Mentiras e Mórmons, Mórmons e Mentiras

Templos são sagrados para os mórmons. Tão sagrados que os Santos dos Últimos Dias, membros da maior igreja mórmon na atualidade, precisam comprovar sua “dignidade” para sequer poder entrar ou frequentar um de seus muitos templos.

Esta “comprovação de dignidade” ocorre durante duas entrevistas oficiais com líderes eclesiásticos, que devem ocorrer bienalmente. Durante essas entrevistas, uma lista de 14 perguntas são feitas. Entre elas uma sobre honestidade:

9. Você é honesto em palavras e ações?

Obviamente, honestidade é um princípio valorizado entre mórmons. E isso não é surpreendente. Afinal, a Bíblia Hebraica (popularmente conhecida como Velho Testamento) inclui, em uma das duas listas de Dez Mandamentos (Êxodo 20; c.f. Êxodo 34), a mesma preocupação:

16. Não darás falso testemunho contra o teu próximo.

A Bíblia Cristã (popularmente conhecida como Novo Testamento) é ainda mais gráfica em sua condenação da prática da mentira (Apocalipse 21):

8. … todos os mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte.

Além de todo o foco doutrinário e teológico, honestidade é um dos temas recorrentes no ensino da Primária (crianças), com canções famosas — e muito repetidas — como a ‘Creio em ser Honesto‘:

A minha honestidade vai,

Brilhar em tudo que eu fizer,

Bons hábitos cultivarei,

E só verdades eu direi,

O certo eu defenderei,

E um exemplo eu serei.

Não há como passar uma mensagem mais clara que essa: mórmons acreditam em ser honestos! Mórmons acreditam em ensinar (doutrinar, até) seus pequenos mórmonzinhos a serem honestos. Mórmons acreditam em incentivar (coagir, até) seus adultos a serem honestos.

Não obstante, existe um experimento social que contradiz essa mensagem e sugere que mórmons, na prática cultural, não aderem tão estritamente ao conceito de honestidade.
Continuar lendo

Política e poligamia

Obama e Romney descendem ambos de famílias poligâmicas. Mas o que democratas e republicanos pensam sobre poligamia?

Poligamia é um dos temas mais persistentes na história mórmon e ainda hoje afeta tanto a maneira como a Igreja sud é vista por não-membros quanto o imaginário dos próprios membros. Não é de se estranhar que no chamado “momento mórmon”, quando um sud, Mitt Romney, coloca-se como o  mais forte (numericamente falando) adversário republicano de Barack Obama, que o tema do casamento plural venha à tona nos debates sobre o mormonismo. Mas o que pensam eleitores independentes e aqueles identificados com os dois maiores partidos dos EUA em relação ao tema? Continuar lendo

Mitt Romney Representa Mórmons?

Você acha que Mitt Romney representa bem os Mórmons?

Com o fim de campanha preliminar se aproximando, esta cada vez mais aparente que Willard Mitt Romney será o candidato a Presidente dos Estados Unidos da América pelo Partido Republicano, para concorrer contra o atual Presidente Barack Obama. Principalmente agora que o seu principal rival nas eleições primárias, Rick Santorum, anunciou a suspensão de sua campanha ontem.

Muito tem se falado sobre o fato de Romney ser Mórmon, e veículos jornalísticos brasileiros já cobriram ou estão cobrindo o ângulo religioso de Romney. Membros da Igreja SUD no Brasil, ao que parece, [1] estão animados pela presença de destaque de um correligionário num contexto de tanto prestígio.

Não obstante, eu me pergunto: será que Mitt Romney representa bem os Mórmons? Será que há motivos para orgulho em tê-lo como um representante famoso e proeminente da fé e da tradição Mórmon?

A Revista TIME levanta a questão da sinceridade e honestidade: No que realmente crê Mitt Romney?

A Revista TIME levanta a questão da sinceridade e honestidade: No que realmente crê Mitt Romney?

Sem dúvida alguma, Mitt Romney é um homem de sucesso. Multi-milionário, com uma carreira brilhante no mundo de finanças, estudando em faculdades prestigiosas como Stanford e Harvard, nascido em berço privilegiado, e governador de sucesso do estado de Massachusetts. Além de empresário e político de sucesso, Romney é pai de uma linda família, com uma esposa elegante e filhos bonitos e, aparentemente, inteligentes e competentes. No âmbito religioso, Mitt foi Bispo e Presidente de Estaca, além de haver servido como missionário na França.

Com tantas qualidades em seu currículo, qual a sua característica mais notória, mais famosa, mais facilmente reconhecida pelo público em geral?

Não, não é o fato de Mitt Romney ser Mórmon.

Continuar lendo

Veríssimo e a lição por fazer

Luis Fernando Veríssimo é um dos maiores cronistas do país. Dono de um humor sutil e uma ampla bagagem cultural, Veríssimo desta vez vez se aventurou a falar sobre Mitt Romney e o papel da religião na pré-campanha presidencial dos EUA, no seu texto O fator religião nas eleições americanas. Nem seria uma grande aventura, caso Veríssimo se desse ao trabalho de fazer a sua lição de casa e se informar sobre o que acreditam os mórmons, como a maioria dos jornalistas aparentemente têm feito ao escrever sobre o ex-governador de Massachusetts. Continuar lendo

Osama, Obama e um monte de perguntas

Segunda-feira de manhã peguei o jornal no balcão da padaria por costume. Queria ver as manchetes enquanto esperava o sanduíche que seria meu café-da-manhã. A manchete sobre a morte de Bin Laden parecia quase ficção. “Sério que isso aconteceu?”, pensei comigo num misto de admiração e perplexidade. Continuar lendo