W. Paul Reeve: Redescobrindo os Primeiros Conversos Negros do Mormonismo

“É impossível policiar as fronteiras raciais”, afirma o historiador W. Paul Reeve. Professor da Universidade de Utah, Reeve coordena desde 2018 o projeto Century of Black Mormons (Século dos Mórmons Negros), uma base de dados digital que busca documentar a história de mórmons negros durante o primeiro século de existência do movimento religioso fundado por Joseph Smith.

W. Paul Reeve, professor da Universidade de Utah | Imagem: Cortesia de Daily Utah Chronicle.

Nesta entrevista exclusiva ao Vozes Mórmons, Reeve fala sobre sua jornada acadêmica para entender o passado racial dos santos dos últimos dias e os principais desenvolvimentos da historiografia sobre o passado racial mórmon nas últimas quatro décadas. Segundo ele, houve “três fases” de politicas raciais na Igreja SUD, fato que, observa, muitos de seus membros infelizmente desconhecem.

Reeve também pondera sobre a influência dos ensinamentos raciais passados sobre o mormonismo atual: “a Igreja”, ele afirma, “passou mais de 130 anos ensinando doutrinas e políticas raciais, mas não investiu a mesma energia para corrigir esses ensinamentos”. O historiador ainda lista as seis justificativas mais comuns entre membros SUD que reforçam a ideia de “inocência branca” durante o período da segregação racial mórmon, entre 1852 e 1978. Continuar lendo

Neurocientistas Estudam Mórmons ‘Sentindo o Espírito’

O que ocorre no cérebro de um(a) mórmon durante suas experiências religiosas? Resposta curta: circuitos cerebrais de recompensa são ativados, de forma semelhante ao que ocorre com reações geradas por amor, sexo, jogos de azar, drogas e música.

vm-cerebro

Representação da atividade neural no cérebro humano. Fonte: Wikimedia Commons.

Em artigo científico publicado hoje, pesquisadores da Universidade de Utah divulgaram os primeiros resultados do projeto de pesquisa iniciado em 2014. “A neurociência da experiência religiosa e espiritual é um passo-chave para a compreensão da motivação do comportamento religioso e dos efeitos da prática religiosa em comunidades”, afirma o artigo publicado no periódico Social Neuroscience.

Para os autores, a experiência carismática que santos dos últimos dias geralmente descrevem como “sentir o Espírito” é central na religião mórmon e de seu proselitismo: Continuar lendo

Chieko Okazaki (1926-2011)

Chieko Okazaki faleceu na segunda-feira, aos 84 anos. Americana de origem japonesa, Chieko foi a primeira mulher não-caucasiana (não-branca) a servir tanto na presidência da Organização das Moças quanto na Sociedade de Socorro.

Criada como budista, Chieko entrou em contato com missionários mórmons aos 11 anos,  frequentando a Igreja pelos quatro anos seguintes, até sua conversão, aos 15. Na Universidade do Havaí, Chieko conheceu seu futuro esposo, Edward, veterano da II Guerra e à época um fiel congregacionalista. O casal se mudou em 1951 para que Chieko fizesse pós-graduação na Universidade de Utah. Continuar lendo

Notícias Recentes da Semana

Notícias Recentes da Igreja no Brasil e no Mundo

de Mórmons no Brasil:

  • Ramo perto dos raízes da Igreja no Brasil vai ter nova capela
    Exposição sobre construção de nova capela abre portas para a obra missionária
    Notícias SUD Murilovisck, 22 de Abril de 2011
    O ramo Caçador, no meio-oeste de Santa Catarina, vai ter uma nova capela SUD em 2012. O ramo integra o distrito de Ipoméia, local onde moravam os primeiros membros da Igreja no Brasil. O ramo, que já existe há cinqüenta anos, fez uma exposição sobre a construção da nova capela para fins missionárias. Continuar lendo