Vodca, cerveja e poligamia

vodka rotuloCasamento plural já foi uma doutrina essencial para membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e continua sendo um tema histórico ou doutrinário de interesse para muitos. Desnecessário dizer que também é um tema tabu para um número muito grande de mórmons. Mas, em 2011, uma destilaria em Ogden, Utah resolveu usar o tema da poligamia para vender… vodca. Sim, vodca. Trata-se da Five Wives (“Cinco Esposas”).

O marketing humorístico rendeu polêmicas. Em 2012,  o estado de Idaho proibiu as vendas da Five Wives, por considerar o nome ofensivo à parte de sua população. Cerca de um quarto da população de Idaho é mórmon, enquanto o percentual passa de 60% em Utah, onde a vodca é fabricada. Note-se ainda que em ambos os estados, a bebida não pode ser encontrada em supermercados, mas apenas em liquor stores, lojas credenciadas para a venda exclusiva de bebidas alcoólicas. [1]

Foi numa loja de bebidas que me deparei com a Five Wives, durante uma visita a Salt Lake City, e confesso que tive que controlar a gargalhada. (Veja bem: entrei na loja por pura curiosidade intelectual!)

O rótulo da vodca mostra cinco mulheres em trajes do séc. XIX, exibindo suas roupas de baixo, cada uma com um gato abaixo da cintura. A imagem, histórica, não tem relação alguma com poligamia mórmon. É uma foto das Irmãs Barrison, grupo de imigrantes da Dinamarca que fez apresentações burlescas nos EUA e países europeus nas décadas de 1890 a 1910. Seu número mais celebrado era a “dança do gato”, realizada com filhotes vivos sob as roupas e fazendo um trocadilho infame com a anatomia feminina. [2]
polygamy_porter_resizedO apelo da Five Wives à poligamia mórmon pode ter sido inspirada pela popular cerveja Polygamy Porter (“Cerveja Escura Poligamia”), criada em 2001 e fabricada em Park City, Utah. Como as demais marcas de cerveja, a Polygamy Porter está bem visível, à venda nos supermercados. No rótulo, a pergunta de duplo sentido: “por que ter [ou beber] só uma[?]”.

Outro dia, em Porto Alegre, tive um novo acesso de riso: fui a um mercadinho e quem me atendeu foi uma jovem usando uma camiseta da Polygamy Porter!

Visitando uma família mórmon fundamentalista em Utah, com três esposas vivendo sob o mesmo teto, também vi uma das filhas, de 17 anos, usando uma camiseta da Polygamy Porter, algo que seria simplesmente escandaloso para muitos outros fundamentalistas – por se tratar de uma cerveja, pela referência leviana à poligamia e pela suposta falta de modéstia dos personagens do rótulo.

Senso de humor, evidentemente, não é algo universal e toma proporções mais delicadas quando trata de assuntos religiosos. Algumas pessoas chegam mesmo a não aceitar qualquer tipo de humor sobre (sua) religião.

Os casos da Five Wives e Polygamy Porter mostram a permanência da poligamia associada à imagem do mormonismo na percepção popular e talvez – e mais importante – alertem também para dificuldade que entre muitos sud de lidar com sua própria história e mesmo com o humor.

Vodca e cerveja podem fazer mal à saúde. Senso de humor faz bem.

Referências

[1] Five Wives Vodka found too offensive for Idaho
 
[2] Barrison Sisters Perform The Cat Dance (1890s)

28 comentários sobre “Vodca, cerveja e poligamia

  1. Tenho uma pergunta! Sincera e sem segundas intenções, eu sou a favor da poligamia, não pratico, mas creio ser um principio verdadeiro.Na opinião de vcs porque acham que hoje a igreja não pratica mais a poligamia? Por vontade de divina (sim eu acredito no mórmonismo) ou meramente pelo fato de ser ilegal em alguns países? Gostaria de suas opiniões

    Grato

    • Um pouco das duas. Como as leis são contra e cremos em seguir as leis não podemos. Até em países com cultura assim um homem praticando não é batizado.

      Nos EUA é considerado um crime e sou a favor da descriminalização. Se um homem viver com duas mulheres ou uma mulher com dois homens de comum a cordo não sou contra. Uma amiga batista pensa o mesmo. “Cada cabeça sua sentença”.

      • Grato!
        Ps: Pode me chamar de machista mas sou favor da poliginia não da poliandria

        Abs

  2. A poligamia é uma abominação. A igreja mórmon abandonou a poligamia por questões políticas, isso é a verdade, o resto é conversa fiada, Na hora que mudar essa lei nos EUA e a poligamia puder ser praticada, ai você vai ver o que é abominação passará a ser celestial. Nessa igreja a pressão significa revelação.

    • Além de fiscalizar o ânus dos outros vocês evangélicos gostam de fiscalizar o pênis e a vagina das pessoas? Cada um vive como quiser oras!

      Engraçado que “a menina dos olhos de Deus” e um dos mais amados personagens bíblicos para os evangélicos viveu isso. Sabemos bem que foi um princípio e bem declarado que a Igreja iria se dar mal caso não deixasse de praticar.

      A Igreja em si pelo que percebo não vê como abominação, apesar de David O. McKay ter dado uma cara nova a Igreja deixando pra trás essa imagem suja que a poligamia trouxe.

      Outro detalhe nem adianta vir com aquele bá blá blá de ver a vida de Joseph, orar e sair da Igreja que conheço bem ela e sei de suas imperfeições e erros. Sou ex-evangélico e não pretendo retornar a minha antiga fé.

      O Vozes é para estudo e reflexão da doutrina SUD. Nós em maioria criticamos algumas posturas de membros e da Igreja. Coisa que muito protestante não é capaz. Um exemplo meu de tornar missionários retornados como super-heróis:

      http://vozesmormons.com.br/2015/07/02/super-heroi/

      • Excelente comentário irmão Júlio, um dia fui assim radical demais achando que tudo na Igreja (instituição composta por homens) era perfeito, hoje vejo que posso conciliar minha fé em Cristo e na Restauração mesmo assim me manter crítico em minhas posições. Apostasia passa longe! Mas não sou obrigado a concordar com tudo, muito menos baixar minha cabeça para vontade de homens pseudo-inspirados que se acham deuses.

      • Muito pensavam dessa forma como você em relação aos EUA, no que diz respeito ao casamento gay, veja no que deu. Esse argumento já perdeu a validade.

      • Casamento gay é algo muito mais simples que poligamia ou poliandria. Não tem nem comparação. E a lei lá e a mesma que aqui em relação a união dos homossexuais. Tipo “união estável” pelo que parece.

      • Júlio, tanto no Brasil, como nos EUA, casamento homossexual é idêntico ao casamento heterossexual perante à lei.

        Existe “união estável” para heterossexuais e para homossexuais, e existe “casamento” para heterossexuais e para homossexuais. Sem diferenças ou distinções.

      • Obrigado Vozes

        Como fiquei por fora das notícias de 2012-2014 por trabalhos missionários não entendi direito quando me explicaram quando voltei a vida normal.

    • Rapaz lembro de vc, sempre entrava num forum do Amai Jc com o mesmo nick.Abominação é sua hipocrisia, vcs não mormons falam falam da Bíblia mas esquecem que os grandes patriarcas eram polígamos, e outro pra sua informação apenas uma pequena porcentagem dos homens mórmons praticava a poligamia.Nossos profetas não são infaliveis, assim como os da Biblia não eram, mas pelo menos falhos ou não eles representam o Senhor, não são como vc, um cego guiando outro, deturpando doutrinas, enganando multidões de ignorantes sem instrução com seus milagres vergonhosos.Agora entendo porque esses programas sobre “milagres” passam na madrugada!! É um bom substituto pra pornografia no intuito de escravizar as pessoas.E sim eu apoio a poligamia e viveria alegremente se pudesse. Hipocrita!!

      • Missão e Antônio: Todos devem se sentir livres para discutir ideias e fatos aqui. Mas não devemos no sentir à vontade para julgar ninguém.

        Acusações de hipocrisia e abominação são julgamentos pessoais e subjetivos. Vilipendiar a crença dos outros não é o foco deste fórum. Podemos discutir os méritos históricos, lógicos, racionais ou factuais de crenças específicas, mas julgar e insultar sistemas inteiros de crenças não.

        Portanto, pedimo-lhes a gentileza de considerar as suas colocações antes de comete-las em seus comentários.

        Obrigado.

      • Obrigado pelo educado esclarecimento aproveito para pedir desculpas por minha linguagem e prometer que o mesmo não se repetirá!

        Grato

      • Antônio,

        É possível que já tenha visitado esse site Amai Jc, mas confesso que não me recordo. Com certeza e te afirmo que o fórum mórmon que estive bem presente foi o forum do site Fé Mormon. É comum encontrar pessoas que ficam logo nervosas como você, mas é importante que você aprenda a conviver com opiniões diferentes da sua.

        Quando eu disse que a poligamia é uma abominação e uma libertinagem, é que talvez você não saiba, mais é assim que os profetas do livro de mormon se refere a essa pratica pecaminosa que você tem vontade de viver. Leia o livro de Jaco. Lembre-se que o LM é a pedra fundamental de sua fé.

        Esse argumento de tentativa para justificar a poligamia usando os patriarcas, já tá bem ultrapassada, veja: como começou a poligamia? Foi mandamento de Deus?. Se for assim alguns fanáticos vão matar alguns maridos para ficar com as esposas, e depois dizer, mas Davi fez também. Esse argumento é inválido Antônio.Na genealogia de Jesus tem até prostituta, e aí Antônio? me diz se a prostituição tá justificada?.

        Sobre programas noturno de “milagres”, concordo plenamente com você, tbem acho um golpe desses pastores mercantilistas.Quando fala em enganar multidões deturpando a Biblia, ai se torna engraçado vindo de um pré-polígamo, mas de qualquer forma deixo o NT como leitura e verá o modelo de casamento deixado por Jesus para a congregação cristã.

      • Desculpe se ofendi vc não foi minha intenção!! Apezar de Mórmon convivo muito bem com as opiniões diferentes da minha.Sobre sua citação do LDM ela é parcial e incompleta, vc fez uma divisão escritural que visa pegar uma passagem sem contexto para adequar-a situação. Conheço o LDM muito bem, sou um estudioso dele a bastante tempo, tanto da linguística, como da história, como das doutrinas, segue a parte que vc omitiu de propósito: (No versículo 30 tem a resposta para sua pergunta)
        _______________________________________________________________________________
        27 Portanto, meus irmãos, ouvi-me e atentai para a palavra do Senhor: Pois nenhum homem dentre vós terá mais que uma esposa; e não terá concubina alguma.

        28 Porque eu, o Senhor Deus, deleito-me na castidade das mulheres. E as libertinagens são para mim abominação; assim diz o Senhor dos Exércitos.

        29 Portanto este povo guardará os meus mandamentos, diz o Senhor dos Exércitos, ou a terra será amaldiçoada por sua causa.

        30 Porque se eu quiser suscitar posteridade para mim, diz o Senhor dos Exércitos, ordenarei isso a meu povo; em outras circunstâncias meu povo dará ouvidos a estas coisas. (Jacó 2: 27-30)
        _______________________________________________________________________________

        Da próxima vez que for citar uma escritura Mórmon contra mim, faça direito!! Posso ser áspero mas se tem uma coisa que nunca fui é ignorante.Já li tudo que vc possa imaginar e não imaginar contra e a favor da Igreja e isso em nada diminui minha fé No Salvador e na Restauração!!

        PS: O Senhor quis suscitar posteridade, e ordenou isso ao Profeta Joseph!! Vc pode não crer nisso, agora dizer que existe incoerencia com o LDM é no mínimo má vontade da sua parte.

Deixe um comentário abaixo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.