Líderes da Igreja Mórmon Cedem a Pressão, Alteram Regras de Entrevistas

Em meio à intensa pressão pública sobre entrevistas sexualmente explícitas com crianças e acusações de abuso sexual e estupro de jovens acobertado pela liderança da Igreja, a Primeira Presidência d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou uma mudança nas regras para entrevistas pessoais de crianças e adolescentes, entre outras medidas para coibir o acobertamento de abusos.

Templo de Lago Salgado

O anúncio das novas diretrizes anteontem chegou após uma intensa semana de revelações de denúncias contra um ex-Presidente do CTM de Provo, Utah, que teria estuprado uma missionária e abusado sexualmente de outras, inclusive quando serviu como Bispo, Presidente de Estaca, e Presidente de Missão. Ainda mais explosivamente, as denúncias foram seguidas de testemunhos de acusações feitas durante décadas a vários líderes eclesiásticos como Bispos e Presidentes de Estaca, incluindo até dois Setentas Autoridades Gerais, que nada fizeram. E para piorar a semana da Igreja, múltiplas fontes jornalísticas denunciaram a Igreja por tentar silenciar denunciantes através de lobby político por um projeto-de-lei forçado com urgência na legislatura estadual de Utah.

Doravante, de acordo com as novas diretrizes anunciadas pela Primeira Presidência, qualquer indivíduo sendo entrevistado por um líder eclesiástico da Continuar lendo

Ex-Missionária Mórmon Vítima de Abuso Quebra Silêncio

Em 1984 o Presidente do Centro de Treinamento de Missionários da Igreja SUD em Provo, Utah, levou uma jovem missionária até um quarto secreto no porão do CTM e tentou estupra-la. Por décadas, ela tentou convencer vários Bispos e Presidentes de Estaca, e uma Autoridade Geral, a tomar providências para disciplinar seu estuprador, tudo em vão.

Em novembro de 2017, posando como jornalista coletando relatos de líderes eclesiásticos da Igreja SUD menos conhecidos, a vítima conseguiu agendar uma entrevista em dezembro de 2017 com seu violentador, Joseph L Bishop, que serviu como Presidente do CTM entre 1983 e 1986.

Bishop, que antes desse chamado havia servido como Bispo, Presidente de Estaca, Presidente da Missão Argentina Buenos Aires Norte, e trabalhado para a Igreja como Agente de Bem Estar na América Central, saiu do CTM e foi novamente contratado pela Igreja, desta vez para lecionar na universidade SUD Brigham Young University também em Provo até sua aposentadoria por idade. Bishop ainda publicou 2 livros que, até a semana passada, eram vendidos no site oficial da editora da Igreja SUD.

Bishop foi secretamente gravado confessando ter abusado sexualmente de várias jovens e várias missionárias sob seu cuidado durante sua longa carreira eclesiástica. E ainda admite ter confessado a Autoridades Gerais da Igreja sem ter sofrido quaisquer consequências disciplinares ou legais.

Abertura da página MormonLeaks, site que vazou a gravação

Em janeiro de 2018, a vítima abordou a Igreja através de seu advogado, supostamente para processa-la por acobertar o crime por décadas. Há uma semana, contudo, uma cópia da gravação para o público através do site MormonLeaks sem seu consentimento. Agora, pela primeira vez depois de uma semana de tumultuada repercussão pública, ela quebra o silêncio e emite uma nota pública: Continuar lendo

Igreja Mórmon Protege Estuprador, Predador Sexual

O ex-Presidente do Centro de Treinamento de Missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Provo, Utah, que também serviu como Presidente de Missão, Presidente de Estaca, Bispo, e mais recentemente como professor na Universidade de Brigham Young, Joseph L Bishop, foi acusado repetidas vezes por pelo menos duas jovens a múltiplos líderes da Igreja SUD durante décadas.

Em nenhuma instância, nenhum líder tomou qualquer atitude administrativa, eclesiástica, ou policial contra Bishop.

Presidente Dallin Harris Oaks, Primeiro Conselheiro da Primeira Presidência e Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD sob a adminitração do Profeta Presidente Russell Nelson (à direita)

A primeira vítima a vir a público (doravante vítima #1) é a jovem missionária que secretamente gravou uma confissão de Bishop, cuja gravação vazou na internet há uma semana. A segunda vítima (doravante vítima #2) foi anunciada publicamente pela própria Igreja SUD, que admitiu ter recebido suas acusações Continuar lendo

Funcionário do CTM Corrobora Parte da Acusação de Abuso Sexual

Um ex-funcionário do Centro de Treinamento de Missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Provo, Utah, confirmou publicamente um bizarro e singular detalhe da acusação de tentativa de estupro levantada por uma ex-missionária ao ex-presidente deste CTM.

Joseph L. Bishop em 1972 (Foto: Arquivo do The Salt Lake Tribune)

O funcionário, que pediu para manter sua identidade anônima, descreveu o Continuar lendo

Igreja Mórmon Tentou Abafar Acusação de Abuso Sexual?

Uma ação política d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias de menos de dois meses atrás está agora levantando suspeitas de impropriedade ética.

Templo de Lago Salgado

No começo de fevereiro de 2018, a câmara legislativa do estado de Utah introduziu o projeto-de-lei HB 330 que criminalizaria a gravação de um conversa privada sem o expresso consentimento de ambas partes. A lei atual exige que apenas uma parte, presumidamente a parte gravando, esteja ciente da gravação.

O projeto-de-lei foi severamente criticado pela mídia e pelo público e consequentemente arquivado. Contudo, não sem antes castigar a Igreja Mórmon com uma mancha em sua reputação. E há sinais que sugerem que o problema de relações públicas para a Igreja seja ainda bem mais grave. Continuar lendo

Líder Mórmon Confessa Abuso Sexual À Polícia

O ex-Presidente do Centro de Treinamento Missionário d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Joseph L. Bishop confessou para a polícia ter levado uma missionária para um quarto no porão do CTM em 1984 e induzido-a a mostrar-lhe os seios, de acordo com o relatório publicado ontem pela polícia da Brigham Young University.

Joseph L. Bishop em 1972 (Foto: Arquivo do The Salt Lake Tribune)

Em novembro de 2017 a vítima abordou a polícia da BYU com a intenção de denunciar uma tentativa de estupro que teria ocorrido naquele quarto 33 anos antes. Porém, antes de apresentar sua denúncia à polícia, a vítima Continuar lendo

Igreja Mórmon Ignora Abuso Sexual de Presidente de Missão

Gravado confessando a uma de suas vítimas, outrora Presidente do Centro de Treinamento de Missionários d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias admite ter abusado sexualmente de várias jovens missionárias sob seu cuidado. E ainda admite ter confessado a Autoridades Gerais da Igreja sem ter sofrido quaisquer consequências disciplinares ou legais.

Missionárias d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Foto: Deseret News)

Décadas de abuso sexual

Posando como jornalista coletando relatos de líderes eclesiásticos da Igreja SUD menos conhecidos, a vítima conseguiu agendar uma entrevista em dezembro de 2017 com Joseph L. Bishop, que serviu como Presidente do principal Centro de Treinamento de Missionários da Igreja em Provo, Utah, entre 1983 e 1986. Antes desse chamado, Bishop havia servido como Bispo, Presidente de Estaca, Presidente da Missão Argentina Buenos Aires Norte, e trabalhado para a Igreja como Agente de Bem Estar na América Central. Depois de servir como Presidente do CTM, Bishop foi novamente contratado pela Igreja, desta vez para lecionar na universidade SUD Brigham Young University também em Provo até sua aposentadoria. Bishop ainda publicou 2 livros que, até anteontem, eram vendidos no site oficial da editora da Igreja SUD.

Durante a entrevista, na qual Bishop aproveita para recontar várias “experiências espirituais” em seus múltiplos chamados, e suas interações com várias Autoridades Gerais, entre elas Setentas, Apóstolos, e Presidentes da Igreja, ele confessa (apenas Continuar lendo

Cadê os Livros? Parte 3: Editoração Mórmon Comercial

Uma breve história da publicação de livros mórmons

literatura mórmon história publicações

Editoração mórmon, mas não pela Igreja SUD

Enquanto a Igreja limitou as publicações em inglês até depois da morte de Brigham Young em 1877, tipografias comerciais surgiram em Utah para satisfazer parte das necessidades de materiais mórmons. A mais importante delas foi George Q. Cannon and Sons, de propriedade de um membro da Primeira Presidência. Muito do que Cannon publicou estava relacionado às suas funções na Igreja. Talvez por não precisar de aprovação para o que publicava, Cannon passou da publicação de obras missionárias e doutrinárias para obras de edificação e entretenimento dos membros da Igreja. Continuar lendo

Igreja Mórmon Nega Batismo a Filha de Polígamos

Jovem de 19 anos tem batismo negado pela Igreja SUD

Mórmons poligamistas. Mórmons fundamentalistas.

Janelle, Christine, Kody, Meri e Robyn Brown. (Imagem: TLC)

Após ouvir as palestras missionárias, Madison Brown havia decidido tornar-se membro d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Porém, a universitária foi surpreendida por um telefonema do presidente de missão, em Logan, Utah, informando-a de que seu batismo não seria permitido. Segundo Madison, o líder afirmou que ela necessitaria de uma permissão especial, após renunciar à prática de seus pais. Continuar lendo

Qual o Objetivo do Trabalho Missionário na Igreja SUD?

Este texto não é de minha autoria e o publico aqui na íntegra por solicitação.


Pintura de David Lindsley

Pintura de David Lindsley

Olá, caros leitores do site. Estou escrevendo este texto porque acredito que este é um bom lugar para o pensamento livre. Faz anos que eu me questiono sobre algumas práticas missionárias da Igreja e se elas são realmente eficazes ou a quem elas visam atingir realmente. Entretanto, nunca pude comentar nada na Igreja porque seria imediatamente taxado de apóstata por não acreditar em algumas dicas de Pregar Meu Evangelho (PME).

Antes de mais nada, preciso deixar claro que servi como missionário há cinco anos e peguei a fase PME. Já estudava comunicação antes da missão, mas meus estudos mais significativos ocorreram apenas depois que retornei à universidade. Enquanto estudava, percebia que havia falhas na comunicação utilizada pela Igreja em suas abordagens missionárias, fosse pelo trabalho dos élderes e sísteres, fosse em programas como “Mãos que Ajudam”. Hoje não tenho tantos pudores para comentar esse tipo de assunto porque não frequento mais a Igreja. Embora eu duvide de uma série de coisas, eu não tenho ódio pela igreja e, inclusive, me permito indicar alguns amigos aos missionários. Gostaria de contar-lhes algo que aconteceu esta semana para poder ilustrar melhor o ponto em que quero chegar. Continuar lendo

Igreja terá curso online para missionários

Sisters_iPadDesde o recebimento do chamado até depois do retorno ao lar, jovens missionários mórmons utilizarão o curso online My Plan (Meu Plano, ainda sem tradução oficial). O anúncio foi feito pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias na edição de julho da revista Ensign e no seu site oficial.

O curso consistirá de oito lições, sendo as seis últimas concentradas nas semanas que antecedem o fim da missão de tempo integral. Não há detalhes disponíveis sobre o conteúdo do novo curso. Missionários de ambos os sexos realizarão cada lição durante uma hora, no período destinado ao estudo pessoal, em capelas ou outros locais que utilizem para acessar a internet.

Antes do retorno ao lar, os planos de cada missionário para sua vida após a missão serão compartilhados com seus presidentes de missão, os quais terão o papel de aconselhar os jovens na sua última entrevista missionária.

O lançamento do My Plan será no próximo mês de agosto. Continuar lendo

Assédio Sexual na Missão

Seeking-the-Spirit Greg Olsen

Buscando o Espírito, pintura de Greg Olsen.

Missionárias d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias vivem uma rotina dura de trabalho e vários desafios nos seus esforços de proselitismo. Uma dificuldade que pode passar despercebida por ser pouco comentada é o assédio sexual. Continuar lendo

Missionários estrangeiros tirados da Venezuela

Policiais e manifestante em Caracas. Foto de Jorge Silva/Reuters

Policiais e manifestante em Caracas. Foto de Jorge Silva/Reuters

Devido à tensão no país, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está transferindo 152 missionários estrangeiros da Venezuela para outros países sul-americanos, segundo comunicado da Igreja na última segunda-feira.

Já os missionários de nacionalidade venezuelana, segundo o comunicado, “estão em frequente comunicação com seus presidentes de missão e todo esforço está sendo feito para mantê-los seguros”.

Missionárias terão chamado de liderança

Missionárias sud terão novo chamado na hierarquia das missões

Enquanto aguardamos a confirmação de que mulheres poderão orar na Conferência Geral, a Igreja anuncia uma mudança que dá mais inclusão para as mulheres no serviço missionário. Jovens solteiras em missão de um ano e meio (“sisters”, no jargão sud brasileiro) poderão receber um chamado para liderar e treinar outras missionárias. A “Sister Líder de Treinamento” também integrará um novo Conselho de Liderança da Missão, juntamente com outros missionários homens. Abaixo, apresentamos a tradução do comunicado de imprensa publicado ontem. O original em inglês pode ser lido aqui.

missA Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está fazendo ajustes no modo como suas 405 missões são organizadas, para melhor utilizar as competências e habilidades de todos os missionários em formação e liderança. A mudança se deve, em parte, ao afluxo de milhares de jovens missionários que estão respondendo à redução da idade requerida para o serviço missionário, anunciada pelo Presidente da Igreja, Thomas S. Monson, em outubro passado.

Cada missão na Igreja irá organizar um Conselho de Liderança da Missão que incluirá líderes missionários élderes (homens) e sisters (mulheres). O novo conselho de liderança da missão consistirá do presidente da missão e sua esposa, assistentes do presidente, líderes da zona e as sisters líderes de treinamento – um cargo recém-criado. Continuar lendo

Neutralidade política ameaçada

“É proposto que apoiemos como novo prefeito…”

A Igreja sud afirma ter uma neutralidade política, não endossando partidos ou candidaturas. Por isso, um membro da igreja que se candidate a cargo eletivo não é apoiado oficialmente como um representante da igreja. Mas será que os membros não veem tais pessoas como representantes quando tais são líderes proeminentes?

Recentemente desobrigado como presidente de missão em Portugal, o ex-deputado federal Morôni Torgan está de volta à política eleitoral brasileira, concorrendo à prefeitura de Fortaleza pelo DEM. Mas Torgan é também um líder eclesiástico: na última Conferência Geral, ele foi um dos novos setentas de área chamados. Continuar lendo