Mórmon assume como Primeira-Ministra da Nova Zelândia

Pela primeira vez na história do mormonismo, assumirá hoje o cargo de chefe do poder executivo de uma nação, uma nação considerada de “primeiro mundo” diga-se, uma pessoa que nasceu e cresceu dentro da fé mórmon.

Jacinda Kate Laurell Ardern, de 37 anos de idade, assumiu hoje o posto de Continuar lendo

Desastres Naturais, Parte do Castigo de Deus?

Ao ver a devastação do furacão Harvey, o pastor cristão conservador John McTernan argumentou recentemente que “Deus está destruindo sistematicamente a América” devido à sua ira com a “agenda homossexual”.

Houston furacão desastre Deus

Desabrigados em Houston, Texas. | Foto: Adrees Latif/Reuters

Outros discordaram dos motivos da ira de Deus, mas não necessariamente com a suposição de que Deus pode estar furioso.  Ann Coulter, comentarista política conservadora, por exemplo, brincou que a eleição de uma prefeita lésbica em Houston era uma causa mais “crível” para o furacão do que o aquecimento global. E, do outro lado do espectro político, um professor da Universidade de Tampa twitou que Deus havia punido os texanos por elegerem republicanos. Ele posteriormente expressou arrependimento, mas foi demitido. Continuar lendo

Apóstolo Jeffrey Holland Estava Mentindo?

O Apóstolo Jeffrey Holland foi gravado em um discurso para alunos da Universidade de Harvard há 4 anos atrás declarando afirmações categóricas que foram claramente desmentidas em vídeos privados de reuniões de Apóstolos recentemente vazados ao público por um membro da Igreja.

Jeffrey Holland, Apóstolo (1994-presente)

Jeffrey R. Holland, Apóstolo (1994-presente), Setenta (1989-1994), Presidente da BYU (1980-1989)

Alguém editou uma montagem dos vídeos (áudios) em sequência para facilitar a comparação das afirmações de Holland contra a realidade apostólica a portas fechadas. Considerando que um contradiz o outro, pode-se afirmar que Holland estava mentindo para os alunos em Harvard? Se não mentiu, o que explica essa discrepância?

Assista o vídeo abaixo e/ou leia a transcrição do áudio: Continuar lendo

Para Mórmons, Adultério É Crime?

Mórmons acreditam em criminalizar o adultério?

Enquanto profetas mórmons no passado já chegaram ao extremo de defender o assassinato de adúlteros, não há nada nos manuais oficiais que exijam que membros da Igreja SUD defendam a criminalização desse pecado.

Não obstante, as leis de estados em controle total ou parcial de mórmons conta outra história. Continuar lendo

Estas Três Coisas São Verdadeiras

Reflexões de uma acadêmica mórmon

Autora convidada: Melissa Inouye

Jesus Cristo. Crianças. Mórmons. Mormonismo.

Detalhe de “Deixai as crianças”, pintura de Carl Heinrich Bloch.

Divisões agudas tornam difícil identificar “como os mórmons se sentem” sobre a política que barra crianças de pais em casamentos homossexuais de bênçãos ou batismo n’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Mas estas três coisas são verdadeiras:

  1. Mormonismo é carismático;
  2. Mormonismo é organizado;
  3. Mormonismo é os mórmons.

Por “Mormonismo é carismático” (do termo charismata, ou dons do Espírito Santo, incluindo visões, curas, profecia, etc.), quero dizer que sua existência como tradição religiosa está predicada sobre certas histórias miraculosas serem reais: primeiro e acima de tudo, o nascimento e missão divina de Jesus Cristo, cuja vida estabeleceu um exemplo perfeito; após, as visões e inspiração dadas a Joseph Smith, um profeta chamado para revelar novas maneiras de entender a relação da humanidade com Deus. A afirmação do mormonismo de uma conexão continua com Deus através de revelação profética e também pessoal é como um cabo de alta tensão vivo — um conduto para o poder, mas também uma série responsabilidade. Por um lado, a experiência pessoal do Espírito é verdadeiramente miraculosa — uma abençoada anomalia, uma reorientação que muda a vida, uma alegria. Por outro, na história dos movimentos religiosos, poder carismático leva inevitavelmente a cismas. Continuar lendo

Funcionária Homofóbica Criticada por Apóstolo Mórmon

Para Dallin H. Oaks, funcionários públicos não devem usar a religião para descumprir a lei

Kim Davis (Ty Wright/Getty Images)

A tabeliã Kim Davis recusa-se a cumprir a lei e emitir certidões de casamento para casais homossexuais citando “motivos religiosos”. (Ty Wright/Getty Images)

Religião e Estado

Na última terça-feira, Dallin H. Oaks defendeu a convivência harmoniosa entre religiões e o governo. O membro do Quórum dos Doze foi palestrante em uma conferência para clérigos e profissionais de direito, realizada na cidade de Sacramento, na Califórnia, estado onde a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias teve papel fundamental para a aprovação da Proposição 8.

Na opinião do juiz aposentado e segundo Apóstolo mais sênior: Continuar lendo

Mórmons Contra o PT?

Mórmons devem se opor ao governo PT? Mórmons se sentem a vontade para apoiá-lo?

Manifestação Fora Dilma

O Brasil vive um momento de crise política inegável. O franco declínio da saúde econômica nacional e investigações policiais demonstrando corrupção endêmica em altos escalões dos governos federal e estaduais contribuem para uma sensação de falta de representatividade no povo brasileiro. Continuar lendo

God Bless America

Deus preparava as nações para receber seu ensinamento, submetendo todas ao único imperador de Roma, e impedindo que o isolamento das nações devido à pluralidade das realezas não tornasse mais difícil aos apóstolos a execução da ordem de Cristo: Ide, portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulos.” [1]

A citação acima é extraída de uma importante obra apologética do século III, chamada Contra Celso. Para seu autor, Orígenes, a ascensão de Augusto e o autoritarismo gerador da Pax Romana estavam nos planos de Deus, e serviam como preparação para que Cristo nascesse em um contexto de relativa paz.

Mesmo vivendo em uma época anterior à Virada Constantiniana, Orígenes já percebia a importância da estabilidade do Império Romano – cujos territórios estavam unidos por importantes portos e por uma grande rede de estradas, através dos quais cristãos e suas ideias puderam se espalhar com rapidez.

Se dermos um pulo na história e direcionarmos nossos olhares para o primeiro documento escrito da história do Brasil, vemos desde lá uma a associação feita pelos portugueses entre a terra recém-descoberta e a conversão ao cristianismo dos habitantes dela.

Pero Vaz de Caminha, após elogiar a fertilidade da Ilha de Vera Cruz, comenta sobre o que ele considerou mais promissor da terra: Contudo, o melhor fruto que dela se pode tirar parece-me que será salvar esta gente. [a]

Um século depois, terras mais ao norte seriam colonizadas por imigrantes europeus, muitos deles fugindo de perseguições religiosas que assolavam a Europa naquela época. Com forte apelo religioso, essas pessoas pareciam ver sua nova morada como um lugar sagrado. Uma interessante pregação da época ilustra bem esse sentimento:

Deus escolheu a América para que aqui se construísse a sede do paraíso terrestre, por isso, a causa da América será sempre justa e nada de mal jamais lhe será imputado. Os colonos são os verdadeiros herdeiros do povo eleito, pois prestavam a Santa Fé. Nossa missão é liderar os exércitos de luz em direção aos futuros milênios. (Pregações Puritanas, 1660) [b] Continuar lendo

Negra, mórmon e republicana

Republicanos terão primeira congressista negra de sua história

Mia_LoveMia Love, 38 anos, foi eleita ao Congresso norte-americano na última terça-feira. Filha de imigrantes haitianos, Mia Love nasceu em Nova York e viveu em Connecticut, onde conheceu o mormonismo e seu futuro marido. Após seu casamento mudou-se para Utah. Mia Love foi prefeita da cidade de Saratoga Springs naquele estado.

Os republicanos têm péssimo desempenho eleitoral entre a população negra dos EUA. “Eu sou uma espécie de pesadelo para o Partido Democrata”, afirma Love a respeito de sua origem e seus ideais conservadores.

Love também é a primeira pessoa de origem haitiana a chegar ao Congresso.

Artimanhas sacerdotais e as eleições

Pode uma estaca da Igreja sud apoiar um candidato a cargo eletivo? Pode seu presidente declarar tal apoio? Foi isso o que fez Francisco de Assis dos Reis, presidente da Estaca Castelão, em Fortaleza. No último dia 07 de agosto, o presidente de estaca escreveu no Facebook:

estaca2

Não há nada de errado que um líder eclesiástico mórmon declare apoio a um candidato ou participe da sua campanha. O que é problemático é um presidente de estaca afirmar que sua estaca esteja apoiando um candidato, partido ou coligação política.  Continuar lendo

Podcast Mórmon #102 – A Crise de Sucessão de 1844

A Associação Brasileira de Estudos Mórmons e o Vozes Mórmons dão seguimento ao projeto coletivo de podcasts para discussão de temas relacionados ao Mormonismo: O Podcast Mórmon.

Neste episódio Antônio Trevisan e Marcello Jun discutem o passado e o futuro da pesquisa acadêmico-histórica de um importante capítulo na história Mórmon: a crise de sucessão pelo controle da Igreja Mórmon após o assassinato de Joseph Smith em junho de 1844.

Em 27 de junho de 1844, Joseph e Hyrum Smith foram assassinados por uma turba em Carthage, Illinois. Suas mortes precoces e inesperados tomaram Joseph, e todos os Mórmons, completamente surpresos e despreparados. O que seguiu-se foram meses, anos, e décadas de confusão, brigas, e incertezas sobre quem deveria liderar a Igreja Mórmon agora que seu Profeta havia morrido. Esta confusão afetou não apenas a estrutura de poder e os líderes e candidatos à sucessão, mas também pessoas individualmente e famílias inteiras.

Embora muitos Mórmons acreditem que os Apóstolos teriam o direito de liderar a Igreja após a morte do Profeta, isto não era o que Smith havia legado à sua Igreja. Neste episódio do Podcast Mórmon, discutimos o que historiadores descobriram sobre os dilemas, debates, e brigas que sucederam a morte do Profeta e do Patriarca.

Assista aqui o podcast na íntegra:

Continuar lendo

Líderes Mórmons Preocupados Com Deserção De Jovens

Líderes Mórmons e Adventistas planejam campanha publicitária

Líderes Mórmons e Adventistas planejam campanha publicitária em colaboração inter-religiosa.

Na semana passada o Apóstolo Tom Perry e o Presidente dos Setenta Ronald Rasband se reuniram com líderes da Igreja Adventista do Sétimo Dia para discutir uma campanha publicitária conjunta.

Detalhes da campanha não foram discutidas publicamente, mas pelos comentários feitos pela liderança Mórmon, dois focos principais ficaram evidentes.

A reunião ocorreu na sede Adventista em Maryland e incluiu a presença doVice-Presidente da Igreja Adventista Lowell Cooper. A julgar pelos comentários à mídia, os dois pontos principais da campanha serão:

Continuar lendo

Por Que As Mulheres Não Foram Incluídas?

Texto por Lori Burkman

Chieko Okazaki, Primeira Conselheira na Presidência Geral da Sociedade de Socorro (1990-1997)

Chieko Okazaki, Primeira Conselheira na Presidência Geral da Sociedade de Socorro (1990-1997)

Em 2005, a outrora Primeira Conselheira da Presidência Geral da Sociedade de Socorro Chieko N. Okazaki deu uma incrível entrevista a Gregory Prince para a revista Dialogue: a Journal of Mormon Thought.1  De todas as vezes em que ouvi uma mulher representante da Igreja falar em público, eu jamais me havia impressionado tão profundamente ou aprendido tanto como com este entrevista. A irmã Okazaki falava de maneira surpreendetemente aberta e franca sobre como mulheres são ignoradas na Igreja, não consultadas sobre assuntos importantes, ou carecem de um sentimento geral de auto-importância.

A entrevista começa da seguinte maneira:
Continuar lendo

Podcast Mórmon #101 – O Conselho dos 50

A Associação Brasileira de Estudos Mórmons e o Vozes Mórmons anunciam o início de um projeto coletivo de podcasts para discussão de temas relacionados ao Mormonismo: O Podcast Mórmon.

Neste primeiro episódio Antônio Trevisan e Marcello Jun discutem o passado e o futuro da pesquisa acadêmico-histórica de um importante capítulo na história Mórmon: a fundação e o crescimento do Conselho dos 50, estabelecido por Joseph Smith em março de 1844 para servir como o braço político do Reino de Deus na Terra.

Assista aqui o podcast na íntegra:

Continuar lendo