Mudanças na Liderança Mórmon Anunciadas

Várias mudanças na Primeira Presidência e no Quórum dos Doze Apóstolos foram anunciadas esta semana por Stephen M. Veazy, Presidente da igreja Mórmon formalmente conhecida como a Comunidade de Cristo.

Primeira Presidência Comunidade de Cristo

Uma nova Conselheira na Primeira Presidência, uma nova Apóstola e um novo Apóstolo, uma nova Bispa Presidente, e uma nova Evangelista Presidente foram chamados para substituir os líderes que foram ou desobrigados ou aposentados.

A Comunidade de Cristo está se preparando para a sua Conferência Mundial em 2016, quando a Primeira Presidência lidera delegados de todas as congregações mundo afora para deliberações públicas e para tomar decisões coletivas através de votações (i.e., comum acordo). Em antecipação à esta conferência, o Presidente Stephen Veazy anunciou mudanças na liderança máxima da igreja para consideração prévia das congregações, permitindo-lhes tempo para ponderar se apoiam ou não esses novos chamados.

As alterações se fizeram necessárias com os anúncios da intenções de aposentadoria da Apóstola Susan Oxley e do Apóstolo Jim Poirier. Ademais, o Apóstolo J. Andrew Bolton, o Evangelista Presidente David R. Brock, e o Bispo Presidente Stephen M. Jones serão desobrigados de seus chamados e também se aposentarão nesse momento.

Becky L. Savage será desobrigada como Conselheira na Primeira Presidência.

A Apóstola Stassi D. Cramm será desobrigada do Quórum dos Doze e chamada para servir como Bispa Presidente, além de Conselheira na Primeira Presidência no lugar da Presidente Savage.

Para o Quórum dos Doze serão chamados Apóstola Robin K. Linkhart e Apóstolo Lachlan E. Mackay.

Para o Bispado Presidente, a Bispa Michele K. McGrath e o Bispo Steven E. Graffeo serão chamados para conselheiros da Bispa Presidente Cramm.

Para o ofício de Evangelista Presidente, será chamada Jane M. Gardner.

Comunidade de Cristo

A Comunidade de Cristo é uma igreja Mórmon que foi organizada no dia 6 de abril de 1860 por Joseph Smith III, o filho mais velho do Profeta Mórmon Joseph Smith, jr.

A igreja foi registrada como A Igreja Reorganizada de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e ela se estruturava como uma reorganização da igreja fundada por Joseph Smith no dia 6 de abril de 1830 (na época, registrada como ‘Igreja de Cristo’).

Após o assassinato de Smith em 1844, a igreja original se fragmentou em múltiplas facções, com o maior grupo consistindo de aproximadamente metade de todos os Mórmons seguindo a igreja reorganizada por Brigham Young em 1847 e em 1851 (registrada como ‘A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias’, com alteração gráfica de ‘Latter Day Saints’ para ‘Latter-day Saints’). Eventualmente, a maioria dos Mórmons que não seguiram a igreja de Young coalesceram ao redor da figura do filho mais velho de Smith como o herdeiro ordenado por Deus ao manto do Profeta.

Smith havia profetizado e ordenado seu filho Smith III para seguir como Profeta no seu lugar, como o próprio Brigham Young reconheceu múltiplas vezes, mas o rapaz era apenas uma criança quando seu pai fora morto. Mais velho e mais maduro, ele relutantemente assumiu o papel profético legado-lhe por seu pai e procurou restaurar a sua igreja.

Como Smith e Young haviam ensinado, o ofício de Profeta e Presidente da Igreja seguiria através da linhagem hereditária de Smith até 1996, quando o então Profeta Wallace B. Smith (bisneto de Joseph Smith, jr.) anunciou a sua aposentadoria (por motivos de saúde e idade) em conjunto com uma revelação que chamou W. Grant Murray como novo Profeta e Presidente. Murray, então, tornou-se o primeiro Profeta e Presidente a não ser um descendente direto de Joseph Smith.

Em 1996, antes de anunciar sua aposentadoria, Wallace B. Smith publicou uma revelação alterando o nome da igreja para Comunidade de Cristo de modo a refletir uma maior ênfase no ensinamentos e na missão de Jesus [a Igreja SUD mudou o logo do seu nome justamente pelo mesmo motivo em 1995], porém essa alteração apenas foi aceita pela Conferência Mundial em 2000 e tornou-se efetiva no ano seguinte.

Mulheres e o Sacerdócio

O mesmo Wallace B. Smith havia anunciado uma revelação em 1984 extendendo o privilégio de ordenação ao Sacerdócio às mulheres, rompendo os quase dois séculos de exclusão misoginista de mulheres em posições de serviço e liderança na igreja.

Essa mudança trouxe enorme alívio e regozijo para a maioria dos membros da igreja, muito similar a suspensão da proibição de ordenação de negros na Igreja SUD em 1978, mas não ocorreu sem traumas ou conflitos. Assim como muitos SUD ressentiram à ordenação de negros, muitos RSUD se opuseram à ordenação de mulheres, alguns chegando a formar grupos ou igrejas independentes. Contudo, a Igreja RSUD conseguiu superar esse momento inicial de crise interna e prosperar até os dias de hoje, quando se vê muitas mulheres entre as líderes no alto escalão da Igreja.

Evangelistas e Patriarcas

Durante a década de 1830, Joseph Smith havia ensinado a existência do ofício no Sacerdócio de Evangelista, mas apenas nos anos 1840 que ele associou-o com o ofício de Patriarca. Smith havia ordenado seu pai como Patriarca Presidente, e este determinou que o cargo era direito hereditário e deveria permanecer na sua linhagem direta. Enquanto na Igreja SUD esse cargo permaneceu através da linhagem de Hyrum Smith, na Igreja RSUD este seguiu a linhagem do próprio Profeta até o seu neto. Em 1958, ordenou-se um não-descendente Smith para o cargo, e desde então ele deixou de ser hereditário, eventualmente mudando o título de Patriarca Presidente (reservado para os descendentes de Smith) para Evangelista Presidente.

Diferenças Doutrinárias

A proposta principal de Joseph Smith III era organizar a igreja Mórmon ao redor dos princípios restaurados por seu pai antes do período conturbado de Nauvoo, quando ele introduziu doutrinas que introduziram conflitos internos e externos e afastavam da missão principal do Cristianismo. Portanto, Smith III aboliu princípios introduzidos por seu pai, e expandidos por Brigham Young, como a prática de poligamia, a prática de governo religioso secreto, o militarismo e a violência religiosa, e rituais maçônicos templários.

Templo de Independence, Missouri. Terreno escolhido pelo Profeta Joseph Smith para marcar o centro de Sião, ou Nova Jerusalém.

Templo de Independence, Missouri. Terreno escolhido pelo Profeta Joseph Smith para marcar o centro de Sião.

Com o passar do tempo, e reagindo aos atritos com o governo federal norte-americano e a própria evolução da sociedade, a Igreja SUD foi abandonando algumas dessas práticas, como a prática de poligamia, a prática de governo religioso secreto, e o militarismo e a violência religiosa. Os rituais templários mantiveram-se, contudo, e embora alguns elementos maçônicos originais tenham sido eliminados ou reduzidos, ainda persistem. Em contrapartida, a Comunidade de Cristo mantém e opera apenas dois templos no molde da revelação ditada por Joseph Smith para a construção do Templo de Kirtland em 1836: O próprio templo original de Kirtland, e o templo que Smith havia profetizado que deveria ser construído em Sião ou Nova Jerusalém, em Independence, no estado de Missouri. Como Smith havia determinado para o Templo de Kirtland, os templos da Comunidade de Cristo servem para alguns rituais religiosos como o Lava-Pés, Unções e a Santa Ceia, além de instruções e congregações. As adições maçônicas, que se vê nos rituais SUD de Investidura, e adições polígamas, que se vê nos rituais SUD de Selamento, introduzidas para o Templo de Nauvoo nunca fizeram parte da cultura templária da Comunidade de Cristo.

30 comentários sobre “Mudanças na Liderança Mórmon Anunciadas

  1. Bem que essas duas poderiam se unir e somar o que há de melhor em cada uma, claro, a Comunidade de Cristo sairia ganhando em poder financeiro e número de adeptos, mas a SUD ganharia com mais clareza e menos práticas ou costumes sociais hoje sem sentido algum. Sem contar no acervo histórico e humano incríveis que iriam se somar.

    • Olha, sou membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias a 27 anos e busco conhecer a mente e a vontade de Deus em todas as coisas e esse é um processo longo, que demanda muito estudo, meditação e muita oração. Então saber como Deus trabalha e opera entre os homens é de importância fundamental para compreendermos sertos aspectos de sua doutrina.
      Um desses aspectos, é saber que ao contrário de reis, o chamado de profeta não é passado de pai pra filho. Todos os que são chamados para o ofício de profeta, já foram escolhidos mesmo antes de nascer.
      Ninguém pode tomar para si esta honra a não ser o que é chamado por Deus.
      Assim como nos tempos antigos e as escrituras estão repletas de exemplos, nenhum homem era chamado profeta por pertencer à mesma linhagem daquele que fora chamado profeta anteriormente.
      A igreja verdadeira nunca se fragmentou com a morte de nosso amado profeta Joseph, embora seus assassinos pensassem que matando Joseph, acabariam com a igreja. Mas estavam muito equivocados. Por não conhecerem a maneira como Deus trabalha e a promessa de que sua igreja e sua autiridade não seriam mais retirados da terra, mataram-no, achando assim que teriam acabado com a igreja. Mas a igreja sempre foi guiada por revelação e fazendo uso da mesma, os doze apóstolos escolheram àquele que seria o sucessor.

      Quanto a poligamia.
      Foi com muito pesar em seu coração, que Joseph cumpriu um mandamento que o senhor lhe deus com relação a ter mais esposas; pois ele amava profundamente Emma, e é claro que ele jamais queria mágoa-la. Mas antes de se condenar, é necessario que se entenda baseado nas escrituras porque Deus ordenava que um homem tivesse mais de uma esposa. Quando seu propósito, de suscitar um povo justo era cumprido, então a lei era revogada e aquela prática passava a ser proibida. Desde então a igreja condena essa prática e todo àquele que for pego cometendo adultério terá que responder perante Deus pelas lágrimas que fizerem brotar do rosto de suas esposas.

  2. Uma vez eu li Doutrina e Convênios da RLDS que creio que está na seção 156 nessa igreja ou mais , e sinceramente não senti o espírito,ao ler as seções após 139 parecia que eu estava vendo uma versão “chinesa” das revelações primitivas.Creio que a comunidade de Cristo tenta, mas não consegue ser uma igreja dirigida por revelação.Gostaria de visita-los pessoalmente para sentir a espiritualidade deles e ver que mensagem eles querem dar ao mundo.Essa experiência só poderei fazer estando presente em suas reuniões e estando em seu meio.

    • É muito provável que isso seja um exemplo de viés de confirmação.

      Como você acha que os Mórmons de lá reagiriam com documentos da Igreja SUD? Por exemplo, eles nunca aceitaram poligamia ou segregação racial, e já não mais aceitam discriminação contra mulheres e homossexuais. Será que eles “sentiriam o Espírito” em pronunciamentos proféticos ensinando essas práticas?

      • Acredito que o Espírito Santo exerce um papel extremamente importante nos dias de hoje.
        “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.”
        “Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o poderia suportar agora. Mas quando vier o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar”
        “E pelo poder do Espírito Santo podeis saber a verdade de todas as coisas”

        O papel do Espírito Santo é testificar da verdade do Pai. O que é uma verdade minha ou de outro, se não for também a verdade do Senhor, não será testificada pelo Espírito Santo. Se na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias for pregado qualquer coisa que não seja uma verdade do Senhor não será testificada pelo Espírito Santo.

        “Será que eles ‘sentiriam o Espírito’ em pronunciamentos proféticos ensinando essas práticas?”
        Se oo pronunciamento for uma verdade do Senhor, sentirá sim. Ele testifica da verdade do Pai e do Filho e não a nossa própria verdade. Mas aí entra outra questão, será que a pessoa está buscando a verdade do Senhor ou outra verdade? Será que ela está com o coração aberto para ouvir a verdade do Senhor ou fechará o coração apenas por ser algo contra a crença que já possui? “Pedi, e dar-se-vos-á; Buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-vos-á.”

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.