Mudanças na Liderança Mórmon Anunciadas

Várias mudanças na Primeira Presidência e no Quórum dos Doze Apóstolos foram anunciadas esta semana por Stephen M. Veazy, Presidente da igreja Mórmon formalmente conhecida como a Comunidade de Cristo.

Primeira Presidência Comunidade de Cristo

Uma nova Conselheira na Primeira Presidência, uma nova Apóstola e um novo Apóstolo, uma nova Bispa Presidente, e uma nova Evangelista Presidente foram chamados para substituir os líderes que foram ou desobrigados ou aposentados.

A Comunidade de Cristo está se preparando para a sua Conferência Mundial em 2016, quando a Primeira Presidência lidera delegados de todas as congregações mundo afora para deliberações públicas e para tomar decisões coletivas através de votações (i.e., comum acordo). Em antecipação à esta conferência, o Presidente Stephen Veazy anunciou mudanças na liderança máxima da igreja para consideração prévia das congregações, permitindo-lhes tempo para ponderar se apoiam ou não esses novos chamados.

As alterações se fizeram necessárias com os anúncios da intenções de aposentadoria da Apóstola Susan Oxley e do Apóstolo Jim Poirier. Ademais, o Apóstolo J. Andrew Bolton, o Evangelista Presidente David R. Brock, e o Bispo Presidente Stephen M. Jones serão desobrigados de seus chamados e também se aposentarão nesse momento.

Becky L. Savage será desobrigada como Conselheira na Primeira Presidência.

A Apóstola Stassi D. Cramm será desobrigada do Quórum dos Doze e chamada para servir como Bispa Presidente, além de Conselheira na Primeira Presidência no lugar da Presidente Savage.

Para o Quórum dos Doze serão chamados Apóstola Robin K. Linkhart e Apóstolo Lachlan E. Mackay.

Para o Bispado Presidente, a Bispa Michele K. McGrath e o Bispo Steven E. Graffeo serão chamados para conselheiros da Bispa Presidente Cramm.

Para o ofício de Evangelista Presidente, será chamada Jane M. Gardner.

Comunidade de Cristo

A Comunidade de Cristo é uma igreja Mórmon que foi organizada no dia 6 de abril de 1860 por Joseph Smith III, o filho mais velho do Profeta Mórmon Joseph Smith, jr.

A igreja foi registrada como A Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e ela se estruturava como uma reorganização da igreja fundada por Joseph Smith no dia 6 de abril de 1830 (na época, registrada como ‘Igreja de Cristo’).

Após o assassinato de Smith em 1844, a igreja original se fragmentou em múltiplas facções, com o maior grupo consistindo de aproximadamente metade de todos os Mórmons seguindo a igreja reorganizada por Brigham Young em 1847 e em 1851 (registrada como ‘A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias’, com alteração gráfica de ‘Latter Day Saints’ para ‘Latter-day Saints’). Eventualmente, a maioria dos Mórmons que não seguiram a igreja de Young coalesceram ao redor da figura do filho mais velho de Smith como o herdeiro ordenado por Deus ao manto do Profeta.

Smith havia profetizado e ordenado seu filho Smith III para seguir como Profeta no seu lugar, como o próprio Brigham Young reconheceu múltiplas vezes, mas o rapaz era apenas uma criança quando seu pai fora morto. Mais velho e mais maduro, ele relutantemente assumiu o papel profético legado-lhe por seu pai e procurou restaurar a sua igreja.

Como Smith e Young haviam ensinado, o ofício de Profeta e Presidente da Igreja seguiria através da linhagem hereditária de Smith até 1996, quando o então Profeta Wallace B. Smith (bisneto de Joseph Smith, jr.) anunciou a sua aposentadoria (por motivos de saúde e idade) em conjunto com uma revelação que chamou W. Grant Murray como novo Profeta e Presidente. Murray, então, tornou-se o primeiro Profeta e Presidente a não ser um descendente direto de Joseph Smith.

Em 1996, antes de anunciar sua aposentadoria, Wallace B. Smith publicou uma revelação alterando o nome da igreja para Comunidade de Cristo de modo a refletir uma maior ênfase no ensinamentos e na missão de Jesus [a Igreja SUD mudou o logo do seu nome justamente pelo mesmo motivo em 1995], porém essa alteração apenas foi aceita pela Conferência Mundial em 2000 e tornou-se efetiva no ano seguinte.

Mulheres e o Sacerdócio

O mesmo Wallace B. Smith havia anunciado uma revelação em 1984 extendendo o privilégio de ordenação ao Sacerdócio às mulheres, rompendo os quase dois séculos de exclusão misoginista de mulheres em posições de serviço e liderança na igreja.

Essa mudança trouxe enorme alívio e regozijo para a maioria dos membros da igreja, muito similar a suspensão da proibição de ordenação de negros na Igreja SUD em 1978, mas não ocorreu sem traumas ou conflitos. Assim como muitos SUD ressentiram à ordenação de negros, muitos RSUD se opuseram à ordenação de mulheres, alguns chegando a formar grupos ou igrejas independentes. Contudo, a Igreja RSUD conseguiu superar esse momento inicial de crise interna e prosperar até os dias de hoje, quando se vê muitas mulheres entre as líderes no alto escalão da Igreja.

Evangelistas e Patriarcas

Durante a década de 1830, Joseph Smith havia ensinado a existência do ofício no Sacerdócio de Evangelista, mas apenas nos anos 1840 que ele associou-o com o ofício de Patriarca. Smith havia ordenado seu pai como Patriarca Presidente, e este determinou que o cargo era direito hereditário e deveria permanecer na sua linhagem direta. Enquanto na Igreja SUD esse cargo permaneceu através da linhagem de Hyrum Smith, na Igreja RSUD este seguiu a linhagem do próprio Profeta até o seu neto. Em 1958, ordenou-se um não-descendente Smith para o cargo, e desde então ele deixou de ser hereditário, eventualmente mudando o título de Patriarca Presidente (reservado para os descendentes de Smith) para Evangelista Presidente.

Diferenças Doutrinárias

A proposta principal de Joseph Smith III era organizar a igreja Mórmon ao redor dos princípios restaurados por seu pai antes do período conturbado de Nauvoo, quando ele introduziu doutrinas que introduziram conflitos internos e externos e afastavam da missão principal do Cristianismo. Portanto, Smith III aboliu princípios introduzidos por seu pai, e expandidos por Brigham Young, como a prática de poligamia, a prática de governo religioso secreto, o militarismo e a violência religiosa, e rituais maçônicos templários.

Templo de Independence, Missouri. Terreno escolhido pelo Profeta Joseph Smith para marcar o centro de Sião, ou Nova Jerusalém.

Templo de Independence, Missouri. Terreno escolhido pelo Profeta Joseph Smith para marcar o centro de Sião.

Com o passar do tempo, e reagindo aos atritos com o governo federal norte-americano e a própria evolução da sociedade, a Igreja SUD foi abandonando algumas dessas práticas, como a prática de poligamia, a prática de governo religioso secreto, e o militarismo e a violência religiosa. Os rituais templários mantiveram-se, contudo, e embora alguns elementos maçônicos originais tenham sido eliminados ou reduzidos, ainda persistem. Em contrapartida, a Comunidade de Cristo mantém e opera apenas dois templos no molde da revelação ditada por Joseph Smith para a construção do Templo de Kirtland em 1836: O próprio templo original de Kirtland, e o templo que Smith havia profetizado que deveria ser construído em Sião ou Nova Jerusalém, em Independence, no estado de Missouri. Como Smith havia determinado para o Templo de Kirtland, os templos da Comunidade de Cristo servem para alguns rituais religiosos como o Lava-Pés, Unções e a Santa Ceia, além de instruções e congregações. As adições maçônicas, que se vê nos rituais SUD de Investidura, e adições polígamas, que se vê nos rituais SUD de Selamento, introduzidas para o Templo de Nauvoo nunca fizeram parte da cultura templária da Comunidade de Cristo.

29 comentários sobre “Mudanças na Liderança Mórmon Anunciadas

  1. Bem que essas duas poderiam se unir e somar o que há de melhor em cada uma, claro, a Comunidade de Cristo sairia ganhando em poder financeiro e número de adeptos, mas a SUD ganharia com mais clareza e menos práticas ou costumes sociais hoje sem sentido algum. Sem contar no acervo histórico e humano incríveis que iriam se somar.

  2. Uma vez eu li Doutrina e Convênios da RLDS que creio que está na seção 156 nessa igreja ou mais , e sinceramente não senti o espírito,ao ler as seções após 139 parecia que eu estava vendo uma versão “chinesa” das revelações primitivas.Creio que a comunidade de Cristo tenta, mas não consegue ser uma igreja dirigida por revelação.Gostaria de visita-los pessoalmente para sentir a espiritualidade deles e ver que mensagem eles querem dar ao mundo.Essa experiência só poderei fazer estando presente em suas reuniões e estando em seu meio.

    • É muito provável que isso seja um exemplo de viés de confirmação.

      Como você acha que os Mórmons de lá reagiriam com documentos da Igreja SUD? Por exemplo, eles nunca aceitaram poligamia ou segregação racial, e já não mais aceitam discriminação contra mulheres e homossexuais. Será que eles “sentiriam o Espírito” em pronunciamentos proféticos ensinando essas práticas?

      • Acredito que o Espírito Santo exerce um papel extremamente importante nos dias de hoje.
        “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.”
        “Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o poderia suportar agora. Mas quando vier o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar”
        “E pelo poder do Espírito Santo podeis saber a verdade de todas as coisas”

        O papel do Espírito Santo é testificar da verdade do Pai. O que é uma verdade minha ou de outro, se não for também a verdade do Senhor, não será testificada pelo Espírito Santo. Se na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias for pregado qualquer coisa que não seja uma verdade do Senhor não será testificada pelo Espírito Santo.

        “Será que eles ‘sentiriam o Espírito’ em pronunciamentos proféticos ensinando essas práticas?”
        Se oo pronunciamento for uma verdade do Senhor, sentirá sim. Ele testifica da verdade do Pai e do Filho e não a nossa própria verdade. Mas aí entra outra questão, será que a pessoa está buscando a verdade do Senhor ou outra verdade? Será que ela está com o coração aberto para ouvir a verdade do Senhor ou fechará o coração apenas por ser algo contra a crença que já possui? “Pedi, e dar-se-vos-á; Buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-vos-á.”

  3. Além de pedir em oração se Joseph Smith é um profeta verdadeiro temos que orar também se Brigham Young ou Joseph Smith III é o verdadeiro profeta sucessor.

  4. Vale lembrar que para sentir a influência do Espírito Santo PERMANENTEMENTE, qualquer membro RLDS deve receber esse Dom por imposição de mãos por quem tem autoridade.Felizmente a luz de Cristo ajuda na orientação das pessoas que buscam a verdade.Também quando as pessoas ouvem o lêem algo que seja verdade, o Espírito Santo pode influenciar momentaneamente, mas a orientação constante e permanente depende de alguns outros fatores. O Espírito Santo tem o poder de potencializar os sentidos humanos para a luz e a verdade vinda de Deus ao homem, seu alcance e efeito depende da fé,condições e arbítrio de cada pessoa.Oliver Cowdery recebeu uma lição sobre o direcionamento do espírito em Doutrina e Convênios , quando o Senhor revelou que sentiria um “estupor de pensamento” quando algo não era verdade e paz e consolo na mente quando verdade era de Deus, contudo não podemos limitar as experiências espirituais somente a esses 2 fenômenos , visto que existe inúmeros meios para o Senhor nos transmitir a verdade.Do ponto de vista filosófico religioso em todas as eras onde o evangelho e os profetas estavam na terra podemos encontrar situações que não eram politicamente corretas para nós hoje. Exemplo no NT:Houve uma agressão com amputação a uma autoridade romana pela liderança da Igreja e mortes causadas por retenção de bens materiais a serem doados á igreja,o líder da seita do Nazarenos foi flagrado agredindo trabalhadores na frente do templo.Olhando pelo lado do politicamente correto podemos encontrar falhas e práticas condenáveis nas diferentes dispensações da igreja, poderíamos detectar discriminação institucionalizada nos templos da Bíblia? Machismo?.Na Bíblia eu leio coisas que eu não concordo ! No livro de Mórmon um pacifista iria ter um infarto! Para sentir o espírito verdadeiramente, teríamos que nos despir de todos nossos PRÉ-CONCEITOS de mundo, cultura social , intelectual, secular , filosófica.Sentir o Espírito é uma experiência “PURIFICADORA” para uma mente “PURA” visto que tornamos como crianças , uma experiência de conexão com DEUS e sua vontade , desprendida de nosso orgulho e de todos nosso conceitos individuais pré-concebidos. Como Jesus Cristo ensinou na bíblia sobre os “ODRES” .É difícil o Espírito transmitir novas verdades com homens arraigados em paradigmas inquebráveis e se torna igualmente difícil para um homem que ama a verdade ficar agarrado e preso na mediocridade de algumas poucas verdades, pois sua alma deseja expansão e verdade infinita.Vale lembrar que ainda tenho o desejo de conhecer a Comunidade de Cristo e ver se posso acrescentar mais um pouco de luz e verdade á minha vida.

  5. Sempre foi incompreensível pra mim o fato de Joseph Smith III mudar ensinamentos de seu pai. Claramente a Comunidade de Cristo parece ter tido mais “revelações” para se adaptar ao cristianismo moderno do que se sugere quanto a igreja SUD. Fica para mim notório o fato de que a segregação racial foi um erro na ISUD que a CC não adotou porém ao se adaptar no quisito do sexismo e ordenar mulheres também exagerou em fazer apóstolas( compreendo o Sacerdócio feminino e até oficicios femininos, mas quoruns do sacerdócio deveriam manter-se somente com homens, baseado na minha visão bíblica). Ambos parecem sede de aceitação. Não por ser SUD , mas por análise me parece que a ISUD errou menos.
    Outro fato que me chama atenção é a aposentadoria em chamados que deveriam ser “até o fim da vida mortal”. Compreendo tal escolha porém não concordo, ao menos até hoje.

  6. O Manual dos Presidentes da Igreja em sua lição 9 fala o seguinte a respeito da reunião que definiria o novo presidente da igreja após a morte de Joseph Smith.

    Wilford Woodruff, que mais tarde tornou-se Presidente da Igreja, declarou: “Ouvi dois ou três irmãos testificarem a respeito do Irmão Young em Nauvoo. Todas as pessoas presentes na reunião, e que talvez chegassem a milhares, podiam prestar o mesmo testemunho. Eu estava lá, os Doze estavam lá e um bom número de outros santos, e todos podem prestar o mesmo testemunho. Alguém poderia perguntar: por que Brigham Young teve a aparência de Joseph Smith? Porque ali estavam Sidney Rigdon e outros homens, levantando-se e clamando ser os líderes da Igreja, e naquela situação os homens estavam confusos, sem saber para que lado virar-se. Mas assim que Brigham Young levantou-se naquela assembléia, seu semblante era o de Joseph Smith — o manto de Joseph havia caído sobre ele, o poder de Deus que estava sobre Joseph Smith estava sobre ele, que tinha a voz de Joseph, e era a voz do pastor. Não houve uma só pessoa na reunião, incluindo o próprio Rigdon, que não tenha sentido em seu coração que Brigham era o líder adequado para o povo, e que ele, Brigham, não permitiria que seu nome fosse apresentado depois daquele sermão haver sido proferido. Havia uma razão para isso na mente do Senhor; isso convenceu o povo. Eles viram e ouviram por si mesmos, e foi pelo poder de Deus”. (Journal of Discourses, 15:81)

    Emmeline B. Wells também estava presente na reunião. Ela disse: “Eu estava de pé em cima de uma carroça, por isso não precisava levantar-me, mas os que estavam sentados levantaram-se deixando escapar uma exclamação de surpresa e espanto. Eu podia ver tudo muito bem, e todos realmente pensaram que era o Profeta Joseph que ressurgira dos mortos. Depois que Brigham Young proferiu algumas palavras, o tumulto diminuiu e o povo realmente soube que não era o Profeta Joseph, mas o Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos. Foi a manifestação mais extraordinária que presenciei, e tenho visto inúmeras delas”. (Emmeline B. Wells, “My Testimony”, em Preston Nibley, comp. Faith Promoting Stories [Salt Lake City: Deseret Book Co., 1943], p. 137.)

    O Senhor mostrou ao povo que Brigham Young, o apóstolo sênior do Quórum dos Doze, seria o próximo Presidente da Igreja.

    Além disso, o quórum dos doze apóstolos tem o mesmo poder e autoridade que a primeira presidência possui (D&C 107: 24) e os seus membros são apoiados como profetas, videntes e reveladores e com isto possuem as chaves para se tornar presidente da Igreja, mas não podem exercê-las enquanto não se tornar o apóstolo sênior.

    Com a morte do Profeta, ele preside a Igreja como Presidente do Conselho dos Doze, até que a Primeira Presidência seja reorganizada. Nessa ocasião torna-se o novo Presidente e profeta da Igreja.

    • É preciso desabusá-lo de 7 erros historiográficos básicos no seu comentário acima:

      1) A reunião de agosto de 1844 fora para escolher um guardião temporário para a Igreja, não um sucessor para Joseph Smith. As próprias atas oficiais publicadas pela Igreja testemunham disso. A escolha não foi entre Brigham Young e Sidney Rigdon, mas entre Ridgon e o Quórum dos Doze.

      2) A estória da “transfiguração de Brigham Young” é um mito que só ganhou expressão e evoluiu com a recontagem 13 a 20 anos após o evento, não sendo descrita em nenhum diário, panfleto, livro ou jornal contemporâneo. Sequer pelas publicações designadas para convencer do direito de liderança dos Doze ou de Young. Os diários de Young, Woodruff, Kimball, e Willard Richards descrevem bem, com comentários escritos na própria noite depois da reunião, os eventos do dia sem quaisquer menções a “transfigurações” ou outros eventos sobrenaturais. Woodruff admite que sequer estava presente na reunião, não comenta nenhuma “transfiguração” em seu diário daquele dia ou em cartas durante os primeiros anos relatando a reunião e sua decisão, apenas contando essa estória décadas após o evento.

      3) Nem todo os membros foram convencidos da liderança dos Doze naquela reunião, mas apenas uma maioria. Houve votos em dissensão naquela tarde, mas em minoria. Estima-se que aproximadamente pouco mais que 50% dos membros decidiram seguir os Doze.

      4) Brigham Young só assumiu o comando da Igreja, emergindo como sucessor a Joseph Smith, apois prolongada batalha com os demais Apóstolos por mais 3 anos. Wilford Woodruff, Orson Pratt, John Taylor, Parley Pratt, Amasa Lyman, e George Smith se opuseram a permitir que Young assumisse como Profeta e Presidente da Igreja, insistindo que a liderança recairia sobre os Doze como um Quórum.

      5) Embora a seção 107 de Doutrina e Convênios estabeleça que os Doze têm a mesma autoridade que a Primeira Presidência (e que os Setenta tem a mesma autoridade que os Doze), esta seção sempre foi ignorada pela liderança da Igreja. Atualmente, a configuração é claramente hierárquica, com a Primeira Presidência acima dos Doze, e os Doze acima dos Setenta. Em contrapartida, D&C 107 afirma que os três quóruns são co-iguais. Ademais, na época de Smith, os Doze não tinham jurisdição sobre a Igreja onde havia Estacas formadas, mas apenas sobre as missões, onde não haviam Estacas.

      6) Joseph Smith ordenou seu filho Joseph Smith III para ser seu sucessor e a ele entregou as chaves e autoridade do Sacerdócio e da Igreja. O próprio Brigham Young admitiu isso. Smith também ordenou seu irmão Hyrum Smith, entregando-lhe as chaves e autoridade. Smith também profetizou que seu filho David Hyrum deveria lhe suceder como Profeta e Presidente da Igreja. Brigham Young também admitiu isso.

      7) A ordem de sucessão através da senioridade é uma adição posterior. Joseph Smith não havia deixado nenhum mecanismo para sucessão profética exceto ordenar seus filhos e seu irmão. Brigham Young convenceu a maioria dos membros da Igreja a seguir a liderança do Quórum dos Doze, mas precisou 3 anos para convencer os Apóstolos a lhe permitir reorganizar a Primeira Presidência. Quando Young morreu, John Taylor enfrentou a mesma dificuldade em convencer os demais Apóstolos a lhe permitir reorganizar a Primeira Presidência e assumir pessoalmente como Profeta e por isso tardou 3 anos para ascender como sucessor de Young. Wilford Woodruff também enfrentou a mesma dificuldade em convencer os demais Apóstolos a lhe permitir reorganizar a Primeira Presidência e só conseguiu assumir como Profeta 2 anos após a morte de Taylor. O fluxo ordeiro de sucessão imediata ao Apóstolo sênior apenas consolidou-se com Lorenzo Snow em 1898.

      Curiosamente, Brigham Young tentou lograr o sistema de senioridade que existia no Quórum dos Doze. A determinação de senioridade era caótica, ora por idade, ora por data de ordenação, ora por inclusão, e ora sem critério até 1861, quando Young determinou que ela deveria ser por data de ordenação. Agora senioridade no quórum por definição ocorreria por data de ordenação ao apostolado, mas Young havia ordenado uma década antes seus filhos como Apóstolos , alguns ainda crianças, em ordenações secretas para que pudessem chegar com senioridade acima de quaisquer outros Apóstolos e pudessem lhe suceder na direção da Igreja. Ele, então, passou a última década da sua vida tentando, e sendo oposto intermitentemente, incluí-los no quórum para legitimar suas possibilidades de sucessão. Em 1875, doente e visualizando sua eventual mortalidade, Young alterou as regras de senioridade com um detalhe específico para evitar que seus desafetos Orson Hyde e Orson Pratt pudessem asceder à presidência. Em 1877, ainda lutando para incluir mais um filho na linha de sucessão, Young baniu Joseph F. Smith pra Europa por se opor a ele nisso. Dois filhos de Young, Brigham jr. e John W., eventualmente teriam o direito para serem o sucessor legal e imediato de Lorenzo Snow (apesar de John nunca ter pertencido ao Quórum dos Doze e ter sido desobrigado como Autoridade Geral), mas pouco menos de um ano antes de morrer, Snow e seus conselheiros George Cannon e Joseph F. Smith decidiram mudar a regra novamente para senioridade por data de inclusão no Quórum dos Doze, rebaixando ambos irmãos Young no ranking de sucessão para atrás de Cannon e Smith.

      UM ACERTO

      Não quero ignorar onde você está correto e tem plena razão, Moroni. A sucessão presidencial na Igreja SUD, desde a última mudança de regra em 1900 é burocrática e ordeira. Com a morte do Presidente da Igreja, o Quórum dos Doze assume as rédeas da Igreja sob a direção do Apóstolo com mais tempo de serviço no quórum, e a ele recaí o direito de reorganizar a Primeira Presidência e então tornar-se Profeta e Presidente da Igreja.

      • Olá Marcello! Pode me indicar algumas fontes do que você enumerou acima? Este assunto muito me interessa e quero pesquisar mais.

      • Parabéns Marcelo! Show de História , eu nem sabia desses acontecimentos, bacana…Parece enredo daquele Filme ANJO VINGADOR (Tom Berenger,Charlton Heston).Pareciam os apóstolos discutindo no novo testamento Quem é o maior? Cristo ensinou uma grande lição de humildade a todos eles.Apesar da confusão inicial percebo que por traz de toda organização existe uma certa cobiça por poder e glória.O Homem sempre foi vaidoso e ansioso por admiração e autoridade.Faz parte de nossa maturidade espiritual o desapego a esse tipo de coisa.Creio que os primeiros membros SUD estavam imbuídos dos mesmos sentimentos QUEM DE NÓS É O MAIOR?

      • Marcello Jun

        Esses dias estava pensando justamente no fato de Joseph ter ordenado 2 Presidentes Adjuntos Oliver Cowdery e depois seu irmão Hyrum quando Oliver já tinha saído da Igreja. Pelo que parece a ideia de Joseph era que com isso já houvesse um sucessor sendo o adjunto. Com isso ficaria muito fácil de um do clã dos Smith ou alguém bem amigo o suceder. Pelo que entendi Hyrum sendo seu sucessor chamaria seu filho Joseph III e assim prosseguiria o chamado em sua família.

        Minha análise teria alguma lógica em si?

    • Irmao Moroni, nao nenhum registro de que BY tenha sido chamado como Profeta do Senhor, ele certamente lutou para ganhar a posicao de Presidente da igreja, foi ele quem sugeriu que a Igreja deveria ser dirigida pelo grupo de apostolos e nao por um Profeta (Isso com a intencao de eventualmente ser apoiado como lider do grupo) Me parece que BY tinha muita ambicao pelo poder. Ja a historia contada que os membros viram uma imagem de JS nele nao passa de um folklore Mormon assim como o do “Pe grande” sendo Caim que foi visto por um Apostolo, nao passam de mitos que foram contados milhares de vezes e que hj e tido como “fato”. O que muitos membros nao entendem e que o chamado de Profeta tem que vir de cima e nao dos membros, toda conferencia os lideres sao apoiados como Profetas,Videntes e Reveladores mesmo sem terem produzido uma sequer revelacao, visao ou profecia, quando entrevistado por Mike Wallace no programa 60 minutes, se G. B. Hinckley se considerava um profeta, ele simplismente disse ” assim me apoiam” Se perguntarmos a qualquer membro da Igreja qual o papel do Presidente da igreja, sem duvida eles diram que ele e um Profeta, Vidente e Revelador e nesse programa com oportunidade de declarar a milhares de pessoas que ele e de fato o Profeta para todo o mundo mas ao contrario ele riu e deu uma desculpa. Imagine Moroni, Pedro, Moises; Nefi entre outros com uma oportunidade dessas, provavelmente eles fariam o estudio tremer com o poder de Deus.

  7. A Igreja Mórmon, teve que fazer mudanças nas suas “inspiradas revelações” ao longo do tempo, ou essas mudanças eram feitas, ou a igreja mórmon seria apenas uma seita de polígamos isolada no oeste americano.

    A Igreja SUD caminha para mais uma crise de fé, mais mudanças aparecem no horizonte, tudo é questão de tempo. Mulheres e negros serão chamados um dia para o seleto grupo dos doze, isso não é PROFECIA, é LÓGICA.

    • Na Igreja SUD nunca haverá mulheres no quorum dos Setenta,”Nem dos Apóstolos, nem em outro chamado que são mordomia dos Homens. O chamado da Mulher sempre foi de ensinar a seus Filhos..cria-los…
      Ainda bem que Jesus Cristo está voltando. Logo as Apostasias cairão como todos que vivem querendo dar Conselhos a Deus.

  8. Muito oportuna a notícia sobre mudanças na liderança da Comunidade de Cristo, ex-Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Nunca considerei que essa fosse uma denominação religiosa em separado, mas apenas um segmento não reconhecido pela nossa, da mesma forma como penso ser a Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. São, assim, na minha opinião, três partes integrantes e indissolúveis de um mesmo conjunto, uma com doutrina à esquerda, outra no centro e uma outra ainda à direita. De fato, quando morava em São Paulo, aproximei-me da Comunidade de Cristo, frequentando várias reuniões de uma pequena unidade existente em Ferraz de Vasconcelos, onde o pastor e sua família são responsáveis por uma grande creche que atende dezenas de crianças e suas famílias. Devo confessar que tomou conta de mim uma forte emoção quando pela primeira vez pude participar de uma reunião com formato bem diferente da que estamos acostumados, mas em que se usava o Livro de Mórmon e, acho, também Doutrina e Convênios. Estudei razoavelmente sua doutrina e agora o faço quanto à Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, preocupando-me sobretudo com as questões jurídicas que envolveram a prisão e condenação do seu presidente, o irmão Warren Jeffs. Creio que, no âmbito das atividades deste “blog”, poderíamos começar a refletir sobre possíveis arranjos doutrinários e institucionais que acomodassem as três igrejas novamente, fazendo nossa fé retornar aos seus primórdios e retomando assim o curso que fora traçado por Joseph Smith e que, infelizmente, foi modificado após sua morte.

    • Eu gostaria de saber se eles têm,usam e aceitam, O Livro de Mórmon como verdadeiro? Se faz parte de seu canon de escrituras sagradas? E a Pérola de Grande Valor?

      • A Comunidade de Cristo usa como obras padrões (i.e., escrituras ou cânone) a Bíblia “traduzida por Joseph Smith”, o Livro de Mórmon, e a Doutrina & Convênios (com 51 seções adicionadas por seus profetas).

        A Pérola de Grande Valor é uma coleção publicada pela Igreja SUD muitas décadas após a morte de Joseph Smith. Contudo, o Livro de Moisés e Joseph Smith – Mateus na Pérola de Grande Valor foram reproduzidas da “tradução” da Bíblia por Joseph Smith que é a versão canonizada na Comunidade de Cristo.

        Sobre a diferença entre as edições utilizadas pelas duas igrejas, veja aqui.

    • Sim, Fábio. Há dúzias de igrejas Mórmons que traçam sua linhagem eclesiástica até Joseph Smith.

      Contudo, nós preconizamos no nosso site respeito às crenças e aos sentimentos religiosos de todas elas.

      Se você discorda de uma ou mais crenças específicas, fique a vontade para elaborar seus argumentos pontual, racional, factual e lógicamente. Nós estamos aqui justamente para nutrir tais debates. Não obstante, solicitamos a gentileza de evitar atitudes desrespeitosas e preconceituosas como “suas esdruxulices” que generalizam e denigrem grupos inteiros de pessoas.

      Obrigado.

  9. Ao ler essa estória fico pensando se a sucessão pro Brigham Young foi uma apostasía como a RLDS prega…“Certa noite, quando eu visitava o vovô Snow em sua sala no Templo de Salt Lake, fiquei até quando os porteiros saíram e os vigias noturnos ainda não tinham chegado, por isso vovô disse que me levaria até a entrada principal frontal e me deixaria sair por ali. (…) Depois de sairmos de sua sala e enquanto ainda estávamos no amplo corredor que leva à sala celestial, eu seguia vários passos adiante de meu avô quando ele me fez parar e disse: ‘Espere um momento, Allie, quero contar-lhe algo. Foi bem aqui que o Senhor Jesus Cristo apareceu a mim por ocasião da morte do Presidente Woodruff. Ele me ordenou que seguisse em frente e reorganizasse a Primeira Presidência da Igreja imediatamente, sem a espera que houvera após a morte dos presidentes anteriores e disse-me que eu seria o sucessor do Presidente Woodruff’.
    Depois meu avô aproximou-se de mim um passo, ergueu a mão e disse: ‘Ele se pôs bem aqui, cerca de um metro acima do chão. Era como se Ele estivesse de pé em uma plataforma de ouro puro’.
    Meu avô me disse como a pessoa do Salvador era gloriosa e descreveu Suas mãos e Seus pés, Seu semblante e Seus belos trajes brancos, tudo de uma brancura tão gloriosa e resplandecente que meu avô mal podia olhar para Ele.
    Então, meu avô aproximou-se mais um passo, colocou a mão direita em minha cabeça e disse: ‘Minha neta, quero que você se lembre de que este é o testemunho de seu avô, que você ouviu de seus próprios lábios que ele verdadeiramente viu o Salvador, aqui no templo, e falou com Ele face a face’.”

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s