Igreja Mórmon Reverte Revelação Sobre Famílias LGBT

Cinco de Novembro é uma data histórica, ainda que em infâmia, para membros d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Crianças num lar estável com pais dedicados e amorosos: Dependendo da família, a Igreja Mórmon não as quer.

Crianças num lar estável com pais dedicados e amorosos: Dependendo da família, a Igreja Mórmon não as queria, e ainda se propunha a destruir esses lares. Aparentemente, não mais?

Foi nessa data em 2015 que descobriu-se, em parte através de uma denúncia anônima, que a Igreja Mórmon, sob a liderança do Profeta Thomas S Monson, havia oficializado a discriminação institucional contra famílias LGBT.

Na época, o atual Profeta e Presidente da Igreja Russell M Nelson, então servindo como Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos, assegurou os membros fiéis que tal política discriminatória, confirmada por nota oficial publicada pela própria Primeira Presidência, havia sido fruta de uma revelação divina:

“Cada um de nós durante esse momento sagrado sentiu uma confirmação espiritual … Foi o nosso privilégio como apóstolos sustentar o que havia sido revelado ao Presidente Monson.”

“A Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos aconselhou-se juntos e compartilhou tudo que o Senhor dirigiu-nos a compreender e sentir, individual e coletivamente … E então, vemos a inspiração do Senhor sobre o presidente da Igreja para proclamar a vontade do Senhor.”

Agora, após 3 anos e meio insistindo que essa política era uma ordem direta e inquestionável de Deus, a Igreja sob a liderança de Nelson volta atrás e a rescinde. Continuar lendo

Lembrai, Lembrai o Cinco de Novembro Mórmon

Cinco de Novembro é uma data histórica, ainda que em infâmia, para membros d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Crianças num lar estável com pais dedicados e amorosos: Dependendo da família, a Igreja Mórmon não as quer.

Crianças num lar estável com pais dedicados e amorosos: Dependendo da família, a Igreja Mórmon não as quer, e ainda propõe-se a destruir esses lares.

Foi nessa data que descobriu-se, em parte através de uma denúncia anônima, que a Igreja Mórmon havia oficializado a discriminação institucional contra famílias LGBT.

Lindsay Hansen Park, Diretora da famosa e influente Fundação Educacional Sunstone, autora no blog Feminist Mormon Housewives, e apresentadora do podcast Year of Polygamy,  publicou uma comovente nota hoje para lembrar o custo emocional e psicológico das políticas oficiais da Igreja SUD contra seus membros LGBT em pessoas reais e em suas famílias.
Continuar lendo