Filha de Profeta Monson: Sou Mórmon. Sei disso.

Filha do Profeta Thomas Monson, serviu como Segunda Conselheira na Presidência Geral das Moças entre 2008 e 2013. Nesta posição, ela proferiu um discurso na Conferência Geral de outubro de 2012 onde ela prestou seu testemunho de que membros da Igreja SUD devem ter orgulho e coragem para assumir que são mórmons.

Ann Monson Dibb em discurso para a Conferência Geral da Igreja SUD em outubro de 2012

Para Dibb, não há nada mais nobre e corajoso do que prestar testemunho em público para qualquer pessoa: “Sou mórmon”! Continuar lendo

Igreja Mórmon Muda Nome Online

A Igreja Mórmon anunciou uma nova e ampla medida de relações públicas ao mudar seu nome fantasia nas plataformas digitais, tanto nas redes sociais, como em seus sites oficiais.

first-presidency-2018-cropped

Russell M. Nelson (centro) e seus dois conselheiros na Primeira Presidência, Dallin H. Oaks (esquerda) e Henry B. Eyring (à direita), em janeiro de 2018. | Imagem: Cortesia de Intellectual Reserve.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecida popular e informalmente como “Igreja SUD” ou “Igreja Mórmon” há mais de 180 anos, e reconhecida assim oficialmente em público por ela mesma até a semana passada, anunciou que a partir das próximas semanas deixará de aceitar que sua presença digital responda pelos termos populares “mórmon” ou “SUD”.

Enquanto estratégia de marketing, não há absolutamente nada de novo ou errado em se alterar estratégias de branding em um mundo digital constantemente em fluxo. Infelizmente, porém, o anúncio e a mudança de estratégia convenientemente ignora (ou intencionalmente distorce) alguns fatos históricos, além de outros fatos contemporâneos. Continuar lendo

Igreja Retoma Luta Contra “Mórmon”

“Mórmon”, ‘Mormonismo” e “SUD” são termos a serem evitados, de acordo com o presidente e profeta d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Em anúncio feito em 16 de julho, pela Sala de Imprensa Mórmon, Russell M. Nelson retoma inesperadamente uma tendência compartilhada por algumas Autoridades Gerais na Igreja SUD e exposta pelo próprio Nelson na década de 1990.

first-presidency-2018-cropped

Russell M. Nelson (centro) e seus dois conselheiros na Primeira Presidência, Dallin H. Oaks (esquerda) e Henry B. Eyring (à direita), em janeiro de 2018. | Imagem: Cortesia de Intellectual Reserve.

A nova diretriz de Nelson soa gratuita e contrasta com o uso publicitário da palavra “mórmon” durante a administração de seu antecessor, Thomas S. Monson. A Igreja fez marketing do termo com a campanha multi-milionária “Eu Sou Mórmon” entre 2011 e 2014, e o documentário “Meet the Mormons” de 2014. Em anos recentes, a Igreja SUD processou legalmente empresasorganizações pelo uso do termo “mórmon” por suposta violação de direitos de propriedade intelectual. Continuar lendo

Joseph Smith: Rompa os Grilhões do Homem Negro

Durante sua campanha à presidência dos Estados Unidos em 1844, Joseph Smith propôs o fim da escravidão negra. Após experimentar a violência no estado escravocrata do Missouri e ser exposto, durante o período de Nauvoo,  a ideias abolicionistas, suas justificativas da escravidão, sob preceitos bíblicos, cederam lugar à defesa de que a escravidão negra deveria ser encerrada dentro de seis anos, mediante a indenização dos seus proprietários.

Leia abaixo os trechos de seu programa presidencial.

Joseph Smith. Mórmons.

Continuar lendo

Podcast Mórmon #3 – POLIGAMIA

A Associação Brasileira de Estudos Mórmons e o Vozes Mórmons dão seguimento ao projeto coletivo de podcasts para discussão de temas relacionados ao Mormonismo: o Podcast Mórmon.

Neste episódio Antônio Trevisan, Emanuel Santana e Marcello Jun discutem o passado e o futuro da pesquisa acadêmico-histórica de um dos aspectos históricos, sociais, e culturais mais marcante no Mormonismo: POLIGAMIA.

Podcast 03 versão 02

Em 1831, Joseph Smith teria recebido uma revelação ordenando homens casados a desposarem mulheres ameríndias poligamamente para gerar Lamanitas brancos. Entre 1833 e 1839, Smith relacionou-se com uma adolescente e uma mulher casada em segredo, mas a partir de 1841 começou a casar-se secretamente com múltiplas mulheres, iniciando oficialmente uma cultura polígama. Havendo iniciado os seus acólitos mais fiéis na prática, e elaborado toda uma teologia templária ao seu entorno, Smith construíra um legado que viria a definir o Mormonismo pelos próximos dois séculos.

Assista aqui o podcast na íntegra:

Continuar lendo

Monson plagia Monson

Na Conferência Geral de outubro de 2014, o presidente Thomas S. Monson reciclou discursos de anos anteriores.

tsm cabeçaAs conferências gerais de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias são eventos considerados sagrados na cultura mórmon. Os discursos do presidente da Igreja, especialmente, são tidos por muitos não apenas uma fonte de inspiração mas um oráculo que pode revelar a vontade divina para a Igreja e a humanidade.

Na década de 1950, introduziu-se a referência ao presidente da Igreja como “o profeta”, expressão até então usada para referir a Joseph Smith. Uma publicação oficial usada nas aulas dominicais de visitantes e novos membros diz que seus discursos teriam, a princípio, a mesma importância das escrituras canônicas:

Devemos estudar suas palavras e ouvir seus discursos nas conferências.

Além desses quatro livros de escrituras, as palavras inspiradas dos profetas vivos tornam-se escritura para nós. (p. 42, 49)

Outra afirmação do mesmo livro, porém, sugere que as palavras do presidente da Igreja seriam ainda mais importantes do que as obras-padrão:

Muitas pessoas acham fácil acreditar nos profetas do passado. Entretanto, acreditar no profeta vivo é algo muito mais importante. (p. 42)

Diferentemente dos primórdios do mormonismo — e contrário aos princípios escriturísticos de ensinar o que o Espírito Santo venha a inspirar no momento (Mat. 10:19-20; Luc. 12:11-12; Mor. 06:09; D&C 68:03; 84:85; 100:05-06) —, os discursos nas Conferências há várias décadas são escritos de antemão. Eu nunca havia percebido, porém, a prática do autoplágio na Conferência. Continuar lendo

Ensinamentos de Ezra Taft Benson serão estudados em 2015

President Ezra Taft BensonEm 2015, membros sud ao redor do mundo usarão em suas reuniões da sociedade de Socorro e dos quóruns do sacerdócio de Melquisedeque o novo Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Ezra Taft Benson. Décimo-terceiro presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Benson assumiu a liderança máxima da igreja em 1985, aos 86 anos de idade, vindo a falecer em 1994, aos 94 anos.

Antes de assumir a presidência da igreja, Benson foi famoso por suas posições políticas, em particular por seu ferrenho anticomunismo. Benson também foi o único apóstolo sud a servir como ministro de estado, sendo secretário da agricultura do governo Eisenhower, entre 1953 e 1960. Em 1968, Benson aceitou concorrer à presidência dos EUA pelo pequeno Partido Americano Independente, desistindo após. O novo manual, porém, não traz ensinamentos de natureza política.

A publicação em português já está disponível online.

A série Ensinamentos dos Presidentes da Igreja teve seu primeiro volume publicado em 1998.

Lorenzo Snow

Um esboço biográfico

snow jovem


snow meiosnow velhoAproveitando o novo volume da série Ensinamentos dos Presidentes da Igreja, a ser utilizado em 2013 na Igreja sud como manual dos Quóruns de Élderes e da Sociedade de Socorro, destacamos abaixo alguns dados biográficos de Lorenzo Snow, quinto presidente da Igreja. Algumas destas informações você só encontra aqui no Vozes Mórmons. Continuar lendo

Aproximarmo-nos de Cristo através da Conferência Geral

Imagem

“Decidam agora fazer da conferência geral uma prioridade em sua vida. Decidam ouvir com atenção e seguir os ensinamentos transmitidos. Ouçam ou leiam os discursos mais de uma vez para entenderem e seguirem melhor os conselhos dados. Assim fazendo, as portas do inferno nao prevalecerão contra vocês, os poderes das trevas serão afastados e os ceus estremecerão para o seu bem.” (Paul V. Johnson, “As bênçãos da Conferência Geral”, A Liahona, Novembro de 2005, pág 50)

“Não podeis dizer que vos submeteis à lei de Deus enquanto rejeitais a palavra e o conselho de seus servos.” (John Taylor – Journal of Discourses, vol. 7, p. 325)

Ao assistir a 1º e 2º Sessão de Sábado e fechando com chave de ouro com a Sessão do Sacerdócio, senti-me muito renovado e comovido com as mensagens de riquíssima instrução e intenso incentivo, tal como noutras Conferências Gerais, o que no foi diferente nas sessões de Domingo. Sai de cada sessão sentido-me melhor comigo mesmo e com meu Deus, bem como muito mais decidido e comprometido em melhorar em minha vida em todos os aspectos! Indubitavelmente, aqueles que falaram nesta Conferência Geral “(…) buscaram ajuda e orientação dos céus ao prepararem seu discurso. Eles foram inspirados quanto ao que vão compartilhar conosco.” (Presidente Thomas S. Monson, A Liahona, Nov/2009) Continuar lendo

Menos idade = mais missionários?

Neste primeiro dia da 182a Conferência Geral de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, o presidente Thomas S. Monson anunciou a nova idade mínima para os missionários de tempo integral: 18 anos para os homens e 19 para as mulheres (ao invés do padrão anterior de 19 e 21, respectivamente).

A nova idade mínima, no entanto, não será obrigatória para os homens, afirmou Monson: “não estou sugerindo que todos os rapazes irão – ou devem – servir nessa idade mais jovem”. Continuar lendo

Desafio de história mórmon

É hora de testar os seus conhecimentos sobre a história mórmon.

Houve apenas um homem que se tornou presidente da Igreja sud sem que tivesse uma esposa viva e que permaneceu sem cônjuge ao longo de toda sua administração e durante os últimos 14 anos de sua vida. Quem foi ele?