Quem deve ser designado Mórmon do Ano?

Há quatro anos faço um processo em que eu e os blogueiros do blog Times and Seasons designamos o Mórmon do Ano, a pessoa, além dos membros da Primeira Presidência e do Quorum dos Doze, que tinha mais influência no ano passado. Do ponto de vista brasileiro, que acham?

Nos anos passados já escolhemos três pessoas como os Mórmons do Ano: Para o ano 2008, Mitt Romney (candidato para a presidência dos EUA nesse ano), em 2009, Harry Reid (o líder da maioria no Senado dos EUA) e no ano passado, escolhemos Elizabeth Smart, a moça que voltou temporáriamente de servir uma missão na França para testificar contra o homem que a seqüestrou e a estuprou durante 10 meses em 2002.

A verdade é que em geral os brasileiros nem conhecem a maior parte das pessoas nomeadas este ano — pois o processo favorece quem é conhecido entre os falantes de inglês. Se sabe ler inglês, a lista dos nomeados, e uma pesquisa em que se pode indicar sua preferência, se encontra aqui.

Mas eu acho que a pessoa escolhida deve ser alguém conhecido através do mundo, e não só nos EUA. A Igreja SUD é uma igreja mundial, e portanto a influência do Mórmon do Ano deve ser uma influência mundial.

Também penso que seria interessante saber quem é o membro brasileiro da Igreja com mais influência durante o ano. Com tantos membros da Igreja no brasil, já temos membros bem conhecidos. Seria possível fazer tal nomeação?

Este ano, os nomeados para Mórmon do Ano incluem os seguintes (omiti alguns que acho mal-conhecidos no Brasil e com pouco interesse para os membros brasileiros):

Stephen B. Allen—diretor-gerente do departamento missionário da Igreja e diretor-executivo da campanha “eu sou mórmon.”

David Archuleta—ex-concorrente do American Idol, cantor e compositor que anunciou durante um concerto no dia 19 de dezembro que ele vai servir uma missão SUD.

Bispo Presidente H. David Burton—pelo seu apoio articulada e clara para o projeto de reforma de imigração, o que demonstra uma abordagem equilibrada e compassivo, em contraste com  a posição muita dura da direita política nos EUA.

Brandon Davies—jogador de basquetebol da BYU demitido por violar as regras da Universidade, levando a mídia a discutir o assunto e as regras. Davies aceitou a disciplina da Universidade e, na temporada seguinte, voltou ao time.

Brandon Flowers—vocalista para The Killers, que chamou atenção a Igreja por participar na campanha “Eu sou mórmon” este ano.

Jimmer Fredette—Jogador de basquete que liderou a time da BYU no campeonato da NCAA e depois foi selecionado para jogar na NBA, nos Sacramento Kings. Atualmente, ele é o único jogador de basquete mórmon na NBA.

Will Hopoate—estonteou fãs do rugby na Austrália este ano, quando ele anunciou que iria servir uma missão SUD durante as temporadas de 2012 e 2013 em vez de jogar sob um contrato que vale milhões.

Jon Huntsman, Jr.—O ex-Governador de Utah e embaixador dos EUA na China que procurou a nomeação do partido republicano para presidente dos EUA este ano, colocando dois mórmons na corrida presidencial pela primeira vez.

Michael Otterson—O Diretor de Assuntos Públicos da Igreja, ele recebeu muita atenção para sua coluna no blog Fé do Washington Post.

Os participantes da campanha “eu sou mórmon”—um dos elementos significativos do “Momento Mórmon” deste ano, o qual tentou mostrar que os membros da Igreja são semelhantes aos demais membros do público.

Mitt Romney—Um Mórmon do Ano anterior (2008), Romney é o favorito para a nomeação do partido republicano à presidência dos EUA.

Yeah Samake—membro da Igreja SUD no Mali e graduado da BYU, Samake é o principal candidato para o presidente do Mali. Samake foi prefeito da cidade de Oulessebougou.

13 comentários sobre “Quem deve ser designado Mórmon do Ano?

  1. Como voce disse em relacao ao Brasil nem um desses individuos significa muita coisa. Em relacao a Mormons Brasileiros. Eu voto pra voce meu amigo Antonio Trevisan. Por tentar trazer um pouco mais de inteligencia aos debates sobre a igreja e por dar um espaco para membros menos orthodoxos com a Fundacao Brasileira de Estudos Mormons. Esses feitos tem mais influencia no Mormonismo no Brasil, na base da Igreja do que quaquer coisa que Romney e cia possam fazer.

  2. Leonel escreveu: “Sinceramente, não vejo com bom olhos essa busca incansável de legitimação através das personalidades e todo esse esforço de relações-públicas do tipo “veja como minha religião é normal e inofensiva”. Pior que esse tipo eleição, só as famigeradas “listas de mórmons famosos” que aparecem vez ou outra em sites e blogs de membros da Igreja.”

    Então, Leonel, você acha que eu estou numa “busca incansável de legitimação,” e é por isso que criei a designação “Mórmon do Ano?” É claro que não me conhece a mim, nem conhece nada de como eu penso.

    Já pensou que talvéz há outra razão por criar uma designação?

    Ou acha que a “Pessoa do Ano” da revista Time é alguma “busca incansável de legitimação” para humanos? Ou talvéz o Prêmio Camões é uma grande tentativa de ganhar legitimação para escritores da língua portuguesa?

    O conceito de afiliação é muito comun no mundo de hoje. O negócio de esportes é fundada em equipes que representam cidades mesmo quando nenhum dos jogadores são nativos da cidade que representam! Será que os fãs da equipe ganham “legitimação” por isso? Certamente que não!!

    Eu bem sei que há alguns Mórmons que fazem listas assim, tentando assim provar que ser mórmon é algo importante no mundo. Eu não.

    Eu faço esse designação e as demais listas por interesse — sabendo que não prova nada. Acho que essas listas de afiliação, se indicam qualquer coisa importante, é also sobre como os Mórmons lidam com o mundo e as culturas em que vivamos. E eu fico interessado com como esses Mórmons “famosos” conseguem ou não manter sua crença e cultura no mundo.

    Então, não é uma busca de legitimação, não.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.