Cantora Mórmon no The Voice Kids Brasil

Cantora SUD do The Voice Kids se torna viral na internet

Programas de calouros fizeram e fazem parte da TV brasileira. Muitos sonharam com a fama caso saíssem bem em suas apresentações. Os saudosos Chacrinha e Bolinha junto com Raul Gil, ajudaram a revelar muitos talentos. Foi justamente no Programa Raul Gil em 2001 até então na Rede Record de Televisão, que pela primeira vez se apresentou a cantora lírica Liriel Domiciano, no quadro “Quem sabe canta, quem não sabe dança”. Jurados e o próprio apresentador ficaram impressionados com a apresentação do clássico “Com Te Partiró”. Se reparamos bem ela usa um medalhão das moças. Assim começava a fama da cantora lírica mórmon que ainda é chamada de “diva do pop lírico”.

Liriel fez shows em vários países e uma parceria com o tenor Rinaldo Viana. O ponto ápice foi ter tido a honra de cantar com o Coro do Tabernáculo Mórmon, sendo a primeira solista a se apresentar em uma sessão de Conferência Geral desde os anos de 1930. Em 2010, concedeu uma entrevista onde falou sobre o fato de ser mórmon e de seus trabalhos internacionais.

Já sua última entrevista ao programa Domingo Show falou sobre o assalto e sequestro que a traumatizaram (abaixo nos minutos 14:31 a 17:45):

Desde  então, SUDs sempre que podem a citam como uma “famosa membro da Igreja” no Brasil. Quase 15 anos depois, uma jovem brasiliense pode fazer fama e dar mais holofotes à Igreja SUD. Continuar lendo

Poligamia: próxima fronteira da igualdade?

Vicki, Nathan e Christine Collier

Vicki, Nathan e Christine Collier

Um dos votos contrários à legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Suprema Corte dos EUA, o juiz John Roberts afirmou que os mesmos argumentos em favor de tais uniões poderiam ser usados para legalizar a poligamia. De acordo com ele,

Se um casal de pessoas do mesmo sexo tem o direito constitucional de casar porque seus filhos de outra forma “sofreriam o estigma de saberem que suas família são de alguma forma inferiores”, por que o mesmo raciocínio não se aplicaria a uma família de três ou mais pessoas criando filhos?

Afirmações similares sobre a suposta caixa de Pandora que o casamento gay abrirá podem ser encontradas sem dificuldade na internet. O debate que nos parece relevante aos estudiosos do mormonismo, porém, é se há de fato a possibilidade de a poligamia vir a ser descriminalizada ou legalizada.

Nesta semana, motivados pela nova legislação sobre igualdade de casamento, uma família mórmon fundamentalista no estado de Montana solicitou uma certidão de casamento civil para o marido e a segunda esposa. Continuar lendo