Minha Vida Como Mórmon e Polígama

Marianne Watson cresceu numa comunidade mórmon fundamentalista em Utah com seu pai, sua mãe, seus 49 irmãos e irmãs, e as outras 6 esposas de seu pai. Neste vídeo, ela narra, com singeleza e honestidade, as alegrias e as dificuldades do cotidiano familiar polígamo, sua decisão em participar do “Princípio”,  e a convivência com as esposas-irmãs.

“Mórmon fundamentalista” designa mórmons que praticam (ou acreditam que devem praticar) o casamento plural, entre outros princípios, e que não estão associados à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Em 1890, a Igreja SUD oficialmente aboliu a prática, e pelo menos desde 1909 excomunga praticantes ou mesmo simpatizantes do fundamentalismo mórmon.

Watson e sua família são filiados a uma das maiores organizações mórmons fundamentalistas, a Apostolic United Brethren (“Irmãos Apóstólicos Unidos”, em tradução livre). A AUB está  sediada em Utah e conta com membros em Montana e outros estados norte-americanos, além de um pequeno grupo filiado em Ozumba, México. Membros da AUB praticam casamento plural e não se consideram uma igreja.

Utah Polygamy Law

Manifestantes contrários à criminalização da poligamia em Salt Lake City, Utah, em fevereiro de 2017. Imagem: AP/Rick Bowmer.

Acerca da história de sua família e a mudança doutrinária na Igreja SUD a respeito do casamento celestial plural, Marianne Watson comenta:

Alguns dos meus antepassados foram ensinados sobre o casamento plural em Nauvoo, sob a direção do Profeta Joseph Smith. Desde então, cada uma das cinco gerações do lado da minha mãe e algumas do lado de meu pai viveram o casamento plural. Alguns viveram nos 50 anos antes do Manifesto de 1890, e alguns durante os 120 anos desde então. Duas gerações da minha família foram consideradas membros fiéis da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, especialmente porque viviam o casamento plural. Duas gerações mais recentes — meus avós e meus pais — foram excomungados da Igreja por viverem exatamente a mesma lei.¹

Sobre a autora

Marianne T. Watson é historiadora e genealogista. Graduou-se do LDS Business College e do Salt Lake Community College. Bacharel em História pela Universidade de Utah, com estudos em espanhol e história latino-americana. Desde a adolescência, fez diversas visitas à Colonia Industrial, em Ozumba, México. Co-autora do livro Voices in Harmony: Contemporary Women Celebrate Plural Marriage, e uma das fundadoras da organização Principle Voices.  Ela é autora de vários trabalhos sobre mórmons fundamentalistas, incluindo sua pesquisa sobre a espionagem de mórmons fundamentalistas pela Igreja SUD e seu artigo publicado em 2007 na revista Dialogue “The 1948 secret marriage of Louis J. Barlow: origins of the FLDS placement marriage system“.

1. Trecho da apresentação submetida à I Conferência Brasileira de Estudos Mórmons, em 2010.


Leia também

Mórmons se Opõem a Descriminalizar Poligamia

Ordenanças do Templo: Primeiros Selamentos

Revelação de 1886 a John Taylor

Um comentário sobre “Minha Vida Como Mórmon e Polígama

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s