Novo planejamento da reunião sacramental

Conselhos de ala ajudarão a planejar reuniões

sacrament-meeting-297011-gallery1A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias estará em breve implementando mudanças para suas reuniões sacramentais. A reunião sacramental deverá ser a primeira das três horas de reuniões dominicais, sempre que possível, e planejada com um mês de antecedência. A principal novidade é que seu planejamento não ficará restrito aos membros do bispado, mas contará com as sugestões do conselho da ala. Continuar lendo

Tradição ou Doutrina?

chaoAinda hoje, acho incrível como um povo é capaz de produzir costumes. O fato de que um hábito muito disseminado numa sociedade – principalmente quando existe algum tipo de princípio por trás dele – vira uma tradição em relativamente pouco tempo é quase inquestionável. Todos os povos, grandes e pequenos, têm tais hábitos. Nem sempre eles são saudáveis, mas significam muito para eles.

Os japoneses da época feudal são um exemplo clássico. Desenvolveram todo um código de conduta para seus guerreiros samurais que, de tão rígido e respeitoso, virou tradição. Uma de suas maiores tradições, o Seppuku (também conhecido como Harakiri), dizia que era preferível que uma pessoa cometesse suicídio e morrer com honra do que cair em mãos inimigas; também servia como pena capital por insurreição ou insubordinação. Todos concordamos que suicídio não é lá muito saudável, mas, ainda assim, é uma tradição do código Bushido que, de tão forte, ninguém se atrevia a questionar.

Os Mórmons, como povo, possuem tradições? A pergunta chega a ser tola de tão óbvia que é a resposta. Sim, nós temos. Muitas. Tantas que, se fossem listadas, dariam um livro. Uma outra pergunta não tão óbvia seria: essas tradições são saudáveis? Bem, isso cabe a cada um analisar – de preferência, alguém que não esteja atrelado a ela. Continuar lendo

Vinho no sacramento

wine-glassAtualmente, membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias usam água e pão para simbolizar o sangue e o corpo de Cristo em suas cerimônias dominicais. Entende-se hoje que o uso da água em substituição ao vinho está em concordância com os preceitos da chamada Palavra de Sabedoria, a revelação de Doutrina e Convênios 89 sobre o consumo de alimentos e bebidas. A própria seção 89 e os registros históricos nos dizem, no entanto, que o vinho continuou a ser usado durante muito tempo pela Igreja SUD na ordenança do sacramento, como mostram as citações abaixo. Continuar lendo