Igreja Explica Discriminação Contra Negros

Do túnel do tempo, um vídeo extraído de um documentário de 1973 sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias explica porque negros eram discriminados pela Igreja.

Wendell Ashton dando discurso na Conferência Geral de abril de 1971

A porção central do clipe mostra o Diretor de Relações Públicas da Igreja SUD, e irmão mais velho do Apóstolo Marvin Ashton, Wendell Jeremy Ashton, oferecendo a explicação oficial em nome da Igreja:

O vídeo começa mostrando que a Igreja aceitava polinésios de “pele escura” sem quaisquer discriminações dentro da “igreja mórmon”. Então, o narrador anuncia a premissa central do clipe:

“Mas algumas pessoas de pele negra não conseguem atingir status pleno na igreja mórmon.”

Corta para o Diretor de Relações Públicas da Igreja SUD Wendell Ashton:

“Neste dia, como nos tempos antigos, há alguns a quem não tem sido dado o privilégio, neste momento, de portar o sacerdócio da Igreja. Entre aqueles que não têm este privilégio estão os de ascendência negra africana.”

O narrador explica que todos os membros da Igreja à partir dos 12 anos de idade são ordenados ao sacerdócio e, portanto, podem “avançar para posições de liderança religiosa mais elevadas”, exceto “mulheres e os assim chamados negros”.

Por que negros são excluídos do sacerdócio? Voltamos ao Diretor Ashton:

“Eu acho que talvez possa melhor responder a essa pergunta com esta declaração emitida pela Primeira Presidência da Igreja em 15 de dezembro de 1969. E cito: ‘Desde o início desta dispensação, Joseph Smith e todos os presidentes sucessivos da igreja têm ensinado que os negros, enquanto filhos espirituais de um Pai comum, e descendentes de nossos pais terrenos Adão e Eva, ainda não deveriam receber o sacerdócio por razões que nós acreditamos que são conhecidas por Deus, mas que Ele não fez totalmente conhecido para o homem’.”

Infelizmente para o Diretor Ashton, e para a Igreja, historiadores descobriram que Joseph Smith havia autorizado a ordenação de negros, que a prática de discriminar contra negros iniciou-se com Brigham Young quando ele instituiu a legalização de escravidão negra em Utah, e os Profetas e Apóstolos no século 19 (e na primeira metado do século 20) sabiam muito bem o porquê:

O Presidente Brigham Young afirmou que era uma maldição contra uma raça inferior e merecedora de ser escravizada.

O Presidente John Taylor afirmou que era uma mera restrição aos “representante[s] na Terra” do “Diabo”.

O Presidente dos Setenta B H Roberts ensinou que era porque o negro “é obviamente inferior ao branco”.

O Profeta Joseph F. Smith ensinou que fora porque os negros eram amaldiçoados por Deus.

O Profeta Joseph Fielding Smith ensinou que era porque os negros haviam sido aliados de Satanás na vida pré-mortal.

Alguns membros da Igreja insistem até hoje, como a Autoridade Geral Alexander Morrison, que a Igreja nunca fora racista ou nunca discriminara contra negros. Além do documento histórico, temos comprovação em vídeo. A motivação era bem mais sútil em 1973 do que com Young, Taylor, Roberts, F. Smith ou Fielding Smith, mas a discriminação contra negros nessa época é simplesmente inegável.

O jornalista encerra o clipe explicando que a Igreja já havia abandonado poligamia por causa de pressão social e política externa, e que ela poderia vir a fazer o mesmo com a questão racial. O Apóstolo LeGrand Richards, quase uma década depois, viria a confirmar essa predição, e ainda dando crédito ao Brasil por isso!

12 comentários sobre “Igreja Explica Discriminação Contra Negros

  1. A grande ironia disso tudo é que Jesus nunca foi branco e também seria vítima de discriminação por parte da Igreja SUD. Jesus era moreno e seria considerado negro ou latino ou conforme os padrões de branquitude anglo-saxões adotados pela Igreja SUD até 1978.

  2. No dia em que surgir uma religião que ensine: não importa o que vc acredita ou deixe de acreditar, ou o que vc faça ou deixe de fazer, ou o que vc é ou deixe de ser, e mesmo assim vc receberá a maior recompensa que existe, a partir deste momento existirá, ou perto disto, uma religião que não discrimine nada ou ninguém.

    A religião por si só é discriminatória e as constituições, pelo menos nos países ditos civilizados, permitem que a seja. O direito individual que garante esta discriminação é o da liberdade de crença.

  3. Como voce tem certeza que ele era moreno?voce viu?Ninguém agora pode dizer a não ser quem viu como afirmam Joseph Smith,Oliver e Lorenzo Snow.Se eles mesmos nunca disseram se ele é branco ou negro como pode alguém querer afirmar como ele é ou foi sem realmente ter visto ou comprovado com provas inequívocas?

    • Qualquer sociólogo, historiador, ou antropólogo moderno sabe que os nem os hebreus nem os judeus eram brancos. Uma das características dos povos semitas é possuirem a pele morena. Os Jesus branco mórmon não passa de uma ficção. Pesquise e verá. A ciência antropológica já tem essas respostas e portanto não é necessário ter visto Jesus para dizer que ele não era branco.

      • Bom eu não quis responder diretamente a ele portanto não errei so deixei um comentário abaixo do dele.

      • Agora sim estou aqui respondendo a ele.Peterson ninguém pode afrmar nada com toda certeza nem mesmo os melhores historiadores o fato de supostamente Jesus ter sido semita não quer dizer que ele era Moreno assim como nem todo mundo na Africa do Sul é Negro.Quando o vermos veremos como é!

  4. As alegações colocadas aqui dos lideres da Igreja, estão sem referências. Isto depõe contra o site… como podemos debater algo que não vem de uma fonte segura?

    • Soldado, você não sabe como funcionam links?

      Se você clicar nas palavras em azul, abre-se outra página com as citações. Nessas páginas, você procure abaixo as referências de onde veem as citações. Se quiser, clique nas palavras em azul nas referências para ler os livros publicados de onde elas foram copiadas.

  5. Vamos lá, Adriano, meu amiguinho. Só vocês para acreditar nessa história de que Deus e Jesus Cristo apareceram a Joseph. A bíblia narrada por João é bem clara quando ele diz que homem nenhum verá Deus. Os grandes mestres que passaram naquela época nunca fizeram um registro desse. Meu amado, sou membro há 18 anos graças a Deus tive minha mente aberta para outras realidades. Pesquise, pondere, vá atrás como diz o próprio hino musical da igreja: “procurai no abismo nas trevas e na luz e grandezas irei contemplar”. Um tríplice abraço pra ti.

    • Caro Paulo Roberto so agora vi seu comentario.Vamos la.Primeiramente a Bilbia narrada por João também é bem clara quando diz em Atos 7:55-56 quando diz que o Setenta Estevão viu Deus e Jesus Cristo a direita dele.Segundo para mim não importa alguém ter 18 ou 180 anos de igreja conhecimento não é uma questão de tempo é questão de busca,Infelizmente acho que em 18 anos voce não leu a Biblia direito e não viu essa escritura de tão basica por assim dizer e tão clara .Tenho 14 anos como membro e vi essa escritura muito mais cedo.Agora também sugiro busque mais e melhor pondere mais,compare fatos e como diz a letra do mesmo:” Sempre resta a verdade que é luz para mim…a verdade eterna será”.Um hexa abraço para voce e seja feliz!!

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s