Sentinela & Liahona

Você entra no prédio, simples, mas bem cuidado, vê algumas salas e entra num auditório maior e se senta. À sua volta, algumas pessoas conversam em tom simpático se chamando de “irmão”. Pessoas de roupa social e bem arrumadas vêm em sua direção e o cumprimentam, dando boas vindas. Enquanto isso, você vê um púlpito de madeira, bem cuidado, geralmente em tom neutro, e talvez tenha notado a diferença de outras igrejas para aquela.

A reunião tem início: um homem de terno no palco sobe ao púlpito, oferece boas vindas e anuncia o número do hino a ser cantado e também quem fará a primeira oração, bem como os discursos e estudos daquela reunião. A música é ao som de piano, você não o vê, mas o som está ali, todos cantam juntos. Alguém vê que você é novo e se senta ao seu lado com o hinário pra você poder acompanhar. A música termina e começa a oração: “Pai Celestial, que habita nos mais altos céus…”

TJ2

Não, você não está numa capela mórmon, você está num Salão do Reino das Testemunhas de Jeová.

Me chamo Thiago, fui criado numa família onde meus avós eram Testemunhas de Jeová, ou popularmente, TJ’s. Quando bem pequeno, eu recebia estudo em casa, frequentava as reuniões com os meus avós.

TJ6Eu via algumas vezes duplas de jovens com mochilas passando na frente de casa, e vinha na minha cabeça “Ué, quem são eles?”, pareciam os jovens Testemunhas de Jeová que frequentavam a nossa casa. A minha avó me dizia: “Eles são os mórmons!”.

Com 17 anos entrei para as TJ’s de cabeça, deixei de lado o sonho de ser militar que tanto queria para fazer carreira nessa organização. O meu sonho passou a ser “tornar-me um pioneiro”!

Pioneiros são pessoas que trabalham de tempo integral, tem a meta de 70 horas por mês de proselitismo (naquele tempo, hoje não sei) e geralmente são muito espiritualizados e simpáticos. Formalmente são chamados de Pioneiros Regulares de Tempo Integral, trabalham apenas na sua área, que chamam de “território”, dividido como na igreja SUD como áreas iguais. Os pioneiros são muito parecidos com os élderes e sisteres, o mesmo espírito de fé e dedicação.

TJ8Depois de muito estudo e trabalho batendo portas eu me batizei. Passei a pregar em tempo semi-integral, Pioneiro Auxiliar, tipo um missionário de ala. Foram anos felizes, com amigos de boa conduta e bom aprendizado. Geralmente cruzávamos as ruas e passávamos por missionários SUD, os élderes sempre nos cumprimentavam, eu achava muito legal o respeito que tinham, pareciam militares de exércitos distintos prestando continência em sinal de respeito. Me confundiam muito com mórmons. Uma vez uma moça mandou eu entrar em seu apartamento e chamou a mãe dela: “Mãe, eles chegaram”. Pela cara, a moça deve ter pensado: “Simpático, esse gringo!”, mas quebrou a cara quando a mãe dela chegou e perguntou: Vocês são élderes… dos mórmons?”. E nós confessamos: “Não, somos Testemunhas de Jeová!”. A moça ficou visivelmente envergonhada, tinha quase colocado uma dupla errada de missionários dentro de casa, e de gringo eu só tenho a cara.

TJ4

Me xingavam na rua e na escola por “ser mórmon”. Pois é, eu não era por realmente ser, mas por maioria de votos. Uma vez, na época do início da Guerra do Iraque, uns caras me xingaram “OLHA OS ENLATADOS AMERICANOS”! Diziam-me que era por eu ser claro, mas uma vez fui duramente advertido por um ancião (o equivalente a um Bispo) por andar de mochila e parecer mórmon. Outra vez, outro ancião notou que a minha roupa era parecida com a dos élderes. Eu apenas ria. Parecia destino. Os membros SUD eram os únicos que nunca me trataram mal nas portas, a educação dos membros SUD me chamou a atenção.

TJ5

Aí passei a pesquisar sobre a Igreja SUD. Deixei as TJ’s em 2005, por motivos pessoais. Eu havia me enchido com tantas regras. Não procurei a Igreja. Fiquei no mundo mesmo. Em 2010, enviei o equivalente a carta de resignação (i.e., “carta de dissociação”) e saí em definitivo.

Em 2012, comecei a frequentar a Igreja SUD. Fiquei boqueaberto com a semelhança entre as duas organizações. Historicamente, nunca tiveram nada a ver uma com a outra (o fundador das TJ’s, Charles Taze Russel, no início, escrevia artigos com pastores Adventistas do Sétimo Dia), porém tudo é muito parecido. Expressões, maneira de se organizar, a maneira que praticam a disciplina em “membros errantes”, os livros, as gravuras, os hinos, as melodias, orações, a forma polêmica com  a qual ambos segundos presidentes teriam passado por cima de ordens dos fundadores e tomado as rédeas da organização depois de suas mortes, etc. Até vídeo-conferência anual transmitida pela internet nos salões de reuniões tem, como é na SUD com a Conferência Geral.

TJ1

As TJ’s não têm templos ou rituais restritos, também não há dízimo (embora seria organizacionalmente ótimo para eles), apenas contribuições em caixinhas discretamente espalhadas pelos prédios. Algumas diferenças que notei foi na maneira de agir dos membros nas reuniões. Os mórmons daqui onde eu moro são simpáticos, mas não têm o senso de humor das TJ’s. Não têm a habilidade de fazer uma amizade em pouco tempo. Nas TJ’s existe o mesmo espírito de ajudar os outros, a mesma disposição de fazer propaganda da fé por meio de boas atitudes, mas mesmo às vezes cumprindo obrigações de dar boas vindas, acabam fazendo amizade com o possível converso. Outra coisa que estranhei muito foram os títulos. TJ’s nunca usam títulos como “o Ancião Fulano fará o discurso”, “sob a supervisão do Superintendente Sicrano” ou “sou esposa de ancião/fui missionário”, todos são vistos como iguais. Falar que é amigo de político? Suspensão de discurso ou até de cargo! Nome de irmão de fé artista pop numa reunião? Jamais! Marca de carro citado em discurso mesmo que brincando? Poderia ser visto como auto-promoção ou exibição.

Em 2015 me batizei como SUD, mas em pouco tempo deixei de ir. O que posso dizer sobre isso? Foram experiências maravilhosas, pessoas incríveis que conheci, de diversos estados e países. Tanto na SUD como nas TJ’s, aprendi muita coisa boa, nunca deixei de crer no Novo Milênio, ou Reinado Milenar de Cristo na Terra, pregado nas duas igrejas com ilustrações idênticas. Embora eu não frequente mais nenhuma das duas, jamais vou nutrir mágoas generalizando, nunca! Onde tem meia dúzia de humanos, pelo menos, existirão problemas, fofocas, falhas e até mesmo contradições! Eu procuro usar as coisas boas que aprendo tanto na Liahona como na Sentinela, tanto na “Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas” quanto em Doutrina & Convênios, ou no Livro de Mórmon.

TJ7

Quando me perguntam a minha religião? Eu sempre falo sem pestanejar “mórmon inativo criado numa família de Testemunhas de Jeová”. Sempre com muito orgulho da “fé mórmon” e nunca com ressentimento da antiga fé.


A autoria do artigo será mantida anônima a pedido expresso do autor.

20 comentários sobre “Sentinela & Liahona

  1. Tive uma experiência quase que igual. No meu caso, primeiro fui SUD, por não mais que seis meses e, só depois disso, fui TJ.

    Qual minha experiência de ambas as jaulas religiosas (é assim que hoje vejo todas as organizações religiosas)?

    Bem, como fui expulso de ambas, não guardo nenhum carinho por elas, embora, como é o caso do irmão, conforme voce expôs perspicazmente no excelente texto acima, amo a todos os irmãos de ambas as gaiolas. Sei que, assim como eu, eles são vítimas dos ‘gaioleiros’, os que “exercem a liderança ” sobre todos eles.

    O que sou hoje?

    Bem, hoje eu me considero um cristão livre, desigrejado, edisposto a nunca mais me escravizar sob as regras pesadas inventadas pelos gaioleiros, que eu creio hoje serem os verdadeiros apostaram e filhos dos Diabos. Sim, Eu os odeio. – “Ó vos amantes de Jeová, odiai o que é malu; Eles guardam as almas dos que lhes são lesis” – Salmo 97:10, TDS.

    Embora desigrejado, sou uma Testemunha dos Deuses Santos e sirvo aos nossos Deuses santod ali como Apóstolo TDS. Quem são as Testemunhas dos Deuses Santos e por quê são assim chamadas? Bem, há fartas respostas sobre estas e outras perguntas nas páginas delas. Que tal conhece-las? : http://tds-org.blogspot.com. br

      • Interessante mesmo, santo e amado irmão. Que tal juntar-se aos verdadeiros cristãos, aqueles que servem aos nossos Deuses livres das amarras dos perversos apóstatas, os líderes religiosos de todas as jaulas religionistas?

        TMJ nessa.

    • Interessante sua experiência. Achei mais interessante ainda que como vc mesmo diz apesar de você ter dissociado das Tj não guarda magoas, diferente do que acontece com muitos dissidentes delas que militam contra livremente na internet.

      Eu também fui criado com TJ. Porém deixei de seguir por um tempo pra ficar curtindo o mundão. Voltei em 2014. Mas estudei muitas coisas sobre as outras organizações que assim como você citou “são parecida com as Tj” afim de ve se valeia pena mesmo ser Tj. Os mórmons são mais parecidos, mas estudei doutrina mórmon, adventista entre outras e ainda continue estudando outras, com a finalidade de conhecer melhor a fé das outras pessoas. Com isso pra mim vejo as Tj como pratica mais correta do Cristianismo .

      Não me vejo saindo das Tj hoje. Entre as Tj e Mórmons vejo uma diferença muito grande teologicamente. Mesmo assim tenho muito respeito pelos mormóns e os adventistas e ademais religiões.

  2. Pois é!!! É bom conhecer diversos credos para saber mais. Acho que uma coisa que devemos aprender todos os dias: Tolerância Religiosa!!! Realmente não dá para fazer amigos com todos. Frequentar qualquer igreja não é fácil. Mas temos que viver em paz, com fé, esperança e caridade. Então que cada pessoa encontre seu caminho livremente.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.