Sacerdócio para Condenar?

Para que serve o Sacerdócio na teologia e na cultura mórmon?

Para servir e abençoar a vida dos outros?

Bênção por imposição de mãos. Mulheres Mórmons. História mórmon.

Mulheres reconstituem bênção por imposição de mãos para a benção e cura dos enfermos, como realizada por pioneiras mórmons (Imagem: ordainwomen.org)

Ou para condená-los e manipulá-los a fazer o que se quer deles?

Vejamos esse exemplo interessante e recente.

Nós recebemos a seguinte mensagem que ilustra como esse membro da Igreja enxerga como o Sacerdócio deve ser utilizado:

sacerdocio-dominio

“Bom pessoal dos Vozes Mórmons! Como vai? É sou membro e acredito que vcs conhecem muito bem o livro de Mórmon. Então… como portador do Sacerdócio de Deus, ORDENO QUE PAREM! Não estou brinacando. Se quiserem um sinal posso lhe dizer com td a certeza de meu coração… Sofreram dores como nunca sentiram! A destruição chegará mais rapidamente do que imaginam. Mais uma vez ORDENO pelo Santo Sacerdócio de Deus que parem de divulgar essas blasfemias! Caso não se arrependam ainda hj os julgamentos de Deus virá e testificarão que sua Igreja está novamente na terra. E o que disse está dito e não me desculpo e certamente acontecerá!”

Para esse Santo dos Últimos Dias, o Sacerdócio serve para amaldiçoar outras pessoas que pensam, ou que leem e estudam, diferentemente dele, e como ferramenta de manipulação para tentar a coagir outras pessoas a pensar como ele, ou parar de ler e estudar.

Essa é uma visão comum do Sacerdócio entre membros da Igreja no Brasil? Vocês vêem essa postura rotineiramente na Igreja ou é rara e específica a esse membro?

E, finalmente, essa postura acima é compatível com as instruções nessa revelação ditada por Joseph Smith?

“Que os direitos do sacerdócio são inseparavelmente ligados com os poderes do céu e que os poderes do céu não podem ser controlados nem exercidos a não ser de acordo com os princípios da retidão. Que eles nos podem ser conferidos, é verdade; mas quando nos propomos a encobrir nossos pecados ou satisfazer nosso orgulho, nossa vã ambição ou exercer controle ou domínio ou coação sobre a alma dos filhos dos homens, em qualquer grau de iniquidade, eis que os céus se afastam; o Espírito do Senhor se magoa e, quando se afasta, amém para o sacerdócio ou a autoridade desse homem

Eis que, antes de o perceber, é abandonado a si mesmo, para recalcitrar contra os aguilhões, perseguir os santos e lutar contra Deus. Aprendemos, por tristes experiências, que é a natureza e índole de quase todos os homens, tão logo suponham ter adquirido um pouco de autoridade, começar a exercer imediatamente domínio injusto. Portanto, muitos são chamados, mas poucos são escolhidos.

Nenhum poder ou influência pode ou deve ser mantido em virtude do sacerdócio, a não ser com persuasão, com longanimidade, com brandura e mansidão e com amor não fingido; Com bondade e conhecimento puro, que grandemente expandirão a alma, sem hipocrisia e sem dolo — Reprovando prontamente com firmeza, quando movido pelo Espírito Santo; e depois, mostrando então um amor maior por aquele que repreendeste, para que ele não te julgue seu inimigo; Para que ele saiba que tua fidelidade é mais forte que os laços da morte.

Que tuas entranhas também sejam cheias de caridade para com todos os homens e para com a família da fé; e que a virtude adorne teus pensamentos incessantemente; então tua confiança se fortalecerá na presença de Deus; e a doutrina do sacerdócio destilar-se-á sobre tua alma como o orvalho do céu. O Espírito Santo será teu companheiro constante, e teu cetro, um cetro imutável de retidão e verdade; e teu domínio será um domínio eterno e, sem ser compelido, fluirá para ti eternamente.” (Doutrina e Convênios 121:36-46 ênfases nossas)

5 comentários sobre “Sacerdócio para Condenar?

  1. De modo geral os membros da Igreja SUD, pouco se importam com o sacerdócio, suas doutrinas e os aspectos teológicos, conhecem muito pouco. Quase não fazem uso das mesmas em casa e se contentam em dizer que são “portadores do sacerdócio” na igreja, nas reuniões tediosas do quorum, sumo sacerdócio ou correlação na estaca. O caso triste e degradante de nosso irmão terrorist…ops, quero dizer “extremista” (rsrs) acima por incrível que pareça é uma exceção calamitosa( a maioria não tem base teológica para se valer da autoridade para amaldiçoar alguém) e perigosa de alguém que crer em um deus tirânico, obcecado e xenofóbico. De fato, o nosso amigo acima cria um deus e sacerdócio a sua imagem e semelhança…

  2. Bem, quando eu tava na missão um ex-missionário me disse que quando ele servia um pesquisador cuspiu nele e ele levantou a mão para amaldiçoar aquele homem mas, foi evitado pelo companheiro dele, ele me disse que os homens podem amaldiçoar até a terceira geração de qualquer um apenas levantando a mão e dizendo algumas palavras, não sei se é verdade ou folclore SUD.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.