9 Gráficos Para Entender o Crescimento Mórmon no Brasil

Estes gráficos ajudam a visualizar os dados demográficos sobre o mormonismo no Brasil. Baseados nos dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizado em 2010 e publicado em 2012, eles mostram dados concretos sobre o crescimento d’A Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias no país.

O que mais chama a sua atenção nesses gráficos? Que perguntas lhe surgem?

 

1. Sul e Sudeste concentram maior parte da população mórmon

ibge mórmons regiões brasileiras estatísticasO Sudeste é a região com maior concentração de santos dos últimos dias (41%). Juntos, Sudeste e Sul são lar para 67% dos mórmons brasileiros. O Nordeste é a terceira região com maior número de membros SUD (18%). As menores concentrações estão nas regiões Norte (8%) e Centro-Oeste (6%). Continuar lendo

Onde há mais Jedis que Mórmons

Há anos estamos publicando dados estatísticos para demonstrar que o crescimento da Igreja Mórmon vem declinando consideravelmente nas últimas décadas, tanto no Brasil como no mundo. [Ver aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui]

Jedi

A situação chegou a tal ponto que há um país de primeiro mundo com mais praticantes da religião Jediismo, baseada nos Cavaleiros Jedi da franquía Star Wars, que membros ativos (ou semiativos) d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

E, ironicamente, os dados estatísticos ainda demonstram que a Igreja está melhor lá que no Brasil. Continuar lendo

Líderes Mórmons Preocupados Com Deserção De Jovens

Líderes Mórmons e Adventistas planejam campanha publicitária

Líderes Mórmons e Adventistas planejam campanha publicitária em colaboração inter-religiosa.

Na semana passada o Apóstolo Tom Perry e o Presidente dos Setenta Ronald Rasband se reuniram com líderes da Igreja Adventista do Sétimo Dia para discutir uma campanha publicitária conjunta.

Detalhes da campanha não foram discutidas publicamente, mas pelos comentários feitos pela liderança Mórmon, dois focos principais ficaram evidentes.

A reunião ocorreu na sede Adventista em Maryland e incluiu a presença doVice-Presidente da Igreja Adventista Lowell Cooper. A julgar pelos comentários à mídia, os dois pontos principais da campanha serão:

Continuar lendo

Crescimento da Igreja Mórmon (2014)

“Estamos reunidos juntos como uma grande família, mais de 15 milhões [de membros] fortes…”, disse Thomas Monson durante a abertura da última Conferência Geral neste fim de semana que passou. Com esta frase, o Presidente da Igreja SUD nos convida a revisitar uma análise estatística de como anda o crescimento da Igreja e ponderar justamente como enxergamos, compreendemos e utilizamos este conhecimento matemático.

Thomas Monson estabelece um número

Thomas Monson estabelece uma afirmação estatística (checável) em plena Conferência Geral

Tal entusiasmo estatístico não é incomum entre a liderança da Igreja. Na Conferência Geral de 2007 (Outubro), o Apóstolo Russell Ballard alardeou: “Como uma das fés Cristãs que cresce mais rápido no mundo, construímos uma capela nova todo dia de trabalho.”

E entre publicações recentes nos jornais oficiais da Igreja há muitos artigos que reforçam essa percepção, além do próprio escritório de relações públicas da Igreja. Lendo as publicações da Igreja e os discursos em Conferência Geral, tem-se a impressão de que a liderança está bastante otimista com o rápido crescimento da Igreja pelo mundo.

Não obstante tal otimismo, em Outubro de 2012 o mesmo Presidente Monson anunciou o rebaixamento da idade mínima para serviço missionário (de 19 para 18 anos para meninos, e de 21 para 19 anos para as meninas) em parte, de acordo com o Apóstolo Jeffrey Holland, para que “Deus … apress[e] Sua obra…”.

Em plena Conferência Geral, o atual Presidente da Igreja estabeleceu uma afirmação clara e inequívoca que pode ser testada, analisada e checada. No mesmo dia, a Igreja apresentou seus novos dados estatísticos para o ano de 2013. Com estes dados novos, além dos dados já oficialmente publicados pela Igreja nos anos anteriores, e comparados com dados populacionais de vários censos, pode-se checar e confirmar a afirmação do Profeta Mórmon e responder — e levantar — algumas perguntas.

A primeira, e mais importante, questão é: Como realmente anda o crescimento da Igreja?

Continuar lendo