Exemplo de Dissonância Cognitiva

O que é dissonância cognitiva?

Há 3 anos, nós publicamos um artigo explicando em detalhes a teoria científica de dissonância cognitiva. Ele introduz o conceito assim:

“Na psicologia e nas ciências neurológicas, “dissonância cognitiva” é o estresse mental ou desconforto emocional experimentado por um indivíduo que detém duas ou mais crenças, idéias ou valores contraditórios demaiso mesmo tempo, ou executa uma ação que seja contraditória com uma ou mais de suas crenças, ideias, ou valores, ou mesmo é confrontado com novas informações que conflitem com as suas crenças, idéias ou valores pré-existentes.”

Dissonância Cognitiva (Foto: Robert Couse-Baker)

Além de explicações técnicas, o artigo oferece exemplos clássicos na literatura científica, e alguns exemplos clássicos em estudos mórmons. Contudo, às vezes faltam oferecer alguns exemplos do dia-a-dia de vidas normais.

Por exemplo, hoje mais cedo nós publicamos uma mensagem da Primeira Presidência d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias consistindo de um discurso do Presidente N Eldon Tanner, Conselheiro na Primeira Presidência, cuja ideia central é da necessidade de obediência cega e absoluta dos membros da Igreja aos seus líderes eclesiásticos:

“Quando o Profeta fala, … encerrou-se o debate”

A mensagem ainda inclui a admoestação contra mulheres trabalhando fora do lar, especialmente contra mulheres em carreiras profissionais:

“Algumas crianças estão sendo negligenciadas e abusadas porque suas mães estão buscando … carreiras fora de casa”

Obviamente, nós tiramos o texto do discurso do site oficial da Igreja SUD, e naturalmente incluímos não apenas um, mas dois links para o texto original do discurso e para o site oficial da Igreja SUD, que o publicou.

Como reagiria um fiel, com suas funções cognitivas intactas, a essa mensagem?

Certamente de várias maneiras distintas, mas como exemplo, lendo a mensagem com atenção, checando a data quando a mensagem foi publicada, ponderando ou pesquisando quais eram os contextos sociais e históricos da época que teriam motivado tal mensagem, e refletindo para si o quanto seus valores pessoais concordam ou discordam da mensagem em si.

Agora, como reage um fiel com suas funções cognitivas fracionadas por dissonância?

A reação imediata de uma leitora ao discurso publicado foi essa:

“Nunca q um profeta de Deus iria falar isso dessa forma” (sic)

Negar a realidade apresentada e clara aos olhos é um primeiro passo comum.

Acompanhando a ilustração do fotógrafo Robert Couse-Baker exposta acima, intitulada sucintamente “dissonância cognitiva”, está um diálogo da novela 1984 de George Orwell:

O’Brien: “Você é um aprendiz lento, Winston.”

Winston: “Como posso evitar? Como posso evitar ver o que está diante dos meus olhos? Dois mais dois são quatro”.

O’Brien: “Às vezes, Winston. Às vezes são cinco. Às vezes são três. Às vezes são todos de uma vez.

Outra leitora decidiu responder àquela, indicando-lhe incredulidade por não “ver o que está diante dos [seus] olhos” e que “dois mais dois são quatro”. Especificamente, que o discurso havia sido tirado do “site oficial da igreja” e que ela poderia lê-lo lá através dos links fornecidos em nosso artigo.

Como responde à apresentação de mais fatos alguém que ainda mantém sua cognição fracionada por dissonância?

“Eu so acredito no que esta no site oficial da igreja, o resto pra mim sao idiotas de outras religioes que ao invez de falar das qualidades da sua arruma defeito nas dos outros so isso” (sic)

Além de insistir que “dois mais dois” não são quatro, retalia com xingamentos pessoais.

As “provas” estavam lá. Os links levando ao “site oficial da igreja” estavam lá. O “profeta de Deus [falou] isso dessa forma” e o “site oficial da igreja” exibe a prova concreta disso. Mas, como para ela “um profeta de Deus [jamais] iria falar isso dessa forma”, e como para ela Eldon Tanner era “um profeta de Deus”, então nós só podemos ser “idiotas de outras religiões que… arruma (sic) defeito (sic) nas dos outros”.

Ela reduz sua dissonância mentindo para si, mentindo para os outros, e xingando os outros.

É possível que ela tenha se conscientizado disso, pois logo após receber outros comentários em resposta, apagou tudo. Naturalmente, sem se desculpar pelas mentiras, pelos xingamentos, ou mesmo sem admitir os grosseiros erros de raciocínio lógico.

Esperamos que, ao menos, esse episódio a tenha ensinado – e posso nos ensinar a todos nós – a confrontar suas dissonâncias cognitivas de maneira mais saudável, honesta, e produtiva. Todo ser humano sofre com dissonâncias cognitivas e aprender a identificá-las e confrontá-las é um exercício constante. Como todo exercício, quanto mais se exercita, mais fácil fica. E como todo exercício, os primeiros passos sempre são os mais árduos.

Se você deseja explorar o assunto em mais detalhes, sugerimos esse artigo introdutório a teoria científica de dissonância cognitiva.

Atualização

No dia seguinte, a mesma leitora ofereceu outro excelente exemplo de dissonância cognitiva, ainda mais ilustrativo do problema.

Em um artigo sobre a crença mórmon de que Jesus Cristo teria nascido no dia 6 de abril, a leitora anuncia sem hesitação o que ela crê ser um fato incontestável:

“Ninguém sabe o dia certo que Cristo nasceu” (sic)

Quando contestamos que a posição oficial da Primeira Presidência, articulada pelo Apóstolo James Talmage e publicado oficialmente pela Igreja, é que Jesus havia nascido no dia 6 de abril, como ela reage? Revê sua posição? Discorda da posição da Igreja?

Nada disso. Ela mente sobre sua posição inicial.

“eu nao disse isso, so falei q a biblia nao fala o dia, se ele tem certeza ai é com ele” (sic)

Quando lhe mostramos essa imagem demonstrando clara e didaticamente que ela estava mentindo sobre sua posição original, como ela reage? Assume que estava equivocada? Pede desculpas por haver mentido? Revê sua posição original?

Nada disso. Ela apaga os seus comentários.

Dissonância cognitiva.

Se você deseja explorar o assunto em mais detalhes, sugerimos esse artigo introdutório a teoria científica de dissonância cognitiva.

2 comentários sobre “Exemplo de Dissonância Cognitiva

  1. Eles sabem que as coisas estão errados quando se fala da igreja atual, mas o orgulho fala mais alto nessas horas e reconhecer que fizeram maior erro no que fizeram seria reconhecer que foram feitos de otário na mente deles.

  2. Eu comparo esse artigo ao uso do espelho. – Ei amigo tem uma mancha no seu rosto! Eu olho no espelho – Obrigado , vou tirar! Ter espelhos ajuda qualquer religião a crescer, saber ouvir.Não se alienar é uma forma de crescimento espiritual para toda a religião. As revelações são melhores entendidas e pregadas.Tentar captar a luz de Cristo em todas as pessoas é algo que somente contribui para o crescimento da Igreja de Jesus Cristo.Contudo a obra deve prosseguir e não fazer como TCU faz no Brasil que quando vê um problema, manda cancelar tudo rsrs. Na história da Igreja observamos alguns membros que simplesmente ao verem algo imperfeito, tentaram em vão obstruir toda a Obra do Senhor.Usar a luz e o discernimento para edificar, é um caminho que traz paz e mais conhecimento.Vale lembrar que alienação e mente fechada sufoca o Espírito Santo.
    Em Mateus 13 Jesus Cristo ensina:
    10 Os discípulos aproximaram-se dele e perguntaram: “Por que falas ao povo por parábolas?”
    11 Ele respondeu: “A vocês foi dado o conhecimento dos mistérios do Reino dos céus, mas a eles não.
    12 A quem tem será dado, e este terá em grande quantidade. De quem não tem, até o que tem lhe será tirado.
    13 Por essa razão eu lhes falo por parábolas:” ‘Porque vendo, eles não veem e, ouvindo, não ouvem nem entendem’.
    14 Neles se cumpre a profecia de Isaías:” ‘Ainda que estejam sempre ouvindo,vocês nunca entenderão;ainda que estejam sempre vendo, jamais perceberão.

Deixe uma resposta para Hico Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.