Kate Kelly apelará à Primeira Presidência

Imagem: Katrina Barker Anderson

Imagem: Katrina Barker Anderson

Feminista excomungada por defender ordenação de mulheres ao sacerdócio apelará à liderança máxima da Igreja sud

Líderes sud no estado americano da Virgínia negaram o apelo feito por Kate Kelly para rever sua excomunhão, realizada por um bispado em junho deste ano.  Seu ex-presidente de estaca, em carta do último dia 30 de outubro, afirma que a ativista poderá recorrer à Primeira Presidência, explicando o que houver considerado injusto no processo de excomunhão.

Kelly afirmou não estar surpresa com a decisão, uma vez que o presidente de estaca foi quem teria iniciado o processo de excomunhão. Ela declarou que irá apelar à Primeira Presidência da Igreja e que seu processo disciplinar machucou “milhares de mulheres”.

12 comentários sobre “Kate Kelly apelará à Primeira Presidência

    • As coisas não funcionam assim, Marcus Vinicius. ” Se ta errado procure outra.” Kate Kelly também não está “brigando” com ninguém. Ela reivindica e trabalha por algo que é importante para ela e para todas as mulheres SUD. Não se trata de haver ou não haver inúmeras igrejas. Ela e outras mulheres queremos ver uma mudança para melhor dentro da nossa igreja que é a IJCSUD. Não vejo contradição nisso, deve ter outro nome. Você é simplista demais.

      • gblikenother, concordo inteiramente com você! Pessoas como Kate Kelly, possuem testemunho da igreja – que segundo palavras dela, nunca negou. A questão é muito mais profunda, e não tão simplista assim. Talvez, justamente pelo testemunho que alegada possuir é que, Kate Kelly, reivindica o cumprimento de diretrizes, através de reais revelações, daquele que está a testa da igreja, Jesus Cristo e na sequência, seu representante direto, profeta, vidente, revelador, presidente da Igreja e portador de todas as chaves do Sacerdócio (atente para o detalhe: portador e não proprietário ou dono); revelação, não segundo a vontade de homens que temporariamente ocupem cargos de liderança na igreja que, podem sim, estar desfigurada por conceitos machistas. E, apenas para reflexão, cito uma escritura de um dos livros sagrados da igreja demonstrando claramente que, teoria e prática podem não ser (geralmente não são) a mesma coisa: D&C 121:39 “Aprendemos, por tristes experiências, que é a natureza e índole de quase todos os homens, tão logo suponham ter adquirido um pouco de autoridade, começar a exercer imediatamente domínio injusto.” (http://scriptures.lds.org/pt/dc/121/37#37)

  1. Independente dos fatos que levaram a excomunhão, esta mais do que certo em recorrer a presidência da igreja, ou até mesmo outras fontes, para rever essa decisão de um homem “indicado” para ser o Pr da estaca… é de conhecimento de todos que há inúmeros “lideres” afastados atualmente que no passado agiram com a (suposta) idoneidade espiritual para desassociar ou excomungar.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.