Mãos que Ajudam a Copa

Cartaz CopaL3Durante a Copa do Mundo da Fifa, voluntários do programa Mãos que Ajudam estarão auxiliando visitantes nas cidades-sede do evento esportivo. Como anunciado pelo site oficial da Igreja sud,

Motivados pelos desafios de receber um evento tão grandioso no país, o programa Mãos Que Ajudam será oficialmente um apoio para o Brasil Voluntário, programa do Ministério dos Esportes, durante a Copa do Mundo. [1]

Através de conversas informais, notei haver entre mórmons brasileiros certo constrangimento quanto a essa ação do Mãos que Ajudam. Afinal, a insatisfação com os gastos públicos na Copa, aliada ao descontentamento geral com a economia e a política nacionais atinge a maioria dos brasileiros.

O trabalho voluntário sud para o evento da Fifa, julgam alguns, estaria em desacordo com seus objetivos humanitários e de ajuda a comunidades locais. No site oficial do programa, o Mãos que Ajudam é definido da seguinte forma:

Um programa permanente de ajuda humanitária e de serviço comunitário, que mobiliza milhares de voluntários de todas as idades, membros d´A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Brasil, estendendo a mão a quem precisa.

Em parceria com outras entidades, instituições religiosas, empresas privadas, órgãos governamentais ou organizações assistenciais, levamos alento aos menos favorecidos em asilos, orfanatos, creches, ruas e onde houver necessidade. Por meio de serviço altruísta, doamos parte do nosso tempo para levar esperança onde existe aflição, alívio onde há dor e amor onde há desprezo. (Ênfase nossa) [2]

Pintura de Paulo Ito

Pintura de Paulo Ito

Em um país de grandes contrastes sociais, cabe perguntar se não haveria pessoas mais necessitadas de alento, esperança, alívio e amor do que os turistas que podem assistir aos jogos da Copa.

Dado o uso publicitário do Mãos que Ajudam feito pela Igreja, há ainda o risco do proverbial tiro no pé: com a rejeição popular no “país do futebol” aos gastos públicos com a Copa, entre outros fatores econômicos e políticos, o trabalho voluntário junto ao Ministério dos Esportes afetaria negativamente a imagem da Igreja.

Atualização – O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro entrou com ação civil pública para suspender o trabalho voluntário para a Copa do Mundo. A ação pede que os voluntários sejam contratados com carteira de trabalho assinada, uma vez que a Fifa obterá “lucros astronômicos” com o trabalho prestado. A ação está na 59ª Vara do Trabalho do RJ. Leia sobre os detalhes aqui e aqui.

Qual a sua opinião?

 

24 comentários sobre “Mãos que Ajudam a Copa

  1. Além da alienação clara por parte dos membros, oportunismo por parte da Igreja, por
    usar esta oportunidade para fazer propaganda publicitária, cada vez mais a Igreja Sud, se torna uma empresa que precisa vender seu produto em nossa sociedade capitalista! Hoje em dia está difícil saber onde começa a Empresa e termina a Igreja…

  2. Acredito que um dos objetivos seria a propaganda da igreja mesmo. Uma oportunidade de fazerem-se vistos, mas nada ver. Com certeza poderiam preencher melhor o tempo e empregar energia em outras causas nobres.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.