Historiadora Lança Novo Livro Sobre Poligamia Mórmon

Por que mulheres mórmons no século 19 aceitavam e defendiam a prática da poligamia, tida pela sociedade ocidental como uma perversão? Como essa sujeição se harmonizava com suas ideais de sufrágio universal e autonomia feminina?

Essas são algumas das questões abordadas pela historidora Laurel Thatcher Ulrich em seu novo livro, A House Full of Females: Plural Marriage and Women’s Rights in Early Mormonism, 1835-1870 (Uma Casa Cheia de Mulheres: Casamento Plural e Direitos das Mulheres nos Primórdios do Mormonismo, 1835-1870).

historiadora poligamia mórmon

Laurel Thatcher Ulrich examina uma colcha antiga. Foto: Erik Jacobs | Universidade de Utah

O título Uma Casa Cheia de Mulheres faz referência a uma entrada do diário de Wilford Woodruff, durante uma visita à Igreja, quando ele vê a Sociedade de Socorro local, presidida por sua esposa, costurando e fazendo colchas. A observação chamou a atenção da autora por sugerir o contraste entre a submissão das mulheres à ordem patriarcal e o ativismo feminino mórmon. Em 1870, Utah foi o segundo estado americano a garantir o direito de voto das mulheres, meio século antes do voto feminino ser garantido por uma emenda constitucional. Continuar lendo

Proclamação da Família

O porta-voz de Deus, o representante de Jesus Cristo na Terra, o líder supremo da Igreja emitiu ontem uma conclamação formal a todos os fiéis para protegerem e cultivarem suas famílias.

Família

Para Católicos, o Papa é o representante oficial e o porta-voz de Jesus. Seu título “Vicário de Cristo” literalmente significa “delegado” ou “representante” ou “substituto”. Ele fala o que Cristo falaria se estivesse aqui. Ele é o exato equivalente ao Presidente da Igreja para os Mórmons da Igreja SUD.

Ontem, o atual Papa (o argentino Jorge Mário Bergoglio) publicou o seu tratado “Amoris laetitia” (a alegria do amor), que se destina a ser uma proclamação à Igreja Católica e a seus fiéis sobre a instituição da família, e como protegê-la. Baseado em sua finalidade e o seu tema principal, este seria o exato análogo ao documento oficial publicado pelo Presidente da Igreja para os Mórmons da Igreja SUD entitulado ‘A Família – Uma Proclamação Ao Mundo‘.

O Papa Católico e o Profeta Mórmon publicaram encíclicas destinadas a “proteger a família”. Não obstante, há uma enorme e fundamental diferença entre os dois documentos. Veja se você consegue percebê-la. Continuar lendo

Quando Seu Cônjuge Perde A Fé

Texto por Robert Kirby

 

Foto: kronick_

Foto: kronick_

A coluna de hoje é um teste. Um teste curto, ainda. Consiste de apenas uma pergunta. Você está pronto?

Eis a pergunta: Todas as outras coisas na sua vida permanecendo iguais, você se divorciaria de seu cônjuge se ele ou ela parasse de (ou começasse a) acreditar em Deus? Continuar lendo

Mãe e solteira

Imagem: Wikimedia.

Imagem: Wikimedia.

Quais os problemas enfrentados por mães divorciadas ou solteiras dentro da Igreja sud? Há preconceito contra essas mulheres? O que pode ser feito para que sejam melhor recebidas e tenham plena cidadania na Igreja?

Numa instituição que valoriza a família tradicional e que percebe o casamento e a paternidade e maternidade como passos para a deificação, sabemos que podem surgir certos “efeitos colaterais”: Continuar lendo

O Abismo Moral

Abril é época de Conferência Geral para a Igreja Mórmon, e não se pode falar sobre o mormonismo atual sem discuti-la.

O Presidente da Igreja, Thomas Monson, durante a reunião especial para o Sacerdócio, queixou-se do “abismo moral” entre o “mundo” e a Igreja:

“O compasso moral das massas mudou-se gradualmente para quase uma posição de vale-tudo. Eu já vivi o suficiente para acompanhar muito dessa metamorfose moral da sociedade. Antigamente, os padrões da sociedade e os padrões da Igreja eram em geral compatíveis. Agora, há um abismo entre nós, e este cresce cada vez mais.”

Dentre as falências morais da sociedade, Monson escolheu mencionar estas:

Continuar lendo