Diretor de Filmes do Templo Mórmon Indiciado por Pedofilia, 2ª Criança

O diretor contratado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias para dirigir os três filmes que passavam nas sagradas ordenanças de investiduras em seus templos, Sterling Van Wagenen, foi indiciado este mês por pedofilia e abuso sexual de uma segunda criança, uma menina entre 7 e 9 anos de idade.

Van Wagenen, que havia sido exposto há 2 meses por ter sido  gravado em áudio¹ confessando ao menos um caso de pedofilia e abuso sexual de menor, ocorrido cerca de 20 anos antes de sua comissão apostólica, agora responderá criminalmente pelo abuso sexual de criança ocorrido há apenas 4 anos.

Sterling Van Wagenen. (Foto: IMDB)

Plenamente ciente das acusações de pedofilia e abuso sexual infantil de quase 30 anos atrás, a Igreja SUD limitou-se apenas a uma punição eclesiástica restrita e temporária (mais abaixo) enquanto pressionara a família da vítima a não prestar queixas criminais, após o que louros sociais e prestígio religioso que permitiram-lhe que abusasse de outra criança.

Prestígio entre Mórmons

As ordenanças do templo são tão sagradas para a fé mórmon que apenas membros considerados “dignos” podem sequer frequentar os templos e participar de suas ordenanças, e deles se exige absoluta discrição para nunca se discutir, que dirá descrever, tais ordenanças fora dos templos. Assim contextualiza-se a confiança da alta liderança apostólica da Igreja depositada nos ombros do homem responsável por produzir e dirigir os filmes que proveem a narrativa em tais ordenanças para uso em todos os templos mundo afora.

A Igreja SUD utilizava dois filmes, produzidos no final da década de 1980, para suas ordenanças templárias. Em 2013, a Igreja SUD lançou três novos e modernizados filmes para substituí-los, todos produzidos e dirigidos pelo pedófilo e estuprador confesso Van Wagenen. No começo do ano, a Igreja alterou partes doutrinárias das ordenanças para reduzir a percepção de misoginia, e consequentemente alterou sua apresentação, substituindo os filmes de Van Wagenen por slides estáticos destes mesmos filmes.

Além dessa profunda honra eclesiástica, Van Wagenen também produz filmes que a produtora da Igreja SUD compra para distribuir, como a ficção histórica de 2018 Jane e Emma. Ele ainda foi um dos co-criadores do festival Sundance, que fez de Utah uma parada obrigatória do cinema mundial.

Os Abusos
Continuar lendo

Diretor de Filmes do Templo Mórmon Confessa Pedofilia, Abuso Sexual

O diretor contratado pela Igreja SUD para dirigir os três filmes que passavam nas sagradas ordenanças de investiduras em seus templos, Sterling Van Wagenen, foi gravado em áudio¹ confessando ao menos um caso de pedofilia e abuso sexual de menor, ocorrido cerca de 20 anos antes de sua comissão apostólica.

Sterling Van Wagenen. (Foto: IMDB)

As ordenanças do templo são tão sagradas para a fé mórmon que apenas membros considerados “dignos” podem sequer frequentar os templos e participar de suas ordenanças, e deles se exige absoluta discrição para nunca se discutir, que dirá descrever, tais ordenanças fora dos templos. Assim contextualiza-se a confiança da alta liderança apostólica da Igreja depositada nos ombros do homem responsável por produzir e dirigir os filmes que proveem a narrativa em tais ordenanças para uso em todos os templos mundo afora.

A Igreja SUD utilizava dois filmes, produzidos no final da década de 1980, para suas ordenanças templárias. Em 2013, a Igreja SUD lançou três novos e modernizados filmes para substituí-los, todos produzidos e dirigidos pelo pedófilo e estuprador confesso Van Wagenen. No mês passado, a Igreja alterou partes doutrinárias das ordenanças para reduzir a percepção de misoginia, e consequentemente alterou sua apresentação, substituindo os filmes de Van Wagenen por slides estáticos destes mesmos filmes.

Além dessa profunda honra eclesiástica, Van Wagenen também produz filmes que a produtora da Igreja SUD compra para distribuir, como a ficção histórica de 2018 Jane e Emma. Ele ainda foi um dos co-criadores do festival Sundance, que fez de Utah uma parada obrigatória do cinema mundial.

O Abuso
Continuar lendo

Primeiros Cristãos Criam que Maria Era Adolescente?

É complicado.

Em 13 de novembro, uma quinta mulher no Alabama se apresentou para acusar Roy Moore, ex-juiz e atual candidato do Senado pelo Partido republicano, de agressão sexual quando tinha 16 anos. A condenação a Moore tem sido generalizada, mas o próprio Moore negou veementemente essas alegações. Ele conta com o apoio de muitos no Alabama.

“A Virgem e Criança”, pintura de ,William Dyce, 1844.

Uma das mais controversas declarações de apoio veio do Auditor do Estado do Alabama, Jim Ziegler, que declarou: “Não há nada imoral ou ilegal aqui … Talvez seja um pouco incomum”. Ziegler passou a apelar para a história cristã de Maria e José: Continuar lendo

Juíz Autoriza Intimação de Profeta Mórmon em Caso de Abuso Sexual

Thomas S. Monson, Profeta Mórmon e 16º Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, será intimado a depor em processo contra a Igreja por abuso sexual infantil.

Thomas Monson demonstra a saudação do Escoteiro. 16o Presidente da Igreja SUD, Monson sempre enfatizou a importância do escotismo para os jovens (rapazes) Mórmons, como todos os outros profetas desde 1910.

Thomas S. Monson, 16º Presidente da Igreja SUD, saúda os escoteiros.

Advogados de quatro nativos americanos anunciaram ontem que solicitarão a intimação de Monson para depor em um processo contra a Igreja SUD após julgamento do Juíz Federal Robert Shelby negar petição dos advogados da Igreja. No processo, os quatros ameríndios acusam a Igreja de falhar em protegê-los de, e após descobrir os fatos acobertar, múltiplos casos de estupros e abuso sexual de crianças sob sua tutela.

Entenda o caso. Continuar lendo

Diretor Mórmon Indiciado por Pedofilia, Abuso Sexual

Uma celebridade na comunidade SUD, o cineasta australiano Darron Scott foi indiciado em 50 acusações diferentes de pedofilia e abuso sexual de 15 adolescentes diferentes entre 1990 e 2015, todos com idades entre 11 e 15 anos.

Darren Scott, dir., trabalhando com atores jovens, vestindo camiseta e boné da universidade da Igreja Mórmon, a Brigham Young University.

Por causa do indiciamento pelas autoridades australianas, Scott teve seu passaporte confiscado e perderá a estréia de seu novo filme sobre missionários SUD no prestigioso Festival de Cinema de Park City, Utah.

Convertido à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias há 12 anos, Scott imediatamente tornou-se uma celebridade entre membros e liderança da Igreja Continuar lendo

Richard Scott: Vítimas de Abuso Podem Ter Culpa

O Apóstolo Richard G. Scott pregou, em Conferência Geral, que vítimas de estupro ou abuso sexual ou físico também podem precisar se arrepender de suas parcelas de culpa nesses abusos.

Os ensinamentos do Apóstolo Scott, citados abaixo, precisam ser relembrados nesse momento, considerando as recentes reações de muitos membros da Igreja ao testemunho de uma jovem SUD que sofreu com essa visão religiosa. Nós publicamos o relato de uma jovem que fora estuprada e consequentemente humilhada e punida por líderes eclesiásticos e acadêmicos da Igreja SUD que, além de intrometer-se em todos os aspectos de sua vida, não protegeram-na enquanto vítima e ainda torturaram-na emocionalmente durante a gravidez resultante de um estupro. [Leia esse testemunho na íntegra aqui]

Infelizmente, muitos membros preferiram passar julgamento na jovem, acusando-na de ser parcialmente culpada do estupro, e portanto merecedora de quaisquer punições ou sofrimentos que lhe sobrevieram, ou acusando-na de mentirosa, afirmando que líderes da Igreja jamais tomariam essa conduta.

Quando Scott faleceu no ano passado, nós havíamos citado esse ensinamento seu em nosso obituário dele: Continuar lendo

Thomas Monson Intimado em Processo de Abuso Sexual

Thomas S. Monson, Profeta Mórmon e 16º Presidente d’A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, foi intimado a depor em processo contra a Igreja por abuso sexual infantil.

Thomas Monson demonstra a saudação do Escoteiro. 16o Presidente da Igreja SUD, Monson sempre enfatizou a importância do escotismo para os jovens (rapazes) Mórmons, como todos os outros profetas desde 1910.

Thomas S. Monson, 16º Presidente da Igreja SUD, saúda os escoteiros.

Advogados de quatro nativos americanos solicitaram a intimação de Monson na semana passada como parte de um processo contra a Igreja por falhar em protegê-los de, e após os fatos acobertar, casos de estupros e abuso sexual de crianças sob tutela dela.

Entenda o caso. Continuar lendo