Mórmons Contra o PT?

Mórmons devem se opor ao governo PT? Mórmons se sentem a vontade para apoiá-lo?

Manifestação Fora Dilma

O Brasil vive um momento de crise política inegável. O franco declínio da saúde econômica nacional e investigações policiais demonstrando corrupção endêmica em altos escalões dos governos federal e estaduais contribuem para uma sensação de falta de representatividade no povo brasileiro.

Como é comum em períodos de crise, a opinião pública evolui dividida e crescentemente polarizada. Há menos de um ano, metade dos brasileiros re-elegeram a Presidente Dilma Rousseff, enquanto a outra metade passou o último ano em vocífera oposição e insatisfação.

Mórmons, como quaisquer outros cidadãos, encontram-se engajados nos debates políticos do presente. Não obstante, a impressão que se tem é de um distinto viés coletivo. Estatisticamente, esperar-se-ia que metade dos membros da Igreja SUD apoiariam o PT e a Presidente, enquanto metade iria para a janela bater panelas. Contudo, experiências anedotais, como nos comentários que recebemos através das mídias sociais, sugerem que a grande maioria dos Mórmons é inequivocadamente contra o PT e a Presidente Dilma, abraçando as causas de impedimento e até golpe militar com frequência maior que a média dos não-Mórmons.

Na falta de pesquisas de opinião pública sistemáticas que isolem o sub-grupo de Mórmons, gostaríarmos de conduzir a nossa própria pesquisa informal. Diga-nos: Você é membro da Igreja e apóia o PT? Você se sente à vontade para vociferar esse apoio para seus correligionários Mórmons? Você se sente discriminado ou marginalizado na Igreja por suas opiniões políticas? Ou você se opõe ao PT? E, assim sendo, crê que todos os outros membros da Igreja devam assim se opor? Como você lida com membros que defendem o PT ou a Presidente Dilma?

48 comentários sobre “Mórmons Contra o PT?

  1. Sou membro da Igreja e votei em Dilma Rousseff embora eu não levante a bandeira do PT e nem a de qualquer outro partido. Não escondo de quem quer que seja, inclusive de meus amigos que são membros da Igreja, que votei em Dilma e que não apoio os esforços empreendidos para destituí-la do cargo. Até onde pude observar, sou um membro que nada contra a corrente conservadora que predomina entre os membros da Igreja que apoiam políticos da direita, que criticam programas assistenciais e que preferem uma ditadura militar do que um país livre sob a égide de um partido de esquerda.

    • Com certeza vc vive no país das maravilhas. Talvez quem sabe acorde quando todos os seus direitos sejam tirados. O que no andar da carruagem
      não vai demorar muito: desemprego em alta, inflação em alta, direitos trabalhistas tirados, impostos e mais impostos. Sai desse mundo de sonhos, tá pensando que aqui é a terra da Abundância?

      • Carlos Soares.
        Você pode apontar em qual parte do meu comentário eu disse que estamos no país das maravilhas ou na terra de Abundância?
        Apesar da crise atual já passamos por coisas piores. Eu apoio Dilma por considerá-la a opção menos ruim entre as que temos atualmente.

  2. Sou mórmon e apoio o governo. Tenho claras tendências de esquerda. Admiro o marxismo e o socialismo. E não estou nem um pouco interessada em quem venha me dizer que preciso pautar minha visão política por esta ou aquela citação deste ou daquele líder. Minha visão política é minha, e este direito ninguém vai me tirar. Votei no Lula por opção. Votei na Dilma duas vezes por falta de opção. Não estou contente com o governo Dilma e os rumos que ele tomou em muitas coisas, mas não sou analfabeta política para atribuir ao governo todas as mazelas atuais na economia, em meio a uma crise mundial. Muito menos para ignorar séculos de governos direitistas e militares e seus desmandos e escândalos. Não quero a direita no poder. Não quero ver de novo a direita no poder.
    Por isso, mesmo não estando contente com o governo Dilma, eu o apoio. Pois considero os protestos que estão acontecendo um espetáculo de circo para as massas, uma grande jogada para políticos e empresários, uma oportunidade de vociferar o ódio de classe para a elite. Não apoio golpe, não apoio governo militar, e acho muito engraçado pessoas convenientemente de memória fraca. Em relação à comunidade sud: alguns tentam colocar uma posição como padrão e todas as outras como erradas, ou seja, se vc apoia o governo, se não vai bater panela, se não é contra o bolsa-família, sistema de cotas, programas sociais, vc é corrupto e deve ir pra Cuba. Mas estes são os mesmos que sonhavam com Mitt no governo dos EUA para poder dizer: “olha, ele é mórmon, não tô nem aí se é um mentiroso”.
    Por mim a direita não volta ao governo tão cedo. Me é dado o direito de pensar e decidir por mim mesma e é isso que eu faço. As conquistas sociais para maioria da população pobre são prioridade para mim e ponto final. Mas…respondendo:
    Não, eles não respeitam.
    Não, eu não me sinto a vontade para emitir minha visão política no meio dos sud ultimamente, pois a maioria perdeu a razão e só sabe odiar e praguejar.
    Sim, eu já fui ofendida, inclusive meus filhos foram ofendidos e até ameaçados por causa de política no meio sud.
    Sim, eu já perdi supostos amigos pela minha visão política.
    Não, eu não estou nem aí.
    Enquanto houver direito à liberdade de pensamento, ao voto, à análise individual, ao estado laico, na minha opinião reaça não mexe. Mesmo que seja um reaça mórmon.
    #lula2018 😀😀😀😀

  3. Sou contra sim o governo do PT, antes que seja acusado de PSDBista, ambos os partidos não têm meu apoio. Em minha ala cerca de 70% são pró PT, os demais se dividem em partidos de direitas e quem não defendem partido algum. Em minha ala, não houve qualquer tipo de preconceito ou discriminação de ambas as partes, embora ouvi relatos em outra ala e em outras denominações. Acredito, porém não imponho, que tanto membros quanto não membros deveriam sim se opor, não só contra o PT, mas contra todos os partidos mais importantes e influentes. Fico incomodado quando defendem o PT querendo me impor, mas quando apenas expressão seus pontos de vistas não me incomoda em nada. Eu não espero que todos tenham a mesma opinião que eu, porém fico indignado quando fecham os olhos para o que acontece no meio político apenas para não admitirem que votaram em um partido que está tendo tantos escândalos. Pelo menos isso ocorre menos entre os membros da igreja do que os de fora (Estou falando do meu círculo de amizade). Os membros da igreja ainda são mais tolerantes que os que não são.

  4. Eu sempre fugi de polêmica e ocultei minhas opiniões, a não ser frente a algo que eu considerasse uma injustiça. Não me aborrece ou causa desconforto algum, a minha amiga mais próxima ter um partido contrário ao meu, nem um pouco, mas não é o que geralmente ocorre. As pessoas ficam transtornadas quando o assunto é política. Na capela acho que a maioria é hiper, mega contra o PT e eu também. Na primeira eleição do Lula, dei meu voto, fiquei super emocionada até chorei…kkk, mas complicado aceitar ou compreender toda essa roubalheira, mentiras e enganações. Eu acho que eles estão afundando o país. Os discursos são toscos e mentirosos. As bolsas servem só para comprar os votos e não proporcionam melhoria e qualidade de vida. Acho que deveriam ser estabelecidos prazos para essa assistência e uma meta a ser alcançada por quem a recebe. Embora eu não seja pro PT, eu, particularmente, não gosto de sair as ruas para os panelaços, mas apoio e acho que algo deve mesmo ser feito.
    Algumas vezes, senti que se chegasse a dizer que era a favor do PT pudesse apanhar dentro da capela. Mesmo sendo contra, não gosto nada de imposições. Um dia na capela me perguntaram “tu não é do PT, né?” Só respondi com um “não”, mas não gostei daquilo. Cada um que seja partidário do que achar melhor para si, acredite no que lhe fizer feliz.
    Quanto a questão intervenção militar, eu considero ingenuidade. 

  5. Fiquei tristemente surpreso em saber que existem pessoas que se dizem cristãs — e mais ainda, mórmons — apoiando o PT e sua presidente no comando do governo brasileiro. Isto porque, o PT é um partido que estatutaria e regimentalmente se diz socialista, e socialismo é incompatível com o cristianismo. A doutrina marxista, da qual deriva o socialismo moderno, preconiza que somos produto das condições materiais em cujo contexto nos encontramos, de maneira que qualquer expressão espiritual não é senão fabricação de nossas próprias mentes. O marxismo considera a religião “o ópio do povo”, portanto atividades religiosas são desestimuladas, proibidas e até perseguidas. Felizmente o PT não é socialista, o que livra o Brasil de se vincular a um sistema que é politicamente uma ditadura e economicamente um fracasso. No entanto, os hierarcas petistas utilizam o rótulo de socialista para enganar os incautos que acreditam que esse sistema conduz à justiça social. E ao longo do processo aproveitam para extrair uma inusitada “mais valia” dos cofres públicos, acumulando o produto privadamente em suas contas bancárias aqui e no estrangeiro. Assim, ser cristão é incompatível com ser petista também porque, como sabemos, o primeiro mandamento deixado por Jesus Cristo é “amar a Deus sobre todas as coisas”, o que significa fazer a sua vontade. E fazer a vontade de Deus implica cumprir os dez mandamentos que legou a Moisés, um dos quais é: “não roubarás”. Petistas não são socialistas e muito menos comunistas, caros irmãos; são apenas ladrões.

    • Friederick Brum, concordo com você no sentido em que o PT está envolvido em toda essa corrupção.
      Mas tu vai me dizer agora, é só o PT? Os outros partidos estão imunes desse mal? Seria muita ingenuidade ter esse pensamento, ou má vontade mesmo…Não sou Petista, mas o fato é que a corrupção é um problema crônico no Brasil e também não nasceu com o PT. Fico triste por não escolher “um lado certo para apoiar”, porque na verdade, não existe nenhum…Só o que há é uma briga por interesses egoístas e gananciosos…Uma luta por poder!

      • Caro irmão Tiago, sou um dos fundadores do PT e da CUT, que é o seu braço sindical. Lá atrás, nos anos 80, depois de jornadas estafantes de trabalho, participava de longas discussões cujo objetivo era o de implantar células nas comunidades organizadas de Vitória, ES. Contava as horas para que o governo dos militares chegasse ao fim e nós finalmente alcançássemos o poder, criando um novo Brasil, mais justo e honesto, e quiçá um novo mundo. Ledo engano. Cedo descobri que o PT não era o que eu sonhava e que seus líderes eram apenas uma outra versão de tudo aquilo que eu já conhecia em outros partidos políticos. Com o passar do tempo minhas expectativas se confirmaram, até que a situação chegou ao descalabro de hoje. Devo admitir que depois que as primeiras denúncias de corrupção apareceram eu ainda alimentava a esperança de que o dinheiro roubado estivesse sendo destinado a um outro fim, como por exemplo o fomento de uma revolução no Brasil ou alhures. Não seria justificável, é verdade, mas talvez fosse, pelo menos, explicável. No entanto, vi que o dinheiro roubado estava mesmo indo parar nas contas particulares daqueles personagens que tanto conhecemos. Nada de transformar o Brasil numa outra Cuba, e muito menos numa outra União Soviética. Por isso, fico triste, sim, de ver como há tanta gente iludida com o petismo, inclusive dentro da Igreja, acreditando que o progresso experimentado pelo nosso país nos últimos anos se deve às políticas implementadas pelo partido e seu sindicato, e não como resultado de uma conjuntura internacional favorável e como uma decorrência natural de nosso imenso potencial econômico. Felizmente, tanto os novos fatores externos e internos estão mostrando agora uma outra realidade, com inflação, recessão e desemprego, que, espero, servirão para abrir os olhos dos ignorantes e teimosos, mostrando a eles o que são o PT e a CUT e quem são realmente os seus líderes.

  6. Sou membro ativo da igreja. Desde minha adolescência fui e sou contra a ideologia do PT. Nunca votei em canditados de esquerda. Embora respeite as opiniões não consigo entender SUDs que apóiem a esquerda. Recentemente em minha ala tive problemas com o ex-presidente fo quórum por ser Petista e mesmo dizendo ser democrático vivia defendendo suas convicções Petistas e de esquerda. Mas ao ser de forma civilizada confrontado ideologicamente decidiu “conter debates” políticos. Notem que tais debates só ocorriam em grupos de mídias sociais da ala. Para mim a doutrina cristã e do evangelho como todo distoa do governo atual e suas ideologias.

  7. Apoio integralmente a Presidente Dilma e sou fã do Lula. O PT tem cometido vários erros, mas nesse ponta se torna igual aos outros, isso é lamentável porque com isso coloca pessoas como Lula um sobrevivente do Pau de Arara que colocou todo seu talento a serviço do povo em vala comum, isso é imperdoável, Lula é um herói um estadista um homem sensível as causas do povo . Pra ele eu tiro o chapéu. A Presidenta Dilma é uma mulher séria tem uma boa postura merece meu apoio.

  8. Quando fui Bispo em minha ala toda tinha uma meia duzia de membros que possuíam carros. Isso em 1996 no governo FHC eu tinha uma bom emprego e com esse emprego podia criar meus 5 filhos em colégios particulares aulas de inglês e Ballet e boa alimentação Brasil já estava em crise, em uma hiper inflação.Os membros eram pobres mais muito pobres mesmo Em 97 muitas empresas quebraram inclusive a que eu administrava eram 5 lojas de confecções com mais de 50 membros trabalhando.Tive que demitir todos inclusive eu fui demitido.Bem! Desesperado fui ser dekassegui no Japão,tinha 5 filhos para terminar de criar.O mais velho na Universidade fazendo medicina,mesmo sendo uma faculdade publica as despesas são grandes.Foram 13 anos fora do Brasil, 7 Japão e 6 nos USA.Quando voltei em 2006,vi grandes transformações a minha antiga ala o estacionamento abarrotado a quadra sendo usada para estacionar,é em volta da capela,é não eram só de membros novos, mais daqueles que fui bispo.Não encontrei com todos os meus ex funcionários SUD mais todos que encontrei tinha seus carros alguns casas e estavam vivendi bem melhor do que viviam na época de um governo de direita.
    Ai me lembrei quando o primeiro Apóstolo da Igreja esteve em Campo Grande-MS, e de sua Benção Apostólica em que ele profetizou que o Brasil seria um país abençoado e que os membros iriam receber muitas bençãos por isso.
    Sou de Esquerda e sempre fui pois acredito que para viver o evangelho e não saber repartir e balela,viver o evangelho e não importar o que acontece com o meu irmão,sem se preocupar com o bem estar dele e balela.Acredito piamente que o Evangelho de Jesus Cristo e Socialista,e não tem como ser diferente,E fácil falar e caridade estudar a caridade pregar a caridade e quando vamos votar escolhemos um candidato que nunca fez nada pelos pobres.
    O Grande problema que assistem TV de mais a nossa mídia e suja e trabalha como um partido politico quer ver o circo pegar fogo,livrando o deles o resto não importa.Li essa essa semana.
    O Brasil é como um avião onde metade dos passageiros torce pro avião cair (com eles dentro) porque não gostam do piloto.
    Vejo a mudança que o governo popular fez olhando para os membros da igreja que hoje tem uma vida melhor.
    Mais também vejo descontentamento em muitos membros da igreja que tinham vaga cativas nos estacionamento das capelas e hoje tem de chegar mais cedo para não estacionar na rua.

  9. A cara dos membros da Igreja e a cara da direita.
    Bonitinhos,camisas brancas gravatas,cabelos bem cortados,São como sepulcros caiados.
    Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.
    Mateus 23:27
    Essa e a direita, gente bonita,nenhum sapo barbudo os pobres bem longe pois eles cheiram mau.
    É como uma reunião de domingo todos bonitos,mais apascentar as ovelhas, ninguém se preocupou!

    • Concordo em tudo, amigo! Nós mórmons somos um povo de aparências mesmo! É impossível, não dá, não conseguimos fazer nada se não existir mídia! Irritante.

      • Se souber que tem mídia no meio, que tem visibilidade, aí o sud fica todo faceiro. Uma prova disso foi a participação do Mãos que Ajudam na copa do mundo, para mim uma aberração. Eu sou contra esta postura. Não gosto de eventos de jaleco amarelo só para aparecer. Apoio projetos realmente humanitários. Eles existem, apesar de sempre haver o apelo midiatico. Mas quando percebo que é só pela propaganda, pulo fora.

  10. Sou contra qualquer movimento infundado forçando o impeachment da presidente. Sou favorável ao governo do PT e reconheço o quanto os governos deste partido foram bons para o país, assim como os de FHC criaram o alicerce necessário para o crescimento das últimas 2 décadas.

    • Concordo com você meu xará! Creio que ambos os governos tiveram seus benefícios, e também seus lados ruins… Embora ache que, os dois últimos, foram melhor para o povo em geral…
      Realmente acho que estamos passando por uma crise econômica, mas daí, querer boicotar o país e desejar uma ditadura militar, destroçando a democracia, é de uma falta de bom senso absurda!

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s