Kate Kelly apelará à Primeira Presidência

Imagem: Katrina Barker Anderson

Imagem: Katrina Barker Anderson

Feminista excomungada por defender ordenação de mulheres ao sacerdócio apelará à liderança máxima da Igreja sud

Líderes sud no estado americano da Virgínia negaram o apelo feito por Kate Kelly para rever sua excomunhão, realizada por um bispado em junho deste ano.  Seu ex-presidente de estaca, em carta do último dia 30 de outubro, afirma que a ativista poderá recorrer à Primeira Presidência, explicando o que houver considerado injusto no processo de excomunhão.

Kelly afirmou não estar surpresa com a decisão, uma vez que o presidente de estaca foi quem teria iniciado o processo de excomunhão. Ela declarou que irá apelar à Primeira Presidência da Igreja e que seu processo disciplinar machucou “milhares de mulheres”.

12 comentários sobre “Kate Kelly apelará à Primeira Presidência

    • As coisas não funcionam assim, Marcus Vinicius. ” Se ta errado procure outra.” Kate Kelly também não está “brigando” com ninguém. Ela reivindica e trabalha por algo que é importante para ela e para todas as mulheres SUD. Não se trata de haver ou não haver inúmeras igrejas. Ela e outras mulheres queremos ver uma mudança para melhor dentro da nossa igreja que é a IJCSUD. Não vejo contradição nisso, deve ter outro nome. Você é simplista demais.

      • gblikenother, concordo inteiramente com você! Pessoas como Kate Kelly, possuem testemunho da igreja – que segundo palavras dela, nunca negou. A questão é muito mais profunda, e não tão simplista assim. Talvez, justamente pelo testemunho que alegada possuir é que, Kate Kelly, reivindica o cumprimento de diretrizes, através de reais revelações, daquele que está a testa da igreja, Jesus Cristo e na sequência, seu representante direto, profeta, vidente, revelador, presidente da Igreja e portador de todas as chaves do Sacerdócio (atente para o detalhe: portador e não proprietário ou dono); revelação, não segundo a vontade de homens que temporariamente ocupem cargos de liderança na igreja que, podem sim, estar desfigurada por conceitos machistas. E, apenas para reflexão, cito uma escritura de um dos livros sagrados da igreja demonstrando claramente que, teoria e prática podem não ser (geralmente não são) a mesma coisa: D&C 121:39 “Aprendemos, por tristes experiências, que é a natureza e índole de quase todos os homens, tão logo suponham ter adquirido um pouco de autoridade, começar a exercer imediatamente domínio injusto.” (http://scriptures.lds.org/pt/dc/121/37#37)

  1. Independente dos fatos que levaram a excomunhão, esta mais do que certo em recorrer a presidência da igreja, ou até mesmo outras fontes, para rever essa decisão de um homem “indicado” para ser o Pr da estaca… é de conhecimento de todos que há inúmeros “lideres” afastados atualmente que no passado agiram com a (suposta) idoneidade espiritual para desassociar ou excomungar.

  2. “Eu nunca pensei que fosse correto intimar um homem e julgá-lo porque ele errou em doutrina, isso parece muito com o Metodismo e não com santismo dos últimos dias. Metodistas têm credos que um homem deve acreditar ou ser expulso de sua igreja. Eu quero a liberdade de acreditar como eu quiser, é bom não ser amarrado. Não se prova que um homem não é um bom homem porque ele erra em doutrina.” (The Words of Joseph Smith, pp. 183-184).

  3. À Sra. Kate Kelly,
    Li o seu depoimento, e sei o quanto se sente. Só tenho a lhe dizer, que lute pelos seus ideais. Não desista, nunca. Ninguém é dono da verdade. Somente Deus. E não perca a sua fé.
    Um grande abraço,
    Araújo

  4. Ela, Kate Kelly, desejava apenas uma coisa: saber onde está a revelação que suspendeu a ordenação das mulheres na igreja (existente no passado da igreja) e, solicitou em particular e publicamente que o presidente Thomas Spencer Monson (profeta, vidente e revelador; portador de todas as chaves) buscasse em oração, uma revelação a respeito do tema definindo a questão – após a própria igreja reconhecer publicamente que não existe na igreja nenhuma revelação a respeito do assunto. Foi excomungada por “conduta contrária às leis e ordem da igreja”. Observe que não foi por apostasia (antagonismo doutrinário) e sim, por estar em desacordo com “leis e ordem da igreja” que, em determinado momento Histórico, muda de direção sem revelação e interrompe abruptamente a ordenação de mulheres em uma atitude, a meu ver, machista e autoritária. Atitude que se reflete ainda hoje, partindo de líderes homens e em pleno século XXI, contra Kate Kelly.

  5. Concordo plenamente com o seu comentário, amigo Evandro. Infelizmente, é o que ainda se observa em pleno século XXI, muita discriminação e poderio de autoridade machista contra os seres humanos indefesos. E ainda se acham os donos da verdade, como se a humanidade fosse composta só de homens. Eu não vejo mal nenhum em uma mulher exercer o Ofício do Sacerdócio. Quem sabe, ela exercesse com muito mais humildade e com espírito de obediência e santidade, do que certos homens que se intitulam profetas e videntes.
    Fica aqui o meu apoio e a minha solidariedade em defesa daqueles que se sentem humilhados e discriminados por quem se dizem ser os donos da verdade.
    Um abraço,
    Araújo

    • Concordo que as mulheres fariam um trabalho divino. Minha esposa eu servimos na igreja, ela teve muitos conflitos com os Bispos por serem negligentes, um exemplo de esperar por 8 meses para chamarem uma conselheira. Ela era única em toda estaca a preparar o calendário de atividades, com datas e orçamento dos custos; com isso acontecia conflitos de atividades pela falta de planejamento de quem estava “acima”. Como diz o Boris Casoy (canal Band) isso é uma vergonha.

  6. Somente para conhecimento de todos, o sacerdócio, não é uma briga de poderes, ele apenas ajuda aos maridos a cuidarem de suas famílias,e ele é o poder de Deus que rege o mundo.Se ele for usado da forma errada, amém para o sacerdócio de qualquer homem.Porém,as mulheres já usam o sacerdócio, pois que os homens o possui e são influenciados pelas suas esposas em tudo que fazem. Ou seja, o homem possui o sacerdócio, e a mulher tem o homem, ela esta no mesmo nível que ele.Por que os 3 se completam.O sacerdócio significa humildade, e tanto o homem, quanto a mulher precisa entender isso. As vêzes, nem os homens, nem as mulheres da igreja entendem isso.Quando há dispustas sobre o sacerdócio dentro de um lar, entre homem e mulher, o homem acaba não exercendo o papel dele e a mulher também não, ele depende dela, o Sacerdócio depende do poder do selamento entre homem e mulher, são os 2 que regem e que usam o sacerdócio, Assim como Cristo o tinha, é como devemos tê-lo,usando a humildade com todos e em tudo.Se compreendermos isso, podemos e devemos lutar para usa-lo, mas quem o recebe não terá a menor importância !!!O Senhor dá o Sacerdócio para as famílias,para um cuidar do outro, e não para um ter poder mais que o outro. O poder do sacerdócio, foi dado apenas para o homem??Será? Não , por que se fosse assim nenhum homem se casaria, por que iria querer o poder só para ele !!O Senhor não faz essa distinção, o poder dele é dada para todos, quem disse que a mulher não tem o sacerdócio??Na igreja de Cristo, o poder dele é dividido, por que as bênçãos viram por meio do sacerdócio, não só para o patriarca , mas para toda a família. Espero não ter criado polêmica sobre o assunto, e sim, expor o que realmente é o sacerdócio: HUMILDADE !!!

  7. Muito legal, Sr. Marcos, o seu comentário. Gostei muito de sua explicação. Só que a maioria não sabe disso, pois não é explicado no púlpito. Ser Sacerdócio, é ter HUMILDADE para com todos, sem distinção de cor, raça, sexo ou poder.
    Um grande abraço,
    Araújo

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s