Mesmo Pondo de Lado a Evolução, Geologia Básica Refuta o Criacionismo

No conflito em curso entre ciência e criacionismo, a evolução geralmente é um ponto principal de contenção. A ideia de que toda a vida na Terra evoluiu de um antepassado comum é um grande problema para os criacionistas. Como geólogo, porém, penso que as rochas sob nossos pés oferecem argumentos ainda melhores contra o criacionismo. Pois o modelo criacionista não se ajusta com o que você pode ver por si mesmo. E isso já era conhecido antes de Darwin escrever uma palavra sobre evolução.

Arca Noé Geologia Criacionismo Bíblia

Gravura usada em diversas publicações da Igreja SUD. Construindo a Arca, de Harry Anderson. © 2015 Intellectual Reserve, Inc.

O que dizem as rochas

Não preciso viajar muito longe para argumentar este caso. Há uma laje de rocha polida na parede do meu gabinete que refuta a chamada Geologia Diluviana: a visão de que uma inundação global e destruidora explica a história geológica após a criação inicial da Terra por Deus. Essa laje de quase dois metros e meio de comprimento é um conglomerado, uma rocha feita de fragmentos de rochas mais antigas trabalhadas com água. Continuar lendo

Dinossauros Extraterrestres

Este é o primeiro post da série A Ciência da Doutrina

Eu sou um amante da ciência e acredito que ela está completamente ligada ao Evangelho, ela nos proporciona a Luz e a Verdade das coisas de Deus quanto à natureza, as “Ciências Naturais”, enquanto o Evangelho nos dá a Luz e a Verdade no campo metafísico, espiritual etc. Vejo a religião e a Ciência como duas faces da mesma  moeda, uma dá a resposta para a pergunta do “Como”: “como foi feito”, “como surgiu”, “como aconteceu”; e a religião nos dá respostas do “Por quê”, do propósito das coisas: “porque existe mortalidade”, “qual o propósito da vida”, etc.

mórmons ciência

Numa edição recente da Liahona, encontramos um excelente artigo sobre Religião e Ciência intitulado “A Ciência e nossa busca pela felicidade”  e uma citação do Élder Russell M. Nelson que gostaria de expôr aqui: Continuar lendo

Para Setenta, Terra Tem 6 Mil Anos

João R. Grahl é um dos novos setenta autoridades de área chamados na última Conferência Geral. Professor universitário de administração, Élder Grahl afirma que o planeta terra tem 6.000 anos de idade. Não, isso não é uma piada.

terraVejamos um trecho de seu livro A Origem da Vida. Após refutar a teoria do Big Bang, Grahl escreve sobre a idade da terra:

Outras declarações de estudiosos e cientistas que passam desapercebidas para leigos e são ouvidas por muitos sem questionamentos é sobre a idade da terra. Frequentemente ouvimos que a terra tem milhões ou bilhões de anos. A terra só tem seis mil anos. Todos os cálculos que têm sido apresentados estão errados. (p.08) Continuar lendo