar lendo