Criança Pondera Como Será Deus

Como você trata pessoas em grupos minoritários ou diferentes de você diz muito mais sobre quem você é do que o que você diz de si mesmo. Dirá, também, sobre quem é Deus?

"Então, papai, todas essas pessoas no noticiário que dizem que estão seguindo a Deus, pode-se presumir que Deus não é uma pessoa muito boa?" pergunta uma criança na charge "Pode-se Presumir" do nakedpastor David Hayward

“Então, papai, todas essas pessoas no noticiário que dizem que estão seguindo a Deus, pode-se presumir que Deus não é uma pessoa muito boa?” pergunta uma criança na charge “Pode-se Presumir” por David Hayward

O pastor David Hayward se inspira no drama e sofrimento de muitos cristãos a quem ele ministra (e alguns de seus leitores mórmons) sob o peso opressivo de algumas instituições religiosas, e especialmente, sobre como seguidores de Cristo tratam outras pessoas, especialmente grupos minoritários ou pessoas de diferentes raças, etnias, religiões, nacionalidades, gêneros, ou orientações sexuais.

Ao explicar outra excelente charge no qual figura a Igreja Mórmon, Hayward escreve:

“Bullies intimidam. Eles vergonham. Eles fazem as pessoas sentirem medo. Eles gostam de controlar as pessoas.

Muitas vezes é apenas por causa de suas próprias inseguranças profundas.

Nem todas as igrejas locais ou individuais agem desta forma. Mas é um problema suficientemente comum que muitas pessoas acham que é seguro o suficiente para generalizar. A igreja como um todo não tem tratado algumas pessoas muito bem.

O Papa afirmou recentemente que a igreja deve se desculpar com um monte de grupos de pessoas. Por quê? Pela discriminação. Em outras palavras, pelo abuso. Pelo bullying.”

Como mórmons tratam grupos minoritários ou pessoas de diferentes raças, etnias, religiões, nacionalidades, gêneros, ou orientações sexuais, diz muito sobre como eles acreditam que Deus é? E, pode-se presumir que Deus “não é muito bom” se Ele encoraja discriminação e preconceito?

 

 

 

2 comentários sobre “Criança Pondera Como Será Deus

  1. Sim, o “Deus” que insistimos em tecer a nossa imagem realmente não é muito bom.

    Vejamos então o deus que nos deparamos nas capelas SUDs por aí: Um empresário bem sucedido, que comanda uma megacorporação chamada UNIVERSO. Vários anjos e deuses menores em posições de diretoria administrando complexamente variados setores da existência humana. Recebe orações via e-mail que são filtradas por um software que identifica como “spam” qualquer uma que chegue para Maria, Shiva ou Buda. Seu setor avançadíssimo de Bençãos tem em seu poderoso banco de dados todas as informações financeiras da vida dos bilhões de habitantes do planeta e toda vez que uma benção é solicitada, verifica-se se o mesmo pagou dízimo ou ofertas a sua sucursal terrena identificada como Igreja SUD neste planeta. Caso contrário, o nome do individuo é enviado ao setor de provações. Ele veste um terno branco, cabelos grisalhos bem penteados e um sapato brilhoso, possui lindos olhos azuis e sai para almoçar de vez em quando com seus filhos “prediletos” (os apóstolos e profetas) e pela janela do seu carrão ele acena para os miseráveis, e em ocasiões especificas lembra a um dos seus “prediletos” que uma ajuda humanitária cai bem naquela região. Este ano, ele saiu como capa da revista “COSMOS” ao tirar férias em uma das luas de Kolob com suas quatrocentas e setenta cinco esposas.

    Exagero? Então, participa de uma reunião de sumo conselho, correlação ou mesmo comitê executivo e você logo contempla a face do divino.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s