Racismo na BYU?

Alguém acredita que, em pleno século 21, e mais de 3 décadas após o fim da segregação racial na Igreja SUD, racismo ainda seja um problema na universidade oficial da Igreja Mórmon?

Os comentários de um Professor de Religião na Universidade de Brigham Young (BYU), em Provo, Utah, publicados ontem no The Washington Postcausaram desconforto — e furor — por seu conteúdo racista.

Randy Bott expressou sua opinião que a Proibição ao Sacerdócio não se iniciou com Brigham Young, mas com Caim que, por haver matado seu irmão Abel, foi amaldiçoado com a cor-de-pele negra e proibição de acesso ao Sacerdócio.

“Deus sempre foi descriminador” no que diz respeito a quem Ele outorga a autoridade do Sacerdócio, diz Bott, o teólogo da BYU. Ele cita escrituras Mórmon que diz que Deus dá a Seu povo “como lhe prouver.” Bott compara Negros com crianças que prematuramente pedem as chaves do carro do pai, e explica que da mesma maneira antes de 1978, o Senhor havia determinado que os Negros ainda não estavam prontos para receber o Sacerdócio.“O que é discriminação?” pergunta Bott. “Eu acho que é proibir acesso de algo para alguém que lhe poderia trazer benefícios, certo? Mas e se não lhes fosse trazer benefícios?” Bott diz que ao negar o Sacerdócio aos Negros – na Terra, mas não após a morte – os protegeu dos níveis mais profundos do Inferno reservados para as pessoas que abusam do poder do Sacerdócio. “Você não pode cair do topo da escada se não primeiro chegar ao topo da escada. Então, na realidade para os Negros não poder receber o Sacerdócio foi a maior benção que Deus lhes poderia oferecer.”

Esse tipo de opinião ainda é defensável? Alguém ainda acha isso normal e não racista? Será que jamais conseguiremos desvincular o mormonismo com o racismo contra negros?


Leia mais sobre o cancelamento do racismo institucional na Igreja SUD com a revelação de 1978.

84 comentários sobre “Racismo na BYU?

  1. Dizer que o mormonismo não esteve vinculado ao racismo é muito pra cabeça!
    Não nos espanta em nada vindo do mormonismo!

    • Júlio,

      Eu imagino que você tenha consciência que *todos* os argumentos usados pelos líderes Mórmons para justificar a sua política oficial de segregação racial vieram, originalmente, das congregações evangélicas do Sul dos Estados Unidos, certo? E que os evangélicos do Sul dos EUA pregaram essas “doutrinas” até meados do século 20? E que ainda há muitas igrejas evangélicas que ainda pregam essas “doutrinas” raciais? E que usam/usaram a Bíblia para justifica-las?

      Com relação a escravidão, eu suponho que você saiba que a Bíblia (tanto VT como NT) completamente apoia a instituição da escravidão? (e.g., Gn 9, 17, 27; Ex 21; Lv 19, 24; Is 14; Jr 27; Lc 12; I Co 7; Ef 6; Cl 3; I Tm 6, Tt 2, I Pe 2)

      E, suponho ainda, que você conheça o ditado do “telhado de vidro”? Ou talvez a parábola da “primeira pedra”? (Pericope Adulterae em Jo 7:53-8:11)

  2. vejo uma falta grande de assuntos e mentes fechadas em relação ao racismo! o que define-se por racismo? Os brancos tb moram em favelas e tb sofre os preconceitos , os albinos tb e mais ainda do que os nossos irmãos negros, este é um contesto geral.

    Agora, na igreja nunca ouve racismo! Analizemos a historia religiosa e da humanidade… os samaritanos eram discriminados por sua cultura e praticas, os filisteus, cananeus, judeus e inumeros assim como os pagões ou gentios, os povos de sodoma e gomora etc, etc, assim como os proprios nefitas branquelos e caim e acima destes Lucifer como o anjo de luz ( branquelo) que possuia autoridade acima de todos nos, e qual a relação entre todos esses, iniquidades, quebra das leis universal, os proprios hebreus eram escravos e viveram na escravidão por milhares de anos e era o povo de Deus e isso mostra que ñ há distinção entre uns e outros; o proprio povo de moises foram privados de receber o sacerdocio de melquisedeque que o proprio moises possuia… Seria melhor julgar Deus por suas atitudes de tanto racismo ao longo da historia da humanidade?? Ou queremos nos colocar acima de Deus para determinar como deve ser as leis universais??
    se tiver duvidas só me questionar! Ou só queremos tumutuar as situações com ideias fantasmas e infundadas.

    • Caro Demetrius,

      O que se define por racismo? Seguem duas definições:

      “Racismo | s. m. – Sistema que afirma a superioridade de um grupo racial sobre os outros, preconizando, particularmente, a separação destes dentro de um país (segregação racial) ou mesmo visando o extermínio de uma minoria (racismo anti-semita dos nazis).”

      “O racismo é a tendência do pensamento, ou o modo de pensar, em que se dá grande importância à noção da existência de raças humanas distintas e superiores umas às outras, normalmente relacionando características físicas hereditárias a determinados traços de caráter e inteligência ou manifestações culturais. O racismo não é uma teoria científica, mas um conjunto de opiniões pré concebidas que valorizam as diferenças biológicas entre os seres humanos, atribuindo superioridade a alguns de acordo com a matriz racial.”

      Baseado nesse conceito bem-definido do que seja racismo, e na resposta que eu postei acima ao colega Rui, diga-me você se houve ou não racismo? Se há ou não racismo? Se é ou não imoral e anti-ético?

      • Caro Macelo, assim foi sua declaração e definição : O racismo não é uma teoria científica, mas um conjunto de opiniões pré concebidas que valorizam as diferenças biológicas entre os seres humanos, atribuindo superioridade a alguns de acordo com a matriz racial.”

        De que linhagem CRISTO pertencia? Da casa de davi, de reis e principes assim como josé e maria e com isso CRISTO sofreu com a ditadura do preconceito e racismo,pois o podereil tava na mão do imperio romano; apessar de possuir um sangue puro passou pelos preconteitos e racismo por onde tinha nascido em nazaré, uma das cidade mais despreziveis,
        manjedora junto com animais e além do que ñ frequentou as escolas dos escribas e farizeus como os intelectuais da sua epóca…

        Ai tá sua definição vinculado ao que CRISTO passou: O racismo é a tendência do pensamento, ou o modo de pensar, em que se dá grande importância à noção da existência de raças humanas distintas e superiores umas às outras, normalmente relacionando características físicas hereditárias a determinados traços de caráter e inteligência ou manifestações culturais.
        Assim como os Hebreus passaram maior parte de suas vidas sendo escravos e sofrendo com o racismo e a ditadura do preconceito.

        Até em nome da sociologia ou sociopolitica existe a mascara de gesso da ditadura do preconceitos e racismo,pois os preconceitos é o termometro que mede em maior ou menor grau algum tipo de racismo ,e vinculo isto a sua propria definição acima em seu texto: O racismo é a tendência do pensamento, ou o modo de pensar. Quando algo ñ atende as nossas ansiedades da vida e espectativas ou quando somos frustados,criamos pensamentos e ideias preconceituosas e criamos oposição á algum sistema querendo chamar a atênção pra gente…

        A opinião e ponto de vista é particular de cada um e cada um responderá individualmente no dia do julgamento final,e essas opiniões particulares ñ faz parte oficial da igreja. Pedro que tormou-se profeta, tinha uma visão preconceituosa ou racista em relação aos gentios e resistiu diante o Senhor e entrou em conflito temporario com o apostolo Paulo e nem por isso foi destituido como profeta e nen por isso a igreja deixou de ser verdadeira… Talvés seu problema seja particular com a igreja que ficou mal resolvido, abraço meeu irmão.

      • Demétrius, eu acho que eu não lhe entendi muito bem, e não sei se o seu argumento ficou claro pra mim. Para esclarecer melhor os seus pontos acima, por favor, responda-me:

        1) Jesus nasceu em Nazaré?

        2) O fato de Jesus ser pobre, não ter acesso a educação formal, e vir de um vilarejo sem importância cultural ou econômica, significa que ele sofreu preconceito racial? Onde, nos textos do Novo Testamento, você lê que Jesus sofreu preconceito racial?

        3) O fato dos Hebreus sofrerem preconceito racial no passado, e o fato do Novo Testamento pintar Pedro como tendo preconceitos raciais contra não-Judeus, justificam o preconceito racial contra Negros na atualidade?

        4) Você leu aqui, em algum lugar, que eu havia dito que o preconceito racial exposto por Randy Bott é a postura oficial da Igreja hoje? Onde?

        5) Você acha que o preconceito racial oficial e institucional da Igreja entre os anos 1852 e 1978 é uma invenção minha (i.e., meu “problema particular com a Igreja que ficou mal resolvido”)?

        6) Você acha que 120+ anos de preconceito racial oficial e institucional na Igreja não tem nada a ver com o preconceito racial exibido pelo Professor Titular de Religião da BYU (Universidade oficial da Igreja) mencionado acima?

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.